Factors associated with instrumental activities of daily living functional capacity in brazilian older adults

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i4.14144

Keywords:

National health survey; Older adults; Functional capacity; Risk factors.

Abstract

Introduction: Functional capacity decrease in instrumental activities of daily living, which allows the independence to participate in the community, can be related to the aging process. The evaluation of these activities seems to be more sensitive to initial processes in changes on the functional capacity of the older adults. Objective: To analyze factors associated with instrumental activities of daily living functioning in Brazilian older adults’ population. Methods: Data from people over ≥ 60 years old who participated in the National Health Survey 2013 were used. The outcome variable was “Functional capacity in instrumental activities of daily living”. As independent variables, sociodemographic, health and lifestyle and cardiovascular risk were used. For statistical analysis, multiple linear regression for complex samples was used. Results: It was included 11.177 participants. A significant association for both genders was observed between “Functional Capacity in instrumental activities of daily living” and the variables “Age”, “Marital status”, “Health perception”, “Falls in the last 12 months”, “Alcohol consumption” and “Level of Physical Activity”. “Systolic High blood pressure” was only for females. Conclusions: Several conditions were related to the functional capacity in the older population including sociodemographic, health and lifestyle, and cardiovascular risk.

Author Biographies

Felipe Douglas Silva Barbosa, Universidade Federal de Sergipe

Graduado em Terapia Ocupacional pela Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (2010-2015). Pós-graduado em Terapia da Mão e Reabilitação Neurológica em Terapia Ocupacional pela Universidade Federal de São Carlos (2017-2018). Especialista profissional em Terapia Ocupacional em contextos Hospitalares pela ATOHOSP e COFFITO. Mestre pelo programa de pós-graduação em Educação Física da Universidade federal de Sergipe (2018-2020). Doutorando pelo programa de pós-graduação em Ciências da Saúde (2021 - ).

Camilla Louise de Melo, Universidade Federal de Sergipe

Graduação em Odontologia (2016), pela universidade federal de Alagoas. Especialização na modalidade de residência multiprofissional em Saúde Coletiva pela Universidade de Pernambuco (2016-2018). Especialização na modalidade de residência multiprofissional em Saúde do adulto e do idoso pela Universidade Federal de Sergipe (2018-2020).

Roberto Jerônimo dos Santos Silva, Universidade Federal de Sergipe

Possui graduação em Educação Física pela Universidade Federal de Sergipe (1997), Mestrado em Educação Física pela Universidade Federal de Santa Catarina (2002) e Doutorado em Ciências da Saúde pela Universidade Federal de Sergipe (2012). É professor Associado do Curso de Bacharelado em Educação Física e do Mestrado em Educação Física da Universidade Federal de Sergipe. Coordenador do Núcleo de Pesquisa em Aptidão Física, Saúde e Desempenho Físico de Sergipe (NUPAFISE). É Tutor da Residência Multiprofissional em Saúde da Família (UFS).

References

Alves, L. C., Leite, I. da C., & Machado, C. J. (2008a). Perfis de saúde dos idosos no Brasil : análise da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios de 2003 utilizando o método Grade of Membership. Cad. Saúde Pública, 24(3), 535–546.

Alves, L. C., Leite, I. da C., & Machado, C. J. (2008b). The concept and measurement of functional disability in the elderly population : a literature review. Ciência & Saúde Coletiva, 13(4), 1199–1207.

American Heart Association. (2017). Understanding Blood Pressure Readings. https://www.heart.org/en/health-topics/high-blood-pressure/understanding-blood-pressure-readings

Andrade, A. G. de, & Oliveira, L. G. de. (2009). Principais conseqüências em longo prazo relacionadas ao consumo moderado de álcool. In J. C. Anthony, A. G. de Andrade, & C. M. Silveira (Eds.), Álcool e suas consequências: uma abordagem multiconceitual. Minha Editora.

Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde. (2008). Editora da Universidade de São Paulo.

Cruz, D. T. da, Leite, I. G., Barbosa, M. B., & Leite, I. C. G. (2016). Disability prevalence functional and sociodemographic factors associated in out of judge of elderly, MG. Revista Kairós Gerontologia, 19(22), 9–28.

Damacena, G. N., Szwarcwald, C. L., Malta, D. C., Júnior, P. R. B. de S., Vieira, M. L. F. P., Pereira, C. A., Neto, O. L. de M., & Júnior, J. B. da S. (2015). O processo de desenvolvimento da Pesquisa Nacional de Saúde no Brasil , 2013. Epidemiol. Serv. Saude, 24(2), 197–206. https://doi.org/10.5123/S1679-49742015000200002

de Queiroz, B. M., da Coqueiro, R. S., Leal Neto, J. de S., Borgatto, A. F., Barbosa, A. R., & Fernandes, M. H. (2014). Inatividade física em idosos não institucionalizados: Estudo de base populacional. Ciencia e Saude Coletiva, 19(8), 3489–3496. https://doi.org/10.1590/1413-81232014198.19882013

Domingues, M. P. S., & Lopes, J. do C. M. (2018). Álcool: o uso abusivo entre idosos e comprometimento na qualidade de vida. Revista Gestao & Saude, 19(1), 69–88.

Estrutura da prática da terapia ocupacional : domínio & processo - 3ed. (2015). In Rev Ter Ocup Univ São Paulo (Vol. 26). https://doi.org/http://dx.doi.org/10.11606/issn.2238-6149.v26iespp1-49

Fiedler, M. M., & Peres, K. G. (2008). Functional status and associated factors among the elderly in a southern Brazilian city : a population- based study. Cad. Saúde Pública, 24(2), 409–415.

Filho, B. F. de L., Perracini, M. R., Formiga, B. B. S., Sousa, A. G. P. de, Cavalcanti, F. A. da C., & Gazzola, J. M. (2020). Carga de fragilidade em idosos com Diabetes Mellitus tipo 2 e fatores relacionados Frailty burden in older adults with type 2 Diabetes Mellitus and related factors Carga de fragilidad en personas mayores con Diabetes Mellitus tipo 2 y factores relacionado. Research, Society and Development, 9(8), 1–20. https://doi.org/10.33448/rsd-v9i8.5645

Gomes, M. de L. de F. (2018). Atividades instrumentais de vida diária e risco de quedas em pessoas idosas participantes do centro de convivência do idoso no município de Vitória da Conquista-BA. Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública.

Maciel, Á. C. C., & Guerra, R. O. (2007). Influência dos fatores biopsicossociais sobre a capacidade funcional de idosos residentes no nordestes do Brasil. Rev Bras Epidemiol, 10(2), 178–189.

Maia, B. C., Viana, P. S., Maria, P., Arantes, M., & Alencar, M. A. (2011). Consequências das Quedas em Idosos Vivendo na Comunidade. Rev. Bras. Geriatr. Gerontol, 14(2), 381–393.

Miranda, G. M. D., Mendes, A. da C. G., & Silva, A. L. A. da. (2016). O envelhecimento populacional brasileiro : desafios e consequências sociais atuais e futuras. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, 19(3), 507–519. https://doi.org/10.1590/1809-98232016019.150140

Nunes, J. D., Saes, M. de O., Nunes, B. P., Siqueira, F. C. V., Soares, D. C., Fassa, M. E. G., Thumé, E., Facchini, L. A., & 1Universidade. (2017). Functional disability indicators and associated factors in the elderly: a population-based study in Bagé, Rio Grande do Sul, Brazil. Epidemiol. Serv. Saude, 26(2), 295–304. https://doi.org/10.5123/S1679-49742017000200007

Nunes, M. C. R., Ribeiro, R. C. L., Rosado, L. E. F. P. L., & Franceschini, S. C. (2009). Influência das características sociodemográficas e epidemiológicas na capacidade funcional de idosos residentes em Ubá , Minas Gerais. Rev Bras Fisioter, São Carlos, 13(5).

Organização Mundial da Saúde. (2015). Relatório Mundial de Envelhecimento e Saúde. Organização Mundial de Saúde, 1, 1–29. https://doi.org/10.1017/CBO9781107415324.004

Organização Pan-americana de Saúde. (2018). O que é Hipertensão Arterial, Causas, Sintomas e Tratamento. https://opas.org.br/o-que-e-hipertensao-arterial-causas-sintomas-e-tratamento/

Pereira, G. N., Bastos, G. A. N., Del Duca, G. F., Bós, A. J. G., & Bós, Â. J. G. (2012). Socioeconomic and demographic indicators associated with functional disability in the elderly. Cad Saude Publica, 28(11), 2035–2042. https://doi.org/10.1590/S0102-311X2012001100003

Pereira, G. N., Duca, G. F. Del, & Bastos, G. A. N. (2011). Indicadores de saúde associados à incapacidade funcional em idosos de baixa renda. Geriatrics, Gerontology and Aging, 5(2), 66–73.

Presa, A. A., Alvarez, B. R., Mazon, J., & Daminelli, S. A. (2020). Avaliação da capacidade funcional de idosas com artralgia praticantes de hidroginástica e cadastradas no programa de atenção multidisciplinar à saúde do idoso. Research, Society and Development, 9(10), 1–18. https://doi.org/10.33448/rsd-v9i10.8972

Rocha, J. de P., Oliveira, G. G., Neris, J. C. D., Bós, A. M. G., & Bós, Â. J. G. (2017). Impacto clínico, socioeconômico e da autopercepção de saúde na funcionalidade de idosos. Geriatrics, Gerontology and Aging, 11(3), 124–132. https://doi.org/10.5327/z2447-211520171700051

Rosa, T. E. da C., Benício, M. H. D., Latorre, M. do R. D. de O., & Ramos, L. R. (2003). Determinant factors of functional status among the elderly. Rev Saúde Pública, 37(1), 40–48.

Santos, A. M. dos, Franco, S., & Reis, M. A. M. (2014). Fatores associados à perda da capacidade funcional em idosos em município no sul do país. Geriatr Gerontol Aging, 8(1), 19–26.

Sequeto, G. S., Santos, N. A., Atalaia-silva, L., & Mármora, C. H. C. (2018). Associação entre consumo de álcool , quedas e internação em idosos Artigo original. Revista Hospital Universitário Pedro Ernesto, 17(2), 45–52. https://doi.org/10.12957/rhupe.2018.40810

Silva, R. J. dos S., Smith-Menezes, A., Tribess, S., Rómo-Perez, V., & Júnior, J. S. V. (2012). Prevalência e fatores associados à percepção negativa da saúde em pessoas idosas no Brasil. Rev Bras Epidemiol, 15(1), 49–62.

Siqueira, T., Brasil, M. R., Martins, F. Â. S., Martins, J. C. L., Weber, V. M. R., Oliveira, V. M. de, & Silva, L. A. da. (2020). Avaliação da composição corporal e capacidade aeróbica de idosos praticantes de caminhada. Research, Society and Development, 9(6), 1–12. https://doi.org/10.33448/rsd-v9i6.3382

Soares, S. M., Dias, E., Paula, R. De, Naegle, M. A., Barbosa, P. A., Fabiano, J., Santos, G., & Silva, L. B. (2016). Consumo de álcool e qualidade de vida em idosos na saúde da família. Revista de Enfermagem Do Centro Oeste Mineiro, 6(3), 2362–2376. https://doi.org/10.19175/recom.v6i3.1184

Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia. (2008). Quedas em Idosos : Prevenção. Associação Médica Brasileira e Conselho Federal de Medicina Quedas, 1–10.

Souza-Júnior, P. R. B. de, Freitas, M. P. S. de, Antonaci, G. de A., & Szwarcwald, C. L. (2015). Desenho da amostra da Pesquisa Nacional de Saúde 2013. Epidemiol. Serv. Saude, 24(2), 207–216. https://doi.org/10.5123/S1679-49742015000200003

Virtuoso, J. S., Tribess, S., de Paulo, T. R. S., Martins, C. A., & Romo-Perez, V. (2012). Atividade física como indicador preditivo para incapacidade funcional em pessoas idosas. Revista Latino-Americana de Enfermagem, 20(2), 259–265. https://doi.org/10.1590/S0104-11692012000200007

Wang, B., Wu, Y., Zhang, T., Han, J., Yu, L., & Sun, W. (2019). Effect of physical activity on independent living ability among community-dwelling elderly in urban areas of Liaoning Province in China: A population-based study. BMJ Open, 9(10), 1–8. https://doi.org/10.1136/bmjopen-2018-023543

Zanesco, C., Bordin, D., Santos, C. B. dos, & Fadel, C. B. (2018). Dificuldade funcional em idosos brasileiros: Um estudo com base na pesquisa nacional de saúde (PNS - 2013). Cien Saude Colet.

Published

15/04/2021

How to Cite

BARBOSA, F. D. S.; MELO, C. L. de .; SILVA, R. J. dos S. Factors associated with instrumental activities of daily living functional capacity in brazilian older adults. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 4, p. e39410414144, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i4.14144. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/14144. Acesso em: 7 may. 2021.

Issue

Section

Health Sciences