Proposal for an inter-municipal consortium in the health micro-region of Teófilo Otoni/Malacacheta for urban solid waste management

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i10.18550

Keywords:

Urban solid waste; Inter-municipal RSU Consortia; Landfill of toilets.

Abstract

The growth of the world population, mainly in the urban area, combined with the exacerbated consumption of goods and services, triggers an increase in the generation of urban solid waste (USW) and thus constitutes a major environmental problem. To follow global environmental public policies and seek to mitigate damage to the environment in Brazil, Law 12,305 of 2010 was instituted, which defined the National Policy on Urban Solid Waste (PNRS), which must be followed by all municipal managers. The aim of the study is to analyze the possibility of developing an inter-municipal consortium in the health microregion of Teófilo Otoni/Malacacheta for the management of MSW. This research is classified as qualitative, with descriptive purpose, adopting bibliographic and documentary procedures to carry out the survey of information related to the study, in order to verify the possibility of implementing an inter-municipal consortium for the management of MSW in that micro-region. The article is structured in the following sections: introduction, problem and research objectives; Theoretical Reference; methodology; final considerations and references. It is concluded that it is urgent to prepare an inter-municipal proposal for Integrated Urban Solid Waste Management (GIRSU), in order to provide a public and/or private partnership that solves the problem of landfills in this region in a short period of time. A dialogue strategy between municipal managers is necessary. Among the discussions to raise awareness of municipal managers, in addition to sustainability and environmental issues, they should be made aware that, in addition to the resources received by the consortium, there are other sources of revenue for the implementation of a GIRSU that will guide the new model environmental education for the population, which can promote income for agents involved in the segregation of waste recycling, in addition to protecting the environment of the micro-region.

Author Biography

Thadeu Ramalho da Silva, Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri

 Thadeu Ramalho da Silva

ORCID: https:// orcid.org/0000-0003-4224-9501

Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri

E-mail: thadeu.silva@ufvjm.edu.br

References

Alves, N. F. (2019). Identificação de áreas para a implantação de aterro sanitário na mesorregião do Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba com a utilização de geotecnologias. Dissertação Mestrado. Uberlândia: UFU. https://repositorio.ufu.br/bitstream/123456789/25300/1/Identifica%C3%A7%C3%A3o%C3%81

reasImplanta%C3%A7%C3%A3o.pdf

Andrade, C. de S., Amaro, C. M., Oliver, L. A. C., Cordeiro, J., Alvarenga, C. A. de, Santos, C. I. F. dos, & Cordeiro, J. L. (2019). Analysis of the management of solid urban waste in the city of Itabira (MG). Research, Society and Development, 8(3), e1983857. https://doi.org/10.33448/rsd-v8i3.857

Araújo, L. G. S. de, Ferreira, R. P. de S., Norberto, A. de S., Mariano, M. O. H., & Callado, N. H. (2020). Temporal analysis of environmental parameters of the leachate from the landfill in Maceió-AL, Brazil. Research, Society and Development, 9(7), e594974435. https://doi.org/10.33448/rsd-v9i7.4435

Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais. (2020). Panorama dos Resíduos Sólidos no Brasil. https://abrelpe.org.br/

Associação Brasileira de Normas Técnicas. (1992). NBR 8419 Apresentação de projetos de aterros sanitários de resíduos sólidos urbanos. http://www.ipaam.am.gov.br/wp-content/uploads/2021/01/NBR-8419-92-Apresentacao-de-Projetos-de-Aterros-Sanitarios-de-Residuos-Solidos-Urbanos.pdf

.

Brandão, A. O., & Silva, G.N. (2011). Impactos Econômicos da Implantação de Aterros Sanitários Individuais nos Municípios Brasileiros. Revista Holos, 27(3). http://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/HOLOS/article/view/586/449.

Brasil. (2020). Lei 14.026. Atualiza o marco legal do saneamento básico e altera a Lei nº 9.984, de 17 de julho de 2000, para atribuir à Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) competência para editar normas de referência sobre o serviço de saneamento, a Lei nº 10.768, de 19 de novembro de 2003, para alterar o nome e as atribuições do cargo de Especialista em Recursos Hídricos, a Lei nº 11.107, de 6 de abril de 2005, para vedar a prestação por contrato de programa dos serviços públicos de que trata o art. 175 da Constituição Federal, a Lei nº 11.445, de 5 de janeiro de 2007, para aprimorar as condições estruturais do saneamento básico no País, a Lei nº 12.305, de 2 de agosto de 2010, para tratar dos prazos para a disposição final ambientalmente adequada dos rejeitos, a Lei nº 13.089, de 12 de janeiro de 2015 (Estatuto da Metrópole), para estender seu âmbito de aplicação às microrregiões, e a Lei nº 13.529, de 4 de dezembro de 2017, para autorizar a União a participar de fundo com a finalidade exclusiva de financiar serviços técnicos especializados. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2019-2022/2020/Lei/L14026.htm#art11

Brasil. (2010). Lei 12.305. Institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos; altera a Lei no 9.605, de 12 de fevereiro de 1998; e dá outras providências. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2010/Lei/L12305.htm.

Brasil. (2020). Ministério do Meio Ambiente. Secretaria de Qualidade Ambiental. Plano Nacional de Resíduos Sólidos. http://consultaspublicas.mma.gov.br/

planares/wp-content/uploads/2020/07/Plano-Nacional-de-Res%C3%ADduos-S%C3%B3lidos-Consulta-P%C3%BAblica.pdf

Cigres. (2019). Consórcio Intermunicipal de Gestão de Resíduos Sólidos. Plano Intermunicipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos: relatório final. http://cigres.com.br/portal/?mn=prgirs

Feam. (2017). Fundação Estadual do Meio Ambiente. Panorama da Destinação dos Resíduos Sólidos Urbanos. http://www.feam.br/images/stories/2017/

RESIDUOS/Minas_Sem_Lixoes/Relat%C3%B3rio_de_Progresso_2017_-_PANORAMA_RSU_FINAL_Ano_base_2016.pdf

Feam. (2018). Fundação Estadual do Meio Ambiente. Panorama da destinação dos resíduos sólidos urbanos no Estado de Minas Gerais em 2017. http://www.feam.br/images/stories/2018/RESIDUOS/MINAS_SEM_LIXOES/Relat%C3%B3rio_de_Progresso_2018__PANORAMA_RSU_Ano_base_2017_FINAL-_junho_2018.pdf

FEAM. Fundação Estadual do Meio Ambiente. Panorama da destinação dos resíduos sólidos urbanos no Estado de Minas Gerais em 2018. (2019). http://www.feam.br/images/stories/2019/MINAS_SEM_LIXOES/Relat%C3%B3rio_de_Progresso_2019_-_PANORAMA_RSU_Ano_base_2018_v_1912.pdf

Ferreira, V. A., & Tambourgi, E. B. (2009). A importância do gerenciamento de resíduos sólidos urbanos. Exacta, 7 (2) p. 157-163, 2009. https://periodicos.uninove.br/exacta/article/viewFile/1633/1582

Freitas, L. C. F., Santiago, Y. C., Ribeiro, N. de S., Marques, T. E., Pinto, J. A., Nieto Mogollón, D. I., & Silva, A. T. Y. L. (2019). Economic feasibility and the energetic potential from landfill gas in Campinas - SP. Research, Society and Development, 8(6), e4286788. https://doi.org/10.33448/rsd-v8i6.788

Gerhardt, T. E., & Silveira, D. T. (2009). Métodos de pesquisa. Porto Alegre, Brasil: Editora da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). http://www.ufrgs.br/cursopgdr/downloadsSerie/derad005.pdf

IPEA. (2015). Boas Práticas de Gestão de Resíduos Sólidos Urbanos e de Logística Reversa com a Inclusão de Catadoras e de Catadores de Materiais Recicláveis: relatório de pesquisa.

Kneipp, J. M. et al. (2012). Gerenciamento de Resíduos Sólidos Urbanos: um estudo em municípios do estado do Rio Grande do Sul. Redes. 17 (2) p. 175 – 194. http://dx.doi.org/10.17058/redes.v17i2.2055

Lei 11.107 (2005). Lei dos Consórcios Públicos e da Gestão Associada de Serviços Públicos. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2005/lei/l11107.htm

Minas Gerais. (2009). Lei 18.031. Dispõe sobre a Política Estadual de Resíduos Sólidos. http://www.siam.mg.gov.br/sla/download.pdf?idNorma=9272

Minas Gerais. (2016). Secretaria de Planejamento e Gestão. Meso e Microrregiões do IBGE. https://www.mg.gov.br/sites/default/files/paginas/arquivos

/2016/ligminas_10_2_04_listamesomicro.pdf.

Minas Gerais. (2011). Secretaria de Estado da Saúde. Plano Diretor de Regionalização de Saúde de Minas Gerais. http://vigilancia.saude.mg.gov.br/index.

php/download/livro-plano-diretor-de-regionalizacao-pdr-sus-mg/?wpdmdl=3112

Minas Gerais. (2010). Secretaria de Planejamento e Gestão. Regiões de Planejamento. https://www.mg.gov.br/conteudo/conheca-minas/geografia/regioes-de-planejamento.

Notato, C. G. da S., Sousa, E. R. de, & Gontigo, H. M. (2019). Implantation of a Recycling Plant in the city of Rio Piracicaba-MG. Research, Society and Development, 8(3), e2683751. https://doi.org/10.33448/rsd-v8i3.751

Olivo, V. D.; Dal Bello, M. C. (2019). Boas Práticas na Gestão Integrada de Resíduos Sólidos Urbanos em Municípios Brasileiros. Revista TcE Contas. 1 (1), p. 151-167. http://tce.to.gov.br/revista/index.php/tcecontas/article/view/4/15

Plano de Gerenciamento Integrado de Resíduos Sólidos do Consórcio Intermunicipal Rides - Região Integrada de Desenvolvimento Sustentável (2015). http://indianopolis.mg.gov.br/wp-content/uploads/2020/08/pgirs-rides-volume-i.pdf

Poague, K. I. H.M., Silva, W. R., Resende, V. M., Pereira, A. P. M., & Árabe, M. P. (2017). SIG na seleção de áreas para implantação de aterros sanitários: estudo de caso em Jundiaí – SP. (2018). Revista D.A.E. 66 (213). DOI: 10.4322/dae.2018.032.

Portella, M. O., & Ribeiro, J. C. J. (2014). Aterros sanitários: aspectos gerais e destino final dos resíduos. Revista Direito Ambiental e sociedade, 4 (1), 115-134. http://www.ucs.br/etc/revistas/index.php/direitoambiental/article/view/3687/2110

Secretaria de Estado de Meio Ambiente. (2019). Fundação Estadual de Meio Ambiente. Panorama da Destinação dos Resíduos Sólidos Urbanos no Estado de Minas Gerais, do ano de 2018. http://www.feam.br/images/stories/2019/MINAS_SEM_LIXOES/Relat%C3%B3rio_de_Progresso_2019_-_PANORAMA_RSU_Ano_base_2018_v_1912.pdf

Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais. (2020) Subsecretaria de Gestão Regional. Ajuste do Plano Diretor de Regionalização de Saúde de Minas Gerais (PDR/MG). http://www.saude.mg.gov.br

Trindade, A. G., & Riani, R. S. R. (2016). Gestão consorciada de resíduos sólidos: um instrumento de integração e promoção do desenvolvimento sustentável. Revista de Direito e Sustentabilidade. DOI: 10.21902

Published

09/08/2021

How to Cite

SILVA, T. R. da .; SANTOS, J. G. dos; HIPÓLITO, E. N.; FRANCO, M. L.; SOUZA, M. C. de .; ALVES, W. M. .; COSTA, A. S. V. da; FERREIRA, A. C. Proposal for an inter-municipal consortium in the health micro-region of Teófilo Otoni/Malacacheta for urban solid waste management. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 10, p. e259101018550, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i10.18550. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/18550. Acesso em: 27 oct. 2021.

Issue

Section

Health Sciences