Education as a culture practice in the Amazon

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i3.13605

Keywords:

Teaching; Education; Culture; Amazon; Practice.

Abstract

This article aims to reflect on questions about education and culture in the Amazon, under an anthropological and interdisciplinary bias.  This is a bibliographic study. In this sense, the proposal is to think of education and culture as dimensions of the social process, considering the emergence of new technologies and their interactions with current local and global cultures. The reflection exposed here, at the same time, has the purposes to think about the role of institutional education and popular education in the context of social relations that permeate school-society / teachers-students. Therefore, the readings of an interdisciplinary approach, provided an approximation of the Amazonian school daily life and its interactions in the midst of situations that involve education processes and their transformations in the globalized world.

Author Biographies

Laura Belém Pereira, Universidade Federal do Amazonas

Possui graduação em Letras - Língua Portuguesa e Respectiva Literatura pela Faculdade do Grupo UNIASSELVI (2010) e especialização em Metodologia de Ensino de Língua Portuguesa e Literatura. Professora - Secretaria de Educação e Qualidade de Ensino. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Literatura. Atualmente mestranda do Programa de Pós Graduação em Educação (PPGE) da Universidade Federal do Amazonas-UFAM. Membro do Núcleo de Estudos de Linguagem da Amazônia- NEL- AMAZÔNIA/CNPQ.

Cassandra Augusta Rodrigues Nascimento, Universidade Federal do Amazonas

Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Federal do Amazonas. Especialização em Docência Superior. Pedagoga da Secretaria de Estado da Educação e Qualidade do Ensino. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação. Atualmente é Mestranda do Programa de Pós - Graduação em Educação da Universidade Federal do Amazonas ( UFAM )com ênfase em Processos Educativos e Identidades Amazônicas. ORCID: 0000-0003-1520-6282. Membro do Núcleo de Estudos de Linguagem da Amazônia- NEL- AMAZÕNIA/CNPQ.

Valéria Augusta Cerqueira de Medeiros Weigel, Universidade Federal do Amazonas

Possui graduação em Letras e Artes pela Universidade Federal do Pará (1972), mestrado em Educação pela Universidade de São Paulo (1977) e doutorado em Ciências Sociais (Antropologia) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1994). Atualmente é professora Titular da Universidade Federal do Amazonas. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Antropologia Educacional, atuando principalmente nos seguintes temas: educação indígena, educação amazônica, educação e cultura, educação e meio ambiente e identidade étnica. 

Hellen Cristina Picanço Simas, Universidade Federal do Amazonas

Professora Adjunto IV da Universidade Federal do Amazonas. Possui doutorado em Linguística pela Universidade Federal da Paraíba (2013); mestrado em Linguística pela Universidade Federal da Paraíba (2009); graduação em Letras pela Universidade Federal do Amazonas (2006). Líder do Núcleo de Estudos de Linguagens da Amazônia (Nel-Amazônia/CNPq). Membro do programa de Pós-graduação em Educação (PPGE) da Universidade Federal do Amazonas. Estágio pós-doutoral no Programa de Pós-Graduação em Estudos da Linguagem da Universidade Federal Fluminense - UFF. Foi membro titular da Câmara de Assessoramento Científico FAPEAM (2015-2016). Atualmente desenvolve pesquisa relacionada ao português indígena Sateré-Mawé do Baixo Amazonas, além de estudos vinculados às áreas de Linguística Indígena e Linguística Aplicada com ênfase nos seguintes temas: educação escolar indígena, política linguística, bilinguismo, gêneros textuais, letramento, ensino aprendizagem da escrita e da leitura, produção textual, ensino de línguas e sobre gêneros textuais jornalísticos na perspectiva bakhtiniana e pecheutiana.

Reinaldo Oliveira Menezes, Universidade Federal do Amazonas

Assistente Social. Doutorando em Educação pelo PPGE/UFAM. Mestre em Educação (2020) e Especialista em Ensino de Filosofia para o Ensino Médio (2019), ambas pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Graduando em Licenciatura em Filosofia pela Universidade Federal do Amazonas - UFAM. Tem experiência na área de Serviço Social, Educação e Filosofia, com ênfase em Serviço Social, Educação e Ensino de Filosofia

References

Barreto, V. (1998). Paulo Freire para educadores. São Paulo: Arte & Ciência.

Carneiro, V. da L., & Weigel, V. A. C. de M. (1989). Contribuições ao texto “A questão da educação na

Amazônia. http://www.bibliotecadigital.abong.org.br/handle/11465/1676

Chizzotti, A. (2003). A pesquisa qualitativa em ciências humanas e sociais: evolução e desafios.

Revista Portuguesa de Educação, v. 16, n. 2. Universidade do Moinho, Braga, Portugal. pp. 221-236.

Fuentes Felicó, N. (2017). Cultura, competência comunicativa e desenvolvimento profissional dos especialistas museológicos / Cultura, competência comunicativa e desenvolvimento profissional dos especialistas museológicos. Transformación , 13 (2), 315- 325. https://revistas.reduc.edu.cu/

Habowski, A. C.; Conte, E., & Trevisan, A. L. (2019). Por uma cultura reconstrutiva dos sentidos das tecnologias na educação. Educ. Soc. [online]. 2019, vol.40, e0218349. Epub July 04, 2019. ISSN 1678-4626. https://doi.org/10.1590/es0101-73302019218349.

Hall, S. (2006). A identidade cultural na pós-modernidade. Tradução Tomaz Tadeu da Silva, Guaracira Lopes Louro. 11ª ed. -Rio de Janeiro: DP&A.

Koche, J. C. (2011). Fundamentos de metodologia científica. Petrópolis: Vozes.

http://www.brunovivas.com/wp-content/uploads/sites/10/2018/07/K%C3%B6che-Jos%C3%A9-

Carlos0D0AFundamentos-de-metodologia-cient%C3%ADfica-_-teoria-da0D0Aci%C3%AAncia-e-inicia%C3%A7%C3%A3o-%C3%A0-pesquisa.pdf

Lima, G. C, & Silva, S. B. (2020). Juventudes Rurais e Processos Educativos. Research, Society and Development, v. 9, n.11, e98591110691.

Lima, V. da S., Nunes, A., & Braga, E. dos S. de O. (2020). Oralidade africana e cultura afro-brasileira no ambiente educacional: algumas reflexões. Research, Society and Development, 9(4), e99942888. https://doi.org/10.33448/rsd-v9i4.2888

Loureiro, V. R. (2012). A Amazônia no século 21: novas formas de desenvolvimento. Revista Direito GV, São Paulo. 8(2). p. 527-552 | jul-dez.

Lousada, E. V., Costa, K. M., & Santos, O. Q. dos. (2020). A Constituição da Identidade Ribeirinha: Interface Linguagem e Cultura. Revista Amazônida: Revista Do Programa De Pós-Graduação Em Educação Da Universidade Federal Do Amazonas, 4(2), 01-18. https://doi.org/10.29280/rappge.v4i2.5531

Ludke, M. & André, M. E. D. A. (2013). Pesquisas em educação: uma abordagem qualitativa. São Paulo: E.P.U.

Marques, E. de S. A., & Carvalho, M. V. C. de. (2019). Vivência e prática educativa. Obutchénie: Revista De Didática E Psicologia Pedagógica, 3(2), 1-25. https://doi.org/10.14393/OBv3n2.a2019-51563

Mclaren, P. (2000). Multiculturalismo crítico. Peter McLaren: prefácio Paulo Freire: apresentação Moacir Gagotti: tradução Bebel Orofino Schaefer. 3ª ed. – São Paulo: Cortez: Instituto Paulo Freire, 2000. – (Coleção Prospectiva, v. 3)

Mészáros, I. (2008). A educação para além do capital. István Mészarós; tradução Isa Tavares. 2ª ed. São Paulo, São Paulo: Boitempo.

Mészáros, I. (2011). Para além do capital: rumo a uma teoria da transição / István Mészarós; tradução Paulo Cezar Castanheira, Sérgio Lessa. – 1ª ed. revista. - São Paulo: Boitempo.

Mezzaroba, C. (2020). Cultura escolar e cultura midiática enquanto “gramáticas estruturantes”: reflexões, possibilidades e limites. Revista Amazônida: Revista Do Programa De Pós-Graduação Em Educação Da Universidade Federal Do Amazonas, 4(2), 01-26. https://doi.org/10.29280/rappge.v4i2.5847

Morales, M. V., Sánchez, J. L., & Zúñiga, G. V. (2017). Vislumbres para a relevância cultural: O conhecimento pedagógico de um professor indígena de cabécar. Research, Society and Development, 5(3), 173-208. https://doi.org/10.17648/rsd-v5i3.113

Morin, E. (2003). A cabeça bem-feita: repensar a reforma, reformar o pensamento/ Edgar Morin; tradução: Eloá Jacobina. – 8ª ed. -Rio de Janeiro: Bertrand Brasil.

Nascimento, C. A. R., Souza, Érica de S. e, Pereira, L. B., & Simas, H. C. P. (2021). Educação Superior Indígena na perspectiva da Interculturalidade. Research, Society and Development, 10(2), e59110212979. https://doi.org/10.33448/rsd-v10i2.12979

Oliveira, M. de, Peixoto, R., & Maio, E. R. (2019). A educação enquanto promotora de uma cultura de paz:o foco nas questões de gênero e sexualidade. Revista Amazônida: Revista Do Programa De Pós-Graduação Em Educação Da Universidade Federal Do Amazonas, 3(2), 27-39. https://doi.org/10.29280/rappge.v3i2.4893

Peixoto, R., & Santos, S. F. dos . (2021). Lei 10639/2003: reflexões sobre a cultura afro-brasileira e o uso de imagens nos processos educacionais escolares. Research, Society and Development, 10(2), e48310212798. https://doi.org/10.33448/rsd-v10i2.12798

Pereira, A. S. et al. (2018). Metodologia da pesquisa científica. [free ebook]. Santa Maria: UAB/NTE/UFSM. https://www.ufsm.br/app/uploads/sites/358/2019/02/Metodologia-da-Pesquisa-Cientifica_final.pdf

Pereira, C. L., & Pereira, M. R. S. (2020). Etnomatemática escolar indígena: o uso de artefatos socioculturais no ensinar e aprender no Ensino Fundamental I. Research, Society and Development, 9(8), e373985341. https://doi.org/10.33448/rsd-v9i8.5341

Rocha, G., & Tosta, S. P. (2013). Antropologia & Educação. 2ª. Edição. Autêntica.

Santos, A. B.; Machado, J. A. da C., & Seráfico, M. (2015). Capítulo 4: Formação Socioeconômica do Estado do Amazonas. In: Castro, E. R. de; Campos, Í. (orgs). Formação Socioeconômica da Amazônia – Belém: NAEA, p. 173-224.

Serpa, L. G., Machado, C. J. dos S., Nascimento, G. A. do, & Almeida, A. R. de. (2021). Por uma educação a favor da práxis: ação, educação e cultura. Research, Society and Development, 10(1), e54210112104. https://doi.org/10.33448/rsd-v10i1.12104

Silva, M. A. da C. (2019). Influência da cultura na educação. Revista Científica Multidisciplinar Núcleo do Conhecimento. ano 4, e. 10, v. 11, pp. 114-128. Out. https://www.nucleodoconhecimento.com.br/educacao/cultura-na-educacao

Testa, W. L. (2020). Educação lazer e saúde: relato metodológico de educação a distância durante a pandemia do Covid-19. Research, Society and Development, v. 9, n.12, e19491210881.

Vasconcelos, M. E. de O. (2017). Educação do Campo no Amazonas: história e diálogos com a territorialidade das águas, das terras e das florestas. Tese (Doutorado). Universidade Federal do Pará. Belém.

Published

22/03/2021

How to Cite

PEREIRA, L. B.; NASCIMENTO, C. A. R. .; WEIGEL, V. A. C. de M. .; SIMAS, H. C. P. .; MENEZES, R. O. . Education as a culture practice in the Amazon. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 3, p. e46010313605, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i3.13605. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/13605. Acesso em: 12 apr. 2021.

Issue

Section

Human and Social Sciences