Factors that contribute to early weaning: an integrative review

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i1.11218

Keywords:

Breastfeeding; Prenatal care; Weaning; Postpartum period.

Abstract

Objective: This study aimed to describe the factors that contribute to early weaning. Methods: this is an integrative review. Searches were conducted in Latin American and Caribbean Literature in Health Sciences (LILACS), Medical Literature Analysis and Retrievel System Online (MEDLINE) and in the Nursing Database (BDENF), with search strategies that combined the keywords: maternal breastfeeding, weaning, postpartum period and prenatal care.  Nine articles made up the final sample. Results: The perception of insufficient/weak milk was the most frequent reason, being mentioned in 66.66% of publications, followed by 33.33% of breast complications and 33.33% of incorrect breastfeeding latch. Conclusion: The identification of these factors that lead to early weaning is essential to promote more effective interventions in order to minimize the obstacles that lead to early weaning. It is essential that health professionals and managers can discuss these factors in a broader way and outline strategies favorable to improving adherence to AME.

References

Algarves, T. R., de Sousa Julião, A. M., & Costa, H. M. (2015). Aleitamento materno: influência de mitos e crenças no desmame precoce/breastfeeding: myths and beliefs influence in early weaning. Saúde em Foco, 2(1), 151-167.

Almeida, J. M. D., Luz, S. D. A. B., & Ued, F. D. V. (2015). Apoio ao aleitamento materno pelos profissionais de saúde: revisão integrativa da literatura. Revista Paulista de Pediatria, 33(3), 355-362.

Andrade, H. S., Pessoa, R. A., & Donizete, L. C. V. (2018). Fatores relacionados ao desmame precoce do aleitamento materno. Revista Brasileira de Medicina de Família e Comunidade, 13(40), 1-11.

Amaral, L. J. X., Sales, S. D. S., Carvalho, D. P. D. S. R. P., Cruz, G. K. P., Azevedo, I. C. D., & Ferreira Júnior, M. A. (2015). Fatores que influenciam na interrupção do aleitamento materno exclusivo em nutrizes. Revista gaúcha de enfermagem, 36(SPE), 127-134.

Araújo, J. P., Almeida, J. L. S., Souto, C. M. R. M., de OLIVEIRA, A. E. A., & Sudério, M. A. R. P. (2013). Desmame precoce e suas causas: experiência na atenção básica de Campina Grande-PB. Revista da Universidade Vale do Rio Verde, 11(2), 146-155.

Barbosa, L. N., Santos, N. C. D., Moraes, M. A. M. D., Rizzardi, S. D., & Corrêa, E. D. C. (2015). Prevalência de práticas educativas acerca do aleitamento materno exclusivo (AME) em Cuiabá-MT. Escola Anna Nery, 19(1), 147-153.

Carreiro, J. D. A., Francisco, A. A., Abrão, A. C. F. D. V., Marcacine, K. O., Abuchaim, E. D. S. V., & Coca, K. P. (2018). Dificuldades relacionadas ao aleitamento materno: análise de um serviço especializado em amamentação. Acta Paul Enferm., 31(4), 430-438.

Dominguez, C. C., da Costa Kerber, N. P., Rockembach, J. V., Susin, L. R. O., Pinheiro, T. M., & da Fonseca Rodrigues, E. (2017). Dificuldades no estabelecimento da amamentação: visão das enfermeiras atuantes nas unidades básicas de saúde. Revista Enfermagem UERJ, 25, 14448.

Freitas, M. G. D., Werneck, A. L., & Borim, B. C. (2018). Aleitamento materno exclusivo: adesão e dificuldades. Rev. Enferm. UFPE on line, 2301-2307.

Lima, A. P. E., Castral, T. C., Leal, L. P., Javorski, M., Sette, G. C. S., Scochi, C. G. S., & de Vasconcelos, M. G. L. (2019). Aleitamento materno exclusivo de prematuros e motivos para sua interrupção no primeiro mês pós-alta hospitalar. Revista Gaúcha de Enfermagem, 40.

Ministério da Saúde (BR), Secretaria de Atenção à Saúde. Saúde da Criança: aleitamento materno e alimentação complementar. Brasília (DF); 2015.

Moraes, I. C., Sena, N. L., Oliveira, H. K. F., Albuquerque, F. H. S., Rolim, K. M. C., Fernandes, H. I. V. M., & Silva, N. C. (2020). Percepção sobre a importância do aleitamento materno pelas mães e dificuldades enfrentadas no processo de amamentação. Revista de Enfermagem Referência, serV(2), e19065.

Neri, V. F., Alves, A. L. L., & Guimarães, L. C. (2019). Prevalência de desmame precoce e fatores relacionados em crianças do Distrito Federal e entorno. Revista de Divulgação Científica Sena Aires, 8(4), 451-459.

Organização das Nações Unidas. Política de aleitamento materno no Brasil é referência mundial, diz OMS. 2016.

Organização Pan-Americana de Saúde. Aleitamento materno nos primeiros anos de vida salvaria mais de 820 mil crianças menores de cinco anos em todo o mundo. 2018.

Silva, A. M. D., Santos, M. C. S. D., Silva, S. R. D. M., Ferreira, F. Â., Freitas, R. D. S. C., Santos, R. E. A. D., & Gouveia, M. T. (2018). Aleitamento materno exclusivo: empecilhos apresentados por primíparas. Rev. Enferm. UFPE on line, 3205-3211.

Silva, V. M., & Tonon, T. C.A. (2020). Atuação do enfermeiro no processo de amamentação. Research, Society and Development, 9 (10).

Sousa, L.M.M., Vieira, C. M. A. M., Severino, S. S. P., & Antunes, A. V. (2017). A metodologia de revisão integrativa da literatura em enfermagem. Rev. investigação. enferm. 17-26.

Sousa, M. S., Aquino, P. D. S., Aquino, C. B. D. Q., Penha, J. C., & Pinheiro, A. K. B. (2015). Aleitamento materno e os determinantes do desmame precoce. Rev. enferm. UFPI, 19-25.

Souza, M. T. D., Silva, M. D. D., & Carvalho, R. D. (2010). Revisão integrativa: o que é e como fazer. Einstein (São Paulo), 8(1), 102-106.

Published

01/01/2021

How to Cite

NASCIMENTO, A. L. S. do .; SANTOS NETO, J. L. dos .; RODRIGUES, A. P. R. A. .; MEDEIROS, L. D. S. .; MELO , G. B. de . Factors that contribute to early weaning: an integrative review. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 1, p. e0910111218, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i1.11218. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/11218. Acesso em: 27 jan. 2021.

Issue

Section

Health Sciences