“Learning together to work together”: collaborative competences developed by members of a pet-health interprofissionality tutorial group

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i1.11783

Keywords:

Interprofessional relations; Professional competence; Integrality in health.

Abstract

Objective: To describe the skills developed by the members of a group tutorial of PET-Health Interprofessionality, based on the actions carried out in the first year of implementation of the Project. Method: This is a descriptive study of the experience report type, developed by PET tutorial group  of Sobral city, in which is linked to the Vale do Acaraú State University, Federal University of Ceará  and the School of Public Health Visconde de Sabóia, through the Sobral Health Department. The Experience portrays the actions developed by 14 members, Wich is formed by two tutors, four preceptors and eight monitors from the courses of Nursing, Physical Education, Medicine, Dentistry and Psychology, through conversation groups in the tutorial group, where a revision was made to the  Pet Health Interprofessionality Project Sobral and the semiannual report, listing the competencies identified and classifying them into specific, common and collaborative, systematizing the information in a chart. Results: The experience of integrating different formations it became possible to identify the actions developed in a perceptible way, where it was manifested by the monitors, preceptors and tutors in the reports of actions and classify them according to the competencies: specific, common and collaborative, developed with students and health professionals. Conclusion: With the current participation of PET- Health - Interprofessional, the guidelines of the competencies were potentiated in the midst of the actions carried out by participants among themselves and together with the health system. Therefore, it is of relevance in interprofessional practice, that the ideals of competences are implemented fully from the perspective of interprofessionality, facilitating and strengthening the collaborative work.

References

Almeida, R. G. dos S., Teston, E. F. & Medeiros, A. de A. (2019). A interface entre o PET-Saúde/Interprofissionalidade e a Política Nacional de Educação Permanente em Saúde. Saúde em Debate, 43(spe1), 97-105. https://dx.doi.org/10.1590/0103-11042019s108

Agreli, H. F., Peduzzi, M. & Silva, M. C. (2016). Atenção centrada no paciente na prática interprofissional colaborativa. Interface (Botucatu), 20(59), 905-16. 10.1590/1807-57622015.0511

Batista, S. H. S. da S, Jansen, B. Assis, E. Q. de, Senna, M. I. B. & Cury, G. C. (2015). Formação em Saúde: reflexões a partir dos Programas Pró-Saúde e PET-Saúde. Interface (Botucatu), vol. 19 (1), 743-752. https://doi.org/10.1590/1807-57622014.0996

Barr, H. (1998). Competente para colaborar: Rumo a um modelo baseado em competências para educação interprofissional, Journal of Interprofessional Care, 12: 2, 181-187, 10.3109 / 13561829809014104

Brêtas, J. R. da S. & Pereira, S. R. (2007). Projeto de extensão universitária: um espaço para a formação profissional e promoção da saúde. Trabalho, Educação e Saúde, 5(2), 367- 380. https://doi.org/10.1590/S1981-77462007000200008.

Canadian Interprofessional Health Collaborative. (2010). College of health disciplines. University of British Columbia. Vancouver. ISBN: 978-1-926819-07-5.

Capozzolo, A. A., Casetto, S. J., Imbrizi, J. M., de Oliveira, H. A., Tykanori, K. R. & Ferreira, Q. M. de F. (2014). Narrativas Na Formação Comum De Profissionais De Saúde. Trabalho, Educação e Saúde, 12 (2), 443-456. https://www.redalyc.org/articulo.oa?id=4067/406756990013

Costa, M. V. (2017). A potência da educação interprofissional para o desenvolvimento de competências colaborativas no trabalho em saúde. In R. F. C. Toassi (org.), Interprofissionalidade e formação na saúde: onde estamos? (pp. 14-27). Porto Alegre: Rede Unida: Série Vivência em Educação na Saúde.

Costa, M. V., Freire, J. R., F., Brandão, C. & Silva, J. A. M. (2018). A Educação e o trabalho interprofissional alinhados ao compromisso histórico de fortalecimento e consolidação do Sistema Único de Saúde (SUS). Interface (Botucatu), 22, 1507-1510. https://doi.org/10.1590/1807-57622018.0636

Daltro, M. R. & Faria, A. A. de. (2019). Relato de experiência: Uma narrativa científica na pós-modernidade. Estud. Pesqui. Psicologia. Rio de Janeiro, vol. 19(1), pp. 223-237. https://doi.org/10.12957/epp.2019.43015

Ferla, A. A. & Toassi, R. F. C. (2017). Formação interprofissional em saúde: um caminho a experimentar e pesquisar. In R. F. C. Toassi (org.), Interprofissionalidade e formação na saúde: onde estamos? (pp. 7-13). Porto Alegre: Rede Unida: Série Vivência em Educação na Saúde.

Freire, J. R., Fº., Silva, C. B. G., Costa, M. V. da & Forster, A. C. (2019). Educação Interprofissional nas políticas de reorientação da formação profissional em saúde no Brasil. Saúde em debate, vol. 43, 86-96. https://doi.org/10.1590/0103-11042019s107

Gil, A. C. (2002). Como elaborar projetos de pesquisa. 4, 175. Atlas.

Lei n. 8080, de 19 de setembro de 1990. Dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes e dá outras providências. Brasília. http://portal.saude.gov.br/portal/arquivos/pdf/lei8080.pdf

Lima, V. V., Ribeiro, E. C. de O., Padilha, R. de Q. & Mourthé, C. A., Jr. (2018). Desafios na educação de profissionais de Saúde: uma abordagem interdisciplinar e interprofissional. Interface - Comunicação, Saúde, Educação, 22(2), 1549-1562. https://doi.org/10.1590/1807-57622017.0722.

Ministério da Saúde. (2018). Edital nº 10, 23 de julho 2018 seleção para o Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde PET-Saúde/Interprofissionalidade - 2018/2019. Diário Oficial União. Brasília, DF.

Ministério da Saúde. (2018). Política Nacional de Educação Permanente em Saúde: o que se produzido para o seu fortalecimento? Brasília. ISBN 978-85-334-2649-8

Oliveira, C. M., Batista, N.A., Batista, S. H. S. S. & Uchôa-Figueiredo, L. R. (2016). A escrita de narrativas e desenvolvimento de práticas colaborativas para o trabalho em equipe. Interface (Botucatu), 20(59), 1005-14. https://doi.org/10.1590/1807-57622015.0660.

Paiva, C. H. A. & Teixeira, L. A. (2014). Reforma sanitária e a criação do sistema único de saúde: notas sobre contextos e autores. História, Ciências, Saúde-Manguinhos, 21(1), 15-36. https://doi.org/10.1590/S0104-59702014000100002

Pereira, A. S., Shitsuka, D. M., Parreira, F. J. & Shitsuka, R. (2018). Metodologia da Pesquisa Científica. 1, 67. UFSM, NTE.

Silva, J. A. M. da, Peduzzi, M., Orchard, C. & Leonello, V. M. (2015). Educação interprofissional e prática colaborativa na atenção primária à saúde. Revista da Escola de Enfermagem da Usp, 49(2), 16-24. http://dx.doi.org/10.1590/S0080-623420150000800003.

Silveira, J. L. G. C., Kremer, M. M., Silveira, M. E. U. C., & Schneider, A. C. T. C (2020). Percepções da integração ensino-serviço-comunidade: contribuições para a formação e o cuidado integral em saúde. Interface (Botucatu), 24, 1-17. https://doi.org/10.1590/Interface.190499

Published

18/01/2021

How to Cite

ALMEIDA, G. N.; FREITAS, C. A. S. L. .; LEÃO, M. C. do C. .; FLOR, S. M. C. .; RODRIGUES, W. A. .; DIAS, M. S. de A. . “Learning together to work together”: collaborative competences developed by members of a pet-health interprofissionality tutorial group. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 1, p. e35510111783, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i1.11783. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/11783. Acesso em: 26 feb. 2021.

Issue

Section

Health Sciences