Analysis of the vegetable coverage of a conservation unit of Pantanal of Mato Grosso do Sul state, from remote sensing application

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i9.16342

Keywords:

Remote Sensing; Conservation Unit; Pantanal; NDVI; Multitemporal composition.

Abstract

This work presents an environmental geographical approach directly associated with the use of Geotechnologies as a form of phytomass assessment. This analysis is directed to one of the Conservation Units located in the Pantanal of Mato Grosso do Sul, the Private Reserve of Natural Heritage (RPPN) Fazenda Penha, created in 1997. From the Landsat 5 and Landsat 8 images, the analysis was sought of space - temporal behavior in the period of 29 (twenty-nine) years based on images from the USGS, before and after the creation of the RPPN. The spectral index used was the Normalized Difference Vegetation Index (NDVI), in addition to the multitemporal composition from the results of each year, the multitemporal composition for the red bands and the multitemporal composition for the near infrared bands of each year. The evaluation also involved the study of the surrounding areas, with the generation of shock absorbers of 5,000 meters. the images show the loss of phytomass in the Serra do Amolar region. The same occurred in the vicinity of the Unit. There was less reflectance in the near infrared range and greater reflectance in the red range. It is suggested that in 2016 there was a lower incidence of precipitation or greater evaporation in the region, contributing to a severe drought in the Serra do Amolar and consequently lower NDVI value.

References

Andrade, R. G.; Sediyama, G. C., Paz, A. R. da., Lima, E. P. & Facco, A. G. (2012) Geotecnologias aplicadas à avaliação de parâmetros biofísicos do Pantanal. Pesquisa Agropecuária Brasileira, 47(9), 1227-1234.

Bawa, K., Rose, J., Ganeshaiah, K. N., Barve, N., Kiran, M. C. & Umashaanker, R. (2002). Assessing biodiversity from space: an example from the Western Ghats, India Conservation Ecology, 6(2). p.7.

Bezerra, M. V. F., Alves, T. R. & Paranhos Filho, A. C. (2016). Análise multitemporal, com base no Índice de Vegetação por Diferença Normalizada (NDVI), da cobertura vegetal da Reserva Particular de Patrimônio Natural Penha (RPPN Penha), em Corumbá/MS. Anais... Simpósio de Geotecnologias no Pantanal – Geopantanal, 6, Cuiabá, 2016. Anais, p. 191-196.

BRASIL. Lei nº 9.985 de 2000. (2021). Regulamenta o art. 225, §1º, incisos I, II, III e VII da Constituição Federal, institui o Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza e dá outras providências. Disponível em: < http://www2.mma.gov.br/port/conama/legiabre.cfm?codlegi=322> Acesso em: 27 mar. 2021.

Christofoletti, A. (1982). As características da nova geografia. In: Christofolettia (Org.) Perspectivas da geografia. São Paulo: DIFEL. p. 71-101.

ECOTRÓPICA. (2016). Reserva Particular do Patrimônio Natural. Disponível em: http:// www.ecotropica.org.br/rppns/1. Acesso em: 4 de abril de 2021.

Gamarra, R. M., Teixeira-Gamarra, M. C., Carrijo, M. G. G. & Paralhos Filho, A. C. (2016). Uso do NDVI na análise da estrutura da vegetação e efetividade da proteção de unidade de conservação no cerrado. RA’E GA-O Espaço Geográfico em Análise, (37) 307-332.

Haesbaert, R. (1997). Território, poesia e identidade. Espaço e cultura, (3)20-32.

Jardim, A.; Killeen, T. J. & Fuentes, A. (2003). Guia de los arboles y arbustos del Bosque Seco Chiquitano, Bolívia. Santa Cruz de la Sierra: Editorial FAN. 324p.

Lages, V. N., Braga, C. & Morelli, G. (2004). Territórios em movimento: cultura e identidade como estratégia de inserção competitiva. SEBRAE.

Moraes, A. C. R. (2003). Geografia: pequena história crítica. Annablume.

Paranhos Filho, A. C., Lastoria, G. & Torres, T. G. (2008). Sensoriamento remoto ambiental aplicado: introdução às geotecnologias. Campo Grande: Ed. UFMS. 198 p.

Pereira A. S. et al. (2018). Metodologia da pesquisa científica. [free e-book]. Santa Maria/RS. Ed. UAB/NTE/UFSM.

Pott, A. & Pott, V. J. (2009). Vegetação do Pantanal: fitogeografia e dinâmica. Anais... Simpósio de Geotecnologias no Pantanal, (2), 1065-1076.

Ramos, R. R. D., Lopes, H. L., Melo Junior, J. C. F., Candeias, A. L. B. & Siqueira Filho J. A. (2010). Aplicação do Índice da Vegetação por Diferença Normalizada (NDVI) na Avaliação de áreas Degradadas e Potenciais para Unidades de Conservação. Anais... Simpósio Brasileiro de Ciências Geodésicas e Tecnologias da Geoinformação. Recife. p. 1-6.

Ratzel, F. (1983). O Solo, a Sociedade e o Estado. Revista do Departamento de Geografia / Departamento de Geografia. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. USP - Universidade de São Paulo. Vol. 2, p. 93-101. 1983.

Rouse, J. W., Haas, R. H., Schell, J. A. & Deeering, D. W. (1973). Monitoring vegetation systems in the Great Plains with ERTS (Earth Resources Technology Satellite). Anais… Third Earth Resources Technology Satellite Symposium, Greenbelt, MD, NASA (National Aeronautics and Space Administration), p. 309-317.

Santos, M. (2002). A natureza do espaço: técnica e tempo, razão e emoção. Edusp.

Saquet, M. A. (2003). Os tempos e os territórios da colonização italiana. Porto Alegre: EST Edições, v. 2001. 2003.

Shimabukuro, Y. E.; Novo, E.M. & Ponzoni, F.J. (1998). Índice de vegetação e modelo linear de mistura espectral no monitoramento da região do Pantanal. Pesquisa Agropecuária Brasileira, 33(13), 1729-1737.

Silva, B. B. da, Lopes, G. M. & Azevedo, P. V. de. (2005). Determinação do albedo de áreas irrigadas com base em imagens Landsat 5 - TM. Revista Brasileira de Agrometeorologia, Piracicaba, SP, 13(2), 201-211.

Tarifa, J. R. (1986). O sistema climático do pantanal: da compreensão do sistema a definição de pesquisa climatológica. Anais... I Simpósio sobre Recursos Naturais Sócio-econômicos do Pantanal. Corumbá: DPT, Documento nº 5, EMBRAPA, p. 09-27.

Tuan, Yi-Fu. (1983). Espaço e lugar. São Paulo: Difel, p. 01-22.

United States Geological Survey – USGS. Earth Explorer. 1987. Imagens Landsat 5. Órbita 227, ponto 072. Data de Passagem 01/08/1987. Disponível em: http://earthexplorer.usgs.gov/. Acesso em: 22 de março de 2017. 2017a.

United States Geological Survey – USGS. Earth Explorer. 2016. Imagens Landsat 8. Órbita 227, ponto 072. Data de Passagem 16/08/2016. Disponível em: http://earthexplorer.usgs.gov/. Acesso em: 22 de março de 2017. 2017b.

Published

25/07/2021

How to Cite

BEZERRA , M. V. F. .; ENCINA , C. C. C. .; FIGUEIREDO , H. R. de .; DALMAS, F. B.; PARANHOS FILHO , A. C. . Analysis of the vegetable coverage of a conservation unit of Pantanal of Mato Grosso do Sul state, from remote sensing application. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 9, p. e24710916342, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i9.16342. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/16342. Acesso em: 23 sep. 2021.

Issue

Section

Exact and Earth Sciences