The use of the IRAMUTEQ software in content analysis - a comparative study between the ProfEPT course completion works and the program references

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i4.13786

Keywords:

Qualitative analysis; Teaching; Content analysis; IRAMUTEQ.

Abstract

This article aims to highlight the usability of the IRaMuTeq software, analyzing and comparing the TCC, summaries of the students of the Professional Master in Professional and Technological Education - ProfEPT, available on the Sucupira Platform in December 2019 with the bibliography indicated in the access exams to the Program. The use of the IRaMuTeq software proves to be an important tool for organizing data for conducting content analysis, proposed by Bardin (1977), as it allows several organizations of the analyzed content, among them those of the Lexographic, Specificities, Factor Analysis Correspondence (AFC), Descending Hierarchical Classification Method (CHD), Similitude Analysis and Word Cloud. The application of the IRaMuTeQ software made it possible to perform these analyzes more quickly and demonstrated that there is a consonance between the terms used by ProfEPT students in their TCCs and the theoretical references of the program. The software proved to be quite useful, especially in phase two of the content analysis technique, proposed by Bardin (1977), however, to fully apply this technique, the role of the researcher in phase three is essential, when discussing and interpreting the results demonstrated by the free software IRaMuTeq.

References

Bardin, L. (1977). Análise de Conteúdo. Lisboa: Edições 70.

Camargo, B. V. & Justo, A. M. (2013). Tutorial para uso do software de análise textual IRAMUTEQ. Laboratório de Psicologia Social da Comunicação e Cognição, Universidade Federal de Santa Catarina. Recuperado de: http://www.iramuteq.org/documentation /fichiers/tutoriel-en-portugais

Campos, C. J. G. (2004). Método de análise de conteúdo: ferramenta para a análise de dados qualitativos no campo da saúde. Revista Brasileira de Enfermagem, 57(5), 611-614. https://doi.org/10.1590/S0034-71672004000500019

Carmo, H., Braum, L., & Sá, E. (2018). Descontinuidade tecnológica em patentes envolvendo o uso de cinzas de carvão: análise baseada em conteúdo textual. Revista Metropolitana de Sustentabilidade (ISSN 2318-3233), 8(2), 49-66. http://revistaseletronicas .fmu.br/index.php/rms/article/view/ 1273

Fonseca, P. A. A. da. (2017). Poder e Discurso: Uma análise de conteúdo do discurso de posse dos Ministros das Relações Exteriores do Brasil (2003-2016). 9º Congresso Latino-Americano de Ciência Política, organizado pela Associação Latino-americana de Ciência Política (ALACIP). Montevidéu, 26 ao 28 de julho de 2017.

Freire, P. (2005). Pedagogia do Oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra.

Freire, P. (1996). Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra.

Frigotto, G. (2009). A polissemia da categoria trabalho e a batalha das ideias nas sociedades de classe. Revista Brasileira de Educação, 14(40), 168 194. https://doi.org/10.1590/S1413- 24782009000100014

Frigotto, G.; Ciavatta, M.; Ramos, M. (orgs.). (2005). Ensino médio integrado: concepção e contradições. São Paulo: Cortez.

Gil, A. C. (2008). Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Atlas.

Kuenzer, A. Z. (Org.). (2007). Ensino Médio: construindo uma Proposta para os que vivem do Trabalho. São Paulo: Cortez.

Libâneo, J. C., (1983). Tendências pedagógicas na prática escolar. Revista da Ande, São Paulo, v. 3, nº 6, p. 11-19.https://praxistecnologica.files.wordpress.com/2014/08/tendencias_pedagogicas_ libaneo.pdf

Lima, F. O., Alonço, M., & Ritter, O. M. S. (2021). A análise de conteúdo como metodologia nos periódicos Qualis-CAPES A1 no Ensino de Ciências. Research, Society and Development, 10(3), e43110313378. https://doi.org/10.33448/rsd-v10i3.13378

Manacorda, M. A. (1990). O princípio educativo em Gramsci. Porto Alegre: Artmed.

Marx, Karl. (1968). O Capital. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira.

Moll, J. et al. (2010). Educação profissional e tecnológica no Brasil contemporâneo: desafios, tensões e possibilidades. Porto Alegre: Artmed.

Moraes, R. (1999). Análise de conteúdo. Revista Educação, Porto Alegre, 22(37). 7-32.

Moura, S. R. B.; Marques Junior, M. A. S. S.; Rocha, A. K. L.; Vieira, J. P. P. N.; Mesquita, G. V.; Brito, J.N.P.O. (2015). Análise de similitude dos fatores associados à queda de idosos. Revista Interdisciplinar, 8(1). 167-173.

Pacheco, E. (20015). Fundamentos Político-Pedagógicos dos Institutos Federais: diretrizes para uma educação profissional e tecnológica transformadora. Natal: IFRN. https://memoria.ifrn.edu.br/handle /1044/1018

Paro, V. H. (2007). Gestão Escolar, Democracia e Qualidade do Ensino. São Paulo: Editora Ática.

Pereira A.S. et al. (2018). Metodologia da Pesquisa Científica. https://repositorio.ufsm. br/bitstream/handle/1/15824/Lic_Computacao_Metodologia-Pesquisa-Cientifica.pdf?sequence=1

Ratinaud, P. (2009). IRAMUTEQ: Interface de R pour les Analyses Multidimensionnelles de Textes et de Questionnaires [Computer software]. http://www.iramuteq.org

Saviani, D. (1989). Sobre a concepção de politecnia. Rio de Janeiro: Fiocruz.

Salviati, M. E. (2017). Manual do aplicativo Iramuteq. Planaltina. http://www.iramuteq.org/ documentation/fichiers/manual-do-aplicativo-iramuteq-par-maria-elisabeth-salviati

Santos F.M. (2012). Análise de conteúdo: a visão de Laurence Bardin. Rev eletrônica Educ [on-line]. 6(1). 383-387. http://www.reveduc.ufscar.br /index.php/reveduc/article/viewFile/291/156

Santos, A. L. S. dos.; Pereira. I. V.; Ferreira. A. M. R. & Palmeira. I. P. (2018). Percepções de portadores de hanseníase sobre as reações hansênicas e o cuidado de si. Revista Pan-Amazônica de Saúde, 9(4), 37-46. https://dx.doi.org/10.5123/s2176-62232018000400004

Silva, F. M. C. da & Abreu, J. C. A. de. (2018). A responsabilidade social corporativa analisada em Exame.com. DESENVOLVE: Revista de Gestão do Unilasalle, 7(2), 09-22. DOI: http://dx.doi.org/ 10.18316/desenv.v7i2.4389.

Silva, A. H. & Fossá, M. I. T. (2013). Análise de conteúdo: exemplo de aplicação da técnica para análise de dados qualitativos. 2013. In: IV Encontro de Ensino e Pesquisa em Administração e Contabilidade. Brasília, DF.

Vilela, R. B., Ribeiro, A. & Batista, N. A. (2020). Nuvem de palavras como ferramenta de análise de conteúdo: uma aplicação aos desafios do ensino no mestrado profissional. Millenium, 2(11), 29- 36. DOI: https://doi.org/10.29352/mill0211.03.00230.

Zabala, A. (1998). A prática educativa: como ensinar. Porto Alegre: ArtMed.

Zabala, A. (1999). Como trabalhar os conteúdos procedimentais em aula. 2ed. Porto Alegre: ArtMed.

Published

31/03/2021

How to Cite

KLANT, L. M.; SANTOS, V. S. dos . The use of the IRAMUTEQ software in content analysis - a comparative study between the ProfEPT course completion works and the program references . Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 4, p. e8210413786, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i4.13786. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/13786. Acesso em: 14 apr. 2021.

Issue

Section

Education Sciences