Assessment of the level of learning from handlers on good food handling practices

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i1.11796

Keywords:

Good Manufacturing Practices; Food handlers; Food safety.

Abstract

The Food and Nutrition Units (UANs) are responsible for the production of meals, whose objective is to meet the nutritional demands of individuals. Within these units, there has been an increase in the number of foodborne diseases (DTAs), requiring greater care in food handling at these sites. In this context, employees working in this field become potential tools in the transmission of these diseases through their own food. Due to this problem, ANVISA issued RDC nº 216/04 that recommends periodic training in Good Manufacturing Practices. Therefore, this study aimed to evaluate the impact of a GMP course for food handlers in schools and day care centers. The course was held in the municipality of Picuí-PB, and all food handlers of the municipal public network were considered. Questionnaires of sociodemographic and BPH profiles with a special focus on hygiene were applied in two moments, one before and one after the course. After completing the course, it was verified that 88.33% were female, 43.33% were over 40 years old, 56.66% had completed high school, 51.66% had a maximum of 5 years of work in function, it was also noted that only 14.99% went through a course in BPF or training in the space of one year since they were hired. After the course, it was verified that of the 20 questions corresponding to the GMP, in 15 of them there was an increase of correct answers, thus corroborating the importance of the qualification for food manipulators based on the current legislation and the potential positive effects.

References

Abreu E. S. D, Spinelli M. G. N, & Pinto A. M. D. S. (2013). Gestão de unidades de alimentação e nutrição: um modo de fazer. (5a ed.), Metha.

Abadia, L. D. L., Maffi, B. D. A., Lima, S. G., Medeiros, I. M. S., Ramalho, A. A., & Martins, F. A. (2017). Conhecimento de merendeiros sobre segurança dos alimentos, em pré-escolas atendidas pelo PNAE, no município de Rio Branco-AC. Hig. aliment, 31(264/265), 45-51. https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/biblio-833024?lang=pt

Associação Brasileira das Empresas de Refeições Coletivas - ABERC. (2015). Manual ABERC de Práticas de Elaboração e Serviço de Refeições para Coletividades. https://www.aberc.com.br/produtosDetail.asp?IDMenu=35&ID_Cat=19&ID_Prod=49

Bastos, L. I. A. C., Silva, L. A. A., Santanna, M. S. L., Casaes, R. S. (2018). Avaliação do conhecimento em Boas Práticas de Fabricação de Manipuladores de Unidades de Alimentação e Nutrição. Higiene Alimentar, 32, 282-283. https://docs.bvsalud.org/biblioref/2018/10/916505/282-283-jul-ago-2018-24-29.pdf

Brasil. Ministério da Saúde. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução-RDC nº 216, de 15 de setembro de 2004. Dispõe sobre Regulamento Técnico de Boas Práticas para Serviços de Alimentação. Diário Oficial da União, 16 set. 2004. https://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/anvisa/2004/res0216_15_09_2004.html

Brasil. Ministério da Saúde. Sistema de Vigilância em Saúde. Surtos de Doenças Transmitidas por Alimentos no Brasil. portalarquivos.saude.gov.br/images/pdf/2018/.../Apresenta----o-Surtos-DTA-2018.pdf

Brasil. Resolução RDC ANVISA/MS nº. 275, de 21 de outubro de 2002. Regulamento Técnico de Procedimentos Operacionais Padronizados aplicados aos Estabelecimentos Produtores/Industrializadores de Alimentos e a Lista de Verificação das Boas Práticas de Fabricação em Estabelecimentos Produtores/Industrializadores de Alimentos. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 06 nov. 2002. http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/anvisa/2002/anexos/anexo_res0275_21_10_2002_rep.pdf

Byrd‐Bredbenner, C., Wheatley, V., Schaffner, D., Bruhn, C., Blalock, L., & Maurer, J. (2007). Development and implementation of a food safety knowledge instrument. Journal of food science education, 6(3), 46-55. https://doi.org/10.1111/j.1541-4329.2007.00029.x

Calvet, R. M., Cordeiro, J. R., Lima, M. D. F. V., Varão, H. C., Muratori, M. C. S., & Keller, K. M. (2012). Condições de funcionamento das cozinhas de escolas estaduais de São Luís, MA. Hig. alim., 41-44. https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/vti-12668

Cardoso, R. D. C. V., Góes, J. Â. W., Almeida, R. C. D. C., Guimarães, A. G., Barreto, D. L., Silva, S. A. D., & Huttner, L. B. (2010). Programa nacional de alimentação escolar: há segurança na produção de alimentos em escolas de Salvador (Bahia). Revista de Nutrição, 23(5), 801-811. https://doi.org/10.1590/S1415-52732010000500010

Carrasco, M., Guevara, B., & Falcón, N. (2013). Conocimientos y buenas prácticas de manufactura en personas dedicadas a la elaboración y expendio de alimentos preparados, en el distrito de Los Olivos, Lima-Perú. Salud tecnol. vet, 1(1), 7-13. file:///C:/Users/tasiso/Downloads/104-Texto%20del%20art%C3%ADculo-360-1-10-20140513%20(1).pdf

Carvalho, C. T. D., Silva, A. K. O. D., Silva, M. J. S. D., & Freitas, J. F. D. (2017). Proposta de reestruturação física da unidade produtora de refeição de organização militar. Hig. alim., 41-45. https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/vti-16706 https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/vti-16706

da Silva Júnior, D. I., & Ferreira, M. C. (2007). Escala para avaliação de estressores ambientais no contexto off-shore oil (EACOS). Avaliaçao Psicologica: Interamerican Journal of Psychological Assessment, 6(2), 139-146. file:///C:/Users/tasiso/Downloads/Dialnet-EscalaParaAvaliacaoDeEstressoresAmbienta isNoContex-6674841.pdf

Devides, G. G. G. (2010). Análise do perfil socioeconômico e profissional de manipuladores de alimentos participantes de um programa de capacitação em boas práticas de fabricação, no município de Araraquara, SP. 100 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Farmacêuticas. http://hdl.handle.net/11449/88337.

de Freitas Saccol, A. L., Stangarlin, L., & Hecktheuer, L. H. (2012). Instrumentos de Apoio para Implantação das boas Práticas em Empresas Alimentícias. Editora Rubio.

dos Santos Ferreira, J., Souza Cerqueira, E., Silva Carvalho, J., Cardoso Oliveira, L., Reis Costa, W. L., & Comastri de Castro Almeida, R. (2013). Conhecimento, atitudes e práticas em segurança alimentar de manipuladores de alimentos em hospitais públicos de Salvador, Bahia. Revista baiana de saúde pública, 37, 35. https://doi.org/10.22278/2318-2660.2013.V37.N0.A589

Góios, A., Martins, M. L., Ferreira, L., Nunes, A., & Rocha, A. (2017). Conhecimentos de manipuladores de alimentos sobre segurança dos alimentos e alergias. Revista Higiene Alimentar, 31(264/265). https://docs.bvsalud.org/biblioref/2017/04/833022/264-265-sitecompressed-38-44.pdf

Instituto Brasileiro de Geograia - IBGE. Cidades. < https://cidades.ibge.gov.br/brasil/pb/picui/panorama>.

Leles, P. A., Pinto, P. D. S. A., & Tórtora, J. C. D. O. (2005). Talheres de restaurantes self-service: contaminação microbiana. Hig. alim., 72-76. https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/vti-50168?lang=pt

Machado, A. P. D. J., Pascoal, T. D. S., & Dias, R. M. F. (2018). Capacitação profissional e em boas práticas de manipuladores de restaurantes e lanchonetes localizados em IES de Salvador, BA. Hig. aliment, 43-47. https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/ens-36879

Mello, A. G. D., Gama, M. D. P., Marin, V. A., & Colares, L. G. T. (2010). Conhecimento dos manipuladores de alimentos sobre boas práticas nos restaurantes públicos populares do Estado do Rio de Janeiro. http://dx.doi.org/10.4260/BJFT2010130100008

Melo, M. T. S. M., Santos, G. M. dos, Macêdo, M. C. F., Silva, B. L. dos S., Ripardo, S. R. P., Torres, B. L. M., Moura, A. C. C., Nunes, I. F. de O. C., Barreto, S. C. S., Paz, S. M. R. S., & Carvalho, C. M. R. G. (2020). Segurança sanitária na produção de refeições em restaurantes de um mercado público no nordeste brasileiro. Research, Society and Development, 9(12), e2191210481. https://doi.org/10.33448/rsd-v9i12.10481

Messias, G. M. (2007). Hygienic-sanitary aspects, food handlers, managers and consumers. The situation of the fast food restaurants in the city of Rio de Janeiro, RJ. 120 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Agrárias) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Seropédica.

Moraes, P. L. "Contaminação dos alimentos". Brasil Escola. https://brasilescola.uol.com.br/biologia/contaminacao-alimentos.htm

Morais, A. S. M. D., Silva, L. D. A., Rocha, T. S. D., & Macedo, L. D. S. O. (2016). Avaliação do conhecimento dos manipuladores de mercados públicos de Teresina-PI sobre boas práticas de manipulação de alimentos. Hig. aliment, 42-45. https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/biblio-834166?lang=es

Munhoz, Patrícia Marques. (2007). Qualidade higiênico-sanitária dos alimentos e avaliação sanitária dos conhecimentos sobre boas práticas por parte dos manipuladores de alimentos da rede municipal de ensino. 94 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia- Botucatu, SP.

Oliveira, J. P. M., da Silva, S. S., da Silva Neto, J. C., Oliveira, J. M., da Silva, S. S., & Maracajá, P. B. (2015). Avaliação da eficiência de higienização de mãos de manipuladores de alimentos. Informativo Técnico do Semiárido, 9(2), 11-15. https://editoraverde.org/gvaa.com.br/ revista/index.php/INTESA/article/view/3590

Oliveira, W. F. S. (2008). Application of food safety management system Study of case: Line of production frozen filet fish.110 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Agrárias) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Seropédica.

Oliveira, K. M. P. D., & Silva, D. L. D. D. (2009). Conhecimento das merendeiras de Santa Fé, PR, sobre higiene e boas práticas de fabricação na produção de alimentos. Hig. alim., 39-46. https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/vti-14239

Paraiba. Lei nº 7.587, de 2 de junho de 2004. Institui a Lei da Qualidade Alimentar. Diário Oficial do Estado, João Pessoa-PB, 2004. http://www.normasbrasil.com.br/norma/lei-7587-2004-pb_144823.html

Pereira A. S. et al. (2018). Metodologia da pesquisa científica. UAB/NTE/UFSM. https://repositorio.ufsm.br/bitstream/handle/1/15824/Lic _Computacao_Metodologia-Pesquisa-Cientifica.pdf?sequence=1

São Paulo. (1999). Secretaria de Saúde. Coordenação dos Institutos de Pesquisa. Centro de Vigilância Sanitária. Portaria CVS no 6, de 10 de março de 1999. Dispõe sobre regulamento técnico de parâmetros e critérios para o controle higiênico sanitário em estabelecimentos de alimentos. Diário Oficial do Estado de São Paulo. http://www.cvs.saude.sp.gov.br/zip/E_PT-CVS-06_100399.pdf

Nascimento, L. L. R. D., Costa, M. M. A., Sousa, C. P. D., Silva, T. M. D., Gonçalves, G. F., & Carvalho, C. T. D. (2017). Condições higiênico-sanitárias do cachorro-quente, comercializado por ambulantes no cinturão turístico da cidade do Natal-RN. Hig. aliment, 33-37.

Simon, D., & Benedetti, V. P. (2016). Avaliação da contaminação microbiológica de esponjas utilizadas em serviços de alimentação da cidade de Marmeleiro PR. Hig. aliment, 73-77. https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/biblio-2555?lang=pt

Souza, G. C. D., Santos, C. T. B. D., Andrade, A. A., & Alves, L. (2015). Comida de rua: avaliação das condições higiênico-sanitárias de manipuladores de alimentos. Ciência & Saúde Coletiva, 20, 2329-2338. https://doi.org/10.1590/1413-81232015208.14922014

Souza, L. H. L. D. (2006). A manipulação inadequada dos alimentos: fator de contaminação. Hig. aliment, 32-39. https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/lil-456195

Stefanello, C. L., Linn, D. S., & Mesquita, M. O. (2009). Percepção sobre Boas Práticas por cozinheiras e auxiliares de cozinha de uma UAN do Noroeste do Rio Grande do Sul. Vivências, 5(8), 93-98. http://www2.reitoria.uri.br/~vivencias/Numero_008/artigos/artigos_vivencias_08/Artigo_37.pdf

Teixeira, S. M. F., Oliveira, Z. M. C. D., Rego, J. C. D., & Biscontini, T. M. B. (2010). Administração aplicada às unidades de alimentação e nutrição. In Administração aplicada às unidades de alimentação e nutrição (pp. 219-219). https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/lil-160464

Tondo, E. C., & Bartz, S. (2011). Microbiologia e sistemas de gestão da segurança de alimentos. Sulina.

Trigo, V. C. (1999). Manual prático de higiene e sanidade das unidades de alimentação e nutrição. Livraria Varela. São Paulo – SP, Livraria Varela, 1999.

Published

18/01/2021

How to Cite

OLIVEIRA JÚNIOR, G. M. de; LIMA SEGUNDO, J. F. de; JERÔNIMO, H. M. Ângelo . Assessment of the level of learning from handlers on good food handling practices. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 1, p. e36310111796, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i1.11796. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/11796. Acesso em: 6 mar. 2021.

Issue

Section

Health Sciences