Dialogues on environmental education with schools: a focus on critical environmental educationtítulo

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i3.13558

Keywords:

Teaching; Society; Environment; Students.

Abstract

Environmental education presents itself as an important form of social intervention, seeking a constant dialogue among society, environment, culture, politics and economics, helping in the development of a critical and reflective thinking of the subjects, for the social (con) experiences. Based on the need for a critical environmental education approach, this article seeks to analyze and discuss a dialogical moment with sixth year students from a state school in a municipality in the northwest region of the state of Rio Grande do Sul, highlighting the importance of knowledge exchanges and experiences, with a view to transforming the way of acting and thinking in society. The methodology is based on a qualitative approach, through a case study, whose data analysis was based on Textual Discursive Analysis. During the dialogic activity, the teacher-mediator asked several questions to the students, who answered according to their knowledge. It was possible to perceive with the students' responses a conservative approach to environmental education, relating the environment to rivers, forests and animals. Through this activity, the importance of the teacher in the school context is observed, aiming at (de) constructing concepts and allowing a (re) thinking about the emerging issues that are present in contemporary times.

Author Biographies

Dieison Prestes da Silveira, Universidade Federal do Paraná

Doutorando pelo Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e em Matemática da Universidade Federal do Paraná. Bolsista CAPES. Curitiba, Paraná, Brasil. E-mail: dieisonprestes@gmail.com

Leonir Lorenzetti, Universidade Federal do Paraná

Doutor em Educação Científica e Tecnológica pela UFSC. Docente do Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e em Matemática da Universidade Federal do Paraná. Curitiba, Paraná, Brasil. E-mail: leonirlorenzetti22@gmail.com 

Denise da Costa Dias Scheffer, Universidade de Cruz Alta

Mestranda pelo Programa de Pós-Graduação em Práticas Socioculturais e Desenvolvimento Social da Universidade de Cruz Alta. Bolsista CAPES. Cruz Alta, Rio Grande do Sul, Brasil. E-mail: dcdscheffer@gmail.com  

Diego Pascoal Golle, Universidade de Cruz Alta

Doutor em Engenharia Floresta pela UFSM. Docente do Programa de Pós-Graduação em Práticas Socioculturais e Desenvolvimento Social da Universidade de Cruz Alta. Cruz Alta, Rio Grande do Sul, Brasil. E-mail: dgolle@unicruz.edu.br 

References

Carvalho, I. C. M. (2012). Educação ambiental: a formação do sujeito ecológico. Cortez.

Denzin, N. K., & Lincoln, Y. (2006). A disciplina e a pratica da pesquisa qualitativa. In: Denzin, N. K., & Lincoln, Y (Orgs). Planejamento da pesquisa qualitativa: teorias e abordagens. 2 ed. Porto Alegre: ARTMED.

Freire, P. (1967). Educação como prática da liberdade. Paz e Terra.

Freire, P. (2010). Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. (41a ed.), Paz e Terra.

Gil, A. C. (2011). Como elaborar projetos de pesquisas. Atlas.

Guimarães, M. (2011). Caminhos da educação ambiental: da forma à ação. Papirus.

Layrargues, P. (2009). Educação ambiental com compromisso social: o desafio da superação das desigualdades. In: Loureiro, C. F. B., Layrargues, L. & R. Castro, R. (Eds.). Repensar a educação ambiental: um olhar crítico. Cortez.

Layrargues, P., & Lima, G. (2014). As macrotendências político-pedagógicas da educação ambiental brasileira. Ambiente & Sociedade, 17 (1), 23-40.

Leff, E. (2012). Aventuras da epistemologia ambiental: da articulação das ciências ao diálogo de saberes. Cortez.

Loureiro, C. (2006). Educação ambiental e “teorias críticas”. In: Guimarães, M. (Org), Caminhos da educação ambiental: da forma à ação. São Paulo: Papirus.

Marconi, M. de A., & Lakatos, E. M. (2004). Metodologia científica. Editora Atlas.

Minayo, M. C. de S. (Org.). (2012). Pesquisa social: teoria, método e criatividade. (32a ed.), Vozes. (Coleção Temas Sociais).

Moraes, R., & Galiazzi, M. (2006). Análise textual discursiva: processo reconstrutivo de múltiplas faces. Ciência & Educação, 12 (1), 117-128.

Pereira, A. S., Shitsuka, D. M., Parreira, F. J., & Shitsuka, R. Metodologia da pesquisa científica. UFSM.

Silveira, D. P. da, & Lorenzetti, L. (2021). Estado da arte sobre a educação ambiental crítica no Encontro Pesquisa em Educação Ambiental. Praxis & Saber, 12 (28), 1-15.

Yin, R. K. (2010). Estudo de caso: planejamentos e métodos. Bookman.

Published

19/03/2021

How to Cite

SILVEIRA, D. P. da .; LORENZETTI, L.; SCHEFFER, D. da C. D. .; GOLLE, D. P. . Dialogues on environmental education with schools: a focus on critical environmental educationtítulo. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 3, p. e37110313558, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i3.13558. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/13558. Acesso em: 13 apr. 2021.

Issue

Section

Education Sciences