Interactive fair: Use of innovative methodologies in health education

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i6.16168

Keywords:

Health technologies; Health promotion; Parasitic diseases.

Abstract

A health fair is established as an instrument in the learning process, where it is possible to experience different creative methodologies from a space that makes it possible to explore and share knowledge. In this study, experiences from two editions (December / 2018 and March / 2019) of an interactive fair as technology in health, experienced by volunteer and scholarship students, inserted in university programs of extension and technological initiation are reported. They were held in a Higher Education Center, divided into four sequential stations with the public interacting between them. For the dynamics, microscopes, slides, posters, models and board games were used. In the first season, the most prevalent parasites in the Center (from previous research) were characterized, with visualization of parasitic forms; in the second, symptoms of the enteroparasitoses in question were presented; in the third, models with the parasitic cycles involved, mechanisms of infection and means of prevention. The fourth, on the other hand, was a board game containing contextualized questions from previous seasons. A quiz was used, with questions converted into a game with punctuation, interaction and ranking (monitoring of pre and post course knowledge). With the fairs, it was perceptible to observe that health education actions, when well planned, have significant effects and achieve the goals of their achievements.

Author Biographies

Aldery Souza dos Passos, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Bacharela em Saúde e graduanda em Medicina - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Edemilton Ribeiro dos Santos Junior, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Bacharel em Saúde e graduando em Medicina - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Érica Santos Bomfim, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Bacharela em Saúde e graduanda em Medicina - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Paulo José dos Santos Matos, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Bacharel em Saúde e graduando em Enfermagem - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Mariana Soares de Almeida, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Discente do Bacharelado Interdisciplinar em Saúde – Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB). Bolsista PIBEX / PROEXT - UFRB 2019.

Karine Sampaio de Carvalho, Universidade Federal da Bahia

Discente do Bacharelado em Saúde, Universidade Federal da Bahia (UFBA).

Glauber Andrade dos Santos, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Biomédico. Mestrando do Programa de Mestrado em Saúde da População Negra e Indígena da UFRB. Servidor técnico do CCS/ UFRB.

Lívia Sousa Ribeiro, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Bacharela em Saúde e graduanda em Medicina - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Manuella Silva Correia, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Bacharela em Saúde e graduanda em Medicina - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

References

Bomfim, E. S., Carvalho, K. S., Santos, R. S.; Santos, E. R., Jr.; Rangel, M. S.; Amor, A. L. M. (2019). Reencôncavo Saúde: atividade extensionista em um Centro de Ciências da Saúde. Anais do 8º Congresso Brasileiro de Extensão Universitária. Natal - RN: SEDISUFRN, 1756 – 1757.

Brasil (2009). Temático promoção da saúde IV. Brasília (DF): Ministério da Saúde (BR). Organização Pan-Americana da Saúde.

Coelho, F. J. F., Silva, S. M., Tamiasso-Martinhon, P., & Sousa, C. (2020). Popularização da ciência, educação popular e ensino de ciências e saúde a partir do voluntariado: potencialidades e limitações no projeto PEP Ciências na visão dos monitores. Rev. Ed. Popular, 19(3), 273-292.

Coura, J. R. (2015). Dinâmica das Doenças Infecciosas e Parasitárias. 2ª ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan.

Cuesta-Benjumea, C. (2008). Por dónde empezar? la pergunta en la investigación cualitativa. Enferm Clin. 18(4), 205-210.

Ferreira, M. L. S., Moura, J. F. L., Silva, E. S., Rocha, R. F., Olivares, A. I. O., & Hayd, R. L. N. (2010). Feira de saúde do curso de medicina da UFRR: uma aproximação com a comunidade. Rev Bras Educ Med., 34(2), 310-4.

Filatro, A., & Cavalcanti, C. C. (2018). Metodologias inov-ativas na educação presencial, a distância e corporativa. 1. ed. São Paulo: Saraiva.

Lima, L. F., Moreira, O. C., & Castro, E. F. (2014). Novos olhares sobre o ensino da Fisiologia Humana e da Fisiologia do Exercício. RBPFEX-Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício, 8, 47.

Maike, V. R. M. L. (2013). Jogos educacionais tipo RPG: design e desenvolvimento contextualizados no laptop XO. Dissertação (mestrado) – Universidade Estadual de Campinas, SP: [s.n.].

Matta RD. Você tem cultura? Jornal Embratel [online]. 2009 [acesso 2011 Mai 11]; http://naui.ufsc.br/files/2010/09/DAMATTA_ voce_tem_cultura.pdf

Costa, S. S. C., & Moreira, M. A. (2001). A Resolução de Problemas como um tipo especial de Aprendizagem Significativa. Cad. Cat. Ens. Fís., 18(3), 263-277.

Passos, A. S., Santos, E. R., Jr., Bomfim, E. S., Carvalho, K. S., Matos, P. J. S., & Amor, A. L. M. (2019). Feira Interativa: utilização de metodologias ativas no processo de educação em saúde. Anais da V Reunião Anual da Ciência, Tecnologia, Inovação e Cultura no Recôncavo da Bahia / V RECONCITEC, Cruz das Almas, 813.

Passos, A. S., Santos, E. R., Jr., Andrade, R. S., Bomfim, E. S., Ribeiro, L. S., & Amor, A. L. M. (2020). Encontro de parasitos em uma comunidade acadêmica correlacionado com locais de origem e de residência dos participantes. Anais da VI Reunião Anual da Ciência, Tecnologia, Inovação e Cultura no Recôncavo da Bahia / VI RECONCITEC. 434.

Pereira, G. R., Alves, G. G. H. V. S., & Coutinho-Silva, R. (2020) Educação Científica nos anos iniciais do Ensino Fundamental por meio da Feira de Ciências dos Pequenos Cientistas. Research, Society and Development, [S. l.], 9(7), e990975140. DOI: 10.33448/rsd-v9i7.5140. https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/5140.

Rossi, R. C., Andrade, R. S., Albuquerque, W. A., Lima, L. B. A., Santos, G. A., & Moreno-Amor, A. L. (2018). Aspectos demográficos, socioeconômicos e culturais associados à infecções enteroparasitárias em uma comunidade acadêmica. Anais do XII Seminário Estudantil de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação e III Simpósio de Extensão (XII SEPIP), 130.

Salci, M. A., Maceno, P., Rozza, S. G., Silva, D. M. G. V., Boehs, A. E. & Heidemann, I. T. S. B. (2013). Educação em saúde e suas perspectivas teóricas: Algumas reflexões. Texto Contexto Enferm., Florianópolis, 22(1), 224-30.

Sande, D., & Sande, D. (2018). Uso do Kahoot como ferramenta de avaliação e ensino-aprendizagem no ensino de microbiologia industrial. HOLOS, 1, 34.

Santana, L. A., Vitorino, R. R., Antonio, V. E., Moreira, T. R., & Gomes, A. P. (2014). Atualidades sobre giardíase. JBM, 102(7), 7-10.

Santos, E. R., Jr., Carnevalli, L. M., Mota, L. H. S., Santos, R. S., Rossi, R. C., Alves, J. V. V., & Amor, A. L. M. (2018). Tecnologias educativas como instrumentos para o conhecimento e combate de agentes de doenças infecciosas e parasitárias. In: Salgado, Y. C. S. (Org), Patologia das doenças, Ponta Grossa (PR): Atena Editora, 3, 161-173.

Souza, S. (2021). Inserção comunitária em saúde é prática pedagógica curricularizada na UFRB. Revista Extensão, ed. 19, 2, 10-13.

Sverzut, C., Lucchese, R., Vera, I., Santana, F. R., Evangelista, R. A., Fernandes, I. L., Bueno, A. A., & Castro, P. A. (2014). Devolutiva dos resultados de pesquisa com grupos em equipe de saúde de família. Enciclopédia Biosfera, Centro Científico Conhecer, 10(19), 212-225.

Tavares, C. Z., Costa, L. S., Ninahuaman, M. F. M. L., Marques, G., & Santos, D. C. (2017). Educação em saúde por meio de feiras. REFACS, 5(2), 245-254.

Published

09/06/2021

How to Cite

PASSOS, A. S. dos .; SANTOS JUNIOR, E. R. dos .; BOMFIM, Érica S. .; MATOS, P. J. dos S.; ALMEIDA, M. S. de .; CARVALHO, K. S. de .; SANTOS, G. A. dos; RIBEIRO, L. S. .; CORREIA, M. S. .; AMOR, A. L. M. . Interactive fair: Use of innovative methodologies in health education. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 6, p. e54910616168, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i6.16168. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/16168. Acesso em: 14 jun. 2021.

Issue

Section

Health Sciences