The use of beergame by students of an integrated technical course in administration

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i3.13716

Keywords:

Teaching and learning; Technologies in education; Basic education.

Abstract

The application of information technology in the area of ​​education has always been a major factor in the area of ​​education, as it provides teachers with expanded teaching methods and students with more learning opportunities. This study aims to analyze the use of technology applied in the classroom, through the use of BeerGame, with third year students of the integrated technical course and relate them to the teaching and learning process, enabling a more attractive view in a way dynamics, facilitating the student's language and understanding. Therefore, this article considers that through the technological resources presented in the classroom, they can assist in learning, facilitating comprehension and placing the student in possible real everyday situations. Among the main observed benefits that the game can provide for teachers, we highlight the possibility of displaying and explaining various business concepts in addition to helping the integration of an abstract theoretical concept with practice; for the students, the fun of the game promotes learning and this experience becomes more effective. Another key point observed was the systematic understanding of complex concepts such as finance, economics, management, among others.

Author Biographies

Euclides Brandao Maluf, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Minas Gerais

Professor do Departamento de Ciências Gerenciais e Humanas (DCGH) do IFMG - Campus Bambuí. Aluno de Doutorado do Programa Doctorado en Ciencias Empresariales y Sociales na UCES, Argentina. Pós-graduando em Docência com ênfase em Educação Básica pelo IFMG - Campus Arcos. Especialista em Gestão da Produção e Gestão Ambiental. Engenheiro de Produção pelo IFMG - Campus Bambuí (2017), com período sanduíche nos Estados Unidos da América na Morgan State University (2013) e Arizona State University (2014). É Agente Ambiental Florestal / Agrícola e de Educação Ambiental pelo IFMG - Campus Bambuí (2008-2009). Possui experiência em controle e planejamento da produção e da manutenção, desenvolvimento, aplicação e avaliação de indicadores de qualidade e manutenção na safra e entressafra, trabalhando como Controlador de PCM em uma usina do setor sucroenergético em Minas Gerias. Possui também experiência com simulação por eventos discretos e por agente, além de trabalhar com serviços comunitários nos Estados Unidos da América, Europa e na América Latina. Atualmente é responsável pelas disciplinas Engenharia Ergonômica, Administração da Produção I e II, Saúde, Segurança do Trabalho e Meio Ambiente, para os cursos superiores em Engenharia de Produção, Administração, Engenharia de Alimentos e nos cursos técnicos em Meio Ambiente e Administração. Atualmente co-orienta o Grupo de Estudos em Qualidade dos Alimentos (GEQUALI) e o Grupo de Estudo em Preservação Ambiental (GEPAM).

Amanda Camilo Graciano, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais

Graduada em Tecnologia em Alimentos pelo IFMG- Campus Bambuí (2012). Especialista em Processamento e controle de qualidade de produtos de origem animal pela Universidade Federal de Lavras (2016). Especialista em Vigilância Sanitária e Qualidade dos Alimentos pela Faculdade Venda Nova do Imigrante (2020). Pós Graduanda em Docência com ênfase na Educação Básica pelo IFMG-Campus Arcos.

Dandara Lorrayne do Nascimento, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais

Mestrado, em andamento, em Modelagem Matemática e Computacional, pelo Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais - CEFET MG, Graduação em Matemática pelo Instituto Federal de Minas Gerais - IFMG Campus Formiga (2018). Especialização em Matemática e Biologia - FAVENI (2019). Durante a graduação foi membro titular eleito do Conselho Acadêmico do IFMG, bolsista de iniciação científica na área de modelagem matemática (Um modelo matemático para a angiogênese em tumores sólidos), bolsista CAPES no Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) e bolsista em projeto de pesquisa, desenvolvimento e inovação (PD&I) junto a iniciativa privada e a Embrapii (Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial) na área de sistemas inteligentes. Atualmente é professora do Instituto Federal de Minas Gerais - IFMG Campus Arcos, atuando nos cursos de Engenharia Mecânica e Pós-Graduação em Docência. Possui experiência como professora e tutora em cursos de educação a distância.

References

Batista, M. S., & Baldissera, T. A. (2011). Uso de tecnologias em sala de aula:um estudo de caso com alunos e professores dos anos finais do ensino fundamental no município de Santiago- RS. Trabalho de Conclusão de Curso. Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria.

Bellomusto, M. P. (2018) Aplicação de métodos ativos de ensino aprendizagem na disciplina de logística empresarial do curso de graduação em Engenharia de Produção da UFSC. Monografia. Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.

Bernardi, S. T. (2010). Utilização de softwares educacionais nos processos de alfabetização, de ensino e aprendizagem com uma visão pedagógica. Revista de Educação do Ideau, Caxias do Sul, 5, (10), 15p.

Brown, J. S., Collins, A., & Duguid, P. (1989). Situated Cognition and the Culture of Learning. Educational Researcher, 18(1), 32–42.

Calvalcanti, E. S. et al.(2017). O uso de software educativo no ensino aprendizagem da disciplina de língua portuguesa. Anais do EDUCERE-Congresso Nacional De Educação, XII, Curitiba,Brasil, 10836- 10850.

Carmo, J. R., Paciulli, S. O. D. & Nascimento, D. L. (2020) O impacto do uso de Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC’s) por docentes dos Institutos Federais localizados em Minas Gerais em um contexto de pandemia. Research, Society and Development, 9(10), p. e5199108940.

Chopra, S., & Meindl, P. (2001). Supply Chain Management: Strategy, Planning, and Operation. Prentice Hall.

Cunha, E., & Lima, R. (2004). O Jogo da Cadeia de Suprimentos: uma proposta econômica e prática para a simulação de conceitos logísticos em sala de aula. Anais do Encontro nacional de engenharia de produção, ABEPRO. Florianópolis-SC, Brasil, 24.

Filho, N. N., & Matos, E. L. M. (2010). A arte de envolver o aluno na aprendizagem de ciências utilizando softwares educacionais. Educar em Revista, v.2, p. 121-136. https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-40602010000500007

Fioriolli, J. C., & Fogliatto, F. S. (2009). Modelagem do efeito chicote em ambientes com demanda e lead time estocásticos mediante uma nova política de tratamento dos excessos de estoque. Revista Produção, 19(1), 27- 40.

Gabriel, M. (2013). O professor está preparado para uma classe digital? https://desafiosdaeducacao.grupoa.com.br/professor-esta-preparado-para-uma-classe-digital/.

Garcia, J. R., et al. (2017). Proposição de aplicações de jogos para o ensino da Gestão da Produção e Logística nos cursos de Engenharia. Anais do Congresso Brasileiro de Ensino de Engenharia, XLI, Joinville, UDESC.

Hayashi, C. (2020) Tecnologias digitais na Educação a Distância: fases, modelos, plataformas e ferramentas. Research, Society and Development, 9(10), p. e8079109295.

Hermann, W, Coqueiro, V. S., & Pacheco, P. S. (2020). Um panorama das publicações de quatro periódicos da área de educação de matemática a respeito de jogos como recursos didáticos para o ensino de matemática. Research, Society and Development, 9(10), e6639109002.

Koche, J. C. (2011). Fundamentos de metodologia científica. Vozes.

Leite, L. S. Tecnologia educacional: descubra suas possibilidades na sala de aula. (5a ed.), Vozes.

Lira, P. H. G. (2020). O uso de jogos em sala de aula no ensino de logística empresarial. 2020. 22 f. Trabalho de Conclusão de Curso. Universidade Estadual da Paraíba, Patos.

Maciel, K. A., Maciel, K. A., & Amorim, L. S. (2020). Metodologias de avaliação empregadas no curso superior de tecnologia em telemática no Instituto Federal do Ceará (IFCE) – Campus Tauá: análise comparativa. Research, Society and Development, 9(10), e4639108731.

Martinez-Moyano, I., Rahn, J., & Spencer, R. (2005). The Beer Game: Its History and Rule Change. http://www.systemdynamics.org/conferences/2005/pro ceed/papers/MARTI473.pdf

Martins, G. A., & Theóphilo, C. R. (2009). Metodologia da investigação científica para ciências sociais aplicadas. (2a ed). Atlas.

Pereira, A. S., Shitsuka, D. M., Pereira, F. J., & Shitsuka, R. (2018). Metodologia da pesquisa científica. UFSM.

Pinheiro, E. V. et al. (2016) Um modelo de simulação do jogo da cerveja para o estudo do impacto da informação na mitigação do efeito chicote na cadeia de suprimentos: ferramenta para apoio educacional em gestão da cadeia de suprimento. GEPROS. Gestão da Produção, Operações e Sistemas, 11(2), 53-65.

Scattone, C., & Masini, E. F. S. O software educativo no processo de ensino-aprendizagem: um estudo de opinião de alunos de uma quarta série do ensino fundamental. Revista da Associação Brasileira de Psicopedagogia, 24, (75), 240-250, 2007. https://www.revistapsicopedagogia.com.br/detalhes/333/o-software-educativo-no-processo-de-ensino-aprendizagem--um-estudo-de-opiniao-de-alunos-de-uma-quarta-serie-do-ensino-fundamental.

Silva, R. da S. (2016). Uso de atividades gamificadas no ensino técnico profissional: uma proposta pedagógica. Dissertação do Mestrado em Gestão Educacional - Universidade Vale do Rio dos Sinos, São Leopoldo.

Silva, R. S. (2013). Aplicação da lógica MRP/DRP no Beer Game através do desenvolvimento de uma planilha como ferramenta de capacitação. Trabalho de Conclusão de Curso de Engenharia de Produção da Escola Politécnica da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro.

Souza, M. C. et al. (2019). Beer Game: jogo empresarial como método de aprendizagem no ensino superior. Brazilian Journal of Development, 5(12).

Tajra, S. F. (2001) Informática na educação. (6a ed), Érica.

Toleto, B. S. (2014). O uso de softwares como ferramenta de ensino- aprendizagem na educação do ensino médio/técnico no Instituto Federal de Minas Gerais. Dissertação do Mestrado Profissional em Sistemas de Informação e Gestão do Conhecimento - Universidade FUMEC, Belo Horizonte-Minas Gerais.

Titton, L. A. (2006). Jogos de Empresas: decisões de carteiras em um jogo de bancos. Dissertação do Mestrado em Administração - Universidade de São Paulo, São Paulo.

Published

26/03/2021

How to Cite

MALUF, E. B.; GRACIANO, A. C. .; NASCIMENTO, . D. L. do. The use of beergame by students of an integrated technical course in administration. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 3, p. e55110313716, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i3.13716. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/13716. Acesso em: 14 apr. 2021.

Issue

Section

Education Sciences