Schizophrenia and the nurse's role in treatment adherence: An integrative review

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i9.18305

Keywords:

Schizophrenia; Nursing care; Mental Health Care.

Abstract

Objective: to evaluate the role of nurses in the care provided to users in health services diagnosed with schizophrenia. Method: This is an exploratory research with a qualitative approach carried out through a review of national and international scientific articles, in the Virtual Health Library (VHL) databases, Scielo and in the literature in the area that address the problem selected for this study. Results: 15 studies published between 2014-2021 were included, later divided into two categories. Final considerations: It is clear that the lack of interest of professionals in this issue is of great relevance and those who allow themselves to act do not have technical support, empowerment and continuous improvement in health institutions that develop their work, it is noted that the role of the nurse It is essential in the care of schizophrenic patients, as it is directed either at the identification of signs and symptoms or at the assessment of the individual's needs, making together with the interdisciplinary team the Singular Therapeutic Plan (PTS) always focusing on the particularity of each case, aiming at the best quality of life.

Author Biographies

André Luiz de Jesus Morais, Centro Universitário Estácio de Sergipe

Mestre

Weber de Santana Teles, Centro de Hemoterapia de Sergipe

Doutor em saúde e ambiente

Max Cruz da Silva, Faculdade Pio Décimo

Graduando em enfermagem

Ruth Cristini Torres, Instituto de Hematologia e Hemoterapia de Sergipe

Doutora e Mestre em saúde e ambiente

Ângela Maria Melo Sá Barros, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Mestre/doutoranda em enfermagem

Ana Fátima Souza Melo de Andrade, Centro Universitário Estácio de Sergipe

Mestre em saúde e ambiente

Marcel Vinícius Cunha Azevedo, Centro Universitário Estácio de Sergipe

Mestre

Alejandra Debbo, Universidade Tiradentes

Médica reumatologista

Paulo Celso Curvelo Santos Junior, Universidade Tiradentes

Mestre em saúde e ambiente

Taíssa Alice Soledade Calasans, Universidade Tiradentes

Doutora

Maria Hozana Santos Silva, Faculdade Ages de Medicina

Mestrado Interdisciplinar em Saúde e Ambiente

References

Assunção. C,F,D. et al. (2016). A enfermagem e o relacionamento com os cuidadores dos portadores de esquizofrenia. Rev. de Enfe. Centro Oeste Mineiro. São João Del Rei. 1(6), 2034-51.

Belemmo. A, I, S. et al. (2016). Esquizofrenia: uma revisão bibliográfica. Rev. Unilus Ensino e Pesquisa. 13(30).

Brasil. Ministério da Saúde. (2014). Núcleo de Apoio à Saúde da Família Volume 1: ferramentas para a gestão e para o trabalho cotidiano. Cadernos de Atenção Básica (39). Brasília –DF

Carvalho, M.S.C. et al. Vivências de familiares da pessoa com esquizofrenia. Rev. Elet. Saúde Mental Álcool e Droga. 13(3), 125-31.

Castro, S.A., Furegato, A.R.F. & Santos, J.L.F. (2018). Egressos de internação psiquiátrica acompanhados na rede de serviços de saúde. Revista de Enfermagem e atenção à Saúde. Ribeirão Preto. 7(1), 152-165.

Farias, M.C.O.N. (2014). Os cuidados da enfermagem no tratamento da esquizofrenia. Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis. 1-17,

Garcia. et al. (2017). Nursing process in mental health: an integrative literature review. Rev. Bras. Enferm. 70(1).

Gonzales, I. (2018). Experiencias del professional de enfermeira em el cuidado del paciente com esquizofrenia. Universidad de Ciências Aplicadas Y Ambientales U.D.C.A. Bogotá,

Yalenis, V. (2018). Hospital Provincial de Ensino Psiquiátrico "Antonio Guiteras Holmes". Estrada Central. Graviola. Matanzas, Rev. Med.Electrón. 40(4).

Lopes, B. (2015). Esquizofrenia: conceito, epidemiologia e papel da enfermagem na adesão ao tratamento. Encontro Nacional de Ensino, Pesquisa e Extensão.

Marques, R.A.L. et al. (2021). Care for psychiatric patients in the emergency service: potentialities and fragilities of nursing / Atendimento a pacientes psiquiátricos no serviço de emergência: potencialidades e fragilidades da enfermagem. RPCFO. 1(13), 324–329.

Marchesan, F. (2016). Projeto terapêutico singular: a terapia em um centro de atenção psicossocial à luz do dispositivo. Rev. Saúde Santa Maria. 42(2), 137-148.

Mesquita, K.S.F. & Santos, C.M.R. (2015). Assistência de enfermagem na saúde mental com elaboração de um plano de cuidados. Revista Contexto & Saúde. 15(29), 30-6.

Miret, et al. (2016). Síntomas básicos en la esquizofrenia, su estudio clínico y relevancia en investigación. Revista de Psiquiatría y Salud Mental.

Muniz, M.P. et al. (2014). Desvendando o projeto terapêutico de enfermagem em saúde mental: um relato de experiência. Revista de pesquisa cuidado é fundamental online. 6(1), 132-140.

Nunes. et al. (2019). Saúde mental na atenção básica: atuação do enfermeiro na rede de atenção psicossocial. Rev. Bras. Enferm., Brasília, 73(1), e20190104.

Oliveira, J.F. et al. (2019). Satisfação profissional e sobrecarga de trabalho de enfermeiros da área de saúde mental. Ciências e Saúde Coletiva. 24(7), 2593-99.

Pimentel, K.G.B. et al. (2017). Utilização terapêutica do canabidiol no tratamento da esquizofrenia. Revista Bio Farma. 13(1), 25-9.

Piotrowski. et al. (2020). Esquizofrenia, Magill's Medical Guide (Online Edition).

Polanco. et al. (2019). Aplicacion del Proceso de Atención de Enfermería em Pacientes com Diagnóstico de Esquizofrenia. Corporación Universitaria Adventista-UNAC.

Rios, C. (2021). Educação Permanente em Saúde Mental: Percepção da equipe de enfermagem. Revista de Enfermagem UFPE. 15(1).

Santos, A.E. et al. (2014). Comportamento comunicativo de indivíduos com diagnóstico de esquizofrenia. Revista CEFAC. 16(4), 1283-93.

Soares, M.H. et al. (2019). Sobrecarga e satisfação dos familiares de pacientes com esquizofrenia. Cogitare Enfermagem. Londrina. 24(2), 1-12

Vilela., Carvalho & Pedrão. (2014). Relação interpessoal como forma de cuidado em enfermagem nas estratégias de saúde da família. Revista Enfermagem UERJ. 22(1).

Zago. et al. (2015). Adherence to drug treatment regarding the users of psychosocial attention centers with mood disorders and schizophrenia. Rev. Eletrônica Saúde Mental Álcool Drog. – SMAD. 11(4), 224-233.

Published

30/07/2021

How to Cite

MORAIS, A. L. de J. .; TELES, W. de S. .; SILVA, M. C. da .; TORRES, R. C. .; BARROS, Ângela M. M. S. .; ANDRADE, A. F. S. M. de .; AZEVEDO, M. V. C. .; DEBBO, A.; SANTOS JUNIOR, P. C. C. .; CALASANS, T. A. S. .; SILVA, M. H. S. . Schizophrenia and the nurse’s role in treatment adherence: An integrative review. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 9, p. e43810918305, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i9.18305. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/18305. Acesso em: 26 sep. 2021.

Issue

Section

Health Sciences