Erosion characterization in urban area in the municipality Itabira, MG

Authors

  • Júlia Maria Souza Brandão Engenharia Ambiental - Fundação Comunitária de Ensino Superior de Itabira (FUNCESI)
  • Juliana Caroni Silva Guimarães Engenharia Ambiental - Fundação Comunitária de Ensino Superior de Itabira (FUNCESI)
  • André Luís Rossoni Ferreira Engenharia Ambiental - Fundação Comunitária de Ensino Superior de Itabira (FUNCESI)
  • Patrícia Bárbara Santos Silva Engenharia Ambiental - Fundação Comunitária de Ensino Superior de Itabira (FUNCESI)
  • Tárik Silveira Cordeiro Engenharia Ambiental - Fundação Comunitária de Ensino Superior de Itabira (FUNCESI)
  • Rupert Barros de Freitas Diretor acadêmico FACHI/FACCI - Fundação Comunitária de Ensino Superior de Itabira (FUNCESI)
  • Giovanna Moura Calazans Mestre em Saneamento, Meio Ambiente e Recursos Hídricos (UFMG)
  • Lorena Torres Oporto Doutora em Ecologia, Conservação e Manejo do Meio Ambiente (UFMG)
  • Juni Cordeiro Centro de Pesquisa, Pós-graduação e Extensão (Ceppe) da Fundação Comunitária de Ensino Superior de Itabira (FUNCESI)

DOI:

https://doi.org/10.17648/rsd-v6i3.109

Keywords:

Social and Environmental Impacts. Ravines. Urbanization.

Abstract

The process of soil erosion begins with the removal of native vegetation, which exposes the soil surface to the impact of raindrops, whose kinetic energy causes the destruction of its structure, releasing the different constituents of the texture to be carried by the wind and by the floods. In this sense, the disorderly growth of cities brings serious problems for the urban space, mainly related to subdivisions and waterproofing, which can trigger and / or intensify erosion processes. Thus, this research aimed to characterize, from a geological perspective, three ravines located in the neighborhoods of Colina da Praia (Rav 1), Ribeira de Baixo (Rav 2) and Praia (Rav 3), in the city of Itabira (MG), identifying the factors that favor its development. The analysis of the satellite images allowed to indicate the anthropic interference in these areas, evidenced by the removal of vegetation, opening of lots and streets. As for the geological characterization, it is possible to emphasize the presence of schist rock and granitic-gneiss rock, as well as similar orientations between the direction of ravines 1 and 3 with the fracture planes obtained. Considering the granulometric analysis of soil samples of the three ravines analyzed, it is verified the predominance of soil with medium texture, which commonly has a medium erodibility index. However, the anthropic interference characterized by the removal of the vegetation cover and the opening of road, together with the geological structuring, are factors that contribute, inseparably, to the development of the erosive processes analyzed. The importance of pedological surveys for proper land use planning is emphasized, which will minimize the negative impacts of natural environments.

References

ARAÚJO, G. H. S.; ALMEIDA, J. R.; GUERRA, A. J. T. Gestão ambiental de áreas degradadas. 11ª edição. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2014.

BERTONI, J.; LOMBARDI NETO, F. Conservação do solo. 9ª edição. São Paulo: Ícone, 2014.

BOTELHO, J. M; CRUZ, V. A. G. Metodologia científica. São Paulo: Pearson Education do Brasil, 2013.

BRADY, N. C.; WEIL, R. R. Elementos da natureza e propriedades dos solos. Tradução técnica: Igo Fernando Lepsch. 3ª edição. Porto Alegre: Bookman, 2013.

BRITO A. O.; MARTINS I. S.; AICHA N. N. Estudo da erosão urbana no Distrito Federal. Revista Científica Eletrônica do Distrito Federal, v. 20, n. 1, p. 85-92, jul. 2012. Disponível em: <http://faef.revista.inf.br/imagens_arquivos/arquivos_destaque/mWwAkAhB70T6tPL_

-4-29-16-6-14.pdf>. Acesso em: 10 out 2016.

CARVALHO, N. O. Hidrossedimentologia prática. 2ª ed., ver., atual. e ampliada. Rio de Janeiro: Interciência, 2008.

Díaz, J.S. Control de Erosíon em Zonas Tropicales. Bucaramanga, Univesidad Industrial de Santander. 2001.

DIAS, N. S.; BRÍGIDO, A. R. SOUZA, A. C. M. Manejo e conservação dos solos e da água. São Paulo: Editora Livraria da Física, 2013.

DORR II, J. V. N. 1958. The Cauê Itabirite. Soc. Bras. Geol., Bol. 7 (2).

Dorr II, J. v. N.; Gair, J. E.; Pomerene, J. B.; Rynearson, G. A., 1957. Revisão da estratigrafia précambriana do Quadrilátero Ferrífero. Rio de Janeiro, DNPM/DFPM. Avulso 81.

FLORENZANO, T. G. Iniciação em sensoriamento remoto. 3ª ed. ampl. e atual. São Paulo: Oficina de Textos, 2011.

FOSSEN, H. Geologia estrutural. São Paulo: Oficina dos textos, 2012.

GERHARDT, T. E; SILVEIRA, D. T. Métodos de pesquisa. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2009.

GIRÃO, O.; CORRÊA A. C. B.; GUERRA A. J. T. Encostas urbanas como unidades de gestão e planejamento, a partir do estudo de áreas a sudoeste da cidade do Recife – UFPE-DCG/NAPA. Revista de Geografia, v. 24, n. 3 p. 242-267, set-dez 2007. Disponível em: <http://www.revista.ufpe.br/revistageografia/index.php/revista/article/ viewFile/165/100> Acesso em: 9 nov 2016.

GOOGLE. Google Earth. Versão 7.1.5.1557. 2015. Nota (Município de Itabira/MG). Disponível em: <http://www.google.com/earth/download/ge/agree.html>. Acesso em: 10 jul. 2016.

GUERRA, A. J. T.; JORGE, M. C. O. Processos erosivos e recuperação de áreas degradadas. São Paulo: Oficina de Textos, 2013.

GUERRA, A. J. T.; SILVA, A. S.; BOTELHO, R. G. M. Erosão e conservação dos solos: conceitos, temas e aplicações. 9ª edição. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2014.

IBRAHIN, F. I. D. Introdução ao geoprocessamento ambiental. 1ª ed. São Paulo: Érica, 2014.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Manual Técnico de Pedologia. 2ª edição. Rio de Janeiro, 2007.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Carta Internacional ao Milionésimo. 2010. Disponível em: <http://mapas.ibge.gov.br/interativos/servicos/wms-do-arcgis>. Acesso em: 05 nov. 2016.

JESUS, A. S. Investigação Multidisciplinar de Processos Erosivos Lineares: Estudo de Caso da Cidade de Anápolis – GO. Tese de Doutorado. Departamento de Engenharia Civil, Universidade de Brasília, Brasília, DF, 2013.

LEPSCH, I. F. Formação e conservação dos solos. 2. Ed. São Paulo: Oficina de Textos, 2010.

Lima, M.C. Contribuição ao estudo do processo evolutivo de boçorocas na área urbana de Manaus. Dissertação de Mestrado em Geotecnia, Departamento de Engenharia Civil e Ambiental, FT, UnB, Brasília, DF. 1999.

MARCONI, M. A; LAKATOS, E. M. Técnicas de pesquisa: planejamento e execução de pesquisas, amostragens e técnicas de pesquisa, elaboração, análise e interpretação de dados. 5ª ed. São Paulo: Atlas, 2002.

PADILHA, A.V; VIEIRA, V. S; HEINECK, C. A (Coord.). Programa Levantamentos Geológicos Básicos do Brasil. Itabira, Folha SE. 23-Z-D-IV. Estado de Minas Gerais. Escala 1:100.000. Brasília: CPRM, 2000. CD-ROM.

PRODANOV, C. C; FREITAS, E. C. Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. 2ª ed. Novo Hamburgo: Universidade Freevale, 2013.

SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL - CPRM. Base de dados litológicos e de geodiversidade do Estado de Minas Gerais. Escala 1: 1.000.000. Brasília, 2004. CD-ROM.

Published

24/10/2017

How to Cite

BRANDÃO, J. M. S.; GUIMARÃES, J. C. S.; FERREIRA, A. L. R.; SILVA, P. B. S.; CORDEIRO, T. S.; FREITAS, R. B. de; CALAZANS, G. M.; OPORTO, L. T.; CORDEIRO, J. Erosion characterization in urban area in the municipality Itabira, MG. Research, Society and Development, [S. l.], v. 6, n. 3, p. 189-210, 2017. DOI: 10.17648/rsd-v6i3.109. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/109. Acesso em: 9 may. 2021.

Issue

Section

Articles