Attitudes related to interprofessional collaboration between Primary Health Care professionals

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i4.13392

Keywords:

Interdisciplinary Placement; Interprofessional Education; Primary health care.

Abstract

The study intended to characterize the attitudes related to interprofessional collaboration among health professionals in Primary Health Care in a municipality in Maranhão. For this, a cross-sectional study was carried out with 173 health professionals. Questionnaires were applied on interprofessional collaboration, with the Jefferson Scale of Attitudes Related to Interprofessional Collaboration, and on their demographic, educational and professional performance aspects. The data were organized in spreadsheets in Microsoft Excel, as a percentage and analyzed using the Stata version 14. Most of the respondents were female, with an average age of 36.3 years old, community health agent profession. It was identified that the attributes time to practice the profession, time to primary health care and specialization were configured as aspects related to attitudes related to interprofessional collaboration. Our findings demonstrate that Primary Health Care professionals have attitudes related to interprofessional collaboration, and continuing education tools are needed so that collaborative competences are better understood and practiced by these professionals.

References

Abed, M. M. (2015). Adaptação e validação da versão brasileira da Escala Jefferson de Atitudes Relacionadas à Colaboração Interprofissional: Um estudo em profissionais da atenção básica. http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/5479.

Agreli, H. F., Peduzzi, M., Silva, M. C., Mascarelle, R. C. V., Espinoza, P., Agreli, H. F., Peduzzi, M., Silva, M. C., Mascarelle, R. C. V., & Espinoza, P. (2019). Efeito da educação interprofissional no trabalho em equipe e no conhecimento do manejo de condições crônicas. Revista Latino-Americana de Enfermagem, 27.

Araújo, E. M. D. (2017). A colaboração interprofissional na atenção primária à saúde: Estudo comparativo entre Brasil e Portugal [Thesis]. https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/26791.

Baviera, B. V. (2017). Interdisciplinaridade e interprofissionalidade: Percepções dos profissionais envolvidos no atendimento ambulatorial do idoso [Text, Universidade de São Paulo].

Brasil (2017). Relatório Final da Oficina de Alinhamento Conceitual sobre Educação e Trabalho Interprofissional em Saúde. Brasília, DF: Ministério da Saúde; https://www.educacioninterprofesional.org/sites/default/files/fulltext/2018/pub_relatoria_eip_bra_2017_po.pdf.

Brito, G. E. G. de., Mendes, A. da C. G., Neto, P. M. dos S., & Farias, D. N. de. (2016). Perfil dos trabalhadores da estratégia saúde da família de uma capital do nordeste do Brasil. Revista de APS, 19(3), Article 3. https://periodicos.ufjf.br/index.php/aps/article/view/15770.

Cordeiro, T. M. S. C. e., & Araújo, T. M. de. (2018). Capacidade para o trabalho entre trabalhadores de enfermagem da atenção básica à saúde. Bahia, Brasil. Revista de Salud Pública, 20, 422–429.

Freire Filho, J. R., Costa, M. V. da., Magnago, C., Forster, A. C., Freire Filho, J. R., Costa, M. V. da., Magnago, C., & Forster, A. C. (2018). Attitudes towards interprofessional collaboration of Primary Care teams participating in the ‘More Doctors’ (Mais Médicos) program. Revista Latino-Americana de Enfermagem, 26.

Freire Filho, J. R., Silva, C. B. G., Costa, M. V. da., Forster, A. C., Freire Filho, J. R., Silva, C. B. G., Costa, M. V. da., & Forster, A. C. (2019). Interprofessional Education in the policies of reorientation of professional training in health in Brazil. Saúde em Debate, 43(SPE1), 86–96.

Gomes, M. F. P., & Fracolli, L. A. (2018). Avaliação da estratégia saúde da família sob a ótica dos profissionais. Revista Brasileira em Promoção da Saúde, 31(3), Article 3.

Hojat, M., Ward, J., Spandorfer, J., Arenson, C., Van Winkle, L. J., & Williams, B. (2015). The Jefferson Scale of Attitudes Toward Interprofessional Collaboration (JeffSATIC): Development and multi-institution psychometric data. Journal of Interprofessional Care, 29(3), 238–244.

Klemenc-Ketis, Z., Makivić, I., & Susic, A. P. (2018). The development and validation of a new interprofessional team approach evaluation scale. PLOS ONE, 13(8), e0201385.

Lima, J. G., Giovanella, L., Fausto, M. C. R., Bousquat, A., Silva, E. V. da., Lima, J. G., Giovanella, L., Fausto, M. C. R., Bousquat, A., & Silva, E. V. da. (2018). Atributos essenciais da Atenção Primária à Saúde: Resultados nacionais do PMAQ-AB. Saúde em Debate, 42(SPE1), 52–66.

Lima Neta, M., (2020). Colaboração interprofissional na promoção de estilos de vida saudáveis à população idosa com diabetes mellitus. Mestrado em Saúde da Família. Universidade Estadual Vale do Acaraú. https://renasf.fiocruz.br/colabora%C3%A7%C3%A3o-interprofissional-na-promo%C3%A7%C3%A3o-de-estilos-de-vida-saud%C3%A1veis-%C3%A0-popula%C3%A7%C3%A3o-idosa-com.

Machado, M. H., Koster, I., Aguiar Filho, W., Wermelinger, M. C. de M. W., Freire, N. P., & Pereira, E. J. (2019). Labor market and regulatory processes – Nursing in Brazil. Ciência & Saúde Coletiva, 25, 101–112.

Machado, M. H., Ximenes Neto, F. R. G., Machado, M. H., & Ximenes Neto, F. R. G. (2018). Gestão da Educação e do Trabalho em Saúde no SUS: Trinta anos de avanços e desafios. Ciência &; Saúde Coletiva, 23(6), 1971–1979.

Martins, A. P. L., Negro-Dellacqua, M., Guedes, A. L. de L., Sousa, I. F. de., Biff, D., Elias, E., & Junior, A. R. de S. (2020). Perfil dos profissionais da Atenção Básica no Município de Araranguá/SC. Research, Society and Development, 9(8), e261985668–e261985668.

Mattos, M. P., Gomes, D. R., Silva, M. M., Trindade, S. N. C., Oliveira, E. R. A. de., & Carvalho, R. B. de. (2019). Prática interprofissional colaborativa em saúde coletiva à luz de processos educacionais inovadores. Revista Baiana de Saúde Pública, 43(1), 271–287.

Matuda, C. G., Pinto, N. R. da S., Martins, C. L., Frazão, P., Matuda, C. G., Pinto, N. R. da S., Martins, C. L., & Frazão, P. (2015). Colaboração interprofissional na Estratégia Saúde da Família: Implicações para a produção do cuidado e a gestão do trabalho. Ciência &; Saúde Coletiva, 20(8), 2511–2521.

Moreira, D. C., Soares, D. A., Castro, C. P. D., Bispo Júnior, J. P., Moreira, D. C., Soares, D. A., Castro, C. P. D., & Bispo Júnior, J. P. (2019). Atuação do Núcleo de Apoio à Saúde da Família no fortalecimento da atenção primária: Experiências dos agentes comunitários. Physis: Revista de Saúde Coletiva, 29(3).

Morosini, M. V., Fonseca, A. F., Morosini, M. V., & Fonseca, A. F. (2018). Os agentes comunitários na Atenção Primária à Saúde no Brasil: Inventário de conquistas e desafios. Saúde em Debate, 42(SPE1), 261–274.

Oliveira, M. M. de., Pedraza, D. F., Oliveira, M. M. de., & Pedraza, D. F. (2019). Contexto de trabalho e satisfação profissional de enfermeiros que atuam na Estratégia Saúde da Família. Saúde em Debate, 43(122), 765–779.

Oliveira, M. P. R. de., Menezes, I. H. C. F., Sousa, L. M. de., Peixoto, M. do R. G., Oliveira, M. P. R. de., Menezes, I. H. C. F., Sousa, L. M. de., & Peixoto, M. do R. G. (2016). Formação e Qualificação de Profissionais de Saúde: Fatores Associados à Qualidade da Atenção Primária. Revista Brasileira de Educação Médica, 40(4), 547–559.

Pedraza, D. F., Queiroz, D. de., Sales, M. C., & Menezes, T. N. de. (2018). Caracterização do trabalho de enfermeiros e profissionais do Núcleo de Apoio à Saúde da Família na Atenção Primária. ABCS health sci, 77–83.

Peduzzi, M., Oliveira, M. A. de C., Silva, J. A. M. da., Agreli, H. L. F., & Miranda Neto, M. V. de. (2016). Trabalho em equipe, prática e educação interprofissional. Clínica médica: atuação da clínica médica, sinais e sintomas de natureza sistêmica, medicina preventiva, saúde da mulher, envelhecimento e geriatria, 1. https://repositorio.usp.br/item/002742133.

Previato, G. F., & Baldissera, V. D. A. (2017). Domínios e competências da prática interprofissional colaborativa nas equipes da atenção primária à saúde. Revista de Enfermagem UFPE on line, 11(5), 1966–1970.

Raimundi, D., Ferreira, F., Lima, F., & Siqueira, V. (2016). Analysis of Family Clinical, vision of service nurses. Revista da Escola de Enfermagem da USP, 50, 130–138.

Rodrigues, I. E., Brasil, C. C. P., Silva, R. M. da., Silva, J. R. da., Castro, F. R. V. F., & Queiroz, F. F. de S. N. (2019). Percepções dos agentes comunitários de saúde sobre o processo de formação para a atuação profissional. CIAIQ2019, 2, 930–939.

Santos, W. P. dos. (2016). Influência dos programas de reorientação da formação do profissional da saúde no processo de trabalho: Perspectiva dos preceptores. http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/6383.

Santos, N. A., Lima, D. R., Gontijo, M. K. B., Martins, M. A., Leite, G. R., Silva, L. A., & Maia, L. G. (2017). Avaliação dos atributos da atenção primária por profissionais de saúde. Revista de APS, 20(3), Article 3.

Silva, J. A. M. da., Peduzzi, M., Orchard, C., Leonello, V. M., Silva, J. A. M. da., Peduzzi, M., Orchard, C., & Leonello, V. M. (2015). Interprofessional education and collaborative practice in Primary Health Care*. Revista da Escola de Enfermagem da USP, 49(SPE2), 16–24.

Tambasco, L. de P., Silva, H. S. da., Pinheiro, K. M. K., Gutierrez, B. A. O., Tambasco, L. de P., Silva, H. S. da., Pinheiro, K. M. K., & Gutierrez, B. A. O. (2017). A satisfação no trabalho da equipe multiprofissional que atua na Atenção Primária à Saúde. Saúde em Debate, 41(SPE2), 140–151.

Toassi, R. F. C., Meireles, E., & Peduzzi, M. (2020). Interprofessional practices and readiness for interprofessional learning among health students and graduates in Rio Grande do Sul, Brazil: A cross-sectional study. Journal of Interprofessional Care, 10(3), 1–9.

Tonelli, B. Q., Leal, A. P. dos R., Tonelli, W. F. Q., Veloso, D. C. M. D., Gonçalves, D. P., & Tonelli, S. Q. (2018). Rotatividade de profissionais da Estratégia Saúde da Família no município de Montes Claros, Minas Gerais, Brasil. Revista da Faculdade de Odontologia - UPF, 23(2). https://doi.org/10.5335/rfo.v23i2.8314.

Published

24/04/2021

How to Cite

DURANS, K. C. N. .; SILVA, M. C. P. da .; MIRANDA, A. F. .; SOUSA, H. F. de .; LIMA, S. F. .; PASKLAN, A. N. P. Attitudes related to interprofessional collaboration between Primary Health Care professionals. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 4, p. e57110413392, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i4.13392. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/13392. Acesso em: 11 may. 2021.

Issue

Section

Health Sciences