Characterization of ambulatory emergency care in minas gerais and implications on the role of nursing

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i4.14020

Keywords:

Nursing; Emergencies; Outpatient care.

Abstract

Objective: It aims to carry out the description of the data provided by the Ambulatory Information System on urgent care, describing the relevance and role of nursing. Methods: This is a descriptive study with a quantitative approach. A time series analysis of emergency care in the State of Minas Gerais, from January to December 2019, was carried out through the Ambulatory Information System. Results: Through the analysis of the data, it was possible to observe variations in the amount of emergency calls, in relation to the same ones performed by professional nurses and in terms of calls by level of complexity, with emphasis on the month of December. Conclusion: It is necessary to value nursing professionals, strengthen Primary Care as a gateway to the health system and promote health education, clarifying the responsibilities of each service.

References

Resolução n. 510, de 07 de abril de 2016. Denominando-a normas aplicáveis a pesquisas em Ciências Humanas e Sociais. https://bvsms.saude.gov.br.

Resolução n. 661, de 11 de março de 2021. Atualiza e normatiza, no âmbito do Sistema Cofen/Conselhos Regionais de Enfermagem, a participação da Equipe de Enfermagem na atividade de Classificação de Risco. http://www.cofen.gov.br/resolucao-cofen-no-661-2021_85839.html.

de Brito, G. V., Albuquerque, I. M. A. N., Ribeiro, M. A., Ponte, E. C. S., Moreira, R. M. M., & Linhares, M. D. G. C. (2018). Consulta de Puericultura na Estratégia Saúde da Família: Percepção de Enfermeiros. Revista de APS, 21(1).

Camargo Neto, O., Andrade, G. K. S. D., Karpiuck, L. B., & Ganassin, A. R. (2018). A Atuação do Enfermeiro no Sistema de Acolhimento e Classificação de Risco nos Serviços de Saúde. J. health sci (Londrina).

Cassettari, S. D. S. R., & Mello, A. L. S. F. D. (2017). Demanda e tipo de atendimento realizado em Unidades de Pronto Atendimento do município de FLORIANÓPOLIS, Brasil. Texto & Contexto-Enfermagem, 26(1).

Costa, D. R. (2017). Auditoria de contas ambulatoriais no sistema único de saúde no estado do Piauí. Revista de Administração em Saúde, 17(68).

Coster, J. E., Turner, J. K., Bradbury, D., & Cantrell, A. (2017). Why do people choose emergency and urgent care services? A rapid review utilizing a systematic literature search and narrative synthesis. Academic emergency medicine, 24(9), 1137-1149.

da Cruz, A. B., Wanzeler, K. M., de Sena Bastos, D. A., Pinheiro, P. D. N. Q., dos Santos, É. A. F., Fayal, Y. L., & Barbosa, E. V. (2020). Processo de enfermagem em práticas de urgência e emergência: relato de experiência. Revista Eletrônica Acervo Saúde, (38), e1857-e1857.

Freire, G. V., Araújo, E. T. H., de Brito Araújo, E., da Silva Alves, L., Freire, A. C. M., & de Sousa, G. F. (2019). Liderança do enfermeiro nos serviços de urgencia e emergencia: revisão integrativa/Nursing leadership in urgency and emergency services: integrative review. Brazilian Journal of Health Review, 2(3), 2029-2041.

de Albuquerque Freire, R. M., Landeiro, M. J. L., Martins, T., & Peres, H. H. C. (2016). Um olhar sobre a promoção da saúde e a prevenção de complicações: diferenças de contextos. Revista Latino-Americana de Enfermagem, 24, e2749.

Lessa, G. (2017). Análise da política de atenção as urgências em Santa Catarina.

da Motta, M. V., Mena, H., & Piacsek, G. (2017). Urgência e Emergência. Os conceitos frente às normas administrativas e legais e suas implicações na clínica médica. Saúde, Ética & Justiça, 22(2), 81-94.

Morais Filho, L. A., Martini, J. G., de Oliveira Vargas, M. A., Reibnitz, K. S., Bitencourt, J. V. O. V., Lazzari, D. (2016). Competência legal do enfermeiro na urgência/emergência. Rev. Enfermagem em Foco, 7 (1): 18-23.

Moreira, A. D. (2015). Principais causas da superlotação de uma emergência em um Hospital privado de Porto Alegre.

Oliveira, F. E. G., Santos, A. S., & Roquete, F. F. (2017). O uso das informações de custo em serviços públicos de urgência e emergência. Rev. Gestão & Saúde (Brasília) Vol, 8, 230-253.

Pereira, J. A., Ruas, J. P. P., de Oliveira Flausino, V., Barbosa, A. F. N., dos Santos Ferreira, T. V., Correia, T. C., & Lima, B. A. L. (2019). Perfil epidemiológico da demanda em unidades de emergência hospitalar: uma revisão de literatura. Revista Eletrônica Acervo Saúde, (32), e1178-e1178.

Raknes, G., & Hunskaar, S. (2017). Reasons for encounter by different levels of urgency in out-of-hours emergency primary health care in Norway: a cross sectional study. BMC emergency medicine, 17(1), 19.

Santana, R. D. S., Fontes, F. L. D. L., Morais, M. J. D. A., Costa, G. D. S., Silva, R. K. D., Araújo, C. S. D., & Pereira, R. I. D. N. (2019). Estresse ocupacional dos enfermeiros de urgência e emergência de um hospital público de Teresina (PI). Revista Brasileira de Medicina do Trabalho, 17(1), 76-82.

Santos, J. L. G. D., Lima, M. A. D. D. S., Pestana, A. L., Colomé, I. C. D. S., & Erdmann, A. L. (2016). Estratégias utilizadas pelos enfermeiros para promover o trabalho em equipe em um serviço de emergência. Revista Gaúcha de Enfermagem, 37(1).

Silva, A. M. S. M., & Invenção, A. S. (2018). A atuação do enfermeiro no atendimento de urgência e emergência. UNILUS Ensino e Pesquisa, 15(39), 5-13.

Sousa, K. H. J. F., Damasceno, C. K. C. S., Almeida, C. A. P. L., Magalhães, J. M., & Ferreira, M. D. A. (2019). Humanization in urgent and emergency services: Contributions to nursing care. Rev. Gauch. Enferm, 40, e20180263.

Strada, A., Bravi, F., Valpiani, G., Bentivegna, R., & Carradori, T. (2019). Do health care professionals’ perceptions help to measure the degree of overcrowding in the emergency department? A pilot study in an Italian University hospital. BMC Emergency Medicine, 19(1), 47.

Siochetta, T. M., da Silva, A., Beuren, A. C., & de Almeida, S. D. M. (2019). Baixa resolutividade na rede de atenção à saúde: um problema vigente. Revista saúde integrada, 12(23), 190-203.

Usui, M. & Yamauchi, T. (2019). Orientando pacientes para o cuidado adequado: desenvolvendo as competências do enfermeiro de triagem ambulatorial japonês. Nagoya Journal of Medical Science, 81 (4), 597.

Viana, L. S., & de Andrade Ferreira, M. D. F. (2018). A Educação Ambiental na formação inicial do professor-pedagogo: um estudo descritivo no sudoeste da Bahia. Revista Brasileira de Educação Ambiental (RevBEA), 13(2), 308-331.

Will, R. C., Farias, R. G., Jesus, H. P. D., & Rosa, T. (2020). Cuidados de enfermagem aos pacientes politraumatizados atendidos na emergência. Nursing (Säo Paulo), 3766-3777.

Published

16/04/2021

How to Cite

FREITAS, J. L. de C. .; REIS, M. C. A. dos .; SILVA, F. M. de R. e .; QUADROS, K. A. N. .; CORTEZ, E. N. .; PENA, H. P. .; OLIVEIRA, F. de .; SANTOS, R. C. dos .; FREITAS, T. R. .; ANDRADE, S. N. . Characterization of ambulatory emergency care in minas gerais and implications on the role of nursing. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 4, p. e40510414020, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i4.14020. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/14020. Acesso em: 7 may. 2021.

Issue

Section

Health Sciences