Perception of students about formation in the university through the ENADE student questionnaire

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i3.13150

Keywords:

Ensino superior; SINAES; Chemistry; Didactics.

Abstract

The objective of this research was to analyze the perception of students of the Chemistry course about their education, in addition to their conception of the course coordinator about the concept obtained in the National Student Performance Exam (ENADE). The data evaluated was carried out through the ENADE 2017 Student Questionnaire and the application of a questionnaire to students and the course coordinator on the possible factors that influenced the concept of the courses. The present research has a quantity-qualitative approach and descriptive. By analyzing the responses of the students to their perception of the concept of the course obtained in the ENADE 2017, we notice that these factors point out to factors such as: not enough time to answer the test, lack of student preparation, poor didactics by the professors, lack of interest in taking the test, lack of knowledge of the importance of evaluation, socioeconomic status and a protest, generated by the unsatisfaction experienced by the pioneer class of the course. The course coordinator states that he will make decisions about the grade obtained in the ENADE, however, he does not show interest in using the Student Questionnaire. It is possible to infer a great necessity for discussions about student dissatisfaction and divulgation of the ENADE. Based on the presented, we suggest the creation of an Evaluation Committee that, together with the coordination, that can work to disseminate and analyze the results of the ENADE and the Student Questionnaire.

Author Biographies

Bruna Alves Teixeira Lima, Universidade Federal da Paraíba

Possui graduação em Química pela Universidade Federal da Paraíba (2018). Atualmente é mestranda em Química. Foi tutora da disciplina
química orgânica da Universidade Federal da Paraíba. Tem experiência na área de Química, com ênfase em Química, atuando principalmente nos seguintes temas: recursos audiovisuais, tecnologia, biocatálise e ensino de química. 

Maria Betania Hermenegildo dos Santos, Universidade Federal da Paraíba

Graduada em Química Industrial e Licenciatura em Química (UEPB), Especialista no Ensino de Química (UEPB), Mestre e Doutora em Engenharia Agrícola (UFCG). Doutora em Química Analítica (UFPB). Professora Adjunto IV do CCA/UFPB. Integrante do Grupo de Estudos e Pesquisas em Curriculares (GEPPC). Nos últimos anos tem se dedicado às pesquisas voltadas aos processos de ensino e aprendizagem de Química.

References

Almeida, M. I., & Pimenta, S. G. (2014). Pedagogia Universitária – Valorizando o ensino e à docência na universidade. Revista Portuguesa de Educação,

(1), 7-31.

Bleichvel, R. de C. (2017) O ENADE diante da formação docente universitária e o conhecimento científico. Revista Internacional de Educação Superior, 3(2),

-335.

Brasil. (1968). Decreto-Lei nº 5.539, de 27 de novembro de 1968. Dispõe sobre o Estatuto do Magistério Superior.

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/1950-1969/L5539.htm.

Brasil. (2003). Lei de diretrizes e bases da educação nacional. Senado Federal, Subsecretaria de Edições Técnicas.

Brasil. (2011). Portaria normativa nº 40, de 12 de dezembro de 2007.

http://download.inep.gov.br/educacao_superior/censo_superior/legislacao/2007/portaria_40_12122007.pdf.

Brzezinski, I. (2002). Profissão Professor: Identidade e profissionalização docente. Brasília: Plano Editora.

Fonseca, C. V., & Santos, F. M. T. (2015). O Perfil de Cursos de Licenciatura e Estudantes de Química do Brasil: Contribuições do ENADE/2011. In:

Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 10., 2015, Águas de Lindóia. Anais eletrônicos... Águas de Lindóia: ABRAPEC.

http://www.abrapecnet.org.br/enpec/x-enpec/anais2015/resumos/R0352-1PDF.

Griboski, C. M. (2012). O ENADE como indutor da qualidade da educação superior. Estudos em avaliação educacional, 23(53), 178-195.

INEP/DAES. (2016). ENADE 2015. Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes. Relatório de IES. Universidade Federal do Espírito Santo - São Mateus.

Brasília.

INEP/DAES. (2018). ENADE 2017. Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes. Relatório de IES. Universidade Federal do Paraíba. Brasília.

Knechtel, M. R. (2014). Metodologia da pesquisa em educação: uma abordagem teórico-prática dialogada. Curitiba: Intersaberes.

Lehfeld, N. A. S., Caritá, E. C., Gabarra, M. H. C., & Miranda, C. E. S. (2016) Avaliação do comportamento de alunos no Exame Nacional de Desempenho de

Estudantes (ENADE) por uma Comissão Própria de Avaliação. In: Simpósio Avaliação da Educação Superior, 2., 2016, Porto Alegre. Anais eletrônicos...

Porto Alegre: UFRGS. http://www.ufrgs.br/avalies2016/anais-do-evento/artigos-1/156867.pdf/view.

Mello, J. A. V. B., & Sousa, F. R. (2015). Caminhos formacionais na engenharia de produção: a formação docente e os resultados do ENADE 2011. Revista

Gestão Universitária na América Latina-GUAL, 8(2), 199-215.

Merlo, T. (2018). A percepção dos estudantes sobre a formação na universidade: uma análise por meio do questionário do estudante do ENADE. (2018).

Dissertação (Mestrado Profissional em Gestão Pública) - Universidade Federal do Espírito Santo, São Mateus.

Miranda C. L., Rezende, D. B., & Lisbôa, J. C. F. (2015). A Licenciatura e a construção das representações sociais sobre ser professor de química.

Investigações em Ensino de Ciências, 20(2), 01-11.

Oliveira, S. M. (2014). Impacto do perfil dos professores na nota do ENADE: Uma análise dos cursos de ciências contábeis nas universidades federais

brasileiras. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Ciências Contábeis) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia.

Pereira, A. S., Shitsuka, D. M., Parreira, F. J., & Shitsuka, R. (2018). Metodologia da pesquisa científica. (1a ed.). Santa Maria: UFSM, NTE.

https://repositorio.ufsm.br/bitstream/handle/1/15824/Lic_Computacao_Metodologia-Pesquisa-Cientifica.pdf?sequence=1.

Pimenta, S. G., & Anastasiou, L. (2002). Docência no Ensino Superior. São Paulo: Cortez Editora.

Prodanov, C. C. & Freitas, E. C. (2013). Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. Novo Hamburgo:

Feevale.

Ramalho, B. L. (2006) Reflexões sobre o ensino e o exercício da docência no ensino superior. Coleção Pedagógica, (1), 26-32.

Soares, S. R., & Cunha, M. I. (2017) Qualidade do ensino de graduação: concepções de docentes pesquisadores. Revista da Avaliação da Educação Superior,

(2), 316-331.

Torres, A. R., & Almeida, M. I. (2013) Formação de professores e suas relações com a pedagogia para a educação superior. Revista Brasileira de pesquisa

sobre formação docente, 5(9), 11-22.

Yin, R. K. (2015). O Estudo de caso. Porto Alegre: Bookman.

Published

12/03/2021

How to Cite

LIMA, B. . A. T. .; SANTOS, M. B. H. dos. Perception of students about formation in the university through the ENADE student questionnaire. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 3, p. e19510313150, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i3.13150. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/13150. Acesso em: 13 apr. 2021.

Issue

Section

Education Sciences