Profile of cytopathological exams performed by the Women's Health Center of Piripiri, Piauí from October 2018 to October 2019

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i4.13984

Keywords:

Cytopathological examination; Pap smear; Cervical diseases.

Abstract

Objective: To define the profile of the gynecological cytopathology exams performed at the Women's Health Center from October 2018 to October 2019. Methodology: this is a descriptive research with a quantitative approach and of a documentary nature, in which data from registers were used. secondary in the analyzed period, considering the information on the number of changes seen in the tests performed, cases related to the HPV virus, the number of biopsies performed and the age groups of the patients assisted in the chosen months. Results: it was observed that a greater expression of ASC-US changes detected in the registered exams, in addition to HPV detection in almost every month analyzed. Conclusion there is a need to monitor and value the data and information on care services in the area of ​​cytopathology, to avoid underreporting and provide greater control of these data, reinforcing the active search for pathologies related to the cervix, such as cancer.

References

Abreu, M. N. S., et al (2018). Conhecimento e percepção sobre o HPV na população com mais de 18 anos da cidade de Ipatinga, MG, Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, 23(3), 849-860. https://doi.org/10.1590/1413-81232018233.00102016

Aguiar, L. S., et al (2011). Avaliação crítica das nomenclaturas diagnósticas dos exames citopatológicos cervicais utilizadas no Sistema Único de Saúde (SUS). Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia, 33(3), 144-149. https://doi.org/10.1590/S0100-72032011000300008

Ahmed, H. G., Bensumaidea, S. H., & Ashankyty, I. M. (2015). Frequency of Human Papilloma Virus (HPV) subtypes 31,33,35,39 and 45 among Yemeni women with cervical cancer. Infectious agents and cancer, 10, 29. https://doi.org/10.1186/s13027-015-0026-9

Baia, E. M. et al. (2018). Dificuldade enfrentadas pelas mulheres para realizar o exame Papanicolau: revisão integrativa. Revista Nursing, 21(238): 2068-2074. http://www.revistanursing.com.br/revistas/238-Marco2018/dificuldades_enfrentadas_pelas_mulheres.pdf.

Bierhals, N. D. et al. (2017). Prevalência de HPV em mulheres atendidas no ambulatório de ginecologia do HSC. Seminário de Iniciação Científica, p. 10. https://online.unisc.br/acadnet/anais/index.php/semic/article/view/17369.

Brasil. Ministério da saúde. Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA). Estimativa | 2020 Incidência de Câncer no Brasil. https://www.inca.gov.br/sites/ufu.sti.inca.local/files/media/document/estimativa-2020-incidencia-de-cancer-no-brasil.pdf.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Guia prático sobre HPV: guia de perguntas e respostas para profissionais de saúde. Brasília, DF: Ministério da Saúde, 2013.

Brito-Silva, K., et al (2014). Integralidade no cuidado ao câncer do colo do útero: avaliação do acesso. Revista de Saúde Pública, 48(2), 240-248. https://doi.org/10.1590/S0034-8910.2014048004852

Carvalho, B. G., et al (2015). Integralidade do cuidado no Programa de Controle do Câncer de Colo Uterino: visão das usuárias com alteração na citologia oncótica. Saúde em Debate, 39(106), 707-717. https://doi.org/10.1590/0103-1104201510600030012.

Araujo, S. C. F.a de, et al (2013). Eficácia das vacinas comercialmente disponíveis contra a infecção pelo papilomavírus em mulheres: revisão sistemática e metanálise. Cadernos de Saúde Pública, 29(1), s32-s44. https://doi.org/10.1590/0102-311X00163512

Melo, M. C. S. C. de, Vilela, F., Salimena, A. M. de O., & Souza, I. E. de O. (2012). O Enfermeiro na Prevenção do Câncer do Colo do Útero: o Cotidiano da Atenção Primária. Revista Brasileira De Cancerologia, 58(3), 389-398. https://doi.org/10.32635/2176-9745.RBC.2012v58n3.590

Feijó, J. K., & Cavagnol, G. (2018). Prevalência de atipias de significado indeterminado e sua relação com o papilomavírus em uma população de Caxias do Sul. RBAC, 50(2): 144-8. Disponível em: http://www.rbac.org.br/artigos/prevalencia-de-atipias-de-significado-indeterminado-e-sua-relacao-com-o-papilomavirus-em-uma-populacao-de-caxias-do-sul/. Acesso em: 04 jul. 2020.

Xu, H. H., Lin, A., Chen, Y. H. et al. (2017). Características de prevalência de genótipos cervicais do papilomavírus humano (HPV) na área de Taizhou, China: um estudo transversal de 37.967 mulheres da população em geral. BMJ Open 7: e014135. 10.1136 / bmjopen-2016-014135.

Hwang, H., Follen, M., Guillaud, M., Scheurer, M., MacAulay, C., MacAulay, C., Staerkel, G. A., van Niekerk, D., & Yamal, J. M. (2020). Cervical cytology reproducibility and associated clinical and demographic factors. Diagnostic cytopathology, 48(1), 35–42. https://doi.org/10.1002/dc.24325

Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva. Coordenação de Prevenção e Vigilância. Divisão de Detecção Precoce e Apoio à Organização de Rede. Diretrizes brasileiras para o rastreamento do câncer do colo do útero. INCA, 2016. http://www.ans.gov.br/images/stories/Particitacao_da_sociedade/2016_gt_oncologia/gt_oncorede_reuniao7_diretrizes_cancer_colo.pdf.

Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva. Controle do câncer do colo do útero: Fatores de risco. INCA; 2017.

Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva. Tipos de câncer. Rio de Janeiro: INCA, 2019. https://www.inca.gov.br/tipos-de-cancer.

Lima, D. N. O. (2012). Atlas de Citopatologia Ginecológica. Brasília: Ministério da Saúde, 2012. http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/atlas_citopatologia_ginecologica.pdf.

Medeiros, F. K. F., Leite, K. N. S., de Souza, T. A., Nunes, G. S., de Sousa, K. M., & César, E. S. R. (2019). A percepção dos estudantes de enfermagem sobre o exame papanicolau para diagnóstico das doenças ginecológicas. Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental, 1167-1172.

Miranda, A. P. Rezende, E. V. Romero, N. S. A. (2018). Percepção e adesão das mulheres ao exame citopatológico. Revista Nursing, 21(246):2435-2438. http://www.revistanursing.com.br/revistas/246/pg29.pdf.

Oliveira, G. G. de, Oliveira, J. M. da S. C. de, Eleutério, R. M. N., & Eleutério Júnior, J. (2018). Management of atypical squamous cell cases: A prospective study of women seen at a private health service in northeastern Brazil. Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetricia, 40(3), 121–126. https://doi.org/10.1055/s-0038-1639466

PINTO, G. V. S. Determinantes do clearance da infecção pelo Papilomavírus Humano (HPV) em mulheres em idade reprodutiva: influência de fatores comportamentais, coinfecções sexualmente transmissíveis e resposta imune inata. Repositório Institucional UNESP. Tese de Doutorado, 2019. http://hdl.handle.net/11449/190647.

Rama, C. H. et al. (2008). Prevalência do HPV em mulheres rastreadas para o câncer cervical. Rev. Saúde Pública, 42(1): 123-130. http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89102008000100016&lng=en&nrm=iso.

Ribeiro JF, Silva ARV, Campelo VC, Santos SLD, Coêlho DMM. Perfil sociodemográfico e clínico de mulheres com câncer do colo do útero em uma cidade do Nordeste. Rev. G&S. 6(2):Pag. 1367-1381. https://periodicos.unb.br/index.php/rgs/article/view/2921

Silva, D. S. M. da, et al (2014). Rastreamento do câncer do colo do útero no Estado do Maranhão, Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, 19(4), 1163-1170. https://doi.org/10.1590/1413-81232014194.00372013

Silva, M. A., Walois, V. S. S. (2020). Prevalência de infecções por HPV nas citologias oncóticas da cidade de Paulo Afonso/BA. Revista Científica do UniRios, 163, 2020. https://www.unirios.edu.br/revistarios/media/revistas/2020/23/prevalencia_de_infeccoes_por_hpv_nas_citologias_oncoticas_da_ci dade_paulo_afonso_ba.pdf.

Slovinski, B., Slovinski, J., & Oliveira, H. (2020). Exame preventivo de colo do útero: análise do perfil das usuárias e dos dados de incidência de câncer. Fag journal of health (FJH), 2(2), 273-283. https://doi.org/10.35984/fjh.v2i2.160

Souza, A., Suto, C., Costa, L., Almeida, E., Oliveira, J., & Evangelista, T. (2019). Pap smear: profile of women and assisted quality assessment and access to the service / Exame citopatológico de câncer de colo do útero: acesso e qualidade no atendimento. Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online, 11(1), 97-104. doi:http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2019.v11i1.97-104

Souza, D. S. (2019). A aplicabilidade da colpocitologia oncótica para o rastreamento das alterações celulares causadas pelo papiloma vírus humano. Trabalho de Conclusão de Curso. Universidade Cruzeiro do Sul. https://repositorio.cruzeirodosul.edu.br/bitstre am/123456789/367/1/Deise%20da%20Silva%20Souza%20-%20TCC%20.pdf.

Teixeira, L. O., Vieira, V. C., Germano, F. N., Gonçalves, C. V., Soares, M. A., & Martinez, A. M. B. (2016). Prevalência dos tipos de Papilomavírus Humano em mulheres atendidas em um Hospital Universitário no Sul do Brasil. Medicina (Ribeirão Preto), 49(2), 116-123. https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v49i2p116-123

Viana, J. N., Moysés, R. P. C., Espir, T. T., Sousa, G. A. de, Barcellos, J. F. M., & Alves, M. da G. P. (2019). Determinantes sociais da saúde e prevenção secundária do câncer do colo do útero no Estado do Amazonas, Brasil. Medicina (Ribeirão Preto), 52(2), 110-120. https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v52i2p110-120.

Published

08/04/2021

How to Cite

LIMA , W. F. .; SOUSA, M. R. N.; SILVA, M. da; OLIVEIRA , A. P. M.; BARROS , S. S. .; ROCHA, G. M. de M. .; ARAÚJO, R. R. M. de; CARVALHO, G. C. G. .; LEITE, N. F. de B. .; OLIVEIRA, G. A. L. de. Profile of cytopathological exams performed by the Women’s Health Center of Piripiri, Piauí from October 2018 to October 2019. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 4, p. e22310413984, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i4.13984. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/13984. Acesso em: 8 may. 2021.

Issue

Section

Health Sciences