Analysis of human resource knowledge management practices in an image clinic

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i10.18587

Keywords:

Health; Knowledge management; Practices of knowledge management.

Abstract

In the 'Information Age', organizations began to implement knowledge management (KM) practices to gain competitive advantage. Therefore, this research aimed to diagnose the level of implantation and reach of the GC practices of Human Resources in a health care company that performs diagnostic imaging tests in the city of Maringá (PR), Brazil. Methodologically, the research is characterized as a case study, with quantitative and qualitative approaches. For data collection, a questionnaire developed by the Institute of Applied Economic Research (IPEA) was applied and a documentary analysis was also performed. As a result, it was observed that the effective level of implementation and the breadth of reach of the KM practices of human resources were high and that only Corporate Education practice is being used below its potential. With this, some actions were suggested in order to consolidate the practices studied.

Author Biographies

Lidiana Antonioli Dal Bem Pires, Universidade Cesumar

Mestre em Gestão do Conhecimento nas Organizações pelo Unicesumar. Atualmente é professora do curso de ciências contábeis, na Faculdade Unifamma e Faculdade Alvorada. 

Arthur Gualberto Bacelar da Cruz Urpia, Universidade Cesumar

Doutor em Economia pelo Programa de Pós-Graduação em Economia do Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (PPGE - IE/UFRJ). Docente permanente do Programa de Gestão do Conhecimento nas Organizações da UniCesumar, além de pesquisador pelo ICETI; e professor Adjunto do Departamento de Economia da UEM (DCO-UEM). 

Ely Mitie Massuda, Universidade Cesumar

Doutora em História Econômica, Docente permanente do Programa de Gestão do Conhecimento nas Organizações e Programa de Pós-Graduação em Promoção da Saúde da Universidade Cesumar. Pesquisado do Instituto Cesumar de Ciênica, Tecnologia e Inovação (ICETI).

 

References

Albagli, S. (1999). Novos Espaços de Regulação na Era da Informação e do Conhecimento. In: Lastres, H. M. M.; Albagli, S. Informação e Globalização na Era do Conhecimento. (Cap. 11. pp.290-313). Rio de Janeiro: Campus.

Batista, F. F., Xavier, A. C. da R., Mendes, L. C.& Rosemberg, G. (2007). GC em Organizações Públicas de Saúde. Texto para Discussão, nº 1316. Brasília: IPEA. https://www.ipea.gov.br/portal/index.php?option=com_content&view=article&id=4559

Bento, J. de C, Massuda, E. M., Urpia, A. G. B. da C. & Bortolozzi, F. (2016). Práticas da gestão do conhecimento em recursos humanos em instituição de ensino superior à distância. Espacios, (37) 21. https://www.revistaespacios.com/a16v37n29/16372921.html

Brito, L. M. P., & Bolson, S. B. (2014). Gestão do Conhecimento: estudo em uma Instituição Privada de Ensino Superior. RAUnP - Revista Eletrônica do Mestrado Profissional em Administração da Universidade Potiguar, 6(2), 77-87. http://www.spell.org.br/documentos/ver/32664/gestao-do-conhecimento--estudo-em-uma-instituicao-privada-de-ensino-superior/i/pt-br

Carvalho, C. A. (2012). Gestão do Conhecimento. 5ª ed. São Paulo: Pearson.

Dalkir, K. (2011). Knowledge Management in Theory and Practice. Burlington: Elsevier, 2011.

Davenport, T. H. & Prusak, L. (1999). Conhecimento Empresarial: como as organizações gerenciam seu capital intelectual. Rio de Janeiro: Campus.

Hora, H. R. da, Monteiro, G. T. R. & Arica, J. (2010). Confiabilidade em Questionários para Qualidade: Um Estudo com o Coeficiente Alfa de Cronbach. Produto &Produção. (11) 2, 85-103. DOI: https://doi.org/10.22456/1983-8026.9321

Loesch, C. & Hoeltgbaum, M. (2012). Métodos Estatísticos Multivariados. São Paulo: Saraiva.

Lytovchenko, I. (2015) Origins and formation of corporate education in the USA. Comparative Professional Pedagogy, (5) 3, 53-57. https://www.researchgate.net/publication/307654985_Origins_and_Formation_of_Corporate_Education_in_the_USA.

Matthiensen, A. (2011). Uso do Coeficiente Alfa de Cronbach em Avaliações por Questionários. Embrapa. Roraima: Boa Vista.

Nascimento, L. da S. & Sousa Júnior, J. H. de. (2019). Relacionando Capital Intelectual, Gestão do Conhecimento e Sustentabilidade: um modelo conceitual. Navus. Revista de Gestão e Tecnologia. (9) 2, 92-104. https://doi.org/10.22279/navus.2019.v9n2.p92-104.867

Oliveira, M. A. (2010). Comportamento Organizacional para a Gestão de Pessoas: Como agem as empresas e seus gestores. São Paulo: Saraiva.

Reis, F. L. dos & Martins, A. E. (2008). A importância dos Fóruns de Debate na Comunicação e Interação no Ensino Online. Revista de Estudos da Comunicação. v. (09), 19, 97-111, 2008. http://www2.pucpr.br/reol/pb/index.php/comunicacao?dd99=issue&dd0=143

Rodriguez, M. V. R. (2011). Gestão do Conhecimento e Inovação nas Empresas. Rio de Janeiro: Qualitymark.

Santos, G. T. dos. (2014). Método para captura de lições aprendidas: em direção a melhoria contínua na Gestão de Projetos. Revista de Gestão e Projetos. (5) 1, 71-83.

DOI: https://doi.org/10.5585/gep.v5i1.250

Silva, H. de F. N. (2014). O Processo de Criação de Conhecimento Organizacional em Comunidades de Prática. In: Angeloni, M. T. (Org.). Gestão do Conhecimento no Brasil. (Cap. 3). Rio de Janeiro: Gespública.

Sousa, M. A. B. (2014). Gestão do Conhecimento: Uma Contribuição ao seu entendimento. Revista de Administração e Negócios da Amazônia (6) 3, 38-47. DOI: http://dx.doi.org/10.18361/2176-8366/rara.v6n3p38-47

Sousa, S., & Ferreira, A. (2021). Capital intelectual: revisão de literatura. Gestão E Desenvolvimento, (29), 245-259. https://doi.org/10.34632/gestaoedesenvolvimento.

Zyrianoff, W., Kuniyoshi, M. S., Gaspar, M. A. & Nascimento, H. do. (2021). Práticas de Gestão do Conhecimento e Capacidade Absortiva Aplicadas à Melhoria de Desempenho e Qualidade na Manutenção Industrial. Reserch, Society and Development. (10) 2, DOI: https://doi.org/10.33448/rsd-v10i2.12713

Published

14/08/2021

How to Cite

PIRES, L. A. D. B. .; URPIA, A. G. B. da C.; MASSUDA, E. M. . Analysis of human resource knowledge management practices in an image clinic. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 10, p. e385101018587, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i10.18587. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/18587. Acesso em: 24 oct. 2021.

Issue

Section

Human and Social Sciences