Medical student stress during the COVID-19 pandemic

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i9.18372

Keywords:

COVID-19; Medical Students; Stress; Mental health.

Abstract

Objective: Evaluate the stress of medical students facing the COVID-19 pandemic. Method: Quantitative, observational, cross-sectional study. 320 students regularly enrolled in the medical course of any Brazilian Higher Education Institution (HEI) participated in the research, from the first to sixth year, in legal age. Data collection was carried out online, with the sending of a link to access the self-administered survey instrument, containing questions about the sociodemographic profile and lifestyle and the Perceived Stress Scale. The research was approved by the Research Ethics Committee of the Universidade do Planalto Catarinense (number 072659/2020). Data were then submitted to descriptive statistical analysis. Results: The pandemic negatively impacted the lifestyle of students, who reduced the practice of physical activities and worsened their diet. Also, 46.6% of the students had a problem or development of psychopathological anxiety disorder. Through the Perceived Stress Scale, it was observed that the vast majority of medical students (75.6%) had an average stress level (31±4). Conclusion: The COVID-19 pandemic impacted negatively medical students, making them more anxious and stressed. It is necessary to implement mental health support networks in universities for these students. In addition, greater support is also needed for the student in returning to practical activities, with the correct supply of all PPE and greater training to face COVID-19. 

References

Amorim, B. B., Moraes, L., Sá, I. C. G., Silva, B. B. G., & Camara Filho, J. W. S. (2018). Saúde mental do estudante de medicina: psicopatologia, estresse, sono e qualidade de vida. Revista Psicologia, Diversidade e Saúde, 7(2), 245-254.

Barbosa, R. R., Martins, M. C. G., Carmo, F. P. T., Jacques, T. M., Serpa, R. G., Calil, A. O., & Barbosa, L. F. M. (2015). Estudo sobre estilos de vida e níveis de estresse em estudantes de medicina. Int J Cardiovasc Sci, 28(4), 313-9.

Brasil. Ministério da Saúde. Protocolo de Manejo Clínico do Coronavírus (COVID-19) na atenção primária à saúde. 2020a. Disponível em: https://www.saude.gov.br/images/pdf/2020/marco/20/20200318-ProtocoloManejo-ver002.pdf. Acesso em: 03 abr. 2020.

Brasil. Ministério da Saúde. Doença pelo coronavírus 2019. Ampliação da Vigilância, medidas não farmacológicas e descentralização do diagnóstico laboratorial. Ministério da Saúde: Secretaria de Vigilância em Saúde, 2020b. Disponível em: http://maismedicos.gov.br/images/PDF/2020_03_13_Boletim-Epidemiologico-05.pdf. Acesso em: 02 abr. 2020.

Brooks, S. K., Webster, R. K., Smith, L. E., Woodland, L., Wessely, S., Greenberg, N., & Rubin, G. J. (2020). The psychological impact of quarantine and how to reduce it: rapid review of the evidence. The lancet, 395(10227), 912-920.

Cardoso, F. D. A. B., Magalhães, J. F., Silva, K. M. L. D., & Pereira, I. S. D. S. D. (2015). Perfil do estudante de Medicina da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), 2013. Revista Brasileira de Educação Médica, 39, 32-40.

Cascella, M., Rajnik, M., Aleem, A., Dulebohn, S., & Di Napoli, R. (2021). Features, evaluation, and treatment of coronavirus (COVID-19). StatPearls.

do Rego, R. M., Marques, N. A., da Costa Monteiro, P., de Oliveira, C. L. B., de Almeida Lins, N. A., & Caldas, C. A. M. (2019). O perfil atual do estudante de Medicina e sua repercussão na vivência do curso. Pará Research Medical Journal, 2(1-4), 0-0.

de Sousa Furtado, E., de Oliveira Falcone, E. M., & Clark, C. (2003). Avaliação do estresse e das habilidades sociais na experiência acadêmica de estudantes de medicina de uma universidade do Rio de Janeiro. Interação em Psicologia, 7(2).

de Sousa Neto, A. R., & de Freitas, D. R. J. (2020). Utilização de máscaras: indicações de uso e manejo durante a pandemia da covid-19. Cogitare Enfermagem, 25.

Freitas, C. A. D., Arruda, G. F. A. D., Arruda, G. C. F. A. D., & Feitosa, S. F. (2021). Estudantes de Medicina no enfrentamento da pandemia da Covid-19 no Brasil: reflexões éticas. Revista Brasileira de Educação Médica, 45.

Kaluf, I. D. O., Sousa, S. G. O., Luz, S., & Cesario, R. R. (2019). Sentimentos do Estudante de Medicina quando em Contato com a Prática. Revista Brasileira de Educação Médica, 43, 13-22.

Lemos, K. M., Neves, N. M. B. C., Kuwano, A. Y., Tedesqui, G., Bitencourt, A. G. V., Neves, F. B. C. S., ... & Lima, M. M. (2007). Uso de substâncias psicoativas entre estudantes de Medicina de Salvador (BA). Archives of Clinical Psychiatry (São Paulo), 34, 118-124.

Lima, R. L. D., Soares, M. E. C., Prado, S. N. D., & Albuquerque, G. S. C. D. (2016). Estresse do estudante de medicina e rendimento acadêmico. Revista Brasileira de Educação Médica, 40, 678-684.

Loureiro, E. M. F. (2006). Estudo da relação entre o stress e os estilos de vida nos estudantes de Medicina (Doctoral dissertation).

Marin, G. A., de Araujo Caetano, I. R., Bianchin, J. M., & Cavicchioli, F. L. (2021). Depressão e efeitos da COVID-19 em universitários. InterAmerican Journal of Medicine and Health, 4.

Moreira, S. D. N. T., Vasconcellos, R. L. D. S. S., & Heath, N. (2015). Estresse na formação médica: como lidar com essa realidade? Revista Brasileira de Educação Médica, 39, 558-564.

Neto, J. A. C., Sirimarco, M. T., de Almeida Delgado, A. A., Moutinho, B. D., Lara, C. M., & Lima, W. G. (2013). Estudantes de medicina sabem cuidar da própria saúde? HU Revista, 39(1 e 2).

Organização Pan Americana de Saúde – OPAS. 10 principais causas de morte no mundo, 2018. Disponível em: <https://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=5638:10-principais-causas-de-morte-no-mundo&Itemid=0>. Acesso em 25 maio 2020.

Ornell, F. E. L. I. P. E., Schuch, J. B., Sordi, A. O., & Kessler, F. H. (2020). Pandemia de medo e COVID-19: impacto na saúde mental e possíveis estratégicas. Revista debates in psychiatry, 2020.

Rodriguez-Morales, A. J., Gallego, V., Escalera-Antezana, J. P., Méndez, C. A., Zambrano, L. I., Franco-Paredes, C., ... & Cimerman, S. (2020). COVID-19 in Latin America: The implications of the first confirmed case in Brazil. Travel medicine and infectious disease, 35, 101613.

Sacramento, B. O., Anjos, T. L. D., Barbosa, A. G. L., Tavares, C. F., & Dias, J. P. (2021). Sintomas de ansiedade e depressão entre estudantes de medicina: estudo de prevalência e fatores associados. Revista Brasileira de Educação Médica, 45.

Santa, N. D., & Cantilino, A. (2016). Suicídio entre médicos e estudantes de medicina: revisão de literatura. Revista Brasileira de Educação Médica, 40, 772-780.

Soeiro, A. C. V., Limonge, L. G., Lopes, N. S., & Fayal, S. P. (2021). Abordagem do suicídio na educação médica: analisando o tema na perspectiva dos acadêmicos de medicina. Revista Brasileira de Educação Médica, 45.

Souza, P. G. A. D., Pôrto, A. C. C. D. A., Souza, A. D., Silva, A. G. D., & Borges, F. T. (2020). Perfil socioeconômico e racial de estudantes de medicina em uma universidade pública do Rio de Janeiro. Revista Brasileira de Educação Médica, 44

Tavares, G. H., de Oliveira, D. P., Rodrigues, L. R., da Mota, C. G., de Sousa, T. F., & Polo, M. C. E. (2020). Inatividade física no lazer durante a pandemia da COVID-19 em universitários de Minas Gerais. Revista Brasileira de Atividade Física & Saúde, 25, 1-7.

Trindade, S. C., Sousa, L. F. F. D., & Carreira, L. B. (2021). Generalized anxiety disorder and prevalence of suicide risk among medical students. Revista Brasileira de Educação Médica, 45.

Veras, R. M., Fernandez, C. C., Feitosa, C. C. M., & Fernandes, S. (2020). Perfil socioeconômico e expectativa de carreira dos estudantes de Medicina da Universidade Federal da Bahia. Revista Brasileira de Educação Médica, 44.

Webster, R. K., Brooks, S. K., Smith, L. E., Woodland, L., Wessely, S., & Rubin, G. J. (2020). How to improve adherence with quarantine: rapid review of the evidence. Public Health, 182, 163-169.

World Health Organization. (1998). The World Health Report 1998: Life in the 21st century a vision for all. In The world health report 1998: life in the 21st century A vision for all (pp. 241-241).

World Health Organization. (2020). Noncommunicable diseases: Progress monitor 2020. Disponível em: <http://www.who.int/topics/chronicdiseases/en/>. Acesso em 01 abr. 2020.

Zonta, R., Robles, A. C. C., & Grosseman, S. (2006). Estratégias de enfrentamento do estresse desenvolvidas por estudantes de medicina da Universidade Federal de Santa Catarina. Revista Brasileira de Educação Médica, 30, 147-153.

Published

03/08/2021

How to Cite

FELIPPE, T. de O.; SPANIOL, C. M.; SILVA , L. A. da .; CALABRIA, A. C. .; FERREIRA, G. .; CARVALHO, N. de L. .; MORETTI, M.; BELLINATI , N. V. da C. Medical student stress during the COVID-19 pandemic. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 9, p. e58310918372, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i9.18372. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/18372. Acesso em: 20 sep. 2021.

Issue

Section

Health Sciences