Soil chemical attributes in banana production areas (Musa spp.)

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i10.18727

Keywords:

Musa spp; Fertility; Indicators; Agroecology.

Abstract

He use and management of the soil by different systems lead to changes in the physical and chemical quality of its attributes. The objective of this work was to evaluate the quality of a dystrophic Red Yellow Latosol, based on changes in chemical attributes in different management systems. The experimental design used was a randomized block with a 2x3x2 factorial consisting of three transects in the sloping area (upper, median and lower) and in each transect, two depths for collecting soil samples (0-20 cm and 20-40 cm) with three repetitions. Undisturbed soil samples were collected at random and chemical analysis was carried out. The following were evaluated: pH, sodium (Na+), exchangeable aluminum (Al+3), exchangeable cations (K+, Ca+2 and Mg+2), available phosphorus (P), exchangeable acidity (H++Al+3), matter organic (MO), Sum of bases (SB), Cation Exchange Capacity (CTC) and Aluminum Saturation (m). In the deepest layer of the soil there was an increase in aluminum contents, leading to an increase in saturation by this element, which led to a decrease in base saturation. As for the relief of the experimental area, the lower and median positions have higher values of exchangeable acidity and aluminum saturation. In the upper position, the base sum and base saturation values are higher with less losses and greater increase in organic matter contents due to banana leaves deposited on the surface. The use of multivariate techniques is a very useful tool in analyzing data related to soil chemical attributes.

Author Biography

Lucas Bochartt Bandeira, Universidade Federal da Paraíba

 

 

References

Alvares, C. A., Stape, J. L., Sentelhas, P. C., Goncalves, J. L. M. de. & Sparovek, Gerd. (2014). Koppens climate classification map for Brazil. Meteorologische Zeitschrift, 22, 711–728.

Bavoso, M. A., Giarola, N. F. B, Tormena, C. A. & Pauletti, V. (2010). Preparo do solo em áreas de produção de grãos, silagem e pastejo: efeito na resistência tênsil e friabilidade de agregados. Revista Brasileira de Ciência do Solo, 34

Bilibio, W. D., Corrêa, G. & F Borges, E. N. (2010). Atributos físicos e químicos de um latossolo, sob diferentes sistemas de cultivo. Revista Ciência e agrotecnologia. 34

Borcahrtt, L. (2013). Atributos físicos e químicos de uma topossequência e ciclagem de nutrientes em áreas de mata nativa e reflorestada. 137f. Tese (Doutorado) – Universidade Federal da Paraíba. Programa de Pós-Graduação em Agronomia – PPGA.

Brandão, V. S., Cecílio, R. A., Pruski, F. F. & Silva, D. D. (201k6). Infiltração da Água no Solo. (3a ed.), Ed. UFV. 120p.

Carneiro, M.A.C., Souza, E. D. de, Reisi, E. F. dos., Pereira, H. S. & Azevedo, W. R. de. (2021). Atributos físicos, químicos e biológicos de solo de cerrado sob diferentes sistemas de uso e manejo. Revista Brasileira de Ciência do Solo, 33:147-157, 2009. http://www.scielo.br/pdf/rbcs/v35n2/v35n2a26.pdf>.

Coelho, A.M. Agricultura de precisão: manejo da variabilidade espacial e temporal dos solos e das culturas. In: Curi, N., Marques, J.J., Guilherme, L.R.G., Lima, J. M. de., Lopes, A.S. & Alvares V., V. H. (2003). (Ed.). Tópicos em ciência do solo. Viçosa: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 3, 259 290.

Costa, F. S., Bayer, C., Albuquerque, J. A., & Fontoura, S. M. V. (2004). Calagem e as propriedades eletroquímicas e físicas de um latossolo em plantio direto. Ciência Rural, 34, 281-284.

Doran, J. W. & Parkin, T. B. (1994). Defining and assessing soil quality. In: Doran, J.W., Coleman, D.C., Bezdicek, D.F., Stewart, B.A., eds. Defining soil quality for a sustainable environment. Madison, Soil Science Society of America, 3-21. (SSSA Special Publication, 35).

Embrapa Solos – Livro técnico. (2017). Manual de métodos de análise de solo. Embrapa. 573 p.

Faria, V. L., Melloni, R. & Melloni, E. G. P. (2021) Qualidade do Solo sob Cultivo de Banana em Sistemas de Produção Orgânico e Convencional em Gonçalves (MG). Revista Brasileira de Geografia Física 14, 1206-1219.

Freita, S. L., Casagrande, J, C., Oliveira, I. A. de. & Campos, M. C. C. (2014). Análise multivariada na avaliação de atributos de solos com diferentes texturas cultivados com cana-de-açúcar. Revista de Ciências Agrárias: Amazonia Journal of Agricultural and Enviromental Sciences. 57, 224-233.

Gomes, M. A. F. & FilizolA, H. F. (2006). Indicadores físicos e químicos de qualidade de solo de interesse agrícola. Embrapa Meio Ambiente. Jaguariúna.

Hair Jr., J. F., William, B., Babin, B. & Anderson, R. E. (2009). Análise multivariada de dados. (6a ed.), Bookman.

Iwata, B. F., Leite, O. F. C., Araújo, A. S. F., Nunes, L. A. P. L., Gehring, C. & Campos. L. P. (2012). Sistemas agroflorestais e seus efeitos sobre os atributos químicos em Argissolo Vermelho-Amarelo do Cerrado piauiense. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, 16, 730–738.

Lazzaretti, G., Matsuoka, M., Bettio, I., Paveglio, S. S., Shallemberger, J. B. & Somavilla, L. (2019). Impacto de diferentes sistemas agrícolas e florestal na qualidade química e biológica do solo de uma propriedade rural. Revista Gestão e sustentabilidade Ambiental, 8, 330-350

Niero, L. A. C., Dechen, S. C. F., Coelho, R. M. & de Maria, I. C. (2010). Avaliações visuais como índice de qualidade do solo e sua validação por análises físicas e químicas em um Latossolo Vermelho distroférrico com usos e manejos distintos. Revista Brasileira de Ciência do Solo, 34, 1271-1282.

Rapim. L., Pott. A. C., Volanin. S. J. A., Spliethoff. J., Camilo. L. E., Camilo. L. M. & Conrado. C. M. A. (2020). Influência do manejo mecânico e da adubação verde nos atributos físicos de Latossolo. Research, Society and Development, 9, e173953258. http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v9i5.3258

Rosolem, C. A., Calonego, J. C., Foloni, J. S. S. & Garcia, R. A. (2007). Potássio lixiviado da palha de aveia-preta e milheto após a dessecação química. Pesquisa Agropecuária Brasileira, 42, 1169-1175

Salviano, A. A. C., Vieira, S. R. & Sparovek, G. (1998). Variabilidade espacial de atributos de solo e de Crotalaria juncea L. em área severamente erodida. Revista Brasileira de Ciência do Solo, 22

SantoS, J. F., Oliveira, A. P., Alves, A. U., Brito, C. H., Dornelas, C. S. M. & Nóbrega, J. P. R. (2006). Produção de batata-doce adubada com esterco bovino em solo com baixo teor de matéria orgânica. Horticultura Brasileira, 4, 103-106.

Santi, A. L., Amado, T. J. C., Cherubin, M. R., Martin, T. N. & Pires, J. L, Flora, L. P. D, C. J, Basso. (2012). Análise de componentes principais de atributos químicos e físicos do solo limitantes à produtividade de grãos. Pesquisa agropecuária brasileira. 47, .1346-1357

Silva, A. S., SILVA, I. F., Ferreira, L. E., Borchartt, L., Souza, M. A. & Pereira, W. E. (2013). Propriedades físicas e químicas em diferentes usos do solo no Brejo Paraibano. Revista Brasileira de Ciência do Solo, 37, 1064-1072.

Valladares, G. S., Gomes, E. G., Mello, J. C. C. B. S., Pereira, M. G., Anjos, L. H. C., Ebeling, A. G. & Benites, V. M. (2008). Na análise dos componentes principais e métodos multicritério ordinais no estudo de Organossolos e solos afins. Revista Brasileira de Ciência do Solo, 32, 285-296.

Published

09/08/2021

How to Cite

SANTOS, A. L. P. dos; DINIZ NETO, M. A.; MELO, T. de S. .; VITAL, M. J. L. .; BANDEIRA, L. B.; CRUZ, G. R. B. da .; SILVA, J. C. A. da. Soil chemical attributes in banana production areas (Musa spp.). Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 10, p. e233101018727, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i10.18727. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/18727. Acesso em: 21 oct. 2021.

Issue

Section

Agrarian and Biological Sciences