Dialogue between academic knowledge and traditional knowledge in a distance license course

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i4.14268

Keywords:

Dialogues; Teacher training; Traditional knowledge.

Abstract

O artigo que se apresenta é o resultado de uma pesquisa que envolveu 90 (noventa) discentes de uma disciplina intitulada “Seminário Integrador V”, do curso de Licenciatura em Educação do Campo ofertado na modalidade a distância pela Universidade Federal de Santa Maria em parceria com a Universidade Aberta do Brasil. Estes alunos pesquisaram diversas práticas de agricultura sustentável e saberes produzidos no campo, registrando-os em relatórios apresentados ao final da disciplina. Retornando o total de 33 (trinta e três) relatórios destas práticas pesquisadas analisados neste artigo. Os locais pesquisados foram na abrangência do espaço rural dos polos de apoio presencial do curso são eles: Polo de Agudo, São Sepé; Seberi, Itaqui e Cerro Largo, todos no estado do Rio Grande do Sul. A metodologia seguida foi análise qualitativa dos relatórios apresentados, precedida da pesquisa bibliográfica que deu arcabouço teórico sobre as temáticas. Os resultados apontam para a necessidade de elucidar no futuro educador do campo a sensibilidade e a importância da valorização dos saberes tradicionais. Entendendo também que a educação do campo parte do respeito do modo de vida das populações campesinas, tendo a compreensão ampliada de seu papel de futuro educador do campo capaz de promover a articulação entre a escola e a comunidade.

References

Brasil. (2002). Resolução CNE/CEB nº 1, de 3 de abril de 2002. Institui diretrizes operacionais para a educação básica das escolas do campo. Brasília. http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/CEB012002.pdf.

Brasil. (2008). Resolução nº 2, de 28 de Abril de 2008. Diretrizes complementares, normas e princípios para o desenvolvimento de políticas públicas de atendimento da Educação Básica do Campo. http://portal.mec.gov.br/conaes-comissao-nacional-de-avaliacao-da-educacao-superior/323-secretarias-112877938/orgaos-vinculados-82187207/12759-resolucoes-ceb-2008

Caldart, R. S. (2004a) Elementos para Construção do Projeto Político e Pedagógico da Educação do Campo. In: Molina, M. C. & Jesus, S. M. S. A. de (Orgs.). Contribuições para a Construção de um Projeto de Educação do Campo. Brasília: Articulação Nacional Por uma Educação do Campo (Coleção Por uma Educação do Campo, caderno n. 5).

Caldart, R. S.(2009). Educação do campo: notas para uma análise de percurso. Trabalho, Educação, Saúde. 7(1), 35-64.

Caporal, F. R., & Costabeber, J. A. (2002). Agroecologia: enfoque científico e estratégico. Agroecologia e Desenvolvimento Rural Sustentável, 3(2), 13-16.

Caporal, F. R., & Costabeber, J. A. (2007). Agroecologia: alguns conceitos e princípios. (2a ed.), MDA: SAF: DATER-IICA.

Creswell, J. W. (2007). Projeto de Pesquisa: Métodos Qualitativo, Quantitativo e Misto. (2a ed.), Artmed, 248 p.

Graziano da S. J. (1996). Do complexo rural aos complexos industriais. In: Graziano, da S. J. A nova dinâmica da agricultura brasileira. UNICAMP/IE, p. 1-40.

Matos, P. F., & Pêssoa, V. L. S. (2011). A modernização da Agricultura no Brasil e os novos usos do território. Geo UERJ, p. 290-322. http://www.epublicacoes.uerj.br/index.php/geouerj/article/view/2456/1730.

MEC. Universidade Federal De Santa Maria. (2017). Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura em Educação do Campo. Pró-Reitoria de Graduação. UFSM, 270p.

Molina, M. C., & Sá, L. M. (2012). Escola do Campo. In: Dicionário da Educação do Campo. Caldart, R. S., Pereira, I. B., Alentejano, Paulo & Frigotto, G. (Orgs). Expressão Popular, 326-333.

Molina, M. C. &Freitas, H. C. de A. (2011). Avanços e desafios na construção da Educação do Campo. Revista Em Aberto, 24(85), 17-31.

Fabrini, J. E. (2010). O campesinato frente à expansão do agronegócio e do agrocombustível. In: Saquet, M. A & Santos, R. A. (Org.) Geografia agrária, território e desenvolvimento. Expressão Popular, p. 55-88.

Freire, P.(1997). Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática pedagógica. Paz e Terra.

Oliveira, A. U. (2006). O uso da terra, movimentos sociais e transformações no campo. In: Feitosa, A. M. A, Zuba, J. A. G & Cleps J, J. (Org.). Debaixo da lona: tendências e desafios regionais da luta pela posse da terra e reforma agrária no Brasil. UCG, p. 29-78.

Published

04/04/2021

How to Cite

PAPROSQUI, J.; MEDEIROS, L. M. .; FOLMER, I.; MACHADO, G. E. . Dialogue between academic knowledge and traditional knowledge in a distance license course. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 4, p. e32210414268, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i4.14268. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/14268. Acesso em: 14 apr. 2021.

Issue

Section

Education Sciences