WhatsApp Messenger as a tool for educational practice with school adolescents to prevent psychoactive substance use

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i1.11722

Keywords:

Adolescent; Substance-related disorders; Educational technology.

Abstract

The experience report aims to report the use of WhatsApp Messenger for educational practice in health with school adolescents. It is a qualitative study, developed from July to September 2020, on WhatsApp Messenger, with 20 adolescents from two high schools in Sobral-Ceará, Brazil. Educational technologies in health were built in order to provide health information and foster dialogue with adolescents about the use of psychoactive substances. However, the adolescents did not participate in the intervention moments as expected. However, WhatsApp Messenger can be used for educational purposes with school teenagers, allowing the sharing of files (videos, photos, documents, among others) and dialogue between participants.

Author Biographies

Joyce Mazza Nunes Aragão , Universidade Estadual Vale do Acaraú

Doutora em Enfermagem pela Universidade Federal do Ceará . Atualmente é Professora Adjunto I do Curso de Enfermagem da Universidade Estadual Vale do Acaraú, em Sobral-CE.

Ledijane Nobre Morais , Universidade Estadual Vale do Acaraú

Enfermeira pela Universidade Estadual Vale do Acaraú - UVA.

Hiara Rose Moreno Amaral, Universidade Estadual Vale do Acaraú

Graduanda em Enfermagem pela Universidade Estadual Vale do Acaraú.

Tifanny Andrade Silveira Rodrigues , Universidade Estadual Vale do Acaraú

Graduanda de Enfermagem pela Universidade Estadual Vale do Acaraú.

Erislândia Maria Campos Paiva , Universidade Estadual Vale do Acaraú

Graduanda em Enfermagem pela Universidade Estadual Vale do Acaraú. 

Pedro Lucas de Oliveira da Costa , Universidade Estadual Vale do Acaraú

Graduando em Enfermagem pela Universidade Estadual Vale do Acaraú. 

Eliseu Dias Barbalho Bezerra , Universidade Estadual Vale do Acaraú

Granduando em Educação Física pela Universidade Estadual Vale do Acaraú. 

Vitória Rodrigues Chagas , Universidade Estadual Vale do Acaraú

Graduanda em Enfermagem pela Universidade Estadual Vale do Acaraú. 

Dayane Gomes dos Santos Alves , Universidade Estadual Vale do Acaraú

Graduanda em Enfermagem pela Universidade Estadual Vale do Acaraú.

Rebeca Sales Viana , Universidade Estadual Vale do Acaraú

Possui graduação em Odontologia pela Universidade Federal do Ceará. Doutora em Ciências da Educação pela Universidade Trás-dos Montes e Alto Douro, em Portugal. Professora da Universidade Estadual Vale do Acaraú

References

de Almeida, C. S., & Lana, F. C. F. (2020). Relação entre espaço sociocultural e o consumo de substâncias psicoativas por adolescentes. Revista Gaúcha de Enfermagem, 41.

de Andrade, M. E., Santos, I. H. F., de Souza, A. A. M., Silva, A. C. S., dos Santos Leite, T., da Cunha Oliveira, C. C., & de Albuquerque Júnior, R. L. C. (2017). Experimentação de substâncias psicoativas por estudantes de escolas públicas. Revista de saude publica, 51, 1-9.

Aragão, J. M. N., Gubert, F. D. A., Torres, R. A. M., Silva, A. S. R. D., & Vieira, N. F. C. (2018). The use of Facebook in health education: perceptions of adolescent students. Revista brasileira de enfermagem, 71(2), 265-271.

Barbosa, P. C. R., & Dalgalarrondo, P. (2003). O uso ritual de um alucinógeno no contexto urbano: estados alterados de consciência e efeitos em curto prazo induzidos pela primeira experiência com a ayahuasca. Jornal Brasileiro de Psiquiatria, 52(3), 181-190.

Beyer, C., Staunton, C., & Moodley, K. (2014). The implications of Methylphenidate use by healthy medical students and doctors in South Africa. BMC medical ethics, 15(1), 20.

Aquino, E. M., Silveira, I. H., Pescarini, J. M., Aquino, R., & Souza-Filho, J. A. D. (2020). Social distancing measures to control the COVID-19 pandemic: potential impacts and challenges in Brazil. Ciência & Saúde Coletiva, 25, 2423-2446.

Brasil. (2012). Conselho Nacional de Saúde. Resolução n° 466, de 12 de dezembro de 2012. Aprova normas regulamentadoras de pesquisas envolvendo seres humanos.

Brasil. (2010). Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais. Álcool e outras Drogas Brasília

Brasil. (2011). Ministério da Justiça. Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (SENAD). Drogas: cartilha sobre maconha, cocaína e inalantes (2a ed.). Brasília.

Cavalcante, F. M. L., de Sousa, F. W. M., Oliveira, I. K. M., Amaral, H. R. M., Rosa, B. S. C., da Silva Gomes, J., & Vasconcelos, M. I. O. (2019). Atividades de extensão universitária: um olhar para a promoção da saúde do adolescente. Saúde em Redes, 5(3), 305-315.

Matos Coutinho, B. L., Alves Feitosa, A., Cross Diniz, C. B., Souza Ramos, J. L., Zuqui Ribeiro, L., Rodrigues Amorim, S., & Pinheiro Bezerra, I. M. (2017). Álcool e drogas na adolescência: processo de trabalho no programa saúde na escola. Revista Brasileira de Crescimento e Desenvolvimento Humano, 27(1).

de Vargas Corrêa, M., & Rozados, H. B. F. (2017). A netnografia como método de pesquisa em Ciência da Informação. Encontros Bibli: revista eletrônica de biblioteconomia e ciência da informação, 22(49), 1-18.

Cid-Monckton, P., & Pedrão, L. J. (2011). Factores familiares protectores y de riesgo relacionados al consumo de drogas en adolescentes. Revista Latino-Americana de Enfermagem, 19(SPE), 738-745.

Deslandes, S. F., & Coutinho, T. (2020). O uso intensivo da internet por crianças e adolescentes no contexto da COVID-19 e os riscos para violências autoinflingidas. Ciência & Saúde Coletiva, 25, 2479-2486.

Moura, M. I. L. D., Leal, J. B., Leal, J. B., Correia, V. G. A., Leal, J. B. P., Silva, M. G. D., & Oliveira, A. K. S. D. (2019). Cartilha sobre prevenção do uso de drogas para adolescentes. Rev. enferm. UFPE on line, 1106-1114.

Oliveira, A. C. D., Lucas, T. C., & Iquiapaza, R. A. (2020). What has the covid-19 pandemic taught us about adopting preventive measures? Texto & contexto-enfermagem, 29.

Pereira, A. S., Shitsuka, D. M., Parreira, F. J., & Shitsuka, R. (2018). Metodologia da pesquisa científica.

Pinto, A. C. S. (2018). Construção e validação de curso on-line para prevenção do uso indevido de drogas por adolescentes.

Rosa, B., & Junior, G. A. (2017). A constituição dos vínculos e estilos familiares quando os filhos fazem uso das drogas. Psicologia e Saúde em debate, 3(1), 127-140.

Stringhini, M. L. F., Chagas, J. D. S., Reis, M. J. M. D., Brito, P. R. T. D., & Souza, D. S. D. (2019). Whatsapp® como ferramenta de promoção da saúde com diabetes: relato de experiência.

Sandim, L. S., Silva, S. M., Araújo, B. M. D., Santos, P. M. R. D., Naves, E. F., & Matos, M. A. D. (2020). Drogas entre adolescentes e adultos jovens: estudo com professores de um assentamento do Brasil Central. Nursing (Säo Paulo), 4318-4323.

Zeitoune, R. C. G., Ferreira, V. D. S., Silveira, H. S. D., Domingos, A. M., & Maia, A. C. (2012). El conocimiento de los adolescentes sobre drogas lícitas e ilícitas: una contribución para la enfermería comunitaria. Escola Anna Nery, 16(1), 57-63.

Published

19/01/2021

How to Cite

ARAGÃO , J. M. N. .; MORAIS , L. N. .; AMARAL, H. R. M. .; RODRIGUES , T. A. S. .; PAIVA , E. M. C. .; COSTA , P. L. de O. da .; BEZERRA , E. D. B. .; CHAGAS , V. . R. .; ALVES , D. G. dos S. .; VIANA , R. S. . WhatsApp Messenger as a tool for educational practice with school adolescents to prevent psychoactive substance use. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 1, p. e38110111722, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i1.11722. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/11722. Acesso em: 26 feb. 2021.

Issue

Section

Health Sciences