Challenges for the promotion of Integral Education: experiences developed by cities in Rio de Janeiro

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v9i11.10074

Keywords:

Full-time; School Functions; Teaching work.

Abstract

This study reflects on full-time schools in the state of Rio de Janeiro. The social and historical conditions that determine it are addressed, in addition to the challenges that the school, management team and faculty face in the face of contemporary demand. A qualitative research was carried out, and as support, interviews were carried out using forms provided by the Google Forms platform. 4 managers from 3 schools located in the state of Rio de Janeiro and 9 teachers from the same schools participated. The objective of this study was to understand what are the main challenges of schools that had to adhere to the full-time journey and how these professionals are placed regarding their work in the education network in which they work, since they are responsible for the organization of the school routine and determination of teaching work. It was found that, among the various difficulties faced by full-time institutions, the main ones are: precarious teaching, school linked to social protection and lack of physical structure. It is known that public education in Brazil is taking slow steps towards the desired future, however it is reinforced that academic research and the involvement of society are of paramount importance to achieve improvements within school public policies.

Author Biographies

Ana Caroline Ramos Resende, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais

Possui graduação em Letras - Português pelo Associaçäo Educacional Dom Bosco(2017). Atualmente é Agente de Apoio à Educação da Prefeitura Municipal de Barra Mansa. Tem experiência na área de Educação.

Fabiana Sales da Silva Hilário, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais

Possui Bacharelado em Administração Pública e Privada- Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro(1999); Licenciatura em Geografia- Centro Universitário Moacyr Sreder Bastos( 2011). Atualmente é professora ensino fundamental anos iniciais da Prefeitura do Rio de Janeiro.

Dandara Lorrayne do Nascimento, Instituto Federal de Minas Gerais - Campus Arcos

Mestrado, em andamento, em Modelagem Matemática e Computacional, pelo Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais - CEFET MG, Graduação em Matemática pelo Instituto Federal de Minas Gerais - IFMG Campus Formiga (2018). Especialização em Matemática e Biologia - FAVENI (2019). Durante a graduação foi membro titular eleito do Conselho Acadêmico do IFMG, bolsista de iniciação científica na área de modelagem matemática (Um modelo matemático para a angiogênese em tumores sólidos), bolsista CAPES no Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) e bolsista em projeto de pesquisa, desenvolvimento e inovação (PD&I) junto a iniciativa privada e a Embrapii (Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial) na área de sistemas inteligentes. Atualmente é professora do Instituto Federal de Minas Gerais - IFMG Campus Arcos, atuando nos cursos de Engenharia Mecânica e Pós-Graduação em Docência. Possui experiência como professora e tutora em cursos de educação a distância.

References

Brasil. (2010) Conselho Nacional de Educação. Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental de 9 (nove anos). Parecer nº 11/10, de 07 de julho de 2010, homologado pelo despacho do Ministro, publicado no D.O.U. de 9 de dezembro de 2010, Seção 1, Pág. 28.

Cavalieri, A. M. V. (2002) Educação Integral: Uma nova identidade para a escola brasileira? Educ. Soc., Campinas, 23(81), 247-270.

Decreto n. 7.083, de 27 de janeiro de 2010. (2010) Dispõe sobre o Programa Mais Educação. Diário Oficial da União, Brasília, DF.

Éboli, T. (1969) Uma experiência de Educação Integral. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas.

Ferreira, E. B., et al. (2009) (Org.). Crise da escola e políticas educativas. Belo Horizonte: Autêntica Editora.

Godoy, A. S. (1995) Pesquisa Qualitativa: Tipos Fundamentais. Revista de Administração de Empresas, São Paulo, 35(3), 20-29.

Lei n. 13.005, de 25 de junho de 2014. (2014) Aprova o Plano Nacional de Educação – PNE e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF.

Lei n. 9394, de 20 de dezembro de 1996. (1996). Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Diário Oficial da União, Brasília, DF.

Lei n. 10.172, de 9 de janeiro de 2001. (2001) Estabelece o Plano Nacional de Educação. Diário Oficial da União, Brasília, DF.

Libâneo, J. C. (2014). Escola de tempo integral em questão: lugar de acolhimento social ou de ensino-aprendizagem? In: Barra, V. M. da. (Org.). Educação: ensino, espaço e tempo na escola de tempo integral. 1ed. Goiânia: CEGRAF, 4-309.

Macário, E. R., Bandeira, Í. R. S., & de Moura, K. M. (2018). Leituras Acerca do Manifesto dos Pioneiros da Educação Nova De 1932: Uma Análise para além da Educação. Revista de Psicologia, 12(41), 677-692.

Martins, F. (2018) Trabalho docente em escolas de tempo integral. Rio de janeiro: UNIRIO.

Maurício, L. V. (org). (1981) Em aberto: Educação integral e tempo integral. Brasília: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira.

Mauricio, L. V. (2009) Escritos, representações e pressupostos da escola pública de horário integral. Em Aberto, 21(80), 15-31.

Minayo, M. C. S. (2012) Análise qualitativa: teoria, passos e fidedignidade. Ciênc. Saúde coletiva, 17, 621-626.

Portaria Normativa Interministerial n.17, de 24 de abril de 2007. (2007) Institui o Programa Mais Educação. Diário Oficial da União, Brasília, DF.

Portaria n. 1144, de 10 de outubro de 2016. (2016) Institui o Programa Novo Mais Educação,

que visa melhorar a aprendizagem em língua portuguesa e matemática no ensino fundamental. Diário Oficial da União, Brasília, DF.

Ribeiro, D. (1986) Livro dos CIEP’s. Rio de Janeiro: Bloch.

Santos, C., Pereira, R. & Mello, M. (2019) Educação gerencial nas políticas públicas de educação em tempo integral do governo Lula/Dilma ao governo Temmer. Estudos IAT, Salvador, 4(2).

Souza, E. (2016) Um plano educacional para um novo tempo: Anísio Teixeira e as escolas classe/escola parque de Brasília. Caderno Eletrônico de Ciências Sociais, Vitória, 3(2), 39-52.

Tomazini, A. S. (2019) Escola de tempo integral: desafios e possibilidades. Revista Científica Multidisciplinar Núcleo do Conhecimento, 03(10), 125-149.

Published

17/11/2020

How to Cite

Resende, A. C. R., Hilário, F. S. da S., & Nascimento, D. L. do. (2020). Challenges for the promotion of Integral Education: experiences developed by cities in Rio de Janeiro. Research, Society and Development, 9(11), e36591110074. https://doi.org/10.33448/rsd-v9i11.10074

Issue

Section

Education Sciences