The impact of the COVID-19 pandemic on motorcycle accidents and the profile of victims in a health region of Pernambuco

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i9.17680

Keywords:

Epidemiological Monitoring; COVID-19; Accidents, Traffic; Motorcycles.

Abstract

The restriction of the movement of people aiming to control the pandemic by COVID-19 impacted the world. However, traffic accidents remain a public health problem in Brazil. Thus, this study aimed to describe the impact of the COVID-19 pandemic on motorcycle accidents and the profile of those injured in Pernambuco. It is a descriptive, quantitative and retrospective study carried out with secondary data from the Information System on Land Transport Accidents, from VIII GERES in the state of Pernambuco. Year I, pre-covid, from March 2019 to February 2020, and Year II, Covid, from April 2020 to March 2021, were considered. Data were entered in Excel, exported and subjected to statistical analysis in the program Statistical Package for the Social Sciences (SPSS) 22.0., performed the T Test for independent samples and 5% confidence interval. In Year I, there were 6206 accidents and in Year II, 5402. It stood out in number of notifications, in Year I, December 2019 (614); while in Year II, December 2020 (533); however, April and May 2020 had the lowest number of notifications. There was a reduction in the number of motorcycle accidents during the COVID-19 pandemic, possibly due to the social isolation measures adopted. The profile observed was of men, young adults, with hospital discharge within 72 hours, lack of license and helmet. Accidents occurred more frequently on Fridays, Saturdays and Sundays, with emphasis on tipping/overturning; reaffirming the vulnerability of those involved in motorcycle accidents.

Author Biography

Cleusa Wanderley de Queiroz Andrade, Universidade Federal do Vale do São Francisco

Acadêmica de medicina da Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF). 

References

Albuquerque, A. M. D., Silva, H. C. D. L., Torquato, I. M. B., Gouveia, B. D. L. A., Abrantes, M. S. D. A. P., & Torres, V. D. S. F. (2016). Vítimas de acidentes de moto com traumatismo. Revista de Enfermagem UFPE on line, 1730-1738.

Barreto, M. D. S., Teston, E. F., Latorre, M. D. R. D. D. O., Mathias, T. A. D. F., & Marcon, S. S. (2016). Mortalidade por acidentes de trânsito e homicídios em Curitiba, Paraná, 1996-2011. Epidemiologia e Serviços de Saúde, 25, 95-104.

Barroso Junior, G. T., Bertho, A. C. S., & Veiga, A. D. C. (2019). A letalidade dos acidentes de trânsito nas rodovias federais brasileiras em 2016. Revista Brasileira de Estudos de População, 36.

Belmonte, L. M., Lange, B. A., Silva, C. M. D., Silva, T. O. D., & Belmonte, L. A. O. (2017). Levantamento do perfil das vítimas de acidentes motociclisticos internadas em um hospital público de Santa Catarina. Rev. Saúde Pública St. Catarina, 8-22.

Benito, G. A. V., & Licheski, A. P. (2009). Sistemas de Informação apoiando a gestão do trabalho em saúde. Revista Brasileira de Enfermagem, 62(3), 447-450.

Biffe, C. R. F., Harada, A., Bacco, A. B., Coelho, C. S., Baccarelli, J. L. F., Silva, K. L., ... & Silva, T. I. (2017). Perfil epidemiológico dos acidentes de trânsito em Marília, São Paulo, 2012. Epidemiologia e Serviços de Saúde, 26, 389-398.

Da Costa Medeiros, W. M., Galvão, C. H., Guedes, I. S. C., Carício, M. R., de Macedo, É. M. F., & Ribeiro, L. M. (2017). Perfil epidemiológico das vítimas de acidentes de trânsito atendidas num serviço público de emergência da região metropolitana de NATAL/RN. HOLOS, 7, 213-224.

Da Silva, D. R., & Bidarra, Z. S. (2017). Os custos dos acidentes de trânsito envolvendo jovens de 18 a 29 anos de idade em cinco cidades da Região Oeste do Paraná. Guaju, 3(2), 122-138.

Da Silva, E. R., Cardoso, B. C., & de Sequeira Santos, M. P. (2011). O AUMENTO DA TAXA DE MOTORIZAÇÃO DE MOTOCICLETAS NO BRASIL. Revista Brasileira de Administração Científica, 2(2).

Da Silva, F. P., de Oliveira, F. P., Suassuna, L. A. S., de Menezes, M. L., Lima, R. G. D. B. O., & Silva, C. C. S. (2021). Riscos e vulnerabilidades dos trabalhadores motociclistas durante a pandemia da COVID-19 no Brasil. Saúde Coletiva (Barueri), 11(61), 4798-4807.

De Castro, M. F. (2021). A pandemia e os entregadores por aplicativo. Revista Espaço Acadêmico, 20, 70-80.

Dos Santos, W. J., da Silva Cêlho, V. M., Barreto Santos, G., & da Costa de Ceballos, A. G. (2019). Sobrecarga de trabalho e comportamentos de risco em motociclistas. Revista Brasileira de Enfermagem, 72(6).

Faul, F., Erdfelder, E., Lang, A. G., & Buchner, A. (2007). G* Power 3: A flexible statistical power analysis program for the social, behavioral, and

biomedical sciences. Behavior research methods, 39(2), 175-191.

Fernandes, F. E. C. V., de Melo, R. A., Araújo, F. D. S. A., Borges, F. K. B., de Holanda, O. Q., & de Lacerda Campos, M. E. A. (2019). Acidentes por motocicleta e fatores associados à condição de habilitação dos condutores. Arquivos de Ciências da Saúde, 26(2), 130-135.

Furtado, B. M. A. S. M., Bonfim, C. V. D., Fernandes, C. L. E. D. A., Oliveira, J. A., & Silva, A. G. S. D. (2020). Análise espacial de acidentes de trânsito com idosos em um município da região Nordeste do Brasil. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, 23(6).

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. (2021). Frota de veículos. Brasília-DF. Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/brasil/pe/recife/pesquisa/22/28120

Instituto de Pesquisa Ecocômica Aplicada. (2015). Acidentes de Trânsito nas Rodovias Federais Brasileiras: Caratretização, Tendências e Custos para a Sociedade. Brasília-DF.

Marinho, V. L., Klinger, E. F., da Silva, J. B. F., Reis, T. V., & Campos, K. P. M. (2020). COMPORTAMENTOS DE RISCO NO TRÂNSITO: UM ESTUDO COM UNIVERSITÁRIOS DE UM MUNICÍPIO DO SUL DO TOCANTINS. Revista Cereus, 12(1), 27-40.

Ministério da Saúde. (2011). Estabelece diretrizes gerais para a instituição de Regiões de Saúde no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). Diário Oficial da União, Brasília-DF.

Ministério da Saúde. (2014). Saúde Brasil 2013: Uma análise da situação de saúde e das doenças transmissíveis relacionadas à pobreza. Brasília-DF.

Ministério da Saúde. (2019). VIVA Inquérito 2017: Vigilância de Violências e Acidentes em Serviços Sentinelas de Urgências e Emergências nas capitais,

Distrito Federal e municípios. Brasília-DF.

Portaria nº 356 (2020, 11 março). Dispõe sobre a regulamentação e operacionalização do disposto na Lei nº 13.979, de 6 de fevereiro de 2020, que estabelece as medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do coronavírus (COVID-19). Diário Oficial da União, Ed. 49, Brasília-DF.

Prefeitura Municipal de Petrolina. Petrolina tem primeiro caso confirmado do novo coronavírus. https://petrolina.pe.gov.br/petrolina-tem-primeiro-caso-confirmado-do-novo-coronavirus/

Ribeiro-Júnior, M. A. F., Néder, P. R., Augusto, S. D. S., Elias, Y. G. B., Hluchan, K., & Santo-Rosa, O. T. T. O. (2021). Estado atual do trauma e violência em São Paulo-Brasil durante a pandemia de COVID-19. Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões, 48.

Rios, P. A. A., Mota, E. L. A., Ferreira, L. N., Cardoso, J. P., Ribeiro, V. M., & Souza, B. S. D. (2020). Fatores associados a acidentes de trânsito entre condutores de veículos: achados de um estudo de base populacional. Ciência & Saúde Coletiva, 25, 943-955.

Secretaria Estadual de Saúde. (2016). Plano Estadual de Saúde: 2016-2019. Pernambuco-PE.

Silva, D. O., Oliveira, M. A., Fernandes, F. E. C. V., & Mola, R. (2018). Acidentes de trânsito e sua associação com o consumo de bebidas alcoólicas. Enfermería Global, 17(4), 365-400.

Souto, C. C., Reis, F. K. W., Bertolini, R. P. T., Lins, R. S. D. M. A., & Souza, S. L. B. D. (2016). Perfil das vítimas de acidentes de transporte terrestre relacionados ao trabalho em unidades de saúde sentinelas de Pernambuco, 2012-2014. Epidemiologia e Serviços de Saúde, 25, 351-361.

Uddin, M., Mustafa, F., Rizvi, T. A., Loney, T., Al Suwaidi, H., Al-Marzouqi, A. H. H., ... & Senok, A. C. (2020). SARS-CoV-2/COVID-19: viral genomics, epidemiology, vaccines, and therapeutic interventions. Viruses, 12(5), 526.

World Health Organization (2013). Global status report on road safety 2013: Supporting a decade of action: summary. Global Status Report on Road Safety 2013: Supporting a Decade of Action: Summary.

World Health Organization. (2018). Global status report on road safety 2018.

Zanon, N. M., & Brisotto, L. D. F. R. (2020). COMPORTAMENTO DE RISCO E A CONTRIBUIÇÃO DA PSICOLOGIA PARA A REDUÇÃO DOS ACIDENTES DE TRÂNSITO: UMA REVISÃO DA LITERATURA. Revista Destaques Acadêmicos, 12(2).

Published

21/07/2021

How to Cite

ANDRADE, C. W. de Q.; MARCOS, E. A. C.; SANTOS, J. A. R. dos; SILVA, S. N. G. R.; NUMATA FILHO, E. S.; FIGUEREDO, D. da S.; SANTOS, I. The impact of the COVID-19 pandemic on motorcycle accidents and the profile of victims in a health region of Pernambuco. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 9, p. e5410917680, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i9.17680. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/17680. Acesso em: 20 sep. 2021.

Issue

Section

Health Sciences