Training as an accident and incident prevention mechanism: case study in a constructor in Belo Horizonte, Minas Gerais

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i6.15672

Keywords:

Civil construction; Health and safety; Accidents; Training.

Abstract

This study addresses Occupational Health and Safety (OSH), in Civil Construction (CC) where the focus was on the importance of training professionals in this sector as one of the most important tools for reducing the number of accidents and incidents in the common universe to construction sites. The objective of the study was to identify the risks present in a construction site located in the northwest region of Belo Horizonte, Minas Gerais and to consider the normative bases for the elaboration of a training program in Workplace Safety Management with a focus on the prevention of accidents and incidents at the construction site. As a result, it was found that there are significant risks of accidents and work incidents at the construction site observed and through training, the supervisor and workers are also instructed on the proper use of Safety Protection Equipment, which is divided into equipment individual protection and collective protection equipment related to the risk of each activity and makes it possible to check the regularity of this equipment on a daily basis.

References

Antônio, S. (2009). Plano de Cargas para Gruas Instaladas em Canteiro de Obras. São Paulo.

Araújo, L. M. (2005) Trabalho e saúde-doença nas indústrias da construção civil de João Pessoa (PB). Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais), Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa.

Araújo, G. M. (2012). Normas Regulamentadoras Comentadas. Rio de Janeiro. 8ª. ed

Barbosa, L. O.; Ramos, W. (2012) Importância da prevenção de acidentes no setor de construção civil: um estudo de caso em Uberlândia, Minas Gerais, Brasil. Revista Conhecimento Online – Ano 4 – Vol. 2, setembro.

BRASIL. MINISTÉRIO DO TRABALHO. (2000) NR 35 – Atividades e Operações Insalubres. Rio de Janeiro

BRASIL. MINISTÉRIO DO TRABALHO. (2016) NR 18 – Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção Civil. Rio de Janeiro, 2016.

Campos, J. L.D. (2011). O Ministério Público e o meio ambiente do trabalho responsabilidade civil e criminal do empregador e prepostos. FUNDACENTRO. São Paulo.

Cardella, B. (2009) Segurança no Trabalho e Prevenção de Acidentes: uma Abordagem Holística: Segurança Integrada à Missão Organizacional com Produtividade e Qualidade. 1. ED. São Paulo: Atlas.

Dezan, G. (2017) Guia para gestão de segurança nos canteiros de obra: orientação para prevenção dos acidentes e para o cumprimento das normas de SST / Coordenação Roberto Sérgio Oliveira Ferreira. — Brasília, DF: CBIC.

GIL, A. C. (2017) Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas.

Guimarães, G. M., Reis, M. B. (2017) Segurança do Trabalho na Construção Civil: Dados Estatístico de Acidentes de Trabalho e a Prática da Segurança nos Canteiros de Obras. Araraquara, p 25 -29.

Lakatos, E. M; Marconi, M. A. (2011) Fundamentos de metodologia científica. 6. Ed. São Paulo: Atlas.

Lima, F. L. (2013). Número de acidentes de trabalho na construção civil preocupa especialistas. http://www12.senado.gov.br/noticias/materias/2013/03/11/numero-de-acidentes-de- trabalho-na-construcao-civil-preocupa-especialistas.

Lopes, R. (2013). Construção civil: número de acidentes de trabalho diminui mesmo com aumento de obras. 2013. http://www.sinduscon- pr.com.br/principal/home/?sistema=conteudos%7Cconteudo&id_conteudo=1393.

Melo, M. B. F. V. (2012) Influência da cultura organizacional no Sistema de Gestão da Segurança e Saúde no Trabalho em empresas construtoras. Tese de doutorado, UFSC. Florianópolis.

Nunes, F. de O. (2016). Segurança e Saúde no Trabalho Esquematizada. 3ª. ed. Ed. Forense.

Oliveira, T. J. C. (2010) Um Estudo Sobre a Insalubridade Térmica e Produtividade de Trabalhadores em um Protótipo de Central de Concreto e Argamassa na Cidade de Juazeiro do Norte (CE). (Dissertação de Mestrado em Engenharia de Produção).

Oliveira, S. G. (2020) Número de acidentes de trabalho na construção civil preocupa especialistas. http://www12.senado.gov.br/noticias/materias/2020/03/11/numero-de-acidentes-de- trabalho-na-construcao-civil-preocupa-especialistas.

Palasio, C. (2018). Segurança em andaimes. Artigo. São Paulo.

Pereira, J. G. (2008). NR-10 - Segurança e Instalações e Serviços em Eletricidade. Apostila. Belo Horizonte.

Reis, J. T.; Batista, J.C. (2009). A empreitada na indústria da construção civil, o acidente de trabalho e a responsabilidade civil. Rio de Janeiro: Editora LTr.

Rousselet, E. S. (2006) A Segurança na Obra Manual – Manual Técnico de Segurança do Trabalho em Edificações Prediais. Rio de Janeiro, SICOM/RJ/SENAI – DN/CBIS.

Serra, S.M.B. (2010) Segurança e saúde no trabalho em canteiros de obras. In: ARAÚJO, N.M.C. (Org.). Construção Civil: uma abordagem macro da produção ao uso. João Pessoa: SINDUSCON / IFPB. Cap.5, p.105-124.

Silva, A. L. C.A (2018) Segurança do Trabalho como uma Ferramenta para a Melhoria da Qualidade. <http://repositorio.ufsm.br/bitstream/handle/1/8206/SILVA%2c%20ANDRE%20LUIS%20CABRAL.pdf?sequence=1&isAllowed=y>. A

Thame, A. C. de M. (2010) Leis que nos Defendem. IQUAL – Instituto de Qualificação e Editora Ltda. São Paulo.

Vergara, S. C. (2011). Projetos e relatórios de pesquisa em administração, 5. Ed. São Paulo: Editora Atlas.

Vilela, R. A. G. (2013) Desafios da vigilância e da prevenção de acidentes do trabalho. São Paulo: LTr.

Published

27/05/2021

How to Cite

LIMA, . A. C. de .; OLIVEIRA , L. J. B. de S. P. de .; OLIVEIRA , R. P. de .; MARTINS, T. R. de O. . Training as an accident and incident prevention mechanism: case study in a constructor in Belo Horizonte, Minas Gerais. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 6, p. e19610615672, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i6.15672. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/15672. Acesso em: 23 jun. 2021.

Issue

Section

Engineerings