Illness caused by tuberculosis among health professionals in a municipality in the North Region of Brazil

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i1.11427

Keywords:

Health Personnel; Tuberculosis; Risk Factors; Occupational Health; Surveillance of the workers health.

Abstract

Objective: To analyze the illness caused by tuberculosis among health professionals in a municipality in the Northern Region of Brazil. Methodology: This is a cross-sectional descriptive study, using a quantitative approach, carried out based on the survey of sociodemographic, clinical and treatment variables, in the Information System for Notifiable Diseases, in the period from 2015 to 2018, and analyzed through the distribution of frequency, after complying with ethical precepts. Results: Of the 40 cases of TB among health professionals during the analyzed period, the majority belonged to the female sex, between the age group of 31 to 40 years old, self-declared brown, with complete high school, did not present associated diseases and conditions, were reported in 2016, new cases, with clinical pulmonary form, suspected chest X-ray, negative sputum smear microscopy, sputum culture and rapid molecular test for TB not performed, blank/ignored sensitivity test, HIV negative, notification in tertiary referral or in Primary Health Care, with two contacts identified and none examined, failure to perform Directly Observed Treatment for TB, sputum smear microscopy for monthly control until the third month, mean treatment time of 177 days, low percentage of cure and high for abandonment. Conclusion: Such findings allow a reflection on the effectiveness of the strategies implemented for worker health surveillance and the challenges that permeate the structure of health services for the control of the disease.

Author Biography

Nathalia Halax Orfão, Universidade Federal de Rondônia

Endereço para correspondência: Nathalia Halax Orfão, Universidade Federal de Rondônia, Campus - BR 364, Km 9,5. Cep: 76801-059, Porto Velho, Rondônia, Brasil. Telefone: (69) 2182-2100 E-mail: nathaliahalax@unir.br

References

Araujo, M. A. N., Lunardi Filho, W. D., Alvarenga, M. R. M., Oliveira, R. D., Souza, J. C. & Vidmantas, S. (2017). Perfil sociodemográfico dos enfermeiros da rede hospitalar. Rev enferm UFPE on line, 11(11), 4716-4725.

Araujo, M. R. S., Silva, H. P. & Silva, A. K. L. S. (2016). Avaliação situacional de biossegurança em tuberculose em Unidades Básicas de Saúde na Amazônia. Revista Brasileira de Saúde Ocupacional, 41(21).

Balderrama, P., Vendramini, S. F., Santos, M. de L. S. G., Ponce, M. A. Z., Oliveira, I. C., Villa, T. C. S., Wysocki, A. D., & Andrade, R. L. de P. (2014). Porta de entrada para o diagnóstico da tuberculose: avaliação da estrutura dos serviços. Revista Eletrônica De Enfermagem, 16(3), 511-9.

Barbosa, D. R. M., Almeida, M. G. de, Martins, L. M., Silva, T. M. G. V., Pedrosa, J. I. dos S. & Barbosa, M. M. (2017). Aspectos socioculturais da tuberculose e diálogo com políticas públicas em saúde no Brasil. Rev. G&S, 1(1), 1857-6.

Casela, M., Cerqueira, S. M. A., Casela, T. de O., Pereira, M. A., Santos, S. Q., Pozo, F. A. D., Freire, S. M., & Matos, E. D. (2018). Teste rápido molecular para tuberculose: avaliação do impacto de seu uso na rotina em um hospital de referência. Jornal Brasileiro de Pneumologia, 44(2), 112-117.

Conselho Federal de Enfermagem. (2015). Pesquisa inédita traça perfil da enfermagem. Recuperado de: http://www.cofen.gov.br/pesquisa-inedita-traca-perfil-da-enfermagem_31258.html.

Ferreira, M. R. L., Santos, A. A., Freitas, J. L. G., Silva, L. A. F., Silva, V. M. & Orfão, N. H. (2020). Vínculo no manejo da tuberculose na Atenção Primária à Saúde: ótica dos profissionais de saúde. O MUNDO DA SAÚDE (ONLINE), 44(e0172020), 433-444.

Grignet, R. J., Zilly, A., Orfão, N. H., Grignet, R. dos S. & Silva-Sobrinho, R. A. (2020). Potencialidade da Educação Permanente na Qualificação do Cuidado em Tuberculose. O MUNDO DA SAÚDE (ONLINE), 44(e1162019), 45-56.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. (2018). População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais. Estimativas da população residente com data de referência 1º de julho de 2018. Recuperado de: https://cidades.ibge.gov.br/brasil/ro/porto-velho/panorama.

Lacerda, T. C., Souza, F. M., Prado, T. N., Locatelli, R. L., Fregona, G., Lima, R. C. D. & Maciel, E. L. (2017). Infecção por tuberculose entre profissionais de saúde da atenção básica. J Bras Pneumol., 43(5), 416-423.

Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. (2020). Boletim Epidemiológico Especial. Brasília.

Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Boletim Epidemiológico Especial. (2019). Brasil Livre da Tuberculose: evolução dos cenários epidemiológicos e operacionais da doença. Brasília.

Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância das Doenças Transmissíveis. (2018). Manual de Recomendações para o Controle da Tuberculose no Brasil. Brasília.

Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância das Doenças Transmissíveis. (2017). Brasil Livre da Tuberculose: Plano Nacional pelo Fim da Tuberculose como Problema de Saúde Pública. Brasília.

Ministério da Saúde. Conselho Nacional de Saúde. (2012). Resolução nº 466, de 12 de dezembro de 2012. Recuperado de: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/cns/2013/res0466_12_12_2012.html.

Prado, T. N., Riley, L. W., Sanchez, M., Fregona, G., Nóbrega, R. L. P., Possuelo, L. G., Zandonade, E., Locatelli, R. L., Souza, F. M., Rajan, J. V. & Maciel, E. L. N. (2017). Prevalence and risk factors for latent tuberculosis infection among primary health care workers in Brazil. Cadernos de Saúde Pública, 33(12), e00154916.

Rabahi, M. F., Silva Júnior, J. L. R., Ferreira, A. C. G., Tannus-Silva, D. G. S. & Conde, M. B. (2017). Tratamento da tuberculose. J. bras. pneumol., 43(6), 472-486.

Silva, L. T., Felipini, M. C. C., Oliveira, T. B., Brunello, M. E. F. & Orfão, N. H. (2019). Perfil epidemiológico da tuberculose no serviço de referência do estado de Rondônia. Revista de Epidemiologia e Controle de Infecção, 9(1), 48-54.

Souza e Souza, L. P. & Souza, A. G. (2020). Enfermagem brasileira na linha de frente contra o novo Coronavírus: quem cuidará de quem cuida? J. nurs. health., 10(4), 20104005.

World Health Organization. (2019). Global Tuberculosis Report 2019. Geneva.

Wysocki, A. D., Ponce, M. A. Z., Brunello, M. E. F., Beraldo, A. A., Vendramini, S. H. F., Scatena, L. M., Ruffino-Netto, A. & Villa, T. C. S. (2017). Atenção Primária à Saúde e tuberculose: avaliação dos serviços. Revista Brasileira de Epidemiologia, 20(1), 161-175.

Published

06/01/2021

How to Cite

ORFÃO, N. H. .; SABINI, A. A. C.; FERREIRA, M. R. L.; BRAGA, R. S.; BARROS, N. de O.; BRUNELLO, M. E. F. Illness caused by tuberculosis among health professionals in a municipality in the North Region of Brazil. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 1, p. e17510111427, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i1.11427. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/11427. Acesso em: 20 jan. 2021.

Issue

Section

Health Sciences