Favoring of interdisciplinary work through elaboration of conceptual map and residential electrical project

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i3.13296

Keywords:

Curricular integration; Interdisciplinarity; Meaningful learning.

Abstract

Many school practices show just a juxtaposition of disciplines, in which each teacher, in his/her class, addresses some specific concepts, making it difficult for students to spontaneously transfer knowledge from one discipline to another. These practices were overcome in an interdisciplinary work between the disciplines of physics and building systems of the third year of the technical course in buildings integrated to the high school of the "Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha, Campus Santa Rosa/RS". Through the elaboration, development, and evaluation of a Potentially Meaningful Teaching Units (PMTUS) about simple electrical circuits, teachers of both disciplines developed together the specific concepts of their disciplines in an integrated manner, considering that these are convergent. Based on the results, the following text aims to investigate the implications of interdisciplinary work between the disciplines of physics and building systems for the students' meaningful learning about simple electrical circuits in some steps of the PMTUS, the students elaborated interdisciplinary conceptual maps and built a residential electrical project, with their houses as reference. The construction of these instruments was assisted by both teachers, and they were used as evaluative instruments by both disciplines.  Both in the conceptual map and in the electrical project, students showed signs of meaningful learning, sharing the knowledge of the disciplines, which ratifies the achievement and the importance of an interdisciplinary work to promote meaningful learning.

References

Associação Brasileira de Normas Técnicas (2004). NBR 5410: instalação elétricas de baixa tensão. Rio de Janeiro.

Ausubel, D. P. (2003). Aquisição e retenção de conhecimentos: uma perspectiva cognitiva. Tradução Lígia Teopisto. 1. ed. Portugal: Editora Plátano.

Ausubel, D. P. (1968). Educational Psychology: a cognitive view. Nova Iorque: Holt, Rinehart & Winston.

Cruz Sobrinho, S. (2017). Diretrizes institucionais e a perspectiva da integração curricular no IF Farroupilha. In: Araújo, A. C. & Silva, C. N. N. (Orgs.). Ensino Médio Integrado no Brasil: fundamentos, práticas e desafios. Brasília: Editora IFB.

Dália, J. M. T. & Frazão, G. A. (2017). Para além do ensino integrado: experiências, possibilidades e desafios da articulação entre ensino, pesquisa e extensão no currículo. In: Araújo, A. C. & Silva, C. N. N. (orgs.). Ensino médio integrado no Brasil: fundamentos, práticas e desafios. Brasília: Ed. IFB.

Dorneles, P. F. T., Araújo, I. S. & VEIT, E. A. (2006). Simulação e modelagem computacionais no auxílio à aprendizagem significativa de conceitos básicos de eletricidade: parte I – circuitos elétricos simples. Revista Brasileira de Ensino de Física, 28(4), 487-496.

Ferreira, P. (2008). Desenho de Arquitetura. Rio de Janeiro: Imperial Novo Milênio.

Gil, A. C. (2002). Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas.

Moreira, M. A. (2012). ¿Al final, qué es aprendizaje significativo? Revista Qurriculum, Laguna, 25, 29-56.

Moreira, M. A. (2016). Mapas conceituais, diagramas V, organizadores prévios, negociação de significados e unidades de ensino potencialmente significativas. Porto Alegre, RS: UFRGS.

Moreira, M. A. (2011). Unidades de enseñanza potencialmente significativas – UEPS. Aprendizagem Significativa em Revista, 1(2), 43-63.

Moreira, M. A. & Masini, E. A. F. S. (1982). Aprendizagem significativa: a teoria de David Ausubel. São Paulo: Moraes.

Novak, J. D. & Cañas, A. J. (2010). A teoria subjacente aos mapas conceituais e como elaborá-los e usá-los. Práxis Educativa, 5(1), 9-29.

Pereira, A. S. et al. (2018). Metodologia da pesquisa científica. 1. ed. – Santa Maria, RS: UFSM, NTE.

Pimentel, M. & Carvalho, F. S. P. (2020). Princípios da Educação Online: para sua aula não ficar massiva nem maçante! SBC Horizontes.

Pozo, J. I. & Crespo, M. A. G. (2009). A aprendizagem e o ensino de ciências: do conhecimento cotidiano ao conhecimento científico. 5. ed. Porto Alegre: Artmed.

Silva, J. C. (2018). Abordagem interdisciplinar no ensino da física térmica em um curso técnico em edificações a partir da construção de um forno solar. Tese (doutorado) – Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Ciências Naturais e Exatas, Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde, Santa Maria, RS, 167 p.

Silva, J. C. et al. (2020). Fortalecimento da integração curricular em um curso técnico integrado em edificações. In: Cruz Sobrinho, S. & Plácido, R. L. (Orgs.). Educação profissional integrada ao ensino médio. João Pessoa : IFPB, p. 429-456.

Silveira, F. L., Moreira, M. A. & Axt, R. (1989). Validação de um teste para verificar se o aluno possui concepções científicas sobre corrente elétrica em circuitos simples. Ciência e Cultura, 41(11), 1129-1133.

Solano, F. et al. (2002). Persistencia de preconcepciones sobre los circuitos electricos de corriente continua. Revista Brasileira de Ensino de Física, 24(4), 460-470.

Published

10/03/2021

How to Cite

MAPELI, G. Z.; SILVA, J. C. da; PARANHOS, R. M. Favoring of interdisciplinary work through elaboration of conceptual map and residential electrical project . Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 3, p. e15310313296, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i3.13296. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/13296. Acesso em: 18 apr. 2021.

Issue

Section

Education Sciences