The nurse’s role in the early diagnosis of breast cancer in primary care

Authors

  • Lucas Rafael Monteiro Belfort Hospital Dom Malan
  • Kedma de Magalhães Lima Universidade Federal do Vale do São Francisco
  • Luciana Paula Fernandes Dutra Universidade Federal do Vale do São Francisco
  • Melissa Negro-Dellacqua Universidade Federal de Santa Catarina
  • Victor Hugo da Silva Martins Universidade Federal do Vale do São Francisco
  • Leyliane Jannice de Andrade Macedo Hospital Municipal Casa Nova

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v8i5.1024

Keywords:

Breast neoplasms; Early diagnosis; Primary health care.

Abstract

The aim of this study is to understand the role of nurses in the early diagnosis of breast cancer, to describe the actions and strategies used for this purpose and to know their perceptions about their role in this situation in a Basic Health Unit in the Municipality of Juazeiro-BA. This is a qualitative research of descriptive characteristics, with all nurses in zone IV of the city of Juazeiro-BA. After data collection, the data were grouped and analyzed using the Bardin method. The results showed that the professionals present knowledge about breast cancer and its screening, however, still deficient and confusing. There is a need for public policies that prioritize the training of professionals so that it can reflect on the improvement of health indicators.

References

Ayala, A.L.M. (2012). Sobrevida de mulheres com câncer de mama, de uma cidade no sul do Brasil. Revista Brasileira de Enfermagem (Online), 65(4), 566-570.

Bardin, L. (2009). Análise de Conteúdo. Edições 70. Lisboa, Portugal: LDA.

Barros, A.F., Uemura, G & Macedo, J.L.S. (2012). Atraso no diagnóstico e tratamento do câncer de mama e estratégias para a sua redução. Femina, 40(1), 31-36.

Brasil. Ministério da Saúde. Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva. (2019). O que é câncer? Acesso em 21 janeiro, em http://www1.inca.gov.br/conteudo_view.asp?id=322.

Brasil. Ministério da Saúde. Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva. (2019). Estimativa 2018 Incidência de Câncer no Brasil. Rio de Janeiro; 2018. 130 p. Acesso em 27 janeiro, em https://www.inca.gov.br/sites/ufu.sti.inca.local/files//media/document//estimativa-incidencia-de-cancer-no-brasil-2018.pdf.

Brasil. Ministério da Saúde. Instituto Sírio-Libanês de Ensino e Pesquisa. Protocolos da Atenção Básica: Saúde das Mulheres. (2016). 231 p. Acesso em 28 janeiro, em http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/protocolos_atencao_basica_saude_mulheres.pdf.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. (2013). 124 p. Controle dos cânceres do colo do útero e da mama. Acesso em 06 março, em http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/controle_canceres_colo_utero_2013.pdf

Espíndola, A.F., Queiroz, M.K.A & Brandão, A.L.S. (2017). O papel do enfermeiro na investigação dos cânceres de colo do útero e de mama: uma revisão bibliográfica. Anais do 3º Congresso Internacional de Ciência, Pesquisa e Extensão. Unievangélica, 2017. Acesso em 29 janeiro, em http://anais.unievangelica.edu.br/index.php/CIPEEX/article/view/2848/1492.

Gerhardt, T.E & Silveira, D.T. (2009). 120 p. Métodos de pesquisa. Coordenado pela Universidade Aberta do Brasil – UAB/UFRGS e pelo Curso de Graduação Tecnológica – Planejamento e Gestão para o Desenvolvimento Rural da SEAD/UFRGS. – Porto Alegre: Editora da UFRGS. Acesso em 29 janeiro, em http://www.ufrgs.br/cursopgdr/downloadsSerie/derad005.pdf.

Gonçalves, J.G., Siqueira, A.S.E., Rocha, I.G.A., Lima, E.F.F., Alves, L.S., Silva, B.O., Mendonça, P.E.X., Merhy, E.E & Land, M.G.P. (2016). Evolução histórica das políticas para o controle do câncer de mama no Brasil. Diversitates International Journal, 8(1), 1-23.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. (2016). Censo Demográfico 2000 – Características Gerais da População. Resultados da Amostra, 2016. Acesso em 29 janeiro, em https://ww2.ibge.gov.br/home/estatistica/populacao/censo2000/default_populacao.shtm.

Migowski, A., Azevedo e Silva, G., Dias, M.B.K., Diz, M.D.P.E., Sant’ana, D.R & Nadanovsky, P. (2018). Diretrizes para detecção precoce do câncer de mama no Brasil. II – Novas recomendações nacionais, principais evidências e controvérsias. Cadernos de Saúde Pública, 34(6), p. e00074817.

Moreno, M.L. (2010). O papel do enfermeiro na abordagem do câncer de mama na estratégia da saúde da família. Trabalho de Conclusão de Curso. Universidade Federal de Minas Gerais, 2010. Acesso em 28 fevereiro em: https://www.nescon.medicina.ufmg.br/biblioteca/imagem/0693.pdf.

Salazar, M.J.B., González, H.C., Sánchez, N.L., Lira, A.J., Roque, H.M., Castanôn, M.A.H & Mendoza, A.Z. (2016). Asociación del cáncer de mama con síndrome metabólico y estado nutricional en mujeres en Querétaro, México. Actualización en Nutrición, 17(4), 102-108.

Santos, C.C & Moreira, R.C.R. (2018). Políticas públicas de atenção à saúde da mulher no tratamento do câncer de mama em Feira de Santana – BA. Anais Seminários de Iniciação Científica, n.22, 2018. Acesso em 28 fevereiro em http://periodicos.uefs.br/index.php/semic/article/view/3813/3032.

Simon, SD. (2015). 69 p. Projeto Amazona. Dados preliminares de câncer de mama no Brasil. Grupo Brasileiro de Estudos em Câncer de Mama (GBCAM). Acesso em 28 fevereiro em: http://www.gbecam.org.br/downloads/Projeto_Amazona.pdf.

Tomazelli, J.G., Migowski, A., Ribeiro, C.M., Assis, M & Abreu, D.M.F. (2017). Assessment of actions for breast cancer early detection in Brazil using process indicators: a descriptive study with Sismama data, 2010-2011. Epidemiologia e Serviços de. Saúde (Online), 26 (1), jan-mar. Acesso em 28 fevereiro em: http://www.scielo.br/pdf/ress/v26n1/en_2237-9622-ress-S1679_49742017000100007.pdf.

Zapponi, A.L.B., Tocantins, F.R & Vargens, O.M.C. (2015). O enfermeiro na detecção precoce do câncer de mama no âmbito da atenção primária. Revista Enfermagem UERJ, 23(1), 33-38.

Published

06/03/2019

How to Cite

BELFORT, L. R. M.; LIMA, K. de M.; DUTRA, L. P. F.; NEGRO-DELLACQUA, M.; MARTINS, V. H. da S.; MACEDO, L. J. de A. The nurse’s role in the early diagnosis of breast cancer in primary care. Research, Society and Development, [S. l.], v. 8, n. 5, p. e34851024, 2019. DOI: 10.33448/rsd-v8i5.1024. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/1024. Acesso em: 27 sep. 2021.

Issue

Section

Health Sciences