Geographical approaches and the use of Information and Communication Technologies in current teaching praxis in human geography: A narrative review

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i9.17739

Keywords:

TICs; Geography; Human geography; Education; Teaching-learning.

Abstract

Nowadays, the teaching of human geography allied to the use of information and communication technologies (TICs) has been widely used in several educational contexts. Such action has allowed the teaching-learning process in geography to have a greater reach with effectiveness in terms of theoretical deepening in this area of knowledge. The use of TICs seems to be right and well directed towards the training of future Geography teachers, especially in Human Geography, where a process of strengthening the debates about the role of Geography teaching in Education is taking place. Here we consider especially the teaching of Human Geography, which encompasses several disciplines such as Politics, Commerce, Legislation, Environment, among other areas of knowledge, and we glimpse a new trend, since the geographic language today needs to be expanded, adding deep reflections on the definition not only of meanings, but also of representations that can be attributed to diverse terms such as "environment, cultural identity, environmental degradation," among others. The question then is: does the use of the tools provided by the advent of TICs contribute to the advancement of knowledge in the teaching-learning process in human geography where the teacher can foster the autonomy and critical thinking of his student. The present work methodologically is of bibliographical and narrative nature producing discussions focused on a perspective of knowledge construction in which geography should always remain as a science, where events unfold, being fundamental to all processes of social construction and structuring of a complex society.

Author Biographies

Leandro Alcasar Rodrigues, Secretaria da Educação da Prefeitura Municipal de Jardinópolis

Leandro Alcasar Rodrigues

Professor Efetivo II na Prefeitura Municipal de Jardinópolis

Mestre em Educação na UNR – Universidad Nacional de Rosário/Argentina

Doutorando em Educação na UNR – Universidad Nacional de Rosário/ Argentina

Pesquisador no Núcleo de Pesquisa e Extensão em Educação e Saúde Comunitária-NUPEESC/UFF/CNPq.

Rua São José, 450 – apto 132 – Centro

Ribeirão Preto – SP

14010-160

leandroalcasar@yahoo.com.br

16-997961341

Marcia Isabel Gentil Diniz, Universidade Federal Fluminense

Professora Adjunto IV na Universidade Federal Fluminense/ EEAAC/MEP. Mestre em Educação.Doutoranda em Humanidades y Artes com menção em Ciencias de la Educación, Faculdade de Humanidades y Artes de la Universidad Nacional de Rosario-UNR, Argentina. Lìder do Núcleo de Pesquisa e Extensão em Educação e Saúde Comunitária/ NUPEESC Brasil, Pesquisadora do Núcleo Políticas Públicas e Instâncias de Socialização - POLIS - Brasil. UFF/CNPq. /UFF/CNPq.E-mail:marciagentil@uol.com.br. http://orcid.org/0000-0003-1980-4597

References

Banhara G. D. (2010). A Utilização das Novas Tecnologias no Ensino de Geografia. http://www.dge.uem.br/iii-encontro-regional-de-geografia-e-xxv-semana-de-geografia-uem.

Bernardo W.M., Nobre M.R.C. & Jatene F.B. (2004). A prática clínica baseada em evidências. Parte II: buscando as evidências em fontes de informação. Rev Assoc Med Bras. 50(1),1-9.

Brasil. (1998). Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental. Ministério da Educação.

Castells, M. (1999). A sociedade em rede. (3a ed.), Paz e Terra

Cavalcanti, C. (2021). Uma tentativa de caracterização da economia ecológica. Ambient. soc., 7.http://dx.doi.org/10.1590/S1414- 753X2004000100009.

Cavalcanti, L. de S. (2002). Geografia e práticas de ensino. Goiânia: Alternativa

Faria, E. T. (2004). O professor e as novas tecnologias. In: Enricone, D (Org.). Ser professor. (4a ed.), EDIPUCRS, pp. 57-72.

Imbernón, F. (2002). Formação Docente e Profissional: Formar-se para a mudança e a incerteza. (3a ed.), Cortez. (Coleção Questões da Nossa Época: v. 77).

Lacoste, Y. (2010). A Geografia: isso serve, em primeiro lugar, para fazer a guerra. (18a ed.), Papirus

Levy, P. (2009). Cibercultura. (Trad. Carlos Irineu da Costa). Editora 34, 2009.

Levy, P. (2013). Conceitos-chave no estudo da cibercultura. https://www.cafecomsociologia.com/pierre-levy-conceitos-chave-cibercultura/>

Libâneo, José Carlos. (2001). Adeus professor, adeus professora? Novas exigências educacionais e profissão docente. (5a ed.), Cortez, (Coleção questões da Nossa Época, V. 67).

Lima, M. L., Gomes, M. (2010). Redimensionando o papel dos profissionais da educação: algumas considerações. In: Pimenta, Selma Garrido, Ghedin, Evandro(orgs). Professor reflexivo no Brasil: gênese e crítica de um conceito. (6a ed.), Cortez

Mancini, M. C. & Sampaio, R. F. (2006). Quando o objeto de estudo é a literatura: estudos de revisão. Brazilian Journal of Physical Therapy, 10(4). https://dx.doi.org/10.1590/S1413-35552006000400001

Moran, J. (2000). Ensino e aprendizagem inovadores com tecnologias audiovisuais e telemáticas, In: Moran, J., Masetto, M. & Behrens, M. Novas tecnologias e mediação pedagógica. Papirus.

Neves, B. P., Muniz, & Alexsandra M. V. (2004). As Tecnologias Da Informação E Comunicação (Tic S ) E A Geografia: Aplicações No Ensino Da Geografia Humana. In: V CONEDU, 2018, REcife. Anais do V Conedu. REalize, 2018.

Oliveira, M. R. R. de. (2004). O Primeiro Olhar: Experiência com Imagens na educação Física Escolar. 2004. 177 f. Tese (Mestrado em Educação Física) Centro de Desportos – Universidade Federal de Santa Catarina/UFSC.

Perrenoud, P. (2000). Utilizar novas tecnologias. In: Dez novas competências para ensinar. Artmed

Saviani, D. (2009). Formação de professores: aspectos históricos e teóricos do problema no contexto brasileiro. Revista Brasileira de Educação 14

Tasca, J. et al. (2010). An approach for selecting a theoretical framework for the evaluation of training programs. Journal of European Industrial Training, 34, 631-655.2010

Tellaroli, T. M., & Albino, J. P. (2007). Da sociedade da informação às novas tic’s: questões sobre internet, jornalismo e comunicação de massa. https://www3.faac.unesp.br/anais-comunicacao/textos/28.pdf .

Vygotsky, L. S. (1996). A formação social da mente: o desenvolvimento dos processos psicológicos superiores. (5a ed.), Martins Fontes.

Published

24/07/2021

How to Cite

RODRIGUES, L. A.; DINIZ, M. I. G. Geographical approaches and the use of Information and Communication Technologies in current teaching praxis in human geography: A narrative review. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 9, p. e20510917739, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i9.17739. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/17739. Acesso em: 23 sep. 2021.

Issue

Section

Review Article