The nurse's duties in encouraging and giving guidance to the puerperal woman about the importance of exclusive breastfeeding

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i1.11736

Keywords:

Nursing care; Postpartum; Breastfeeding.

Abstract

To analyze the scientific evidence about the nurse's duties in encouraging and providing guidance to the puerperal woman about the importance of exclusive breastfeeding. This is a bibliographic review of the integrative literature review method, carried out in the months of September and October 2020. The search was carried out, through - VHL, using the LILACS, BDENF, MEDLINE databases, and through the Portal Google Scholar, adhering through the descriptors: “Nursing care”, “Puérpera”, “Exclusive breastfeeding”, crossed with the operator by typing “AND”. The inclusion criteria established were: original articles made available in full, complete, covering the theme and in the online form, published in Portuguese, English and Spanish. The exclusion criteria established in the selection were: incomplete articles, duplicate articles, theses, dissertations, monographs and manuals. Health professionals have a relevant role in promoting breastfeeding, working to encourage and manage the practice of breastfeeding. The success of breastfeeding occurs through a harmonious relationship between the nurse and the pregnant woman, so the primary role of the nurse is to clarify doubts about the importance of exclusive breastfeeding, in addition to assist in the possible difficulties that he may face. Nursing is of great importance in expanding strategies to promote breastfeeding and assist in demystifying and breaking these paradigms. In this context, the nurse assumes his role as an educator, advisor and promoter of breastfeeding practices and, also, to guarantee multidisciplinary assistance to women and children during the first year of life.

References

Alencar, A. M. V., Feitosa, G. P., de Andrade Oliveira, G., de Sousa Nunes, M. B., da Silva, M. N., dos Santos Pereira, M. S. I., ... & Medeiros, K. M. F. (2019). Criando laços de amor: a importância do aleitamento materno exclusivo. Revista Interfaces: Saúde, Humanas e Tecnologia, 7(1), 238-243.

Amorim, M. M., & de Andrade, E. R. (2009). Atuação do enfermeiro no PSF sobre aleitamento materno. Perspectivas Online 2007-2011, 3(9).

Antunes, B. S., Costenaro, R. G. S., Diaz, C. M. G., & Rangel, R. F. (2017). Condutas do enfermeiro na promoção da manutenção do aleitamento materno exclusivo nas consultas de puericultura. Disciplinarum Scientia| Saúde, 18(1), 85-98.

Araújo, G. B., Fernandes, A. B., de Oliveira, A. C. A., Gomes, E. G. R., Pereira, T. L., Oliveira, L. S., ... & Abed, R. A. (2020). Contribuições do enfermeiro para a promoção do aleitamento materno/Contributions of the nurse for the promotion of breastfeeding. Brazilian Journal of Health Review, 3(3),

Azevedo, D. S., dos Reis, A. C. S., Freitas, L. V., Costa, P. B., da Costa Pinheiro, P. N., & de Castro Damasceno, A. K. (2010). Conhecimento de primíparas sobre os benefícios do aleitamento materno. Revista da Rede de Enfermagem do Nordeste, 11(2), 53-62.

Baratieri, T., & Natal, S. (2019). Ações do programa de puerpério na atenção primária: uma revisão integrativa. Ciência & Saúde Coletiva, 24, 4227-4238.

Barbosa, D. F. R., & dos Reis, R. P. (2020). O enfermeiro no incentivo ao aleitamento materno. Revista Eletrônica da Estácio Recife, 6(1).

Barbosa, L. N., dos Santos, N. C., de Moraes, M. A. M., Rizzardi, S. D., & da Costa Corrêa, E. (2015). Prevalence of educational practices about exclusive breastfeeding (EBF) in Cuiabá-MT. Escola Anna Nery Revista de Enfermagem, 19(1), 147-153.

Barroso, Z. A., & Alves, N. C. M. (2020). A importância da assistência do enfermeiro das práticas educativas no aleitamento materno.

Batista, K. R. D. A., Farias, M. D. C. A. D. D., & Melo, W. D. S. N. D. (2013). Influência da assistência de enfermagem na prática da amamentação no puerpério imediato. Saúde em debate, 37(96), 130-138.

Battaus, M. R. B., & Liberali, R. (2014). A promoção do aleitamento materno na estratégia de saúde da família–revisão sistemática. Revista de APS, 17(1).

Bauer, D. F. V., Ferrari, R. A. P., Cardelli, A. A. M., & Higarashi, I. H. (2019). Orientação profissional e aleitamento materno exclusivo: um estudo de coorte. Cogitare Enfermagem, 24.

Belemer, L. C. C., FERREIRA, W. F. D. S., & de Oliveira, E. C. (2018). Assistência de enfermagem na manutenção do aleitamento materno. Revista de Atenção à Saúde, 16(58).

Brandão, I. C. A., Santos, J. Q., Lima, K. Y. N., Santos, A. D. B., & Monteiro, A. I. (2011). O papel do enfermeiro na promoção ao aleitamento materno: uma revisão narrativa. Revista de Iniciação Científica da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, 3(4), 1-4.

Brant, P. M. C., dos Santos Affonso, H., & Vargas, L. C. (2009). Incentivo à amamentação exclusiva na perspectiva das puérperas. Cogitare Enfermagem, 14(3), 512-517.

Bullon, R. B., Cardoso, F. A., Peixoto, H. M., & de Miranda, L. F. (2009). A influência da família e o papel do enfermeiro na promoção do aleitamento materno. Universitas: Ciências da Saúde, 7(2), 49-70.

Caldeira, A. P., Fagundes, G. C., & Aguiar, G. N. D. (2008). Intervenção educacional em equipes do Programa de Saúde da Família para promoção da amamentação. Revista de Saúde Pública, 42, 1027-1233.

Carvalho, J. K. M., Carvalho, C. G., & Magalhães, S. R. (2011). A importância da assistência de enfermagem no aleitamento materno. e-Scientia, 4(2), 11-20.

Castro, I. R., de Melo, M. C. P., de Morais, R. J. L., & dos Santos, A. D. B. (2019). Partejar de primíparas: reflexos na amamentação. Revista Enfermagem UERJ, 27, 43354.

Costa, F. D. S., Silva, J. L. L. D., Machado, E. A., Soares, L. M., Brezolin, C. A., & Silva, J. V. L. (2019). Promoção do aleitamento materno no contexto da estratégia de saúde da família. Rev. Rede cuid. saúde, 44-58.

Costa, L. K. O., Queiroz, L. L. C., da Silva Queiroz, R. C. C., Ribeiro, T. S. F., & Fonseca, M. D. S. S. (2013). Importância do aleitamento materno exclusivo: uma revisão sistemática da literatura. Revista de Ciências da Saúde, 15(1).

Deus Monteiro, A. K., & Pereira, B. G. (2019). Enfermeiro como ator social incentivador do aleitamento materno. Revista de Saúde dom Alberto, 3(1), 62-76.

Ercole, F. F., Melo, L. D., & Alcoforado, C. L. G. C. (2014). Revisão integrativa versus revisão sistemática Rev Min Enferm, 18(1), 9-12.

Ferreira, G. R., Lima, T. C. F., Coelho, N. M. D., Grilo, P. M. S., & Gonçalves, R. Q. (2016). O papel da enfermagem na orientação do aleitamento materno exclusivo. Revista Conexão Eletrônica, 13(1), 1-18.

Junior, A. R. F., Rocha, F. A. A., Souza, M. T. A., Fontenele, F. M. C., Cavalcante, L. P. L., & Vasconcelos, L. C. A. (2016). Cuidado de enfermagem no incentivo ao aleitamento materno exclusivo durante o pré-natal: Percepção de puérperas. Tempus Actas de Saúde Coletiva, 10(3), 19-29.

Lustosa, E., & Lima, R. N. (2020). Importância da enfermagem frente à assistência primária ao aleitamento materno exclusivo na atenção básica. Revista Brasileira Interdisciplinar de Saúde, 3(1).

Mendes, K. D. S., Silveira, R. C. D. C. P., & Galvão, C. M. (2008). Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto & contexto enfermagem, 17(4), 758-764.

Mercado, N. C., Souza, G. D. D. S., Silva, M. M. D. J., & Anseloni, M. G. (2017). Cuidados e orientações de enfermagem às puérperas no alojamento conjunto. Rev. enferm. UFPE on line, 3508-3515.

Pereira, A. S., Shitsuka, D. M., Parreira, F. J., & Shitsuka, R. (2018). Metodologia da pesquisa científica.

Prates, L. A., Schmalfuss, J. M., & Lipinski, J. M. (2014). Amamentação: a influência familiar e o papel dos profissionais de saúde. Revista de Enfermagem da UFSM, 4(2), 359-367.

Santos Marinho, M., de Andrade, E. N., & de Vilhena Abrão, A. C. F. (2016). A atuação do (a) enfermeiro (a) na promoção, incentivo e apoio ao aleitamento materno. Revista Enfermagem Contemporânea, 4(2).

Santos, E. A., Santos, S. S. D., & Oliveira, A. D. C. C. D. (2019). A enfermagem e a orientação sobre aleitamento materno. Revista Expressão Da Estácio, 2(1).

Silva Lopes, A. A., de Souza Pereira, A., de Sousa Soares, T., de Nojosa Sombra, I. C., Casadevall, M. Q. D. F. C., de Sousa Castro, T., & Bravo, L. G. (2020). Percepção das puérperas acerca das orientações de enfermagem quanto ao aleitamento materno. Brazilian Journal of Development, 6(7), 50581-50596.

Silva, N. M. D., Waterkemper, R., Silva, E. F. D., Cordova, F. P., & Bonilha, A. L. D. L. (2014). Conhecimento de puérperas sobre amamentação exclusiva. Revista Brasileira de Enfermagem, 67(2), 290-295.

Siqueira, S. M. C., dos Santos, A. P. R., & dos Santos, G. A. (2017). Ações desencadeadas pelo enfermeiro para promoção do aleitamento materno e prevenção do desmame precoce. Revista Brasileira de Saúde Funcional, 1(1), 56-56.

Sousa, L. M. M., Marques-Vieira, C. M. A., Severino, S. S. P., & Antunes, A. V. (2017). A metodologia de revisão integrativa da literatura em enfermagem. Nº21 Série 2-Novembro 2017, 17.

Souza, M. T. D., Silva, M. D. D., & Carvalho, R. D. (2010). Revisão integrativa: o que é e como fazer. Einstein (São Paulo), 8(1), 102-106.

Vieira, C. M., de Freitas, H. M. B., Zanon, B. P., & Anversa, E. T. R. (2020). Promoção do aleitamento materno exclusivo na visão dos profissionais de uma Estratégia Saúde da Família. Research, Society and Development, 9(8), e796986355-e796986355.

Published

17/01/2021

How to Cite

LEITE, A. C.; SILVA , M. P. B. .; ALVES, R. S. S. .; SILVA , M. de L. .; FEITOSA , L. M. H. .; RIBEIRO , R. do N. .; GOMES, L. F. dos A. .; FERNANDES , M. C. de C. F. .; PINHEIRO, J. M. S. .; BONFIM, K. C. R. do .; PAIVA, M. R. R. de .; SANTOS , N. D. da S. .; NASCIMENTO, klismann W. S. do .; SOUSA , B. B. de .; MENDES , A. M. .; SANTOS, G. M. dos .; SANTOS , W. da S. .; SILVA , K. C. dos S. e .; SANTOS , M. C. S. dos .; SILVA, M. B. de S. .; AVELINO , J. T. .; PRUDÊNCIO , L. D. .; ANDRADE, T. M. de . The nurse’s duties in encouraging and giving guidance to the puerperal woman about the importance of exclusive breastfeeding. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 1, p. e32910111736, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i1.11736. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/11736. Acesso em: 26 feb. 2021.

Issue

Section

Health Sciences