Study of the relationship between the generation of solid urban waste and the Gross Domestic Product (GDP) per capita in Brazil

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i1.11429

Keywords:

Generation of waste; Economic aspects; Behavior; Correlational.

Abstract

The reduction of solid waste generation in Brazil has been addressed for decades, in 2010 with the launch of the National Solid Waste Policy (PSWP), we saw more solid guidelines to promote this reduction. Regarding the process of generating solid urban waste (MSW), several aspects are related, among which, the economic aspects. Given this scenario, this research sought to assess the relationship between the generation of MSW per capita in Brazil and its Gross Domestic Product (GDP) per capita over the first two decades of the 21st century. The data from the reports of the Brazilian Association of Public Cleaning Companies and Special Waste (ABRELPE) and GDP data released by the federal government were used in the analyzes. At the end, it was identified that the indicators are not correlational when from the general point of view of the country, but that it brings a different behavior in some of its regions, which were influenced by economic factors resulting in a different behavior from the national result.

References

ABRELPE. (2017). Roteiro para encerramento de lixões. Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais – ABRELPE. http://abrelpe.org.br/roteiro-para-encerramento-de-lixoes/.

ABNT. (2004). Resíduos Sólidos: classificação, NBR 10.004. Rio de Janeiro. Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT.

Agência Brasil. (2019). Brasil gera 79 milhões de toneladas de resíduos sólidos por ano. Publicado no website da Agência Brasil. https://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2019-11/brasil-gera-79-milhoes-de-toneladas-de-residuos-solidos-por-ano.

Lei n. 12.305, de 2 de agosto de 2010. (2020). Diário Oficial da União, Brasília, DF. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2010/lei/l12305.htm.

Campos, H. K. T. (2012). Renda e evolução da geração per capita de resíduos sólidos no Brasil. Engenharia Sanitária e Ambiental, 17(2), 171-180.

Coutinho, T. (2017). Minitab: o que é e por que usar? Publicado no website do Minitab. https://www.voitto.com.br/blog/artigo/programa-minitab.

Sousa, C. A. F., Campos, J. C. B., & De Oliveira, B. M. (2016). Panorama do gerenciamento dos Resíduos Sólidos no Brasil e no Nordeste após a implementação do PNRS. Revista Científica ANAP Brasil, 9(15).

Deepask. (2015). Confira o Produto Interno Bruto - PIB por região do Brasil. Publicado no website Deepask - O mundo e as cidades através de gráficos e mapas. http://www.deepask.com/goes?page=Levantamento-mostra-como-o-PIB-esta-distribuido-entre-as-regioes-do-Brasil.

IBGE. (2010). Censo demográfico 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. https://censo2010.ibge.gov.br.

IBGE. (2020). Censo demográfico 2020. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. https://ftp.ibge.gov.br/Estimativas_de_Populacao/Estimativas_2020/serie_2001_2020_TCU.pdf.

Jucá, J. F. T. et al. (2014). Análise das diversas tecnologias de tratamento e disposição final de resíduos sólidos urbanos no Brasil, Europa, Estados Unidos e Japão. Recife: CCS Gráfica Editora Ltda.

Lakatos, E. M., & Marconi, M. D. A. (2003). Fundamentos da metodologia científica. In Metodologia científica.

Marder, M. et al. (2018). Análise da influência do Produto Interno Bruto (PIB) e da população urbana na geração per capita de resíduos sólidos em municípios do interior do RS, Brasil. Revista Gestão & Sustentabilidade Ambiental, 7(3), 21-35.

Martins, G. G., & Stein, R. D. (2014) Panorama Setorial 2015-2018: Resíduos Sólidos Urbanos. Departamento de Meio Ambiente da Área de Meio Ambiente do BNDES. https://web.bndes.gov.br/bib/jspui/bitstream/1408/17680/1/PRCapLiv_residuos%20solidos_compl_P.pdf.

Miragaya, J. F. G. (2014). O desempenho da economia na Região Centro-Oeste. Publicado no website do BNDS. https://web.bndes.gov.br/bib/jspui/bitstream/1408/7301/1/O%20desempenho%20da%20economia%20na%20Regi%C3%A3o%20Centro-Oeste_14_P.pdf.

Oliveira, B. O. S., & Medeiros, G. A. (2019). Evolução e Desafios no Gerenciamento dos Resíduos Sólidos Urbanos nos Estados da Região Norte, Brasil. Revista Valore, 4(1), 749-761.

Pereira, A. S., Shitsuka, D. M., Parreira, F. B., & Shitsuka, R. (2018). Metodologia da pesquisa científica [recurso eletrônico [eBook]. Santa Maria. Ed. UAB/NTE/UFSM. https://repositorio. ufsm. br/bitstream/handle/1/15824/Lic_Computacao_MetodologiaPesquisa-Cientifica. pdf.

PNUD. (2018). Ranking IDH Global 2018. Política das Nações Unidas Para o Desenvolvimento. http://www.br.undp.org/content/brazil/pt/home.html.

Resende, G. M., & Magalhães, J. C. R. (2013). Disparidades do produto interno bruto (PIB) per capita no Brasil: uma análise de convergência em diferentes escalas regionais (1970-2008). Repositório do Conhecimento do Ipea, Brasília.

Silva, R. R., & Caires, L. M. B. (2019). O potencial de mercado dos municípios da região Sudeste do Brasil: uma avaliação do índice de acessibilidade. Publicado nos anais do Encontro Nacional da Associação Brasileira de Estudos Regionais e Urbanos – ENABER. https://brsa.org.br/wp-content/uploads/wpcf7-submissions/1107/Acessb_Sudeste_1.pdf.

Sjöström, M., & Östblom, G. (2010). Decoupling waste generation from economic growth—A CGE analysis of the Swedish case. Ecological Economics, 69(7), 1545-1552.

Sousa, J. D., Lima, D. C., Da Silva B., F. C., De Medeiros, A. P., De Paiva, A. C. C., & Maracaja, P. B. (2017). O desenvolvimento da região nordeste: uma abordagem econômica e ambiental. Revista Brasileira de Gestão Ambiental, 11(1), 42-48.

Spiegel, M. R., Schiller, J. J., & Srinivasan, R. A. (2016). Probabilidade e Estatística-: Coleção Schaum. Bookman Editora.

Valor econômico. (2018). PIB per capita cresce 0,3% em 2018, para R$ 32.747. Publicado no website Valor econômico. https://valor.globo.com/brasil/noticia/2019/02/28/pib-per-capita-cresce-03-em-2018-para-r-32-747.ghtml.

Published

02/01/2021

How to Cite

NORBERTO, A. de S.; LIRA, S. A. .; NASCIMENTO, A. V. do .; DUARTE, A. D. .; SILVA, J. G. C. da .; ALVES, J. V. C. .; PEDROSA, T. D. .; OLIVEIRA NETO, J. F. de . Study of the relationship between the generation of solid urban waste and the Gross Domestic Product (GDP) per capita in Brazil. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 1, p. e3910111429, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i1.11429. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/11429. Acesso em: 19 jan. 2021.

Issue

Section

Engineerings