Mental health in the context of social isolation

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i9.17777

Keywords:

Mental health; Mental Health; Social isolation; Depression.; Social isolation; Depression.

Abstract

Objective: To identify the levels of depression during the pandemic of the Coronavirus COVID-19 and to track the impact of social detachment and / or not during the period of the pandemic related to the signs of depression. Methodology: This is an exploratory study with an approach with a quantitative approach developed during the period from August to December 2020 with a population of 104 participants, including undergraduate students and health professionals, aged between 16 and 50 years old. Three variables were used: sex, age, marital status, being analyzed for the level and predominance of Depressive Disorder developed during social isolation. Data collection using the adaptation of the Questionnaire Patient Health Questionnaire-9 (PHQ-9), validated for Brazil. Results: Females presented Moderate Depressive Disorder (16%), followed by Moderately Severe (11.5 %) on the other hand (12.5%) did not present any disorders. The male gender, on the other hand, presented Moderate Depressive Disorder (12.5%). The age with the highest number of cases was 21 to 30 years, with Moderate Depressive Disorder (18.3%), Moderately severe Depressive Disorder (15%). As for the activities developed during social isolation, most responded: playing with their children, watching series, writing articles, among others. Regarding the feelings of study participants developed in coping with the pandemic, participants could choose more than one option, namely: insecurity, overloaded, sad, stressed, fear, among others. Conclusion: There was a high frequency of feelings of isolation, anxiety and sadness, fear, stress during the study period, as well as depressive disorders in the population.

Author Biographies

Cleide Correia de Oliveira, Universidade Regional do Cariri

Possui Graduação em Enfermagem pela Universidade de Fortaleza-UNIFOR com Mestrado em Desenvolvimento Regional pela Universidade Regional do Cariri, Doutorado em Bioquimica Toxicológica pela Universidade Federal de Santa Maria RS. Professora Associada da Universidade Regional do Cariri das Disciplinas Saúde Mental. Com experiência nas áreas de Enfermagem Assistencial, Centro Cirúrgico e Centro de Materiais, UTI. Administração Hospitalar e Sistemas de Saúde Pública e Privado. Atuando principalmente nos seguintes temas: Saúde mental. Coordenadora da Pós-graduação em Saúde Mental URCA e Enfermagem em Oncologia.

Joauquim Rangel Lucio da Penha, Secretaria Municipal de Educação

Graduação em Educação Física, especialização em Educação Física Escolar e Mestre em Saúde da Criança e do adolescente pela Universidade Estadual do Ceará (UECE). Possui registro profissional no CONFEF e CREF 5 (Conselho Federal e Regional de Educação Física). Atualmente é professor de Educação Física do quadro de funcionário efetivo da SME de Várzea Alegre - CE e da SME de Crato - CE. Pesquisa os níveis de aptidão física relacionada a doenças cardiometabólicas e osteomusculares em crianças e adolescentes.

Helvis Eduardo Oliveira da Silva, Universidade Regional do Cariri

Graduando em Enfermagem pela Universidade Regional do Cariri - (URCA). Bolsista Voluntário de Extensão do Projeto intitulado: "Prevenção do uso de álcool e outras drogas no âmbito escolar: Uma abordagem para educadores e educandos de escolas públicas". Membro da Liga Acadêmica de Estudos, Pesquisa e Extensão Sobre Saúde Mental-(LISaME). Monitor da Disciplina Enfermagem no Processo de Cuidar em Saúde Mental, Membro do Grupo de Pesquisa Clínica, Cuidado e Gestão em Saúde (GPCLIN/CNPq/URCA). Bolsista do Programa de Educação pelo Trabalho na Saúde- PET/ Saúde Educação Interprofissionalidade.

Lorena Pinheiro Costa, Universidade Regional do Cariri

Graduada em Direito Leao Sampaio; Pós graduando em Direito Universidade Regional do Cariri - URCA.

Ana Hirlene de Brito Correia Oliveira, Universidade Regional do Cariri

Possui graduação em Psicologia pela Universidade Estadual da Paraíba. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Psicologia, atuando principalmente nos seguintes temas: enfermagem, saúde mental, mulheres encarceradas, tanatologia e sistema prisional.

José Hercules Gomes da Filho, Universidade Regional do Cariri

Graduado em Administração Leão Sampaio; Pós graduando pela Universidade Regional do Cariri - URCA.

References

Ahmed, M. Z., Ahmed, O., Aibao, Z., Hanbin, S., Siyu, L., & Ahmad, A. (2020). Epidemic of COVID-19 in China and associated Psychological Problems. Asian journal of psychiatry, 51, 102092.

Afonso P. O impacto da pandemia COVID-19 na saúde mental. Act Med Port. 2020;33(5):356-7.

Ali, M., Ahsan, G. U., Khan, R., Khan, H. R., & Hossain, A. (2020). Immediate impact of stay-at-home orders to control COVID-19 transmission on mental well-being in Bangladeshi adults: Patterns, Explanations, and future directions. BMC research notes, 13(1), 1-7.

Barros, M. B. D. A., Lima, M. G., Malta, D. C., Szwarcwald, C. L., Azevedo, R. C. S. D., Romero, D., & Gracie, R. (2020). Relato de tristeza/depressão, nervosismo/ansiedade e problemas de sono na população adulta brasileira durante a pandemia de COVID-19. Epidemiologia e Serviços de Saúde, 29, e2020427.

Bhardwaj, M., Price, J., Landry, M., Harvey, P., & Hensel, J. M. (2018). Association between severity of depression and cardiac risk factors among women referred to a cardiac rehabilitation and prevention clinic. Journal of cardiopulmonary rehabilitation and prevention, 38(5), 291-296.doi: 10.1097/HCR.0000000000000311.

Brooks, S. K., Webster, R. K., Smith, L. E., Woodland, L., Wessely, S., Greenberg, N., & Rubin, G. J. (2020). The psychological impact of quarantine and how to reduce it: rapid review of the evidence. The lancet, 395(10227), 912-920.

Cybulski, C. A., & Mansani, F. P. (2017). Análise da Depressão, dos Fatores de Risco para Sintomas Depressivos e do Uso de Antidepressivos entre Acadêmicos do Curso de Medicina da Universidade Estadual de Ponta Grossa. Revista Brasileira de Educação Médica, 41(1), 92-101.

Duarte, M. D. L. C., Silva, D. G. D., & Bagatini, M. M. C. (2021). Enfermagem e saúde mental: uma reflexão em meio à pandemia de coronavírus. Revista Gaúcha de Enfermagem, 42(SPE).

Faro, A., Bahiano, M. D. A., Nakano, T. D. C., Reis, C., Silva, B. F. P. D., & Vitti, L. S. (2020). COVID-19 e saúde mental: a emergência do cuidado. Estudos de Psicologia (Campinas), 37.

Fiorillo, A., Sampogna, G., Giallonardo, V., Del Vecchio, V., Luciano, M., Albert, U., & Volpe, U. (2020). Effects of the lockdown on the mental health of the general population during the COVID-19 pandemic in Italy: Results from the COMET collaborative network. European Psychiatry, 63(1).

Gil, A. C. (2017). Pós-Graduação-Metodologia-Como Elaborar Projetos de Pesquisa-Cap 2.

Gonçalves, A.M.C., Maria, T.B.T., Jairo, R.A.G., Claudia, S.L., Gulnar, A.S.,Carmen,J.G., Kristiane, C. D.D. (2018). Prevalência de depressão e fatores associados em mulheres atendidas pela estratégia de saúde da família. Artigo original - j. Bras. Psiquiatr. 67 (2).

HULLEY, Stephen et al. Delineando a pesquisa clínica. 4. ed. Porto Alegre: ArtMed, 2015.

Hossain, M. M., Sultana, A., & Purohit, N. (2020). Mental health outcomes of quarantine and isolation for infection prevention: a systematic umbrella review of the global evidence. Available at SSRN 3561265.doi: 10.4178/epih.e2020038.

Lam, R. W. (2018). Depression. 3th ed. Oxford, UK: Oxford University Press.

Liang, T. (2020). Zhejiang University School of Medicine. Handbook of COVID-19: prevention and treatment. Paris: UNESCO. Retrieved from.

Malta, D. C., Gomes, C. S., Szwarcwald, C. L., de Azevedo Barros, M. B., da Silva, A. G., Prates, E. J. S.,& da Silva, D. R. P. (2020). Distanciamento social, sentimento de tristeza e estilos de vida da população brasileira durante a pandemia de COVID-19. doi: 10.1590/SciELOPreprints.1371.

Nabuco, G., Pires de Oliveira, M. H. P., & Afonso, M. P. D. (2020). O impacto da pandemia pela COVID-19 na saúde mental: qual é o papel da Atenção Primária à Saúde? Revista Brasileira De Medicina De Família E Comunidade, 15(42), 2532.

Oliveira, L. D. Espaço e Economia: Novos Caminhos, Novas Tensões. Espaço e Economia. 2020. 1(17), 1–13. Oliveira, L. D. D. (2012). Espaço e Economia: Novos Caminhos, Novas Tensões. Espaço e Economia. Revista brasileira de geografia econômica, (1).

Organização das Nações Unidas (ONU). (2020). ONU diz que medo não pode viralizar após pandemia de novo coronavírus.https://news.un.org/pt/story/2020/03/1707031.

Pahayahay, A., & Khalili-Mahani, N. (2020). What Media Helps, What Media Hurts: A Mixed Methods Survey Study of Coping with COVID-19 Using the Media Repertoire Framework and the Appraisal Theory of Stress. Journal of medical Internet research, 22(8), e20186.

Pereira-Ávila, F. M. V., Lam, S. C., Goulart, M. D. C., Góes, F. G. B., Pereira-Caldeira, N. M. V., & Gir, E. (2021). Fatores Associados Aos Sintomas De Depressão Entre Idosos Durante A Pandemia Da Covid-19. Texto & Contexto-Enfermagem, 30.

Pinto F.R., Silva J.S., Nogueira T.V., & Ferreira T.C. (2014). Resiliência em discentes de administração, poridade, religiosidade e gênero. Revista da faculdade de administração e economia. Ceará; 5(2): 141-62.

Reis-Filho, J. A., & Quinto, D. (2020). COVID-19, Afastamento social, pesca artesanal e segurança alimentar: como esses temas estão relacionados e quão importante é a soberania dos trabalhadores da pesca diante do cenário distópico.

Santos, I. S., Tavares, B. F., Munhoz, T. N., Almeida, L. S. P. D., Silva, N. T. B. D., Tams, B. D., & Matijasevich, A. (2013). Sensibilidade e especificidade do Patient Health Questionnaire-9 (PHQ-9) entre adultos da população geral. Cadernos de Saúde Pública, 29, 1533-1543.

Silva, H. G. N., dos Santos, L. E. S., & de Oliveira, A. K. S. (2020). Efeitos da pandemia do novo Coronavírus na saúde mental de indivíduos e coletividades/Effects of the new Coronavirus pandemic on the mental health of individuals and communities. Journal of Nursing and Health, 10(4).

Smith, B. J., & Lim, M. H. (2020). How the COVID-19 pandemic is focusing attention on loneliness and social isolation. Public Health Res Pract, 30(2), 3022008.doi: 10.17061/phrp3022008. PMID: 32601651.

Shan W.S.Y., Zhang D., Shan S.R.W., Kei Y.B.H., Chung R.Y., & Man Wong C.K. Impact of COVID-19 on loneliness, mental health, and health service utilisation: A prospective cohort study of older adults with multimorbidity in primary care. British Journal of General Practice [Internet].

Sousa, M. N. A. D., Estrela, Y. D. C. A., & Bezerra, A. L. D. (2020). Perfil epidemiológico de casos de coronavírus no estado da Paraíba utilizando o Boletim Epidemiológico Local.

Souza, A. S. R., Souza, G. F. D. A., & Praciano, G. D. A. F. (2020). A saúde mental das mulheres em tempos da COVID-19. Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil, 20(3), 659-661.

Wang, C., Pan, R., Wan, X., Tan, Y., Xu, L., Ho, C. S., & Ho, R. C. (2020). Immediate psychological responses and associated factors during the initial stage of the 2019 coronavirus disease (COVID-19) epidemic among the general population in China. International journal of environmental research and public health, 17(5), 1729.

WHO, World Health Organization. (2020). Mental health and psychosocial considerations during the COVID-19 outbreak.

WHO, World Health Organization.(2020). Mental health and psychosocial considerations during the COVID-19 outbreak.

Published

22/07/2021

How to Cite

OLIVEIRA, C. C. de .; PENHA, J. R. L. da .; SILVA, H. E. O. da .; COSTA, L. P. .; OLIVEIRA, A. H. de B. C. .; GOMES DA FILHO, J. H. . Mental health in the context of social isolation. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 9, p. e12110917777, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i9.17777. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/17777. Acesso em: 20 sep. 2021.

Issue

Section

Health Sciences