Care of obstetric nurses with pregnant pregnant women in a municipal maternity in Teresina-PI

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i4.14042

Keywords:

Escorts; Nursing care; Obstetric nurses; Humanization of care; Parturients.

Abstract

For birth to occur naturally it is necessary that there are no unnecessary complications or procedures. To avoid complications, nurses should plan a humanized and effective care with individualized care directed to each situation experienced by the woman during all the phases of labor. The study aims to analyze the care of obstetricians with pregnant women in preterm delivery at a maternity hospital in Teresina-PI. This is a qualitative study with a descriptive approach developed in a Public Maternity in the municipality of Teresina-PI from August to October 2018. The study was attended by eight obstetrician nurses in the exercise of their function. Nurses with specialization in obstetrics and who directly assist pregnant women in the prepartum were included; excluding only those who were on vacation or leave while conducting the survey. A semi-structured script was used to collect the data and, for analysis, the Content Analysis technique was applied. It was evidenced that nurses work broadly from admission, guiding the process of labor and its phases, to the care exercised during the pre-delivery stimulating so that the pregnant woman has rapid dilation and with decreased pain. It is necessary that the nurses exercise principles of humanization of care, value the reception, the practice of listening to the patient and the respectful relationship between professionals / clients. The study is expected to contribute to the expansion of obstetrical nurses' activity, and to the quest for quality of services, especially with full care of women during labor.

References

Bardin, L. (2016). Análise de Conteúdo. São Paulo: Edições 70.

Calegari, R. D. C., Massarollo, M. C. K. B., & Santos, M. J. D. (2015). Humanização da assistência à saúde na percepção de enfermeiros e médicos de um hospital privado. Revista da Escola de Enfermagem da USP, 49(SPE2), 42-47.

Costa, R. L. M. (2017). Contribuições da enfermagem obstétrica para uma assistência segura e de qualidade em um hospital público alagoano: um relato de experiência. Gep News, 1(2), 25-31.

Frello, A. T., Carraro, T. E., & Bernardi, M. C. (2011). Cuidado e conforto no parto: estudos na enfermagem brasileira. Revista Baiana de Enfermagem‏, 25(2).

Frigo, J., Ferreira, D. G., Ascari, R. A., Marin, S. M., Adamy, E. K., & Busnello, G. (2013). Assistência de enfermagem ea perspectiva da mulher no trabalho de parto e parto. Cogitare Enfermagem, 18(4), 761-766.

Gomes, A. R. M., Sousa Pontes, D., Pereira, C. C. A., Brasil, A. D. O. M., & Moraes, L. D. C. A. (2014). Assistência de enfermagem obstétrica na humanização do parto normal. Revista Recien-Revista Científica de Enfermagem, 4(11), 23-27.

Gomes, M. L., & Moura, M. A. V. (2012). Modelo humanizado de atenção ao parto no Brasil: evidências na produção científica . Revista Enfermagem UERJ, 20(2), 248-253.

Lima, M. J., Leite, A. R., Duarte, V. F., Fernandes, E. S. B., & Fernades, N. T. (2017). A utilização do partograma pela enfermagem no trabalho de parto sem distocia. Revista da Universidade Vale do Rio Verde, 15(1), 537-546.

Mattos, D.V., Vandenberghe, L., Martins, C.A. (2016). O enfermeiro obstetra no parto domiciliar planejado. Rev de Enfermagem UFPE on-line. 10(2), p.568- 575.

Medeiros, J., Hamad, G. B. N. Z., Costa, R. R. D. O., Chaves, A. E. P., & Medeiros, S. M. D. (2015). Métodos não farmacológicos no alívio da dor de parto: percepção de puérperas. Espaç Saúde [Internet], 16(2), 37-44.

Menezes, M. G. B., & Dias, D. F. S. (2012). A humanização do cuidado no pré-parto e parto. SynThesis Rev Digital FAPAM. 3(3),24-36.

Nomura, R. M. Y., Paiva, L. V., Costa, V. N., Liao, A. W., & Zugaib, M. (2012). Influência do estado nutricional materno, ganho de peso e consumo energético sobre o crescimento fetal, em gestações de alto risco. Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia, 34(3), 107-112.

Oliveira, E. C., Meira Barbosa, S., & Melo, S. E. P. (2016). A importância do acompanhamento pré-natal realizado por enfermeiros. Revista Científica FacMais, 7(3).

Pereira, A. L.F., & Bento, A. D. (2011). Autonomia no parto normal na perspectiva das mulheres atendidas na casa de parto. Rev Rene, 12(3), 471-477.

Pieszak, G. M., Terra, M. G., Neves, E. T., Pimenta, L. F., Mello Padoin, S. M., & Ressel, L. B. (2013). Percepção dos profissionais de enfermagem acerca do cuidar em centro obstétrico. Revista da Rede de Enfermagem do Nordeste, 14(3), 568-578.

Porto, A. A. S., da Costa, L. P., & Velloso, N. A. (2015). Humanização da assistência ao parto natural: uma revisão integrativa. CIÊNCIA & TECNOLOGIA, 1(1), 12-19.

Ramos, V.M.A. (2016) Assistência da enfermeira obstétrica ao parto baseado em evidências. 88 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro.

Rezende, M.M.R.D., Soares, N.R., Silva, R.C.V. (2015). Atuação humanizada no parto natural sob a ótica da enfermeira obstetra. 11 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal da Bahia.

Ribeiro, J. F., Machado, P. H. F., Silva Araújo, K. R., & Abreu Sepúlvedra, B. (2016). Assistência ao parto normal sob o olhar da parturiente. Revista Eletrônica Gestão e Saúde, (1), 113-125.

Santos, A. C., Monteiro, R. A. L. S. (2017). Métodos não farmacológicos utilizados pelo enfermeiro para alivio da dor no trabalho de parto. Rev Nambiquara, 6(1),77-86.

Santos, G. S., Souza, J. L., Almeida, L. S. D., & Gusmão, M. H. (2012). A importância do enfermeiro no atendimento humanizado no pré-parto. Diálogos Ciênc [Internet], 224-8.

Silva, A. L. S., Nascimento, E. R. D., & Coelho, E. D. A. C. (2015). Práticas de enfermeiras para promoção da dignificação, participação e autonomia de mulheres no parto normal. Escola Anna Nery, 19(3), 424-431.

Published

08/04/2021

How to Cite

SILVA, L. T. L. e; FONSECA, M. R. da .; SANTANA, R. da S.; ALCÂNTARA, F. R. de .; REIS, M. L. D. .; PEREIRA, A. C. F. .; GONÇALVES, R. S. C.; SOUSA, E. C. dos S.; GALVÃO, T. C. das C. P.; OLIVEIRA, C. P. .; BARBOSA, M. M. F. .; PEREIRA, M. das G. N. .; ARAUJO, E. T. de . Care of obstetric nurses with pregnant pregnant women in a municipal maternity in Teresina-PI. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 4, p. e21910414042, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i4.14042. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/14042. Acesso em: 7 may. 2021.

Issue

Section

Health Sciences