Discent perception about the consequences of improper disposal of health waste

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i1.11915

Keywords:

Health Services Waste; Health Services Waste Management; Occupational risks; Public health; Environmental risks.

Abstract

To understand the perception of undergraduate nursing students about the consequences of inadequate handling of sanitary waste. This is a descriptive and analytical field investigation with a qualitative approach, carried out with nine students from the 4th, 6th and 7th period. Data collection was performed using the focus group technique. The data obtained were organized and analyzed giving rise to three categories, namely: social and environmental risks, occupational risks and unnecessary expenses. It was found that the inadequate management of sanitary waste is directly related to the production of risks in the social, environmental and occupational dimensions. In addition to compromising the economic dimension of the already precarious health sector. The subject requires broad and critical reflection, so it is necessary for students to understand that such negative action is not limited only to the local level, but above all to the global level.

References

André, S., Veiga T. & Takayanagui A. (2016). Geração de Resíduos de Serviços de Saúde em hospitais do município de Ribeirão Preto (SP), Brasil. Engenharia Sanitária e Ambiental, 21(1), 123-130.

Bento, D. et al. (2017). O gerenciamento de resíduos de serviço de saúde sob a ótica dos profissionais de enfermagem. Texto Contexto – Enfermagem, 26 (1), e6680015.

Brasil. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Câmara de Educação Superior. Resolução CNE/CES nº 3, de 7 de novembro de 2001. Institui Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Enfermagem. Brasília, DF: MEC, 2001. http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/CES03.pdf

Brasil. Ministério da Saúde. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução RDC nº 222, de 28 de março de 2018. Regulamenta as Boas Práticas de Gerenciamento dos Resíduos de Serviços de Saúde e dá outras providências. Brasília, DF: ANVISA, 2018. http://portal.anvisa.gov.br/documents/10181/3427425/RDC_222_2018_.pdf/c5d3081d-b331-4626-8448-c9aa426ec410.

Cafure, V. & Graciolli-Patriarcha, S. (2015). Os resíduos de serviços de saúde e seus impactos ambientais; uma revisão bibliográfica. Interações, 16(2), 302-314.

Cofen. Resolução 303, de 23 de junho de 2005. Dispõe sobre a autorização para o enfermeiro assumir a coordenação como responsável técnico do plano de gerenciamento de resíduos de serviços de saúde. Rio de Janeiro: COFEN, 2005. http://www.cofen.gov.br/resoluo-cofen-3032005_4338.html

Gomes C. et al (2014). Biossegurança e resíduos de serviços de saúde no cotidiano acadêmico. Revista de Ciências Farmacêutica Básica e Aplicada, 35 (3), 443-450.

KinalskI, D. et al (2017). Grupo focal na pesquisa qualitativa: relato de experiência. Revista Brasileira de Enfermagem, 70 (2), 443-448.

Martins, D. & Benito, L. (2016). Florence Nightingale e as suas contribuições para o controle das infecções hospitalares Universitas: Ciências da Saúde, 14(2), 153-166.

Moreira A. & Gunther W. (2016). Solid waste management in primary healthcare centers: application of a facilitation tool. Revista Latino-Americana de Enfermagem. 24 (e2768).

Moreschi C. et al (2014). A importância dos resíduos de serviços de saúde para docentes, discentes e egressos da área da saúde. Revista Gaúcha de Enfermagem. 35(2), 20-26.

Moreschi C., Rempel C. & Backes D. (2014). A percepção de docentes de cursos de graduação da área da saúde acerca dos resíduos de serviços de saúde. Revista Baiana de Saúde Pública, 38 (3), 647-664.

Pereira, A. S., Shitsuka, D. M., Parreira, F. B., & Shitsuka, R. (2018). Metodologia da pesquisa científica [recurso eletrônico [eBook]. Santa Maria. Ed. UAB/NTE/UFSM. https://repositorio.ufsm. br/bitstream/handle/1/15824/Lic_Computacao_MetodologiaPesquisa-Cientifica.pdf.

Petres, A & DA ROS, M. (2018). A determinação social da saúde e a promoção da saúde. Arquivos Catarinenses de Medicina, 47 (3), 183-196.

Richardson, J. et al. (2015). Nursing student’s attitudes towards sustainability on health care. Nursing Standard, 29 (42), 36-41.

Rosa, C., Mathias, D. & Komata, C. (2015). Custo De Gerenciamento De Resíduos De Serviços De Saúde (RSS): Estudo De Caso Da Unidade Deterapia Intensiva De Infectologia De Um Hospital Público Em São Paulo. Revista De Gestão Ambiental E Sustentabilidade, 4 (2), 127-143.

Salbego, C. et al (2017). Processo Educativo do enfermeiro frente ao gerenciamento dos resíduos de serviços de saúde. Biblioteca Lascasas, 13, 1-12.

Sanchez, A. et al (2018). Resíduos de Serviços de Saúde: conhecimento de enfermeiros da Atenção Básica. Revista Brasileira de Enfermagem, Brasília, 71(5), 2508-2517.

Silva, D., Sperling, E. & Barros, R. (2014). Avaliação do gerenciamento dos resíduos de serviços de saúde em municípios da região metropolitana de Belo Horizonte (Brasil). Engenharia Sanitária e Ambiental, 19 (3), 251-262.

Strohschoen A., Moreschi C. & Rempel C. (2016). A questão ambiental e a enfermagem: Percepções de Enfermeiros e Estudantes. Ensino, Saúde e Ambiente. 9(3), 297-309.

Taquette, S. & Minayo, M. (2015). Características de estudos qualitativos conduzidos por médicos: revisão da literatura. Ciência & Saúde Coletiva, 20 (8), 2423-2430.

Zarpelão, R. et al (2018). Psychosocial Factors And Their Relation Between Work Accidents Among Outsourced Construction Workers. International Journal of Precious Engineering Research and Applications (IJPERA), 3 (1), 67-71.

Published

24/01/2021

How to Cite

GUIMARÃES , P. S. S. . .; VILELA, R. Q. B. .; SILVA, R. C. de M. .; SILVA, P. J. T. G. .; SILVA, E. dos S.; LIMA, A. de S. .; SILVA, R. C. da . Discent perception about the consequences of improper disposal of health waste. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 1, p. e43610111915, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i1.11915. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/11915. Acesso em: 26 feb. 2021.

Issue

Section

Health Sciences