Cervical cancer precursor lesions: A systematic review

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i6.15896

Keywords:

Nursing; Uterine cervical neoplasms; Health promotion.

Abstract

In the context of women's health, one of the pathologies that most affects this population is cervical cancer, also called cervical cancer. For its prevention, there is the Pap smear, which must be done when the woman starts sexual activity. In Brazil, the Ministry of Health and INCA recommend that this screening should be carried out between 25 and 64 years of age, however there are divergences in the literature regarding the correlation of the age group and the appearance of injuries. Thus, the study aims to make a list of the lesions that appear on the cervix of the woman who is under 25 and over 64 years old. For this, a systematic review was carried out on the Virtual Health Library (VHL) platform for the last five years (2017 to 2021). As a result, they obtained 7 articles read in full, of which one can find consonance among all with regard to four thematic axes built for the discussion: Prevention and the role of the nurse in the light of Dorothea Orem, Correlation of the bands age with the lesions, Pap smear and Epidemiological profile of the pathology. It is concluded that the most addressed theme among national and international studies is the Papanicolaou Examination, with differences in the construction of public policies for the promotion and prevention of women's health, as women outside the age recommended by Brazilian public agencies, presented cervical lesions.

Author Biographies

Brenda da Silva França, Universidade de Vassouras

Acadêmica do Curso de Enfermagem da Universidade de Vassouras, RJ, Brasil.

Taís Souza Rabelo, Universidade de Vassouras

Acadêmica do Curso de Enfermagem da Universidade de Vassouras, RJ, Brasil.

Victória Ribeiro Teles, Universidade de Vassouras

Acadêmica do Curso de Enfermagem da Universidade de Vassouras, RJ, Brasil.

Ulisses Rodrigues Dias Filho, Universidade de Vassouras

Acadêmica do Curso de Enfermagem da Universidade de Vassouras, RJ, Brasil.

Ulisses Rodrigues Dias , Universidade de Vassouras

Mestre. Docente do Curso de Enfermagem da Universidade de Vassouras, RJ, Brasil.

Marilei de Melo Tavares, Universidade de Vassouras

Doutora. Professora Adjunto do Curso de Enfermagem da Universidade de Vassouras. Docente permanente do Programa de Pós-graduação em Enfermagem - Mestrado Profissional Ensino na Saúde: Formação docente interdisciplinar para o SUS da Universidade Federal Fluminense - UFF. RJ, Brasil. 

References

Almeida, C. M. C., Souza, A. N., Bezerra, R. S., Lima, F. L. O., & Izabel, T. dos S. S. (2021). Main risk factors associated with the development of cervical cancer, with an emphasis on human papillomavirus (HPV): a review study. Research, Society and Development, 10(1), e19810111634.

Brasil. (2021). Conceito e Magnitude, Instituto nacional de câncer. <https://www.inca.gov.br/controle-do-cancer-do-colo-do-utero/conceito-e-magnitude>.

Brasil. (2021). Câncer do colo do útero, Instituto nacional de câncer. <https://www.inca.gov.br/tipos-de-cancer/cancer-do-colo-do-utero>.

Brasil. Blog da Saúde. Ministério da Saúde. (2014). Saúde da mulher: exames preventivos. http://www.blog.saude.gov.br/index.php/570-perguntas-e-respostas/34632-saude-da-mulher-exames-preventivos

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. (2013). Controle dos cânceres do colo do útero e da mama / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica. (2a ed.), Ministério da Saúde.

Brasil. (2016). Diretrizes brasileiras para o rastreamento do câncer do colo do útero. INCA.

Brasil. (2015). Papanicolau (exame preventivo de colo de útero). Biblioteca virtual em saúde. <https://bvsms.saude.gov.br/dicas-em-saude/2069-papanicolau-exame-preventivo-de-colo-de-utero>.

Brasil. (2019). Parâmetros técnicos para o rastreamento do câncer do colo do útero. INCA.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. (2010). Rastreamento. Ministério da Saúde.

Brasil, M. S. (2016). Protocolos da Atenção Básica: Saúde das Mulheres / Ministério da Saúde, Instituto Sírio-Libanês de Ensino e Pesquisa. Ministério da Saúde.

Brasil. Secretaria de Estado de Saúde. Outubro rosa: cuidar de você mesma é a melhor resposta para o câncer. https://www.saude.mg.gov.br/saudedamulher

Ceolin, R., Nasi, C., Coelho, D. F., Paz, A. A., & Lacchini, A. J. B. (2020). Analysis of cancer trace cancer of the uteruscolumn of a municipality of the south of brazil/Análise do rastreamento do câncer do colo do útero de um município do sul do Brasil. Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online, 12, 406-412.

de Souza Maciel, N., Luzia, F. J. M., da Silva Ferreira, D., Silva, M. C. D. L. P., Joaquim, D. C., & de Sousa, L. B. (2020). Análise dos resultados do último laudo citopatológico de pacientes com Papanicolaou em atraso. Enfermagem em Foco, 11(3).

Fonsêca, C. J. B., Ferreira, T. L. D. S., Araújo, D. V. D., Melo, K. D. F., & Andrade, F. B. D. (2019). Avaliação do Seguimento Clínico de Citopatologia Oncótica em Mulheres na Atenção Primária à Saúde. Rev. bras. ciênc. saúde, 131-140.

Garcia, R. A., dos Santos, L. P. G. S., Beraldo, M., Torres, P. L., & Melao, R. (2019). Protocolo de Enfermagem na Atenção Primária à Saúde Módulo 1: Saúde da Mulher. COREN-SP

Gasparin, V. A., Schmalfuss, J. M., dos Santos Zanotelli, S., & da Silva, E. F. (2020). Rastreamento do câncer de colo do útero durante o acompanhamento pré-natal. Revista Eletrônica de Enfermagem, 22.

Gonul, K. U. R. T., & Akyuz, A. (2019). Evaluating the effectiveness of interventions on increasing participation in cervical cancer screening. The Journal of Nursing Research, 27(5), e40.

Kumar V, Abbas A, Aster J. (2016). Robbins e Cotran – Patologia – Bases Patológicas das Doenças. (9a ed.), Elsevier.

Lemos, L. A., Silveira, F. A., Seixas, J. A., & Dias, U. R. (2020). Relação entre HPV e câncer anal e a utilização de SWAB anal como método de rastreio. Revista Saber Digital, 13(1), 106-117.

Silva JV, Braga CG. (2011). Teorias de enfermagem. Iátria.

Silveira, F. A., Seixas, J. A., Dias, U. R., & Pentagna, B. T. (2020). Puberdade precoce associada a tumor de células da granulosa, em menina de 3 anos: relato de caso. Revista Saber Digital, 12(2), 45-52.

Teoh, D., Vogel, R. I., Hultman, G., Monu, M., Downs, L., Geller, M. A., & Kulasingam, S. (2017). Single health system adherence to 2012 cervical cancer screening guidelines at extremes of age and posthysterectomy. Obstetrics and gynecology, 129(3), 448.

Tiensoli, S. D., Felisbino-Mendes, M. S., & Velasquez-Melendez, G. (2018). Avaliação da não realização do exame Papanicolaou por meio do Sistema de Vigilância por inquérito telefônico. Revista da Escola de Enfermagem da USP, 52.

Published

08/06/2021

How to Cite

FRANÇA, B. da S. .; RABELO, T. S. .; TELES, V. R.; DIAS FILHO, U. R. . .; DIAS , U. R. . .; TAVARES, M. de M. . Cervical cancer precursor lesions: A systematic review. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 6, p. e52910615896, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i6.15896. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/15896. Acesso em: 14 jun. 2021.

Issue

Section

Health Sciences