Use of xenograft for tissue repair in the treatment of burns: integrative literature review

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i10.18560

Keywords:

Burns; Heterografts; Wound healing.

Abstract

Biological tissues of animal origin, such as pig skin, frog skin, bovine pericardium and pig intestinal submucosa have been used in bioocclusive dressings (xenotransplantation) for burns. The present study aimed to analyze the use of xenograft therapy in the treatment of burns. This is an integrative literature review, in which the following clinical question was formulated: “What is the scientific evidence on the use of xenograft therapy in tissue repair in burn victims?”. PubMed, Bireme and CINAHL databases were consulted. Studies available in their entirety, published from 2016 to 2021, in Portuguese, Spanish and English, were used. Eight studies were included in this review. The studies addressed the characteristics of the use of xenograft as a biological dressing in the therapy of burn patients, such as gender, type of burn, degree of burn, percentage of affected area, type of biological dressing, indication, intervention time and evolution of cases. The results conclude that the use of xenotransplantation has been shown to be effective in reducing pain, reducing hospital stays, faster re-epithelialization, less dressing changes, lower cost-effectiveness, and fewer infections. The study allowed an evaluation of the treatment of burns through heterologous dressing therapy, concluding that it is effective, in addition, it was concluded that the Nile tilapia skin dressing had statistically more significant results when compared to all interventions, including with porcine biological dressing.

Author Biographies

Eduardo Brito da Silva, Centro Universitário de Ciências e Tecnologia do Maranhão

Centro Universitário de Ciências e Tecnologia do Maranhão

Kaio Germano Sousa da Silva, Faculdade do Vale Elvira Dayrell

Faculdade do Vale Elvira Dayrell

Luana Pereira Ibiapina Coêlho , Universidade Estadual do Maranhão

Universidade Estadual do Maranhão

Wenderson Costa da Silva, Universidade Estadual do Maranhão

Universidade Estadual do Maranhão

Leiliane Barbosa de Aguiar, Faculdade Evangélica do Meio Norte

Faculdade Evangélica do Meio Norte

Felipe Azevedo da Silva, Centro Universitário de Ciências e Tecnologia do Maranhão

Centro Universitário de Ciências e Tecnologia do Maranhão

Amanda Kauany Pereira da Silva , Faculdade de Tecnologia e Educação Superior Profissional

Faculdade de Tecnologia e Educação Superior Profissional

Victória Ribeiro de Sousa Marques, Centro Universitário de Ciências e Tecnologia do Maranhão

Centro Universitário de Ciências e Tecnologia do Maranhão

Lara Beatriz de Sousa Coelho, Centro Universitário de Ciências e Tecnologia do Maranhão

Centro Universitário de Ciências e Tecnologia do Maranhão

Rafael Fernandes de Melo, Centro Universitário de Ciências e Tecnologia do Maranhão

Centro Universitário de Ciências e Tecnologia do Maranhão

Danielle Carvalho Rocha, Universidade Estadual do Maranhão

Universidade Estadual do Maranhão

Rondinelle dos Santos Chaves, Instituo Sírio-Libanês de Ensino e Pesquisa

Instituo Sírio-Libanês de Ensino e Pesquisa

Eudilene da Silva Mesquita, Centro Universitário de Ciências e Tecnologia do Maranhão

Centro Universitário de Ciências e Tecnologia do Maranhão

Bruna Rafaelle Pereira Ibiapina Coêlho , Escola de Saúde Pública do Ceará

Escola de Saúde Pública do Ceará

George do Carmo Leão, Centro Universitário de Ciências e Tecnologia do Maranhão

Centro Universitário de Ciências e Tecnologia do Maranhão

Jesica Cristina Lira dos Santos , Universidade Estadual do Maranhão

Universidade Estadual do Maranhão

Isadora Sayonara Ferreira Coelho , Centro Universitário de Ciências e Tecnologia do Maranhão

Centro Universitário de Ciências e Tecnologia do Maranhão

Milka Esthefanni dos Santos Passos Oliveira , Centro Universitário de Ciências e Tecnologia do Maranhão

Centro Universitário de Ciências e Tecnologia do Maranhão

Geovanna Clara Cunha Lima Ferreira, Centro Universitário de Ciências e Tecnologia do Maranhão

Centro Universitário de Ciências e Tecnologia do Maranhão

Thalita Cristina Oliveira Santos , Centro Universitário de Ciências e Tecnologia do Maranhão

Centro Universitário de Ciências e Tecnologia do Maranhão

Ianca Sabrina Silva Nascimento, Centro Universitário de Ciências e Tecnologia do Maranhão

Centro Universitário de Ciências e Tecnologia do Maranhão

Sara Tereza Lisboa dos Santos, Centro Universitário de Ciências e Tecnologia do Maranhão

Centro Universitário de Ciências e Tecnologia do Maranhão

Jeslaine da Silva Alves Viana, Centro Goiano De Ensino, Pesquisa e Pós

Centro Goiano De Ensino, Pesquisa e Pós

Wanderson de Almeida Silva, Centro Universitário de Ciências e Tecnologia do Maranhão

Centro Universitário de Ciências e Tecnologia do Maranhão

Laianny Luize Lima e Silva, Universidade Federal do Piauí

Universidade Federal do Piauí

References

Alam, K., & Jeffery S. L. A. (2019). Acellular Fish Skin Grafts for Management of Split Thickness Donor Sites and Partial Thickness Burns: A Case Series. Mil Med, 184, 16-20.

Alves, A. P. N. N., Verde, M. E. Q. L., Ferreira, A. E. C., Jr.; Silva, P. G. B., Feitosa, V. P., Lima, E. M., Jr., . . . & Moraes, M. O., Fº. (2015). Avaliação microscópica, estudo histoquímico e análise de propriedades tensiométricas da pele de tilápia do Nilo. Rev Bras Queimaduras, 14(3), 203-210.

Belém, T. C. (2016). Perfil de uso de antibióticos em pacientes da unidade de queimados do hospital regional da asa norte (Trabalho de Conclusão de Curso). Universidade Nacional de Brasília, Ceilândia, DF, Brasil. Recuperado de https://bdm.unb.br/bitstream/10483/17572/6/2016_ThaisClaroBelem_tcc.pdf.

Bork, A. M. T. (2011). Enfermagem baseada em evidências. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan.

Burkey, B., Davis, W., Glat, P. M. (2016). Porcine xenograft treatment of superficial partial-thickness burns in paediatric patients. Journal Of Wound Care, 25(2), 10-15.

Carlucci, V. D. S., Rossi, L. A., Ficher, A. M. F. T., Ferreira, E., & Carvalho, E. C. (2007). A experiência da queimadura na perspectiva do paciente. Revista da Escola de Enfermagem da Usp, 41(1), 21-28.

Costa, B. A., Lima, E. M., Jr, Moraes, M. O, Fº, Fechine, F. V, Moraes, M. E. A., Silva, F. R., Jr., . . . & Rocha, M. B. S. (2019). Use of Tilapia Skin as a Xenograft for Pediatric Burn Treatment: a case report. Journal Of Burn Care & Research, 40(5), 714-717.

Dalla-Corte, L. M., Fleury, B. A. G., Huang, M., Adorno, J., & Modelli, M. E. S. (2019). Perfil epidemiológico de vítimas de queimaduras internadas em uma unidade no Distrito Federal do Brasil. Rev Bras Queimaduras, 18(1), 10-15.

De Miranda, M. J. B., & Brandt, C. T. (2019). Nile tilapia skin xenograft versus silver-based hydrofiber dressing in the treatment of second-degree burns in adults. Revista Brasileira de Cirurgia Plástica (Rbcp), 34(1), 79-95.

Diegidio, P., Hermiz, S. J., Ortiz-Pujols, S., Jones, S. W., Duin, D. V., Weber, D. J., . . . & Hultman, C. S. (2017). Even Better Than the Real Thing? Xenografting in Pediatric Patients with Scald Injury. Clin Plast Surg, 44(3), 651-656.

Ercole, F. F., Melo, L. S., & Alcoforado, C. L. G. C. (2014). Revisão integrativa versus revisão sistemática. Reme, 18(1), 9-11.

Gimenez, C. E. A., Bianco, A. G. C., Monteiro, E. S., Ribas, A. M., Beutler, E. C., Mazzo, M. B., . . . & Costa, E. N. (2019). A pele da tilápia no tratamento de queimaduras de segundo e terceiro graus, além de mais eficiente, é de baixíssimo custo. Revista Enfermagem Atual In Derme, 87(25), 1-2.

Guo, Z. Q., Qiu, L., Gao, Y., Li, J. H., Zhang, X. H., Yang, X. L., . . . & Chen, X. L. (2015). Use of porcine acellular dermal matrix following early dermabrasion reduces length of stay in extensive deep dermal burns. Burns, 42(3), 598-604.

Karlsson, M., Elmasry, M., Steinvall, I., Sjöberg, F., Olofsson, P., & Thorfinn, J. (2019). Superiority of silver-foam over porcine xenograft dressings for treatment of scalds in children: A prospective randomised controlled trial. Burns, 45(6), 1401-1409.

Lima, E. M., Jr., Moraes, M. O., Fº, Costa, B. A., Rohleder, A. V. P., Rocha, M. B. S., Fechine, F. V., & Moraes, M. E. A. (2020). Innovative Burn Treatment Using Tilapia Skin as a Xenograft: a phase ii randomized controlled trial. Journal Of Burn Care & Research, 41(3), 585-592.

Lima, E. M., Jr., Moraes, M. O., Fº, Forte, A. J., Costa, B. A., Fechine, F. V., Alves, A. P. N. N., . . . & Mathor, M. B. (2020). Pediatric Burn Treatment Using Tilapia Skin as a Xenograft for Superficial Partial-Thickness Wounds: A Pilot Study. J Burn Care Res, 41(2), 241-247.

Lima, E. M., Moraes, M. O., Costa, B. A., Uchôa, A. M. N., Martins, C. B., Moraes, M. E. A., . . . & Fechine, F. V. (2020). Tratamento de queimaduras de segundo grau profundo em abdômen, coxas e genitália: uso da pele de tilápia como um xenoenxerto. Rev. Bras. Cir. Plást, 35(2), 243-248.

Miranda, M. J. B. (2018). Estudo comparativo entre xenoenxerto (pele da tilápia-do-nilo) e hidrofibra com prata no tratamento das queimaduras de II grau em adultos (Dissertação de mestrado). Universidade Federal de Pernambuco, Recife, PE, Brasil. Recuperado de https://repositorio.ufpe.br/bitstream/123456789/33439/1/DISSERTA%c3%87%c3%83O%20Marcelo%20Jos%c3%a9%20Borges%20de%20Miranda.pdf.

Nazário, N. O., Leonardi, D. F., & Nitschke, C. A. S. (2014). Queimaduras. Florianópolis: Universidade Federal de Santa Catarina.

Oliveira, F. B. M., Costa, A. C. A. L., Alves, D. L., França, J. F., Macedo, M. S., & Santos, R. D. (2016). Relação entre a sobrecarga de trabalho e erros de administração de medicação na assistência hospitalar. Revista Ciências & Saberes, 2(2), 325-334.

Organização Mundial de Saúde. (2018). Burns Fact Sheet nº 365. Genebra: OMS. Recuperado de https://www.who.int/en/news-room/fact-sheets/detail/burns.

Pinho, F. M., Sell, B. T., Sell, C. T., Senna, C. V. A., Martins, T., Foneca, E. S., & Amante, L. N. (2017). Cuidado de enfermagem ao paciente queimado adulto: uma revisão integrativa. Rev Bras Queimaduras, 16(3), 181-187.

Torrisi, A. C., Silva, P. G. P., Carvalho, S. M. F. F., & Miranda, M. J. B. (2018). Pele da tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus) como curativo biológico no tratamento de queimaduras: relato de caso. An Fac Med Olinda, 2(2), 65.

Published

08/08/2021

How to Cite

SILVA, E. B. da .; SILVA, K. G. S. da .; COÊLHO , L. P. I. .; DA SILVA, W. C. .; AGUIAR, L. B. de .; SILVA, F. A. da .; SILVA , A. K. P. da .; MARQUES, V. R. de S. .; COELHO, L. B. de S. .; MELO, R. F. de .; ROCHA, D. C. .; CHAVES, R. dos S. .; MESQUITA, E. da S. .; COÊLHO , B. R. P. I. .; LEÃO, G. do C. .; SANTOS , J. C. L. dos .; COELHO , I. S. F. .; OLIVEIRA , M. E. dos S. P. .; FERREIRA, G. C. C. L. .; SANTOS , T. C. O. .; NASCIMENTO, I. S. S. .; SANTOS, S. T. L. dos .; VIANA, J. da S. A. .; SILVA, W. de A. .; SILVA, L. L. L. e . Use of xenograft for tissue repair in the treatment of burns: integrative literature review . Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 10, p. e175101018560, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i10.18560. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/18560. Acesso em: 20 oct. 2021.

Issue

Section

Review Article