Epidemiological study of elderly people affected by drug intoxication in the state of Paraíba: a portrait of a decade

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i10.18563

Keywords:

Adverse effects of drugs; Drug toxicity; Senility.

Abstract

This study aimed to investigate the epidemiological profile of elderly people affected by drug intoxication in Paraíba, between the years 2007 to 2017. It was an epidemiological, observational, retrospective, analytical and documentary study, of the quantitative type, in which data were collected from queries to the database of the Information System for Notifiable Diseases (SINAN), made available by the Informatics Department of the Unified Health System (DATASUS). Variables such as year, city of notification, sex, age, education, circumstances of the type of poisoning and evolution of cases were analyzed. For the analysis of the associations between the variables, the Chi-Square Test of Independence was applied, in which p<0.05 was considered statistically significant for the null hypothesis. It was found that 219 cases of drug intoxication were reported, with 2014 being the most prevalent year (21.46%) and João Pessoa was the city with the most cases. When associating sex and other variables, no statistical significance was observed. The epidemiological profile of those affected was mostly female (63.0%), aged 60 to 69 years (55.0%), and most reported cases were cured without sequelae (72.6%). It is noteworthy that the data from this research can be used to create public policies or indicators in order to serve the most affected population.

Author Biographies

Wagner Bernardo da Silva, Universidade Federal de Campina Grande

Graduando em Farmácia pela Universidade Federal de Campina Grande, Centro de Educação e Saúde, Campus Cuité-PB

Beatriz Maria da Conceição Murilo, Universidade Federal de Campina Grande

Graduanda em Farmácia pela Universidade Federal de Campina Grande, Centro de Educação e Saúde, Campus Cuité-PB

Pedro Ithalo Francisco da Silva, Universidade Federal de Campina Grande

Graduando em Farmácia pela Universidade Federal de Campina Grande, Centro de Educação e Saúde, Campus Cuité-PB

Ival da Costa Filho, Universidade Federal de Campina Grande

Graduando em Farmácia pela Universidade Federal de Campina Grande, Centro de Educação e Saúde, Campus Cuité-PB

Francisco Patrício de Andrade Júnior, Universidade Federal da Paraíba

Doutorando em Produtos Naturais e Sintéticos Bioativos, Centro de Ciências da Saúde, Departamento de Ciências Farmacêuticas. Universidade Federal da Paraíba – UFPB. João Pessoa – PB

Cinthya Maria Pereira de Souza, Centro Universitário UNIFACISA

Doutora em Ciências Farmacêuticas, Universidade Federal de Pernambuco-UFPE, Docente do curso de Farmácia do Centro Universitário UNIFACISA, Campina Grande-PB.

References

Arrais, P. S. D., Fernandes, M. E. P., Pizzol, T. S. D., Ramos, L. R., Mengue, S. S., Luiza, V. L., Tavares, N. U. L., Farias, M. R., Oliveira, M. A., & Bertoldi, A. D. (2016). Prevalência da automedicação no Brasil e fatores associados. Revista de Saúde Pública, 50(2),13.

Arruda, N. M., Maia, A. G., & Alves, L. C. (2018). Desigualdade no acesso á saúde entre as áreas urbanas e rurais do Brasil: uma decomposição de fatores entre 1998 a 2008. Caderno de Saúde Pública, 34(6), 2-14.

Barros Lima, A. M. E., Ferreira, R. C., dos Santos-Neto, P. E., Rodrigues, C. A. Q., de Pinho Veloso, D. N., Maia, J., & Costa, D. C. (2013). Delineamentos de estudos epidemiológicos e não epidemiológicos da área da saúde: uma revisão de literatura. Revista Unimontes Científica, 15(2), 64-80.

Brasil, Departamento de Informática do SUS (DATASUS) (2020). Informações Epidemiológicas e Morbilidade: banco de dados. https://datasus.saude.gov.br/informacoes-de-saude-tabnet/

Brasil, Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE) (2020). Paraíba. https://cidades.ibge.gov.br/brasil/pb/panorama

Bitter, K., Schlender, J. F., & Woltersdorf, R. (2016). Drug-drug interactions in the elderly: Which ones really matter? Der Internist, 57(7):728-734.

Conselho Federal de Farmácia (CFF) (2019). Dados 2018. https://www.cff.org.br/pagina.php?id=801&menu=801&titulo=Dados+2018

Chaves, L. H. S., Viana, A. C., Júnior, W. P. M., Lima, A., & Carvalho, L. (2017). Intoxicação exógena por medicamentos: aspectos epidemiológicos dos casos notificados entre 2011 e 2015 no Maranhão. Revista Ciência & Saberes-Facema, 3(2), 477-482.

Gonçalves, C. A., Gonçalves, C. A., Santos, V. A., Sarturi, L., & Júnior, A. T. T. (2017). Intoxicação medicamentosa. Revista Científica da Faculdade de Educação e Meio Ambiente, 8(1), 135-143.

Gotadelo, D. R., Fonseca, L. S., Masson, E. R., Lopes, L. N., Toledo V. C., Faioli, M. A., Meira, A. L. M., Costa, C. K. M., & Andrade, R. B. L. (2014). Prevalência e fatores associados a potenciais interações medicamentosas entre idosos em um estudo de base populacional. Revista Brasileira de Medicina de Família e Comunidade, 9(31), 111-118.

Gretzler, V. S., Rodrigues, A. S., Vargas, D. A., Pereira, H. C., & Júnior, A. T. T. (2018). Atuação do farmacêutica na URM e na prevenção de intoxicação medicamentosa. Revista Científica FAEMA, 9, 547-550.

Instituto de Desenvolvimento Municipal e Estadual. Anuário estatístico do estado da Paraíba 2014 (2014) http://ideme.pb.gov.br/servicos/anuarios-online

Lima, H. S. M., Teixeira, A. P. C., & Oliveira, F. S. (2018). Uso de benzodiazepínicos em idosos: uma revisão integrativa. Revista Educação Ciência e Saúde, 5(1), 70-88.

Maia, B. C., Viana, P. S., Arantes P. M. M., & Alencar M. A. (2011) Consequências das quedas em idosos vivendo na comunidade. Revista brasileira de geriatria e gerontologia, 14(2), 381-393.

Macedo. G. R., Carmo, B. B., Castro, G. F. P., & Correa, J. B. (2016). O poder do marketing no consumo excessivo de medicamentos no Brasil. Revista Transformar, 9:114-128.

Martins, A. O. & Oliveira, D. H. Perfil de intoxicação e óbito por medicamento no brasil: uma revisão sistemática. International Journal of Development Research, 9(11), 31883-31887.

Mastroianni, P. D. C., Lucchetta, R. C., Sarra, J. D. R., & Galduróz, J. C. F. (2011). Estoque doméstico e uso de medicamentos em uma população cadastrada na estratégia saúde da família no Brasil. Revista Panamericana de Salud Publica, 29, 358-364.

Medeiros, K. K. M., Soares, P. M., Saatkamp, J. D. A., Tavares, G. M. S., & Farias, F. M. (2012). Uso de medicamentos como um fator de risco para fraturas por quedas em idoso. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, 4 (2).

Mendes, J. L. V., Silva, S. C., Silva, G. R., & Santos, N. A. R. (2018). O aumento da População Idosa no Brasil e o envelhecimento nas últimas década: Uma revisão da literatura. Revista Educação, Meio Ambiente e Saúde (REMAS), 8(1), 13-26.

Miranda, G. M. D., Mendes, A. C. G. & Silva A. L. A. (2019). O envelhecimento populacional brasileiro: desafios e consequências sociais atuais e futuras. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, 19(3), 507-519.

Mota, D. M., Melo J. R. R., Freitas D. R. C. D., & Machado, M. (2012). Perfil da mortalidade por intoxicação com medicamentos no Brasil, 1996-2005: retrato de uma década. Ciência & Saúde Coletiva, 17, 61-70.

Oliveira, B. L. C. A., Silva, A. M. D., Rodrigues, L. D. S., & Rêgo, A. S. (2016). O uso da modelagem com equações estruturais na análise da influência da cor/raça e status socioeconômicos na saúde de idosos Brasileiros. Revista Brasileira de Ciências da Saúde, 20(2), 149-156.

Oliveira, D. H. & Suchara, E. A. (2014). Intoxicações medicamentosas em hospital público de Barra do Garças-MT. No período de 2006 a 2009. Revista de Ciências Médicas e Biológicas, 13(1), 55-59.

Oliveira, J., Antunes, J. L. F., & Nicolina, L. (2018). Caracterização das internações medicamentosas, São Paulo, 2004 a 2006. Archives of Health Investigation, 7(6), 237-242.

Oliveira, J. F. M., Wagner, G. A., Lieber, N. S. R., & Antunes, J. L. (2017). Tendência da mortalidade por intoxicação medicamentosa entre gêneros e faixa etárias no Estado de São Paulo, Brasil, 1996-2012. Ciência & Saúde Coletivo, 22(10), 3381-3391.

Organização Mundial da Saúde (OMS) (2015). Resumo: relatório mundial de envelhecimento e saúde.

Prado, T. N., Caus, A. L., Marques, M., Maciel, E. L., Golub, J. E., & Miranda, A. E. (2011). Perfil epidemiológico de pacientes adultos com tuberculose e AIDS no estado do Espírito Santo: relacionamento dos bancos de dados de tuberculose e AIDS. Jornal Brasileiro de Pneumologia, 37(1), 93-99.

Pereira, C. E. D., Ribeiro, R. L. C. & Brito, M. H. R. M. (2020). Perfil das principais intoxicações exógenas no estado do Piauí: análise epidemiológica de uma década. Research, Society and Development, 9(3), 30.

Pereira, M. D., Conceição, S. B., Mariúba, G. B., Santos, N. S., & Rebelo, M. A. (2019). Envelhecimento populacional com foco no uso racional de medicamentos: O papel do farmacêutica. Revista InterSaúde, 1(1), 37-46.

Perissé, C. & Marli, M. (2019). Idosos devem identificar caminhos para uma melhor idade. Revista Retratos. https://censo2020.ibge.gov.br/2012-agencia-de-noticias/noticias/24036-idosos-indicam-caminhos-para-uma-melhor-idade.html

Queiros, A. J. C., Leite, R. S., Yoshida, E. H., Estanagel, T. H. P., Pereira, M. D., & Santos, N. S. (2020). Perfil de suicídio por sobredose intencional de medicamentos. Revista InterSaúde, 1(2), 79-88.

Ramos, L. R., Tavares, N. U. L, Bertoldi, A. D., Farias, M. R. L., Oliveira, M. A., Luiza, V. L., Pizzol, T. S. D., Arrais, P. S. D, & Mengue, S. S. (2016). Polymorbidity in Older Adults in Brazil: a public health challenge. Revista de Saúde Pública, 50(2), 9.

Rangel, N. & Francelino, E. V. (2018). Caracterização do Perfil das Intoxicações Medicamentosas no Brasil, durante 2013 a 2016. Id online Revista de Psicologia, 42, 121-135.

Santos, I. S. & Santos, R. C. (2019). Prevenção de Fraturas em Idosos. Monografia (Graduação em Enfermagem) - Centro Universitário do Planalto Central Apparecido dos Santos-Uniceplac.

Silva, H. O. N., Silva, E. L., Mariz, S. R., Bragagnolli, G., & Fook, S. M. L. (2015). Perfil das intoxicações notificados na Paraíba de 2009 a 2013. Revista Cereus, 7(2), 78-87.

Silva, R., Schmidt, O. F., & Silva, S. (2012). Polifarmácia em geriatria. Revista de AMRIGS, 56(2), 164-174.

Tannous, I. P. (2018). Perfil Epidemiológico e Geográfico da Infecção pelo Vírus da dengue em um município do Sudoeste de Goiás: Um estudo transversal. Dissertação (Mestrado em Ciências Aplicadas à Saúde) – Universidade Federal de Goiás, JATAÍ.

Vieira, D. M. & Caveião, C. (2016). Perfil das intoxicações medicamentosas no estado de São Paulo no Período de 1999 a 2012 na perspectiva da vigilância sanitária. Revista Saúde e Desenvolvimento, 9(5), 119-141.

Vieira, L. P., Santana, V. T. P. & Suchara E. A. (2015). Caracterização de tentativas de suicídios por substâncias exógenas. Cadernos de Saúde Coletiva, 23(2), 118-123.

Published

08/08/2021

How to Cite

SILVA, W. B. da .; MURILO, B. M. da C. .; SILVA, P. I. F. da .; COSTA FILHO, I. da .; ANDRADE JÚNIOR, F. P. de .; SOUZA, C. M. P. de . Epidemiological study of elderly people affected by drug intoxication in the state of Paraíba: a portrait of a decade. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 10, p. e176101018563, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i10.18563. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/18563. Acesso em: 21 oct. 2021.

Issue

Section

Health Sciences