Skin lesions in oncology palliative care: Observational study

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i6.15350

Keywords:

Oncology Nursing; Palliative Care; Wounds and Injuries; Hospice Care; Hospice and palliative care nursing.

Abstract

Objective: Describe the characteristics of skin lesions of the type pressure lesions, tumor wounds and Kennedy's terminal ulcers that occur in cancer patients in palliative care. Methodology: Observational, cross-sectional and analytical with a quantitative approach. 99 (100%) patients with skin lesions participated: 67 (67.68%) with tumor lesions, 28 (28.28%) with pressure injuries and 4 (4.04%) with Kennedy's terminal ulcers. Patients admitted to four wards and the oncological wounds outpatient clinic at Ophir Loyola Hospital, from May to November 2019, were included. Results: Tumor lesions presented with malignant ulcerative wounds 32 (44.44%), exudate 50 (69.44%), without odor 46 (63.89%), did not present necrosis 42 (58.33%), without bleeding 40 (55.56%), staging 3 (31.94%), location on the face (25%), without using a dressing (33.33%) and frequency of dressing once a day 69 (95.83%). In pressure injuries, the characteristics were exudate 22 (56.41%), no odor 28 (71.79%), necrosis 27 (69.23%), bleeding 32 (82.05%), staging II 17 (43 , 59%), sacred location 25 (64.10%), using hydrocolloid dressing 15 (38.46%) and frequency of dressing once a day (64.10%) and Kennedy's terminal ulcers, exudate 4 ( 66.67%), grade II odor 3 (50%), necrosis 4 (66.67%), bleeding 4 (66.67%), sciatic location 3 (50%), pear shape 3 (50%), using a dressing with chlorhexidine and metronidazole 3 (50%). Conclusion: it was shown the importance of individual assessment according to the needs and demands of each patient to seek comfort and quality of life.

Author Biographies

Winnie Taise Pena Macêdo, Universidade Federal do Pará

Bacharela e Licenciada em Enfermagem pela Universidade Federal do Pará. Mestranda em Enfermagem pela Universidade Federal do Pará.

Rayanne Bandeira Carneiro , Universidade Federal do Pará

Bacharel e Licenciada em Enfermagem pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Especialista em Oncologia e Cuidados Paliativos na modalidade Residência Multiprofissional em Saúde da Universidade do Estado do Pará (UEPA).

Érika de Cássia Lima Xavier, Universidade do Estado do Pará

Graduação e licenciatura em enfermagem e obstetrícia pela Universidade Federal do Pará (UFPA) concluído em 2012. Especialista em Oncologia com ênfase nos Cuidados Paliativos modalidade Residência HOL - UEPA 2018, Mestre em Enfermagem UEPA/ UFAM 2015, Especialista em Enfermagem Oncológica pelo ICS-UFPA concluído em 2013.

Ivonete Vieira Pereira Peixoto, Universidade do Estado do Pará

Graduada em Enfermagem Ginecológica e Obstétrica pela Universidade do Estado do Pará (1988), Mestre em Enfermagem pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2003) e Doutora em Enfermagem pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2011).

References

Agra, G., de Souza Medeiros, M. V., de Brito, D. T. F., de Andrade, F. L. M., Pimentel, E. R. S., & Costa, M. M. L. (2017). Conhecimento e prática de enfermeiros no controle de feridas neoplásicas. Revista Enfermagem Atual In Derme. https://revistaenfermagematual.c om.br/index.php/revista/article/view/549

Bastos, B. R., Pereira, A. K. D. S., Castro, C. C. D., & Carvalho, M. M. C. D. (2018). Perfil sociodemográfico dos pacientes em cuidados paliativos em um hospital de referência em oncologia do estado do Pará, Brasil. Revista Pan-Amazônica de Saúde, 9(2), 31-36. http://dx.doi.org/10.5123/s2176-62232018000200004

Blanes, L., & Ferreira, L. M. (2016). Prevenção e tratamento de úlcera por pressão. Editora Ateneu.

Carvalho, E. S. S., & Amaral, J. B. (2013). Perda da integridade cutânea nos processos de finitude: medidas de prevenção, proteção e controle de danos. Enfermagem em cuidados paliativos: cuidando para uma boa morte. Martinari.165-94.

Castro, M. C. F., Santos, W. A., Fuly, P. D. S. C., Santos, M. L. S. C., & Ribeiro-Garcia, T. (2017). Intervenciones de enfermería para pacientes oncológicos con olor fétido en herida tumoral. Aquichan, 17(3). https://revistas.unisabana.edu.co/index.php/aquichan/article/view/5208

Cedraz, R. O., Gallasch, C. H., Pérez Junior, E. F., Gomes, H. F., Rocha, R. G., & Mininel, V. A. (2018). Gerenciamento de riscos em ambiente hospitalar: incidência e fatores de riscos associados à queda e lesão por pressão em unidade clínica. Escola Anna Nery, 22(1). https://doi.org/10.1590/2177-9465-EAN-2017-0252

Firmino, F. (2005). Pacientes portadores de feridas neoplásicas em serviços de cuidados paliativos: contribuições para a elaboração de protocolos de intervenções de enfermagem. Revista Brasileira de Cancerologia, 51(4), 347- 359. http://www1.inca.gov.br/rbc/n_51/v04/pdf/revisao6.pdf

Firmino, F. (2011). Quando a cicatrização não é a meta. In Silva, R. C. L. et al. Feridas: fundamentos e atualizações em enfermagem.. Yendis. 387 – 400.

Franck, E. M. (2016). Alterações de pele em pacientes em cuidados paliativos na terminalidade da doença e final da vida: coorte prospectiva. Dissertação de Mestrado, Escola de Enfermagem, Universidade de São Paulo, https://doi.org/10.11606/D.7.2017.tde-17052017-112324

Haisfield-Wolfe, M. E., & Baxendale-Cox, L. M. (1999, July). Staging of malignant cutaneous wounds: a pilot study. In Oncology nursing forum. 26(6), 1055-1064). https://europepmc.org/article/med/10420423

Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva. (2018). Estatística do Câncer. http://www.epi.uff.br/wp-content/uploads/2013/08/estimativa-incidencia-de-cancer-no-brasil-2018.pdf

Junior Ferreira, J., Polakiewicz, R. R., & Fuly, P. D. S. C. (2018). Feridas tumorais e suas implicações para o cuidado de enfermagem. Revista Enfermagem Atual In Derme, 85(23).

Lima, A. F. C., Castilho, V., Baptista, C. M. C., Rogenski, N. M. B., & Rogenski, K. E. (2016). Custo direto dos curativos de úlceras por pressão em pacientes hospitalizados. Revista Brasileira de Enfermagem, 69(2), 290-297. https://doi.org/10.1590/0034-7167.2016690212i

Lisboa, I. N. D., & Valença, M. P. (2016). Caracterização de pacientes com feridas neoplásicas. Estima–Brazilian Journal of Enterostomal Therapy, 14(1). https://www.revistaestima.com.br/index.php/estima/article/view/116

Maia, F. S. (2018). Feridas em Cuidados Paliativos: Resultados de um Estudo sobre Úlceras Terminais de Kennedy. Dissertação para obtenção do grau de Mestre em Cuidados Paliativos, Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, Portugal.

Marconi, M. A., & Lakatos, E. M. (2017). Metodologia do Trabalho Científico. (8a ed.), Atlas, p. 256.

Martins, T. C. F., de Souza, L. M., & Salgado, P. O. (2020). Fatores relacionados ao odor de feridas tumorais: Uma revisão integrativa. Brazilian Journal of Health Review, 3(4), 9875-9889. https://doi.org/10.34119/bjhrv3n4-218

Polit, D. F., & Beck, C. T. (2019). Fundamentos de pesquisa em enfermagem: avaliação das evidências para a prática clínica da enfermagem. (9a ed.), Artmed.

Ripley, K. R., & Collier, M. (2017). Managing tissue viability issues in patients with cancer approaching the end of life. Nursing Standard, 31(25). https://doi.org/10.7748/ns.2017.e10621

Santos, W. A., Fuly, P. D. S. C., Souto, M. D., dos Santos, M. L. S. C., & de Lima Beretta, L. (2019). Associação entre odor e isolamento social em pacientes com feridas tumorais malignas: estudo piloto. Enfermería Global, 18(1), 19-65. https://doi.org/10.6018/eglobal.18.1.322641

Silva, J. M., & Veloso, V. L. (2019) Cuidados paliativos em paciente terminal de oncologia: desafios para o enfermeiro na unidade de terapia intensiva. Temas em Saúde. Fesvip. 177-191. https://temasemsaude.com/wp-content/uploads/2019/06/fesvip201911.pdf

World Health Organization. (2013). Cancer Palliative care. Fact sheet, n. 297. http://www.who.int/mediacentre/factsheets/fs297/en/index.html.

World Health Organization. (2014). Global atlas on Palliative care at end of life. http://www.thewhpca.org/resources/global-atlas-on-end-of-life-care.

Yastrub, D. J. (2010). Pressure or pathology: distinguishing pressure ulcers from the Kennedy terminal ulcer. Journal of Wound Ostomy & Continence Nursing, 37(3), 249-250. https://doi.org/10.1097/WON.0b013e3181d737fa

Published

21/05/2021

How to Cite

CARVALHO, M. M. C. de; MACÊDO, W. T. P. .; CARNEIRO , R. B. .; XAVIER, Érika de C. L. .; PEIXOTO, I. V. P. . Skin lesions in oncology palliative care: Observational study. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 6, p. e7510615350, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i6.15350. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/15350. Acesso em: 20 jun. 2021.

Issue

Section

Health Sciences