Do sustainable consumption habits and environmental awareness influence the intention to purchase ecological products? A study with teachers from public institutions in Piauí

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i4.14271

Keywords:

Sustainable Behavior; Sustainable Consumption; Sustainability; Teachers.

Abstract

This study analyzes the influence of sustainable consumption habits and environmental awareness on the intention to purchase ecological products. This is a survey that was carried out with 299 teachers who work in the public education system in the cerrado of Piauí. Descriptive analysis, exploratory factor analysis, and multiple linear regression techniques were applied in the data analysis. The results indicate that sustainable consumption habits and environmental awareness influence the intention to purchase ecological products, specifically by the variables “healthy products” and “growth limit”. It indicates that the individuals who attach greater importance to the consumption of healthy products and are concerned with the limits of production, consumption, and growth tend to have a greater intention to purchase ecological products. Besides, it was found that the variables gender, age group, child(ren), and income affected the intention to purchase ecological products. The research contributes to the field of sustainable development as it fosters the discussion on sustainable attitudes and behaviors of teachers, who are key professionals in the process of developing environmental education practices in school spaces, contributing to the critical and social education of students, focusing on sustainability. Thus, this study helps to broaden the academic debate on the subject in question, motivating researchers to investigate other issues related to sustainability in the educational context.

Author Biographies

Géssica de Oliveira Leite, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí

Especialista em Ensino de Ciências pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí (IFPI). Bacharela em Biomedicina pelo Centro Universitário UNINOVAFAPI (UNINOVAFAPI).

Clayton Robson Moreira da Silva, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí

Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí (IFPI). Doutorando e Mestre em Administração e Controladoria pela Universidade Federal do Ceará (UFC).

Laís Vieira Castro Oliveira, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí

Professora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí (IFPI). Doutoranda e Mestra em Administração e Controladoria pela Universidade Federal do Ceará (UFC).

Raimundo Eduardo Silveira Fontenele, Universidade Federal do Ceará

Professor Titular da Universidade Federal do Ceará (UFC). Doutor em Ciências Econômicas pela Université Sorbonne Paris Nord (Université Paris XIII). 

References

Abdulsahib, J. S., Eneizan, B. & Alabboodi, A. S. (2019). Environmental concern, health consciousness and purchase intention of green products: an application of extended theory of planned behavior. The Journal of Social Sciences Research, 5(4), 1203-1215.

Bahn, R., Labban, S. E. & Hwalla, N. (2019). Impacts of shifting to healthier food consumption patterns on environmental sustainability in MENA countries. Sustainability Science, 14, 1131–1146.

Barbieri, J. C. & Silva, D. (2011). Desenvolvimento sustentável e educação ambiental: uma trajetória comum com muitos desafios. Revista de Administração da Mackenzie, 12(3), 51-82.

Berezuk, P. A. & Moreira, A. L. O. R. (2017). Atividades de campo e educação ambiental: conhecimentos e relações dos professores. Revista Ciências & Ideias, 8(2), 16-41.

Bizerril, M. X. A., Rosa, M. J. & Carvalho, T. (2018). Construindo uma universidade sustentável: uma discussão baseada no caso de uma universidade portuguesa. Avaliação, 23(2), 424-447.

Borges, F. (2019). Knowledge, attitudes and behaviours concerning sustainable development: a study among prospective elementary teachers. Higher Education Studies, 9(2), 22-32.

Brito, R. O., Cunha, C. & Siveres, L. (2018). Gestão participativa e sustentabilidade socioambiental: um estudo em escolas da rede pública de Sobral-CE. Ciência & Educação, 24(2), 395-410.

Bulut, Z. A., Çimrin, F. K. & Doğan, O. (2017). Gender, generation and sustainable consumption: exploring the behaviour of consumers from Izmir, Turkey. International Journal of Consumer Studies, 41(6), 597-604.

Cardoso, A. J. M. & Cairrão, A. M. C. L. (2007). Os jovens universitários e o consumo sustentável: a sua influência na compra de produtos ecológicos. Revista da Faculdade de Ciência e Tecnologia, 4.

Collis, J. & Hussey, R. (2005). Pesquisa em administração: um guia prático para alunos de graduação e pós-graduação (2a ed.). Porto Alegre: Bookman.

Demoly, K. R. A. & Santos, J. S. B. (2018). Aprendizagem, educação ambiental e escola: modos de en-agir na experiência de estudantes e professores. Ambiente & Sociedade, 21, e00872.

Fanzo, J. (2019). Healthy and sustainable diets and food systems: the key to achieving Sustainable Development Goal 2? Food Ethics, 4, 159–174.

Faria, A. C., Silva, L. S., Silva, D. & Milani Filho, M. A. F. (2018). Influência do conhecimento sobre sustentabilidade nas atitudes, comportamentos e consumo de estudantes de administração. Revista Eletrônica de Ciência Administrativa, 17(2), 239-260.

Gomes, R. K. S. & Nakayama, L. (2017). Educação Ambiental: saberes necessários a práxis educativa docente de uma escola amazônica amapaense. Educar em Revista, 66, 257-273.

Gray, D. E. (2012). Pesquisa no mundo real (2a ed.). Porto Alegre: Penso.

Hair Jr., J. F., William, B., Babin, B. & Anderson, R. E. (2009). Análise multivariada de dados (6a ed.). Porto Alegre: Bookman.

Jaca, C., Prieto-Sandoval, V., Psomas, E. L. & Ormazabal, M. (2018). What should consumer organizations do to drive environmental sustainability? Journal of Cleaner Production, 181, 201-208.

Joslin, E. B. & Roma, A. C. (2017). A importância da educação ambiental na formação do pedagogo: construção de consciência ambiental e cidadania. Revista Ciência Contemporânea, 2(1), 95-110.

Kopnina, H. (2014). Education for sustainable development (ESD): exploring anthropocentric–ecocentric values in children through vignettes. Studies in Educational Evaluation, 41, 124-132.

Mondini, V. E. D., Borges, G. R., Mondini, L. C. & Dreher, M. T. (2018). Influência dos fatores consciência ambiental e hábitos de consumo sustentável sobre a intenção de compra de produtos ecológicos dos indivíduos. Revista Pensamento Contemporâneo em Administração, 12(2), 117-129.

Narcizo, K. R. S. (2009). Uma análise sobre a importância de trabalhar educação ambiental nas escolas. Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, 22, 86-94.

Nespolo, D., Borelli, V. A., Fidelis, A. C. F., Machado, S. M., Olea, P. M. & Rocha, J. M. (2016). Consumo consciente, meio ambiente e desenvolvimento sustentável: análise da tomada de decisão com base nas heurísticas. Revista de Administração da UFSM, 9(edição especial), 137-148.

Nousheen, A., Zai, S. A. Y., Waseem, M. & Khan, S. A. (2020). Education for sustainable development (ESD): effects of sustainability education on pre-service teachers’ attitude towards sustainable development (SD). Journal of Cleaner Production, 250, 119537.

Oliveira, L. V. C., Silva, C. R. M. & Romero, C. B. A. (2021). Costume de casa vai à praia? Atitudes e comportamentos sustentáveis do turista em Jericoacoara, CE, Brasil. Revista Brasileira de Pesquisa em Turismo, 15(2), e-1991.

Oliveira, V. M., Correia, S. E. N. & Gomez, C. R. P. (2014). Escala de consumo sustentável: um estudo comparativo entre alunos e professores da Universidade Federal de Campina Grande – PB. Revista de Gestão Social e Ambiental, 8(3), 89-105.

Olmos-Gómez, M. D. C., Estrada-Vidal, L. I., Ruiz-Garzón, F., López-Cordero, R. & Mohamed-Mohand, L. (2019). Making future teachers more aware of issues related to sustainability: an assessment of best practices. Sustainability, 11, 1-21.

Paiva, M. B. M., Oliveira, L. V. C., Romero, C. B. A. & Guimarães, D. B. (2017). Consumer Myopia: uma análise do gap entre atitude e comportamento sustentável. Revista de Administração da UFSM, 10(edição especial), 26-43.

Pereira, M. L., Lucena, W. G. L. & Paiva, S. B. (2018). Determinantes da divulgação voluntária do relatório de sustentabilidade nas empresas de energia elétrica e de telecomunicações listadas na BM&FBovespa. Revista de Gestão Ambiental e Sustentabilidade, 7(2), 300-321.

Petarnella, L., Silveira, A. & Machado, N. S. (2017). Educação ambiental e ensino de sustentabilidade: reflexões no contexto da administração. Revista de Gestão Ambiental e Sustentabilidade, 6(1), 1-12.

Pinheiro, L. V. S., Monteiro, D. L. C., Guerra, D. S. & Peñaloza, V. (2011). Transformando o discurso em prática: uma análise dos motivos e das preocupações que influenciam o comportamento pró-ambiental. Revista de Administração da Mackenzie, 12(3), 83-113.

Pinto, D. C., Herter, M. M., Rossi, P. & Borges, A. (2014). Going green for self or for others? Gender and identity salience effects on sustainable consumption. International Journal of Consumer Studies, 38(5), 540-549.

Santagueda, V. M. P., Cantalice, A. S., Silva, A. B. & Mafort, M. E. (2020). Comportamento sustentável: promoção da consciência ambiental por meio de gincana. Research, Society and Development, 9(2), e177921976.

Santos, J. F., Cohim, E. D. B. & Lima, C. C. U. (2017). Percepção dos professores sobre usos da água de chuva em Feira de Santana-Bahia. Revista Eletrônica de Gestão e Tecnologias Ambientais, 5(2), 122-136.

Silva, C. R. M., Oliveira, L. V. C., Bona, D. O., Oliveira, J. A. N. & Pinheiro, T. C. A. (2020). Comprometimento organizacional e comportamento sustentável no trabalho: evidências do setor público. Revista de Carreiras e Pessoas, 10(2), 279-296.

Silva, J. I. A. O. & Pinheiro, A. L. S. (2018). Avaliação da sustentabilidade do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte. Desenvolvimento em Questão, 16(45), 249-272.

Silva, M. V. B., Santos, A. C. M. Z., Petrini, M. & Silveira, L. (2017). Promovendo o consumo sustentável: um estudo de caso. Pretexto, 18(3), 50-66.

Tambosi, S. S. V., Mondini, V. E. D., Borges, G. R. & Hein, N. (2014). Consciência ambiental, hábitos de consumo sustentável e intenção de compra de produtos ecológicos de alunos de uma IES de Santa Catarina. Revista Eletrônica de Administração e Turismo, 5(3), 454-468.

Tambosi, S. S. V., Mondini, V. E. D., Borges, G. R. & Hein, N. (2015). Proposta de redimensionamento de escalas sobre consumo sustentável, consciência ambiental e intenção de compra de produtos ecológicos, a partir da ótica de universitários brasileiros. Revista de Administração da UFSM, 8(edição especial), 28-41.

Teixeira, L. I. L., Silva-Filho, J. C. L. & Meireles, F. R. S. (2016). Consciência e atitude ambiental em estudantes de instituições de ensino técnico e tecnológico. Revista Eletrônica em Gestão, Educação e Tecnologia Ambiental, 20(1), 334-350.

Vilaça, F. A., Siqueira, A. C. & Frenedozo, R. C. (2018). Concepciones de los profesores de ingeniería sobre educación ambiental. Revista de Ciencia y Tecnología, 20(29), 63-70.

Zimmer, P., Camargo, M. E., Pizzoli, M. F. F., Zanandrea, G. & Bizotto, B. L. S. (2019). Consumo consciente: o nível de consciência ecológica dos acadêmicos do curso de administração de uma instituição de ensino da Serra Gaúcha. Desafio Online, 7(2), 261-277.

Published

13/04/2021

How to Cite

LEITE, G. de O.; SILVA, C. R. M. da; OLIVEIRA, L. V. C.; FONTENELE, R. E. S. Do sustainable consumption habits and environmental awareness influence the intention to purchase ecological products? A study with teachers from public institutions in Piauí. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 4, p. e35410414271, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i4.14271. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/14271. Acesso em: 11 may. 2021.

Issue

Section

Education Sciences