Emergency Remote Education (ERE): An empirical study on Educational Capabilities and Teaching Expectations during the COVID-19 Pandemic

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i1.11904

Keywords:

Emergency Remote Education; Professors; Higher Education; Technical Education; COVID-19.

Abstract

This study aimed to identify the conditions, expectations, and capacities of professors from face-to-face courses (technical and higher education) to carry out remote teaching activities mediated by digital technologies, due to the COVID-19 pandemic and the social distancing measures. Exploratory and quantitative research was developed, with a convenience non-probabilistic sample of 588 Brazilian professors from public and private educational institutions. Participants were invited by social networks to complete voluntarily an online questionnaire, between June 19 and 30, 2020. Descriptive statistical analyses were performed (e.g., frequency, mean, standard deviation), as well as inferential analyses, for example, exploratory factor analysis and multiple linear regressions. The results highlight that the majority of the investigated professors showed a predisposition and interest in performing remote teaching activities, in addition to technical conditions for accessing and using the internet and digital and computational equipment. Despite this, school institutions need to pay attention to the factors associated with the home environment, such as domestic and family demands and the individual needs who can become barriers to the effective development of Emergency Remote Education.

Author Biographies

Gustavo Henrique Silva de Souza, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Norte de Minas Gerais

Professor e Pesquisador do Instituto Federal do Norte de Minas Gerais - IFNMG (Campus Teófilo Otoni). Atualmente, atua como Diretor de Pesquisa Pós-Graduação e Inovação na Reitoria do IFNMG. Mestre em Psicologia pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL), com ênfase na Psicologia Organizacional e do Trabalho. Bacharel em Administração pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL). Avaliador institucional do INEP/MEC. Presidente do Conselho Fiscal da Fundação de Apoio e Desenvolvimento do Ensino Tecnológico (FADETEC).

Wallas Siqueira Jardim, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Norte de Minas Gerais

Possui Graduação em Matemática pelo Centro Universitário de Belo Horizonte - UniBH (2005), Especialização em Informática em Educação pela Universidade Federal de Lavras - UFLA (2007), Mestrado em Ensino de Física pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais - PUC (2013). Professor Efetivo da área de Matemática do Instituto Federal do Norte de Minas Gerais (IFNMG).

Yuri Bento Marques, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Norte de Minas Gerais

Possui graduação em Sistemas de Informação pela Universidade Presidente Antônio Carlos (2009) e mestrado em Ciência da Computação pela Universidade Federal de Viçosa (2015). Professor efetivo do Instituto Federal do Norte de Minas Gerais (IFNMG).

Geraldo Lopes Junior, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Norte de Minas Gerais

Possui graduação em Matemática Plena pela Fundação Educacional Nordeste Mineiro (2002); Especialização em Matemática e Estatística pela Universidade Federal de Lavras (2007) e Mestrado Profissional pela Universidade Federal de Viçosa (2013). 

Aline Patrícia Sobral dos Santos, Centro Universitário de Maringá

Graduada em Filosofia (Licenciatura) pela Universidade Federal de Alagoas. Especialista em Docência do Ensino Superior. Professora da Escola Estadual Alfredo Sá (Teófilo Otoni/MG).

Leandro de Paula Liberato, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Norte de Minas Gerais

Possui graduação em Letras pela Universidade Federal de Viçosa / UFV-MG (2010); pós-graduação (especialização) em Linguística Aplicada na Educação pela Universidade Cândido Mendes / UCAM (2012); pós-graduação (especialização) em Língua Portuguesa e Literatura Brasileira pela Universidade Cândido Mendes / UCAM (2016). Mestrado em Educação pela Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri / UFVJM.

References

Arruda, E. P. (2020). Educação remota emergencial: elementos para políticas públicas na educação brasileira em tempos de Covid-19. EmRede – Revista de Educação à Distância, 7(1), 257-275.

Anderson, R. M., Heesterbeek, H., Klinkenberg, D., & Hollingsworth, T. D. (2020). How will country-based mitigation measures influence the course of the COVID-19 epidemic? The Lancet, 95(10228), 931-934. doi: 10.1016/S0140-6736(20)30567-5

Azevedo, D. S., Silveira, A. C., Lopes, C. O., Amaral, L. de O., Goulart, I. do C. V., & Martins, R. X. (2018). Letramento digital: uma reflexão sobre o mito dos “Nativos Digitais”. RENOTE - Revista Novas Tecnologias na Educação, 16(2), 615-625.

Barreto, A. C. F., & Rocha, D. S. (2020). COVID 19 e educação: resistências, desafios e (im)possibilidades. Revista Encantar - Educação, Cultura e Sociedade, 2, 1-15. doi: 10.46375/encantar.v2.0011

Barros, A. M., & Silva, J. R. G. D. (2010). Percepções dos indivíduos sobre as consequências do teletrabalho na configuração home-office: estudo de caso na Shell Brasil. Cadernos EBAPE.BR, 8(1), 71-91. doi: 10.1590/S1679-39512010000100006

Bathini, D. R., & Kandathil, G. M. (2019). An orchestrated negotiated exchange: Trading home-based telework for intensified work. Journal of Business Ethics, 154(2), 411-423. doi: 10.1007/s10551-017-3449-y

Bedford, J., Enria, D., Giesecke, J., Heymann, D. L., Ihekweazu, C., … Wieler, L. H. (2020). COVID-19: towards controlling of a pandemic. The Lancet, 395(10229), 1015-1018. doi: 10.1016/S0140-6736(20)30673-5

Beluce, A. C., & Oliveira, K. L. (2016). Escala de estratégias e motivação para aprendizagem em ambientes virtuais. Revista Brasileira de Educação, 21(66), 593-610.

Brasil. Ministério da Educação. Gabinete do Ministro. (2020a). Portaria nº 343, de 17 de março de 2020. Dispõe sobre a substituição das aulas presenciais por aulas em meios digitais enquanto durar a situação de pandemia do Novo Coronavírus - COVID-19. Diário Oficial da União, Brasília, DF, p. 1.

Brasil. Ministério da Educação. Gabinete do Ministro. (2020b). Portaria nº 345, de 19 de março de 2020. Altera a Portaria MEC nº 343, de 17 de março de 2020 que dispõe sobre a substituição das aulas presenciais por aulas em meios digitais enquanto durar a situação de pandemia do Novo Coronavírus - COVID-19. Diário Oficial da União, Brasília, DF.

Brasil. Ministério da Educação. Gabinete do Ministro. (2020c). Portaria nº 376, de 3 de abril de 2020. Dispõe sobre as aulas nos cursos de educação profissional técnica de nível médio, enquanto durar a situação de pandemia do novo coronavírus - Covid-19. Diário Oficial da União, Brasília, DF, p. 66.

Brasil. Ministério da Educação. Gabinete do Ministro. (2020d). Portaria nº 395, de 15 de abril de 2020. Prorroga o prazo previsto no § 1º do art. 1º da Portaria nº 343, de 17 de março de 2020. Diário Oficial da União, Brasília, DF, p. 61.

Brasil. Ministério da Educação. (2020e). Portal: Coronavírus - Monitoramento das Instituições de Ensino. MEC: Brasília. Obtido em http://portal.mec.gov.br/coronavirus/

Camacho, A. C. L. F., Joaquim, F. L., Menezes, H. F., & Sant’Anna, R. M. (2020). A tutoria na educação à distância em tempos de COVID-19: orientações relevantes. Research, Society and Development, 9(5), e30953151. doi: 10.33448/rsd-v9i5.3151

Castaman, A. S., & Rodrigues, R. A. (2020). Educação a Distância na crise COVID-19: um relato de experiência. Research, Society and Development, 9(6), e180963699. doi: 10.33448/rsd-v9i6.3699

Coelho, W. G., & Tedesco, P. C. de A. R. (2017). A percepção do outro no ambiente virtual de aprendizagem: presença social e suas implicações para Educação a Distância. Revista Brasileira de Educação, 22(70), 609-624.

Christensen, K. (1988). The new era of home-based work: directions and policies. New York, NY: Routledge.

Freitas, M. T. (2010). Letramento digital e formação de professores. Educação em Revista, 26(3), 335-352.

Gaudecker, H. M. V., Holler, R., Janys, L., Siflinger, B., & Zimpelmann, C. (2020). Labour supply in the early stages of the CoViD-19 pandemic: empirical evidence on hours, home office, and expectations. Institute of Labor Economics (IZA), Discussion Papers, nº 13158. Obtido em http://ftp.iza.org/dp13158.pdf

Gomes, V. T. S., Rodrigues, R. O., Gomes, R. N. S., Gomes, M. S., Viana, L. V. M., & Silva, F. S. (2020). A Pandemia da Covid-19: Repercussões do Ensino Remoto na Formação Médica. Revista Brasileira de Educação Médica, 44(4), e-114. doi: 10.1590/1981-5271v44.4-20200258

Joye, C. R., Moreira, M. M., & Rocha, S. S. D. (2020). Distance education or emergency remote educational activity: in search of the missing link of school education in times of COVID-19. Research, Society and Development, 9(7), e521974299-e521974299. doi: 10.33448/rsd-v9i7.4299

Kaieski, N., Grings, J. A., & Fetter, S. A. (2015). Um estudo sobre as possibilidades pedagógicas de utilização do Whatsapp. RENOTE - Revista Novas Tecnologias na Educação, 13(2), 1-10. doi: 10.22456/1679-1916.61411

Kissler, S. M., Tedijanto, C., Goldstein, E., Grad, Y. H., & Lipsitch, M. (2020). Projecting the transmission dynamics of SARS-CoV-2 through the postpandemic period. Science, eabb5793. doi: 10.1126/science.abb5793

Macedo, Y. M., Ornellas, J. L., & Bomfim, H. F. (2020). COVID-19 no Brasil: o que se espera para população subalternizada? Revista Encantar - Educação, Cultura e Sociedade, 2, 1-10. doi: 10.5935/encantar.v2.0001

Maia, C., & Mattar, J. (2008). ABC da EaD: a educação a distância hoje. São Paulo: Pearson Prentice Hall.

Mill, D. (2012). Docência virtual: uma visão crítica. Campinas: Papirus.

Nunes, A. K. F., Oliveira, A. V. B., & Sabino, R. F. (2019). Docência na educação a distância: abordagem sobre o perfil professional. Revista Internacional de Educação Superior, 5, e019009, 1-16.

Peeri, N. C., Shrestha, N., Rahman, S., Zaki, R., Tan, Z., … Haque, U. (2020). The SARS, MERS and novel coronavirus (COVID-19) epidemics, the newest and biggest global health threats: what lessons have we learned? International Journal of Epidemiology, 1-10, In Press. doi: 10.1093/ije/dyaa033

Pereira, A. S., Shitsuka, D. M., Parreira, F. J., & Shitsuka, R. (2018). Metodologia da pesquisa científica. Santa Maria: UAB/NTE/UFSM.

Remuzzi, A., & Remuzzi, G. (2020). COVID-19 and Italy: what next? The Lancet, In Press. doi: 10.1016/S0140-6736(20)30627-9

Sanchez-Taltavull, D., Candinas, D., Roldán, É., & Beldi, G. (2020). Modelling strategies to organize healthcare workforce during pandemics: application to COVID-19. medRxiv, In Press. doi: 10.1101/2020.03.23.20041863

Saraiva, K., Traversini, C., & Lockmann, K. (2020). A educação em tempos de COVID-19: ensino remoto e exaustão docente. Práxis Educativa, 15, e2016289. doi: 10.5212/PraxEduc.v.15.16289.094

Taylor, S. (2019). The psychology of pandemics: Preparing for the next global outbreak of infectious disease. Newcastle upon Tyne: Cambridge Scholars Publishing.

Toquero, C. (2020). M. Emergency remote education experiment amid COVID-19 pandemic. International Journal of Educational Research and Innovation, Covid-19 & Education Edition, 15, 162-172. doi: 10.46661/ijeri.5113

Viner, R. M., Russel, S. J., Croker, H., Packer, J., Ward, J., … Booy, R. (2020). School closure and management practices during coronavirus outbreaks including COVID-19: a rapid systematic review. The Lancet Child & Adolescent Health, 4(5), 397-404. doi: 10.1016/S2352-4642(20)30095-X

World Health Organization (2020). Coronavirus disease (COVID-19) - Weekly Epidemiological Update - 24 August 2020. Obtido em https://www.who.int/docs/default-source/coronaviruse/situation-reports/20200824-weekly-epi-update.pdf?sfvrsn=806986d1_4

Williamson, B., Eynon, R., & Potter, J. (2020). Pandemic politics, pedagogies and practices: digital technologies and distance education during the coronavirus emergency. Learning, Media and Technology, 45(2), 107-114. doi: 10.1080/17439884.2020.1761641

Published

18/01/2021

How to Cite

SOUZA, G. H. S. de; JARDIM, W. S.; MARQUES, Y. B.; LOPES JUNIOR, G.; SANTOS, A. P. S. dos; LIBERATO, L. de P. Emergency Remote Education (ERE): An empirical study on Educational Capabilities and Teaching Expectations during the COVID-19 Pandemic. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 1, p. e37510111904, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i1.11904. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/11904. Acesso em: 8 mar. 2021.

Issue

Section

Education Sciences