Scientific production on educational management and inclusion

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i9.17969

Keywords:

Educational management; Teaching; Inclusion; Scientific production.

Abstract

The research consisted of survey of dissertations and theses collected in the thesis database of the Coordination of Improvement of Higher Education Personnel (Capes), in articles of journals and annals of the National Association of Graduate and Research in Education (Anped), aiming to identify the state of the art of scientific production on educational management from the perspective of inclusion in the last decade. This work is a clipping of the research, of bibliographical nature. A total of 84 documents were identified, 30 of which were devoted to exploring facets of special education and possible developments in school management. This finding indicates that this is still an incipient aspect of research by scholars in the field of educational management, despite the centrality that the evaluation theme has been conquering in the political guidelines of the area. After reading the abstracts, the results were systematized in summary tables and graphs. For analysis and discussion, the works were categorized as follows: a) Dissertations, Theses and Periodicals on Management for Inclusion by Region; b) Dissertations, Theses and Journals on Management for Inclusion by Institutions; c) Productions on Management for Inclusion per year. Given the need to reflect on the role of the manager in inclusive school, the scientific production presented shows the relevance of research in the Northern Region, as we only found work on school management for inclusive education in 2016, showing us the importance reflection on the theme. The production brings relevant aspects that involve the search for an inclusive educational system, which urges the need to rethink the role of the educational manager, as well as the articulation of inclusive actions with the school community.

References

Boaventura, R. S. (2008). A gestão escolar na perspectiva da inclusão. 2008.122 f. Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade do Oeste Paulista, Presidente Prudente, SP.

Brasil, R. S. (2018). Gestão democrática na escola pública e o programa mais educação. Appris.

Brasil (2008). Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva. Documento elaborado pelo Grupo de Trabalho nomeado pela Portaria nº 555/2007, prorrogada pela Portaria nº 948/2007, entregue ao Ministro da Educação em 07 de janeiro de 2008.

Brasil. (1996). Lei de Diretrizes e Bases da Educação nº 9.394/96, de 20 de dezembro de 1996.

Glat, Rosana, et al (2007) Educação Inclusiva: cultura e cotidiano escolar. Rio de Janeiro: 7 Letras.

Henriques, R e et al. (2020). Gestão na educação em larga escala: jovem do futuro de projeto piloto em escolas para uma política da rede pública. Instituto Unibanco, São Paulo, SP.

Lakatos, E. M., & Marconi, M (2010). Fundamentos de metodologia científica: técnicas de pesquisa. (7ªed.): Atlas,2010.

Lima,A. B. & Silva, M.B.(2018). Gestão escolar democrática: teorias e práticas. Universidade Federal de Uberlândia: Navegando.

Lima, E. C. V. (2016). Gestão escolar e política educacional de inclusão na rede de ensino municipal de Manaus: um reflexo à luz da teoria crítica. 2016. f142. Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade Federal do Amazonas, Manaus, AM.

Lück, H. (2006). Concepções e processos democráticos da Gestão Educacional. (2ª ed.): Vozes.

Lück, H. (2006). Gestão Educacional: uma questão paradigmática. (1ªed.): Vozes.

Lück, H. (2013). Concepções e processos democráticos de gestão educacional. Vozes.

Matos, M. A. S. (2013). Cidadania, Diversidade e Educação inclusiva: um diálogo entre a teoria e a prática na escola pública. Manaus, AM: EDUA.

Mello, M. N. (2014). O papel da gestão na implementação de políticas públicas de educação especial. 2014.f.112. Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade Estácio de Sá, Rio De Janeiro, RJ.

Minayo, M. C. et al. (2010). Pesquisa Social. Teoria, método e criatividade. (29ª ed): Vozes.

Michels, M. H. (2006). Gestão, formação docente e inclusão: eixos da reforma educacional brasileira que atribuem contornos à organização escolar. Revista Brasileira de Educação. [s.33].p.406-423.

Paro, V. H. (2018). Gestão escolar, democracia e qualidade do ensino. Intermedio.

Przylepa,M (2019). Políticas públicas e gestão educacional: retrocessos, permanências e avanços no século XXI. (1ªed): Paco, 2019.

Rosa, I. G. (2009). A gestão escolar democrática: o caso da rede municipal de Mesquita/RJ. 2009. f.138.Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade Federal do rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ.

Santos, M. P dos. (2002). Educação inclusiva: redefinindo a educação especial. Revista Ponto de Vista., [s. 3]. p. 103-118.

Santos, R. R. S. (2011). Gestão escolar para uma escola inclusiva: conquistas e desafios. 2011.f. 91. Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade do Oeste Paulista, Presidente Prudente, SP.

Santos, J. T. P. A. (2016) A gestão escolar na construção de uma escola inclusiva: fundamentos e prática na rede de ensino fundamental de São Luís/MA. 2016. f. 106.Dissertação(Mestrado em Educação). Universidade Federal de São Luís, MA.

Souza, A. R. (2006). Perfil da Gestão Escolar do Brasil. 2006. f..302. Tese (Doutorado em Educação). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo.

Valim, R. A A. (2013). O papel do gestor escolar para uma escola inclusiva do Ensino Fundamental I. 2013.f.88. Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade de São Paulo. São Paulo, SP.

Veiga, I. P. A. (2008). Projeto pedagógico da escola: uma construção coletiva. (24ª ed.):Papirus.

Veiga, I. P .A. (2009). Projeto Político-Pedagógico e gestão democrática Novos marcos para a educação de qualidade. Revista Retratos da Escola, Brasília, [s.4], p. 163- 171.

Published

25/07/2021

How to Cite

ANUNCIAÇÃO, D. V. A. .; FERNANDES, W. R. . Scientific production on educational management and inclusion. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 9, p. e25610917969, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i9.17969. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/17969. Acesso em: 25 sep. 2021.

Issue

Section

Human and Social Sciences