Analysis of surface water availability in the watershed river Piracicaba - MG

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i3.13552

Keywords:

Flow rates; Grant; Piracicaba river; Water availability.

Abstract

In view of the degradation of hydric resources and their unavailability, it becomes necessary to seek measures to promote the rational use and provide economic resources for their maintenance. The watershed of the Piracicaba River (MG), a tributary of the Doce River, suffers strong pressure on its water resources, mainly due to its economic profile, with mining and steelworks standing out. Therefore, the determination of water availability in the basin provides subsidies for the integrated management of the quantitative aspects of water resources. In this sense, the objective of this study was to determine the surface water availability in the Piracicaba river basin. For this, the list of surface water users was obtained from the Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam) and later analyzed. Calculations of water availability were carried out stretch by stretch of the basin, as well as the calculation of the viability of regulating the flow of the stretches with water unavailability. As a result, 103 sections with unavailable water were identified in the study area, of these only 3 have no feasibility of flow regulation. The information on water availability should be periodically updated, in order to obtain a better scenario for the decisions of the basin's water management. It is recommended to include an analysis of underground abstractions with surface abstractions in studies of water availability in watershed.

References

Brasil. (1997). Lei Federal nº 9.433, de 8 de janeiro de 1997. Institui a Política Nacional de Recursos Hídricos, cria o Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos, regulamenta o inciso XIX do art. 21 da Constituição Federal, e altera o art. 1º da Lei nº 8.001.

Boff, L. (2015). A água no mundo e sua escassez no Brasil. Recuperado de https://leonardoboff.wordpress.com/2015/02/02/a-agua-no-mundo-e-sua-escasseznobrasil/.

Collischonn, B. & Lopes, A. V. (2009). Sistema de apoio à decisão para análise de outorga na bacia do rio Paraná. In Anais do 18 Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos. Campo Grande. Recuperado de https://www.abrhidro.org.br/SGCv3/publicacao.php?PUB=3&ID=110&SUMARIO=2044.

CERH – Conselho Estadual de Recursos Hídricos. (2004). Deliberação Normativa CERH - MG nº 09, de 16 de junho de 2004. Define os usos insignificantes para as circunscrições hidrográficas no Estado de Minas Gerais.

Consórcio Ecoplan – Lume. (2010). Plano de Ação de Recursos Hídricos da Unidade de Planejamento e Gestão dos Recursos Hídricos Piracicaba. Recuperado de http://www.cbhdoce.org.br/wp-content/uploads/2015/01/PARH_Piracicaba.pdf.

Duarte, V. A. & Miola, D. T. B. (2016). Análise de disponibilidade hídrica na microbacia do Ribeirão Paciência: relação entre a oferta e o volume de água outorgado em Pará de Minas. Revista Digital FAPAM. 7 (7), 32-54.

Igam – Instituto Mineiro de Gestão das Águas. (2012). Resolução Conjunta SEMAD-Igam nº 1548, de 29 de março 2012. Dispõe sobre a vazão de referência para o cálculo da disponibilidade hídrica superficial nas bacias hidrográficas do Estado de Minas Gerais.

Faria, L.V, Brito, G. C. B., Cagna, C. E. & Leão, G. O. (2016). Metodologia do Zoneamento Ambiental Produtivo – ZAP de sub-bacias hidrográfica. Ed 2a, Belo Horizonte - MG, 2016.

Lanna, A. E., Pereira, J. S. & Silva, L. M. (1997). Análise de critérios de outorga de direito de uso da água. In Anais do 12 Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos. Vitória.

Lisboa, L. (2014). Sistema para análise das outorgas de captação de água e diluição de efluentes na bacia do rio Piranga-MG. Tese de doutorado, Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, MG, Brasil.

Lisboa, L., Silva, D. D. & Moreira, M. C. (2019). Sistema para análise das outorgas de captação de água e diluição de efluentes na bacia do rio Piranga (MG). Revista de Engenharia Sanitária e Ambiental. 24(5), 929-937. Recuperado de https://www.scielo.br/pdf/esa/v24n5/1809-4457-esa-24-05-929.pdf.

Marques, H. F. M., Reis, B. C., Feitoza, V. S., Silva, J. G & Monte-Mor, R. C. A. (2021). Conflitos na gestão de recursos hídricos no Estado de Minas Gerais: Estudo de caso da Bacia Hidrográfica do córrego dos Quatis, Itueta – Minas Gerais, Brasil. Research, Society and Development, 10 (1), e27910111967. http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v10i1.11967.

Moreira, G. B., Andrade, C. B. S., & Gonçalves, J. A. C. (2020). A fiscalização do uso outorgado dos recursos hídricos de bacia declarada em situação crítica de escassez hídrica: estudo de caso na bacia Rio Suaçui - MG. Research, Society and Development, 9 (7), e81973729. http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v9i7.3729.

Moreira, M. C., Silva, D. D., Pruski, F. F. & Lara, M. S. (2012). Índices para identificação de conflitos pelo uso da água: proposição metodológica e estudos de caso. Revista Brasileira de Recursos Hídricos. 1 (3), 7-15.

Oliveira, J. P. A., Uliana, E. M., Mendes, M. A. S. A. & Lisboa, L. (2020). Regionalização da curva de regularização de vazão da bacia do rio Juruena. Research, Society and Development, 9 (10), e2539108637. http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v9i10.8637.

Pereira A. S. et al. (2018). Metodologia da pesquisa científica. [e-book]. Santa Maria. Ed. UAB/NTE/UFSM. Recuperado de: https://repositorio.ufsm.br/bitstream/handle/1/15824/Lic_Computacao_Metodologia-Pesquisa-Cientifica.pdf?sequence=1.

Rodrigues, R. G. (2004). Metodologia para estimativa das demandas e das disponibilidades hídricas na bacia do rio Paracatu. Dissertação de mestrado, Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, MG, Brasil.

Silva, B. M. (2015). Índices para a gestão e planejamento de recursos hídricos na bacia do rio Paraopeba, Estado de Minas Gerais. Revista Ambiente & Água. 10 (3), 685-697.

Silva, L. L. B., Pires, D. F. & Carvalho Neto, S. (2015). Desenvolvimento de Aplicações para Dispositivos Móveis: Tipos e Exemplo de Aplicação na plataforma iOS. In II Workshop de Iniciação Científica em Sistemas de Informação. Goiânia.

Published

21/03/2021

How to Cite

CASTRO, M. M. de; MAIA, J. L. .; SILVA, J. P. O. .; VIEIRA, E. M. . Analysis of surface water availability in the watershed river Piracicaba - MG. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 3, p. e42610313552, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i3.13552. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/13552. Acesso em: 14 apr. 2021.

Issue

Section

Exact and Earth Sciences