Production and self-consumption of açaí by riverside dwellers in the Municipality of Igarapé-Miri, Pará

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i9.18376

Keywords:

Euterpe oleracea; Production; Self-consumption; Açaí; Harvest and off season.

Abstract

Açaí is a palm tree native to the Amazon region, occurring in lowland and highland areas. A socioeconomic survey and an estimate of the production and self-consumption of açaí producers in the municipality of Igarapé-Miri, in Pará, were carried out. In July and August 2019, 61 riverine producers from the Anapú, Caji and Meruú communities were interviewed. The average income is 1 to 2 minimum wages per month. The most governement transfers received by riverside dwellers are Bolsa Família and retirement. It was observed that the production of fruits per family was 36,139.98 kg, being 22,238.61 kg in the harvest and 13,901.38 kg in the off-season. It is noteworthy that the açaí consumed by riverside dwellers represents 16% of total production, with 10% in the harvest and 6% in the off-season. During the harvest, family members consume an average of 7.46 liters of thick açaí/day, while in the off-season the average consumption is 8.07 liters of fine açaí/day. Cassava flour, fish and some industrialized products are part of the diet together with açaí.

References

Azevedo, J. R. de. (2005). Tipologia do sistema de manejo de açaizais nativos praticados pelos ribeirinhos em Belém, Estado do Pará. Dissertação (Pós-Graduação em Agriculturas Amazônicas) - Universidade Federal do Pará/Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Belém.

Brasil. (2016). Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Gabinete do Ministro. Portaria nº 58, de 30 de agosto de 2016. Regulamenta a fixação dos padrões de identidade e qualidade para polpa de açaí. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 1 set. 2016. p.3.

Cedrim, P. C. A. S., Barros, E. M. A., & Nascimento, T. G. do. (2018). Propriedades antioxidantes do açaí (Euterpe oleracea) na síndrome metabólica. Brazilian Journal of Food Technology, 21.

Embrapa. (2019). Anuário leite 2019. Embrapa.

Embrapa. (2018). Anuário leite 2018: indicadores, tendências e oportunidades para quem vive no setor leiteiro. Juiz de Fora, MG: Embrapa.

Bezerra, V. S., Silva, O. F., & Damasceno, L. F. (2016). Açaí: produção de frutos, mercado e consumo. Jornada Científica, 2, 2016. Belém: Embrapa.

Carvalho, G. R., Rocha, D. T. & da, Gomes, I. R. (2018). O mercado de leite em 2017.: Embrapa.

Freddo, A. R. L. F. (2018). Açaí. Companhia Nacional de Abastecimento. Boletim da Sociobiodiversidade, 2(4), Brasília: Conab.

Gama, A. S. M. 2018. Inquérito de saúde em comunidades ribeirinhas do Amazonas, Brasil. Caderno de Saúde Pública, 34 (2).

Gerhardt, T. E., & Silveira, D. T. (2009). Métodos de pesquisa. Editora da UFRGS.

Guedes, Marcelino Carneiro et al. (2018). Calendário adaptado para monitoramento da produção de açaí. Macapá: Embrapa. (Comunicado técnico, n. 153)

Homma, A. K. O., Nogueira, O. L., Menezes, A. J. E. A. de, Carvalho, J. E. U. de, Nicoli, C. M. L., & Matos, G. B. de. (2006). Açaí: novos desafios e tendências. Amazônia: ciência & desenvolvimento, 1(2).

Idesp. (2011). Estatística municipal: Igarapé-Miri. SEPLAN.

Lakatos, E. M., & Marconi, M. de A. (2010). Fundamentos da metodologia científica. Atlas.

Lakatos, E. M., & Marconi, M. de A. (2004). Metodologia científica. (4a ed.), Atlas.

Mendes, A. M. et al. (2012). O mercado de açaí no estado do Pará: uma análise recente. Amazônia: ciência & desenvolvimento, 8(15).

Menezes, A. H. N. et al. (2019). Metodologia científica teoria e aplicação na educação a distância. Petrolina: Universidade Federal do Vale do São Francisco.

Mourão, L. (2010). História e natureza: do açaí ao palmito. Revista Territórios e Fronteiras, 3(2).

Nogueira, O. L. et al. 2005. Açaí. Belém: Embrapa Amazônia Oriental.

Nogueira, O. L., & Homma, A. K. (1998). Análise econômica de sistemas de manejo de açaizais nativos no estuário amazônico. Embrapa-CPATU.

Pepper, L. G., & Alves, L. de F. N. (2016). O açaí ribeirinho certificado: uma forma de garantir o reconhecimento de um produto diferenciado e de assegurar renda duradoura para ribeirinhos do Estuário Amazônico. Cadernos de Agroecologia, 10 (3). http://revistas.abagroecologia.org.br/index.php.

Rocha, N. H., Bevilacqua, P. D., & Barletto, M. (2015). Metodologias participativas e educação permanente na formação de agentes comunitários/as de saúde. Trabalho, Educação e Saúde, 13(3), 597-615.

Rojas, C. P. (2017). Relações do manejo do açaizeiro com as mudanças da vegetação e com a economia do estabelecimento familiar ribeirinho em várzeas na comunidade de Manoel Raimundo, Cametá, PA. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Agriculturas Amazônicas) - Universidade Federal do Pará/Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Belém.

Santana, A. C. de, Santana, Á. L. de, & Santana, Á. L. de. (2017). Açaí pulp demand in the retail market of Belém, State of Pará. Revista Brasileira de Fruticultura, 39(1).

Santana, A. C. de, Santana, Á. L. de, & Santana, Á. L. de. (2014). Análise discriminante múltipla do mercado varejista de açaí em Belém do Pará. Revista Brasileira de Fruticultura, 36(3), 532- 541.

Silva, B. da, & Amorim, T. S. (2017). A produção, venda e renda do açaí: um estudo no município de Igarapé-Miri /PA. Simpósio Internacional de Geografia Agrária, 8, 2017, Curitiba. Anais... SINGA.

Silva, C. N., Lima, R. S., Silva, J. P. da, Lima, R. Â. P. de, Vilhena, T. M., & Monteiro, P. G. B. (2016). Estratégias de sobrevivência na Amazônia paraense: o caso dos moradores do baixo Rio Meruú (Igarapé-Miri/Pará/Brasil). Geosul, Florianópolis, 31(62), 173-191.

Silva, M. A. da, Aride, P. H. R., Santos, S. M. dos, Araújo, R. L., Lima, J. P., Braga, T. M. P., & Oliveira, A. T. de. (2014). Preferências e restrições alimentares de moradores do município de Juruá, Amazonas. Scientia Amazonia, 3(3), 106-111.

Silva, M. G. (2018). Efeitos da dieta hipoenergética associada ao consumo de açaí (euterpe oleracea Mart) no estado antioxidante de indivíduos com excesso de massa corporal e dislipidemia. Dissertação (Mestrado em Medicina/Cardiologia) – Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Silva, P. A. et al. (2013). Caracterização de farinhas de tapioca produzidas no estado do Pará. Ciência Rural, 43(1), 185-191.

Vieira, A. H. et al. (2018). Cultivo do Açaizeiro (Euterpe oleracea Martius) no Noroeste do Brasil. Embrapa Rondônia.

Yamaguchi, K. K. L., Pereira, L. F. R., Lamarão, C. V., & Lima, E. S. (2015). Amazon acai: Chemistry and biological activities: A review. In: Food Chemistry, 179, 137-151.

Published

01/08/2021

How to Cite

ALMEIDA, H. P. .; HOMMA, A. K. O. .; MENEZES, A. J. E. A. de .; FILGUEIRAS, G. C. .; FARIAS NETO, J. T. de. Production and self-consumption of açaí by riverside dwellers in the Municipality of Igarapé-Miri, Pará . Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 9, p. e51710918376, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i9.18376. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/18376. Acesso em: 23 sep. 2021.

Issue

Section

Human and Social Sciences