Chemistry teaching experimentation in basic education

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v9i1.1787

Keywords:

Experimentation; Natural Sciences Teaching; Methodology

Abstract

This paper presents a clipping of a master's dissertation aiming to investigate how students build scientific knowledge using the methodology of experimentation in Chemistry Teaching and to analyze the strategies, potentialities and limitations of this methodology in High School. The theoretical framework addresses pedagogical and epistemological questions of experimentation. The intervention for this investigation was carried out in a public school of Basic Education, located in the municipality of Vila Nova do Sul / RS, with students of the first year of high school. The research methodology used the qualitative approach and from the production of data emerged categories of analysis. As a result of this research it is pointed out that students have become more independent as they carry out the experiments, with frequent questions during the class, while making important decisions in the development of the experiments.

Author Biographies

Raquel Pereira Neves Gonçalves, Universidade Federal do Pampa

Maria Pereira Teixeira, no município de Vila Nova do Sul, Mestre em Mestrado Profissional em Ensino de Ciências - UNIPAMPA, Especialista em Metodologia no Ensino de Biologia e Química - FACINTER, possui Licenciatura em Química pela Universidade Federal de Mato Grosso - UFMT. Integrante dos Projetos de Pesquisa: Fundamentos para o emprego da metodologia de Resolução de Problemas na Educação Básica; Atividade Experimental Problematizada (AEP): estrutura teórica-metodológica como estratégia pedagógica qualificada para o ensino de ciências experimentais e o Projeto de Extensão: Resolução de Problemas no Ensino de Ciências-UNIPAMPA. Possui experiência na área de ciências, física, química.

Mara Elisângela Jappe Goi, Unipampa

É Professora da Unipampa-Universidade Federal do Pampa-Caçapava do Sul. Doutora em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul-UFRGS, Mestre em Ensino de Ciências e Matemática pela Universidade Luterana do Brasil-ULBRA, licenciada em Química pela Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul –Unijuí. Foi professora da Educação Básica durante 20 anos. Atualmente atua na Educação Superior, no curso de Licenciatura em Ciências Exatas, no curso de Pós-Graduação em Educação Científica e Tecnológica e no Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências (PPGEC- Mestrado Profissional) com experiência docente e como coordenadora e docente dos estágios supervisionados do curso de Licenciatura em Ciências Exatas da Unipampa. Seus interesses de pesquisa concentram-se na formação de professores, resolução de problemas e processo de ensino de aprendizagem em Ciências da Natureza.

References

Axt, R. (1991). O papel da experimentação no ensino de ciências. In: Moreira, M. A; AXT, R. Tópicos em Ensino de Ciências. Porto Alegre: Sagra, 79-90.

Bachelard, G. (1996). A formação do espírito científico. Rio de janeiro: Contraponto, 1938. In: Bachelard, G. (1974) A Filosofia do não. Trad. Joaquim José Moura Ramos. São Paulo: abril Cultural.

Bachelard, G. (2008). A noção de obstáculo epistemológico plano da obra. Contraponto.

Bardin, L. (2011). Análise de conteúdo. Tradução de Luís Antero Retos, Augusto Pinheiro. São Paulo: Edições, 70.

Bassoli, F. (2014). Atividades práticas e o ensino-aprendizagem de ciência (s): mitos, tendências e distorções. Ciência & Educação (Bauru), 20 (3),579-593.

Batinga, V. T. S., & Teixeira, F. M. Análise da Abordagem de Resolução de Problemas por uma professora de Química: um estudo de caso envolvendo o conteúdo de Estequiometria. In: IX Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências – IX ENPEC - Águas de Lindóia, São Paulo – 10 a 14 de novembro de 2013. Anais [...]. Águas de Lindóia, SP: [S.I.] Disponível em: http://www.nutes.ufrj.br/abrapec/ixenpec/atas/resumos/R1651-1.pdf. Acesso em: 10 maio 2017.

Borges, A. T. (2002). Novos rumos para o laboratório escolar de ciências. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, 19 (3), 291-313.

Brasil, M. E. (2006). Orientações curriculares para o ensino médio. Ciências da natureza, matemática e suas tecnologias. Secretaria de Educação Média e Tecnológica/MEC, Brasília.

Calefi, P. S., Reis, M. J. F., & Rezende, F. C. Atividade Experimental Investigativa na Formação Inicial de Professores de Química: ferramenta para o desenvolvimento de aprendizagem significativa. In: X ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS – X ENPEC - Águas de Lindóia, São Paulo – 24 a 27 de novembro de 2015. Anais [...]. Águas de Lindóia, SP: [S.I.]. Disponível em: http://www.abrapecnet.org.br/enpec/x-enpec/anais2015/busca.htm?query=Atividade+Experimental+Investigativa+na+Forma%E7%E3o+Inicial+de+Professores+de+Qu%EDmica%3A+ferramenta+para+o+desenvolvimento+de+aprendizagem+significativa. Acesso em: 01 jun. 2017.

Cardoso, A., & Suart, R. (2011). Análise da prática pedagógica de professoras de química em atividades experimentais no ensino médio. In: VIII Encontro Nacional de Pesquisa em Educação Em Ciências – VIII ENPEC – Campinas, São Paulo – 5 a 9 de dezembro de 2011. Anais [...]. Campinas, SP: Universidade Estadual de Campinas, 2011. Disponível em: http://abrapecnet.org.br/atas_enpec/viiienpec/resumos/R0487-1.pdf. Acesso em: 27 maio 2017.

de Jong, O. (1998). Los experimentos que plantean problemas en las aulas de química: dilemas y soluciones. Enseñanza de las ciencias: revista de investigación y experiencias didácticas, 16(2), 305-314.

de Oliveira, M. L., Pagung, E., Pereira, J. R. P., Lelis, M. D. F. F., Belchior, M. B., & Ferreira, S. A. D. (2017) A Química Medicinal como Ferramenta de Contextualização para o Ensino de Química no âmbito de um Clube de Ciências. In: XI Encontro Nacional de Pesquisa em Educação Em Ciências – XI ENPEC – Florianópolis, Santa Catarina – 3 a 6 de julho de 2017. Anais [...]. Florianópolis, SC: UFSC, 2017. Disponível em: http://www.abrapecnet.org.br/enpec/xienpec/anais/busca.htm?query=A+Qu%EDmica+medicinal+como+ferramenta+de+contextualiza%E7%E3o+para+o+ensino+de+qu%EDmica+no+%E2mbito+de+um+clube+de+ci%EAncias.+In%3A+Encontro+Nacional+de+Pesquisa+em+Educa%E7%E3o+em+Ci%EAncias+. Acesso em: 23 jan. 2018.

Delizoicov, D. (1992). Angotti, J. A. Física. São Paulo: Cortez, 1992.

Demo, P. (1996). Educar pela pesquisa. Campinas: Editora Autores Associados, 1996. 120p.

Denzin, N. K.. & Lincoln, Y. S. (2006). Introdução: a disciplina e a prática da pesquisa qualitativa. In: Denzin, N. K.. & Lincoln, Y. S. (org). Planejamento da pesquisa qualitativa: teorias e abordagens. Porto Alegre: Artmed,15-42.

Driver, R., Asoko, H., Leach, J., Mortimer, E., & Scott, P. (1999). Construindo conhecimento científico na sala de aula. Química Nova na Escola, 9, 31-40.

Echeverría, M. D. P. P., & Pozo, J I. (1998). Aprender a resolver problemas e resolver problemas para aprender. In: A solução de problemas: aprender a resolver, resolver para aprender. Porto Alegre: Artmed, 13-42.

Felicio, D. L. A., Araújo, R. C., Arruda, L.P.; Lima, L. V. S., & Correia, E. A. S (2013). Reativação de Laboratórios de Química de Escolas da Região Metropolitana de João Pessoa-PB. : In: IX Encontro Nacional De Pesquisa Em Educação Em Ciências – IX ENPEC - Águas de Lindóia, São Paulo – 10 a 14 de novembro de 2013. Anais [...]. Águas de Lindóia, SP: [S.I.]. Disponível em: http://www.nutes.ufrj.br/abrapec/ixenpec/atas/resumos/R0717-1.pdf. Acesso em: 02 jun. 2017.

Ferreira, N. C. (1978). Proposta de laboratório para a escola brasileira–um ensaio sobre a instrumentalização no ensino médio de física. São Paulo, 138.

Galiazzi, M. C. (2003). Educar pela pesquisa: ambiente de formação de professores de ciências. Editora Unijuí.

Galiazzi, M. D. C., & Gonçalves, F. P. (2004). A natureza pedagógica das atividades experimentais: uma pesquisa no curso de licenciatura em química. Química Nova, 27 (2), 326- 331.

Gaspar, A. (2005). Experiências de Ciências: para o ensino fundamental. São Paulo: Ática.

Giordan, M. (1999). O papel da experimentação no ensino de ciências. Química Nova na Escola, 10 (10), 43-49.

Goi M. (2004). A construção do conhecimento químico por estratégias de resolução de problemas. Dissertação de mestrado, Universidade Luterana do Brasil, Canoas, RS, Brasil.

Gonçalves R. P. N. (2019). Experimentação no ensino de química na educação básica. Dissertação de mestrado, Universidade Federal do Pampa, Bagé, RS, Brasil.

.

Gonçalves, F. P., & Marques, C. A. (2016). Contribuições pedagógicas e epistemológicas em textos de experimentação no ensino de química. Investigações em Ensino de Ciências, 11(2), 219-238.

Hodson, D. (1988). Experiments in science and science teaching. Educational philosophy and theory, 20(2), 53-66.

Hodson, D. (1994). Hacia un enfoque más crítico del trabajo de laboratorio. Enseñanza de las ciencias: revista de investigación y experiencias didácticas, 12(3), 299-313.

Laburú, C. E. (2006). Fundamentos para um experimento cativante. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, 23(3), 383-405.

Lôbo, S. F. (2008). O ensino de química e a formação do educador químico, sob o olhar bachelardiano. Ciência & Educação (Bauru), 14(1), 89-100.

Lopes, AR (1993). Contribuições de Gaston Bachelard ao ensino de ciências. Enseñanza of las ciencias: revista de investigação e experiências didáticas, 11 (3), 324-330.

Ludke, M., & André, M. (1986). Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. Em Aberto, 5(31).

Niezer, T., Silveira, R., & Sauer, E. (2011). Atividades experimentais no ensino de química, avaliando as propriedades físico-químicas do leite: uma abordagem CTS. In: VIII Encontro Nacional De Pesquisa Em Educação Em Ciências – VIII ENPEC – Campinas, São Paulo – 5 a 9 de dezembro de 2011. Anais [...]. Campinas, SP: Universidade Estadual de Campinas, 2011. Disponível em: http://abrapecnet.org.br/atas_enpec/viiienpec/resumos/R0655-1.pdf. Acesso em: 12 set. 2017.

de Oliveira, J. R. S. (2010). Contribuições e abordagens das atividades experimentais no ensino de ciências: reunindo elementos para a prática docente/Contributions and approaches of the experimental activities in the science teaching: Gathering elements for the educational practice. Acta Scientiae, 12(1), 139-153.

Piccoli, F., Salgado, T. D. M., Lopes, C. V. M., & AGUIAR, L. (2015). A resolução de problemas como chave para o desenvolvimento de conceitos de química na educação básica. In: X Encontro Nacional De Pesquisa Em Educação Em Ciências – X ENPEC - Águas de Lindóia, São Paulo – 24 a 27 de novembro de 2015. Anais [...]. Águas de Lindóia, SP: [S.I.]. Disponível em: http://www.abrapecnet.org.br/enpec/x-enpec/anais2015/busca.htm?query=A+Resolu%E7%E3o+de+Problemas+como+chave+para+o+desenvolvimento+de+conceitos+de+qu%EDmica+na+educa%E7%E3o+b%E1sica.+In%3A+X+Encontro+Nacional+de+Pesquisa+em+Educa%E7%E3o+em+Ci%EAncias+. Acesso em: 15 out. 2017.

Ponticelli, F. A., Zucolotto, A. M., & Beluco, A. (2013. A experimentação na construção de conceitos em físico-química. In: IX Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências – IX ENPEC - Águas de Lindóia, São Paulo – 10 a 14 de novembro de 2013. Anais [...]. Águas de Lindóia, SP: [S.I.] Disponível em: http://www.nutes.ufrj.br/abrapec/ixenpec/atas/resumos/R1435-1.pdf

Reginaldo, C. C., Sheid, N. J., & Güllich, R. I. D. C. (2012). O ensino de ciências e a experimentação. Anaped Sul: Seminário de Pesquisa em Educação da Região Sul, Giruá, 1-13.

Razera, J. C. C., Batista, R. M. S., & Santos, R. P. Informática no ensino de biologia: limites e possibilidades de uma experiência sob a perspectiva dos estudantes. Experiências em Ensino de Ciências, 2 (3), 81-96.

Silva, D., Marcondes, M., & Akahoshi, L. (2011). Planejamento de atividades experimentais investigativas e a proposição de questões por um grupo de professores de química. . In: VIII Encontro Nacional De Pesquisa Em Educação Em Ciências – VIII ENPEC – Campinas, São Paulo – 5 a 9 de dezembro de 2011. Anais [...]. Campinas, SP: Universidade Estadual de Campinas, 2011. Disponível em: http://abrapecnet.org.br/atas_enpec/viiienpec/resumos/R1336-1.pdf. Acesso em: 17 jul. 2017.

Silva, L., & Zanon, L. (2000). Ensino de Ciências: Fundamentos e Abordagens; organizado por Roseli P. Schnetzler e Rosália MR de Aragão. Campinas, SP.

Suart, R. D. C., & Marcondes, M. E. R. (2009). A manifestação de habilidades cognitivas em atividades experimentais investigativas no ensino médio de química. Ciências & Cognição, 14(1), 50-74.

Trevisan, T. S., & Martins, P. L. O. (2006). A prática pedagógica do professor de química: possibilidades e limites. UNIrevista. São Leopoldo, 1(2).

ZABALA, A. (1998). A prática educativa: como ensinar. Porto Alegre: Artmed. Como trabalhar os conteúdos procedimentais em aula.

Zuliani, S. R., & Ângelo, A. C. (2001). A utilização de metodologias alternativas: o método investigativo e a aprendizagem de Química. Educação em Ciências: da pesquisa à prática docente. São Paulo: Escrituras Editora.

Published

01/01/2020

How to Cite

GONÇALVES, R. P. N.; GOI, M. E. J. Chemistry teaching experimentation in basic education. Research, Society and Development, [S. l.], v. 9, n. 1, p. e126911787, 2020. DOI: 10.33448/rsd-v9i1.1787. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/1787. Acesso em: 24 sep. 2021.

Issue

Section

Education Sciences