Strategic alliances and the Third Sector: an analysis from the perspective of the Sustainable Development Goal 17

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i3.13581

Keywords:

Strategic alliances; Third sector; Sustainable development goal 17.

Abstract

The main objective of this article is to list the strategic alliances in a Third Sector organization, considering Sustainable Development Objective 17, as sources of resources to strengthen the institution through its civil society partners. To this end, a theoretical framework was developed on the definition and theories of strategic alliances, a discussion about the Third Sector has been included and the analysis of the Sustainable Development Goals 17. The approach adopted was exploratory and qualitative descriptive. For data collection, a survey-style questionnaire was adopted, in which preliminary information from the institution is collected, and interviews were conducted with semi-structured scripts, being a case study of a specific project developed by the entity. The results has showed that the studied institution successfully carries out its strategies to consolidate alliances with its partners, increasingly motivating this relationship.

References

Alves, M. A. (2002). Terceiro Setor: as origens do conceito. Anais do Encontro da ANPAD (EnANPAD), 26.

Balestrin, A., & Vargas, L. M. (2002). Evidências Teóricas para a Compreensão das Redes Inter organizacionais. Anais do Encontro de Estudos Organizacionais da ANPAD (EnEO), 2.

Bardin, L. (2016). Análise de conteúdo. Tradução Luís Antero Reto, Augusto Pinheiro. Editora 70.

Brasil (2017). Presidência da República, Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Transformando nosso mundo: a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável. Distrito Federal.

Bresser-Pereira, L. C. & Grau, N.C. (1999). Entre o Estado e o Mercado: O Público Não Estatal. In: Bressser-Pereira, L. C., Grau, N. C. (Coord.). O Público Não-Estatal na Reforma do Estado. Editora FGV.

Brito, M. F. (2008). A cantiga das parcerias público-privadas na gestão urbana local.

CEPEMA. (2017). Manual de Procedimentos Administrativos. Fortaleza.

CEPEMA. (2020). Quem somos. Fortaleza.

Das, T. K., & Teng, B.S. (1998). Between trust and control: developing confidence in partner cooperation in alliances. Academy of Management Review, 23, pp. 491-512.

Dyer, J., & Kale, P. (2007). Relational capabilities: drivers and implications. Dynamic capabilities, Understanding strategic change in organizations, pp. 65-79.

Falconer, A. P. (1999). A promessa do Terceiro Setor: um estudo sobre a construção do papel das organizações sem fins lucrativos e do seu campo de gestão. Dissertação de Mestrado em Administração, Universidade de São Paulo, São Paulo, Brasil.

Fernandes, R. C. (1994). Privado, porém público. O terceiro setor na América Latina. (2 ed.). Rio de Janeiro: Relume-Dumará.

Gil, A. C. (1996). Como elaborar projeto de pesquisa. (3a ed.). Atlas.

Gil, A. C. (1999). Métodos e técnicas de pesquisa social. (5a ed.). Atlas.

Ikram, M., Zhang, Q., Sroufe, R., & Ferasso, M. (2020). The Social Dimensions of Corporate Sustainability: An Integrative Fremework Including COVID-19 Insights. Revista Sustainability, 12 (20), 8747. https://doi.org/10.3390/su12208747

Jung, C. F. (2003). Metodologia Científica: Ênfase em Pesquisa Tecnológica. (3a ed). Departamento de Engenharia Mecânica, UFRGS.

Klotzle, M. C. (2002). Alianças estratégicas: conceito e teoria. Revista de Administração Contemporânea, 6 (1), 85-104.

Klotzle, M. C. (2003). O impacto da formação de alianças estratégicas no valor de mercado e no desempenho econômico-financeiro das empresas. Caderno de Pesquisas em Administração, 10 (4), 33-46.

Martins, G. A. (2006). Estudo de caso: uma estratégia de pesquisa. Atlas.

Melo Neto, F. P., & Froes, C. (2001). Responsabilidade social e cidadania empresarial: a administração do terceiro setor. (2 ed.). Rio de Janeiro: Qualitymark.

Morais, M. A., Silva, G. F. Sizenando-Filho, F. A., Santos, A. A., & Ismael, L. L. (2016) Aspectos socioeconômicos e ambientais do reuso de águas residuárias em uma comunidade rural localizada no município de Apodi-RN, Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, 11 (4). http://dx.doi.org/10.18378/rvads.v11i4.4306

Morais, M. A., Gomes, F. B. M., Lemos Filho, L. C. A., Freire, G. S. S., Silva, G.de F., & Facundo, A. L. (2020). Qualidade da água como instrumento para a gestão hídrica da Bacia Hidrográfica Piranhas-Açú (Rio Grande do Norte, Brasil). Revista Brasileira de Gestão Ambiental e Sustentabilidade, 7 (17). https://doi.org/10.21438/rbgas(2020)071733

Neves, J. L. (1996). Pesquisa qualitativa. Características, usos e possibilidades. Caderno de pesquisas em Administração, 1 (3), 1-5

Organização das Nações Unidas (ONU). (2015) The Future We Want, 1-52.

Pereira, A. S., Shitsuka, D. M., Parreira, F. J., & Shitsuka, R. (2018). Metodologia da Pesquisa Científica. UFSM.

Salamon, L. (1997). Estratégias para o fortalecimento do Terceiro Setor. In: Ioschpe, E. (Coord.). 3º Setor: desenvolvimento social sustentado. Paz e Terra.

Schilke, O., & Goerzen, A. (2010). Alliance management capability: an investigation of the construct and its measurement. Journal of Management, 36 (5), pp. 1192-1219.

Teece, D. J. (1992). Competition, cooperation, and innovation: organizational arrangements for regimes of rapid technological progress. Journal of Economic Behavior and Organization, 18, pp. 1-25.

Vale, G. M. V., & Lopes, H. E. G. (2010). Cooperação e alianças: Perspectivas Teóricas e suas Articulações no Contexto do Pensamento Estratégico. Revista de Administração Contemporânea, Curitiba, 14 (4), 722-737.

Viana, F. S. (2013). Formação e gestão de alianças estratégicas: um estudo multicasos no setor de construção civil.

Yin, R. K. (2015). Estudo de Caso: Planejamento e Métodos. (5 ed.). Bookman.

Published

23/03/2021

How to Cite

PINHEIRO, D. C. .; CHAYM, C. D. .; FERREIRA, V. H. F. de A. .; MORAIS, M. A. .; RODRIGUES, R. C. . Strategic alliances and the Third Sector: an analysis from the perspective of the Sustainable Development Goal 17. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 3, p. e48810313581, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i3.13581. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/13581. Acesso em: 12 apr. 2021.

Issue

Section

Human and Social Sciences