Stricto sensu postgraduate programs in nursing in Brazil and its theoretical-philosophical directions as a curricular component

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i4.14073

Keywords:

Nursing Graduate Education; Nursing Philosophy; Nursing research.

Abstract

Objective: to analyze the philosophical content of disciplines in postgraduate stricto sensu courses in nursing in Brazil. Method: exploratory, descriptive, documentary analysis, conducted from June to July 2019. Data were collected in teaching plans for the disciplines of graduate nursing courses in the academic modality of higher education institutions in Brazil. Descriptive statistics was used for data analysis. Results: The teaching plans of 12 nursing graduate programs were obtained. In the selected menus, the concern with studying historical aspects and the bases of philosophy is evidenced, through currents of thoughts associated with the care process, ethics and reasoning in nursing. Final considerations: Programs that address philosophy in their disciplines are concerned with discussing with students the conceptual, historical aspects and currents of thought, associated with the care process, ethics and reasoning in nursing. The lack of access to teaching plans evidenced a gap in teaching in graduate nursing courses in Brazil.

Author Biographies

Ianka Cristina Celuppi, Universidade Federal de Santa Catarina

Enfermeira Auditora. Mestre em Enfermagem. Doutoranda em Enfermagem no Programa de Pós-Graduação em enfermagem da Universidade Federal de Santa Catarina (PEN/UFSC). Florianópolis, SC, Brasil.

Paulo Roberto Boeira Fuculo Junior, Universidade Federal de Santa Catarina

Enfermeiro. Mestre em Enfermagem. Doutorando em Enfermagem no Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal de Santa Catarina (PEN/UFSC). Florianópolis, SC, Brasil.

 

 

Stefhanie Conceição de Jesus, Universidade Federal de Santa Catarina

Enfermeira Intensivista. Mestre em Enfermagem pelo Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal de Santa catarina (PEN/UFSC). Florianópolis, SC, Brasil.

Fernando Henrique Antunes Menegon, Universidade Federal de Santa Catarina

Enfermeiro. Mestre em Enfermagem. Doutorando em Enfermagem pelo Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal de Santa Catarina (PEN/UFSC). Florianópolis, SC, Brasil.

Davydson Gouveia Santos, Universidade Federal de Santa Catarina

Enfermeiro Forense. Mestre em Enfermagem. Doutorando em Enfermagem pelo Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal de Santa Catarina (PEN/UFSC). Florianópolis, SC, Brasil. Coordenador e Docente do curso de Enfermagem no Centro Universitário Maurício de Nassau. Recife, PE, Brasil.

Ângela Maria Alvarez, Universidade Federal de Santa Catarina

Enfermeira. Doutora em Enfermagem. Docente do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal de Santa Catarina (PEN/UFSC). Florianópolis, SC, Brasil.

Rosane Gonçalves Nitschke, Universidade Federal de Santa Catarina

Enfermeira. Doutora em Enfermagem. Docente do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal de Santa Catarina (PEN/UFSC). Florianópolis, SC, Brasil.

References

Barbosa, L. R., Reginato, V., & Gallian, D. M. C. (2015). Literatura e o ensino da filosofia na graduação em enfermagem. Revista International de Salud, Bienestar y Soliedad, 2(1).

Cohen, J. (1960). A coefficient of agreement for nominal scale. Educational and Psychological Measurement.

Delors, J., Al-Mufti, I., Amagi, I., Carneiro, R., Chung, F., Geremek, B., et al. (1998). Educação um tesouro a descobrir. Relatório para a UNESCO da Comissão Internacional sobre Educação para o século XXI. Brasília: UNESCO.

Garanhani, M. L. (2016). Os desafios na formação do enfermeiro no século XXI. R. Enferm. Cent. O. Min., 6(3). http://www.seer.ufsj.edu.br/index.php/recom/article/view/1638/1163

Guimarães, G. L., Chianca, T. C. M., Goveia, V. R., Mendoza, I. Y. Q., Matos, S. S., & Viana L. O. (2017). A contribuição de Imre Lakatos para a análise epistemológica do programa brasileiro de pós-graduação em enfermagem. Texto & contexto enferm, 26(1):e384001. http://www.redalyc.org/pdf/714/71449839023.pdf

Heck, R. M., Thumé, E., Schwartz, E., Buss, E., Lise, F., & Kessler, M. (2016). Fragmentos da história da pós-graduação em enfermagem da Universidade Federal de Pelotas. J Nurs Health, 6(suppl.):211-23.

Landis, J. R., & Koch, G. G. (1977). The measurement of observer agreement for categorical data. Biometrics; 33(1):159-174. https://www.jstor.org/stable/2529310?seq=1#metadata_info_tab_contents

Liberatori, R. S. M. (2019). Professores e o ensino do pensamento crítico em enfermagem: por uma abordagem da filosofia da linguagem. Rev Fermentario, 13(1). https://ojs.fhce.edu.uy/index.php/fermen/article/view/523/462

Mcewen, M., Wills, E. M. (2015). Bases Teóricas de Enfermagem. (4a ed.), Artmed Editora.

Merino, M. F. G. L, Silva, P. L. A. R., Carvalho, M. D. B., Pelloso, S. M., Baldissera, V. D. A., & Higarashi, I. H. (2018). Teorias de enfermagem na formação e na prática profissional: percepção dos pós-graduandos de enfermagem. Rev. Rene, 19(1):1-8. http://www.periodico s.ufc.br/rene/article/view/32803/pdf_1

Padovani, O., & Corrêa, A. K. (2017). Currículo e formação do enfermeiro: desafios das universidades na atualidade. Sau. & Transf. Soc., 8(2):112-19.

Rodrigues, C. C. F. M., Carvalho, D. P. S. R. P., Salvador, P. T. C. O., Medeiros, S. M., Menezes, R. M. P., Ferreira Júnior, M. A., & Pereira, V. E. (2016). Innovative nursing education from the perspective of epistemologies of the South. Escola Anna Nery, 20(2), 384-389. https://doi.org/10.5935/1414-8145.20160053

Rodrigues, V. F., Gonçalves, M. D., & Ferreira, A. R. S. (2018). O lugar e importância da filosofia na formação docente. Problemata: R. Intern. Fil., 9(3):286-93.

Salcedo-Álvarez, R. A. (2017). El profesional de enfermería que México necesita. Rev Enferm Inst Mex Seguro Soc., 25(1):75-9. https://www.medigraphic.com/pdfs/enfermeriaimss/eim-2017/eim171m.pdf

Salviano, M. E. M., Nascimento, P. D. F. S., Paula, M. A., Vieira, C. S., Frison, S. S., Maia, M. A., Souza, K. V., & Borges, E. L. (2016). Epistemologia do cuidado de enfermagem: uma reflexão sobre suas bases. Revista Brasileira de Enfermagem, 69(6), 1240-1245. https://doi.org/10.1590/0034-7167-2016-0331

Schmitz, E. L., Gelbcke, F. L., Bruggmann, M. S., & Luz, S. C. L. (2016). Filosofia e marco conceitual: estruturando coletivamente a sistematização da assistência de enfermagem. Revista Gaúcha de Enfermagem, 37, e68435. https://doi.org/10.1590/1983-1447.2016.esp.68435

Sousa, F. G. M., Koerich, M. S. (Org.) (2008). Cuidar-cuidado: reflexões contemporâneas. Papa-Livro.

Waldow, V. R. (2015). Enfermagem: a prática do cuidado sob o ponto de vista filosófico. Investigación en Enfermería: Imagen y Desarrollo, 17(1):13-25. https://www.redalyc.org/articulo.oa?id=145233516002

Published

05/04/2021

How to Cite

CELUPPI, I. C.; FUCULO JUNIOR, P. R. B. .; JESUS, S. C. de .; MENEGON, F. H. A.; SANTOS, D. G.; ALVAREZ, Ângela M.; NITSCHKE, R. G. Stricto sensu postgraduate programs in nursing in Brazil and its theoretical-philosophical directions as a curricular component. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 4, p. e18610414073, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i4.14073. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/14073. Acesso em: 14 apr. 2021.

Issue

Section

Review Article