Food and herbal medicine as a way to prevent childhood obesity

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i10.18939

Keywords:

Diet; Kids; Pediatric obesity.

Abstract

Childhood obesity is considered one of the most serious and main public health problems in the entire planet, affecting millions of children in Brazil and in the world. It is a multifactorial health problem resulting from hormonal, metabolic, genetic, behavioral and even cultural problems. It can cause other serious diseases such as cardiovascular, neoplastic and metabolic diseases, among others. Faced with this serious problem, the study aims, through a literature review, to verify the importance of identifying and preventing obesity from childhood, thus avoiding a series of complications arising from excess body fat at this stage or in adulthood. In this work, the factors that cause obesity, its consequences, the complications that this disease can cause and the role of physical activity and nutrition in preventing obesity were reported. It was confirmed that the earlier obesity is detected, the greater the success in reversing the condition. Studies currently show that in most cases, physical exercise combined with a balanced diet through good nutrition are the best option to combat obesity.

Author Biography

Anne Karynne da Silva Barbosa , Universidade Federal do Maranhão

Mestre em Saúde do Adulto

Membro do grupo de pesquisa em futebol e futsal do Maranhão - GPEF.

Membro do Laboratório de Fisiologia e Prescrição de Exercício do Maranhão - LAFIPEMA.

References

Almeida, C. A. N.; Baptista, M. E. C.; Almeida, G. A. N.; Ferraz, V. E. F. Obesidade infanto-juvenil: uma proposta de classificação clínica. Pediatria. São Paulo: n. 26, 2013.

Assert, Associação das empresas de refeição e alimentação convênio para o trabalhador. Alimentação saudável. 2013. http://assertbrasil.com.br/alimentacao-saudavel/.

Balaban G.; Silva, G.A.P. Prevalência de sobrepeso e obesidade em crianças e adolescentes de uma escola da rede privada de Recife. J. Pediatra, 2010.

Baruki, S. B. S; Rosado, L.E.F.P.L; Rosado, G.P; Ribeiro, R.C.L. Associação entre estado nutricional e atividade física em escolares da Rede Municipal de Ensino em Corumbá – MS. Rev Bras Med Esporte, 2017.

Batista Filho; M. Rissin A. Nutritional transition in Brasil: geographic and temporal trends. Caderno de Saúde PÚBLICA, 2010.

Bouchard C.; Depres J.; Tremblay A. Exercise and obesity Res.1, 2015.

Bjorntotp P. Exercise na obesity. Psychiatr Clin North Am, 2010.

Clifford, P. A. Efficacy of a self-directed behavioral health change program: weight, body composition, cardiovascular fitness, blood pressure, health risk, and psychosocial mediating varables. J Behav Med, 2012.

Araújo Júnior, L. M. Bioquímica aplicada dos fitoterápicos ao tratamento da obesidade. Manual de Fitoterápicos em Obesidade, 2012.

Giannichi, R. S.; Marins, J. B. Avaliação e prescrição de atividade física: guia prático, 3ªed, Shape, São Paulo, 2013.

Guedes, D. P.; Guedes, J. E. R. P. Crescimento, composição corporal e desempenho motor de crianças e adolescentes. São Paulo: CLR Balieiro, 2011.

Guedes, D. P.; Guedes, J. E. R. P. Esforços físicos nos programas de educação física escolar. Revista Paulista de Educação Física. São Paulo, v.15, n.1, 2013.

Juzwiak, C. R, Paschoal. V. C. P, Lopez, F. A. Nutrição e atividade física. J. Pediatr. 2010.

Martinelli.C, E.; Salles, D. Obesidade na infância. Ed Atheneu, Rio de Janeiro, 2015.

Martinez, A. M. Psicologia escolar e educacional.v.1, n.1. Mimeo, 2016.

Mello, E. D.; Luft, V. C.; Meyer, F. Obesidade infantil: como podemos ser eficazes?. Jornal de Pediatria.n. 3, v.80, 2014.

Mendonça, C. P.; Anjos, L. A. Aspectos das práticas alimentares e da atividade física como determinantes do crescimento do sobrepeso/obesidade no Brasil. Cad. Saúde Pública, v.20 n.3, 2014.

Monteiro, C. D.; Conde, W. L. Tendência secular da obesidade segundo estratos sociais: nordeste e sudeste do Brasil. Arq Brás Endocrinol Metab, 2011.

Moreno, B.; Lopez, M, Moreno, S. Obesidad, concepto y clasificación. Em. Obesidad presente y futuro. Biblioteca aula médica Espana, 2015.

Nunes Do Prado, C. et al. O uso de fitoterápicos no tratamento da obesidade. Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento, v. 1, p. 35–49, 2007.

Ravussin, E.; Swiburn, B. A. Pathophisiology of Obesity. Lancet, 2012.

Rêgo, A. L. V.; Chiara, V. L. Nutrição e excesso de massa corporal: fatores de risco cardiovascular em adolescentes. Revista de Nutrição. Campinas: v.19, n. 1, 2014.

Romero, C. E. M.; Zanesco, A. O papel dos hormônios leptina e grealina na gênese da obesidade. Revista de Nutrição. Campinas: n.19, 2016.

Sharkey, B. J. Condicionamento físico e saúde. 5ª ed, São Paulo: Artmed, 2017.

Williamson, D.; Perrin, L. Behavioral therapy for obesity. Endocrinol Metab, 2014.

Published

13/08/2021

How to Cite

SOUSA, M. E. da S. .; ALVES, S. A. S. .; SOUSA, M. T. da S. L. .; SILVA, B. H. M. .; LIMA, D. S. .; LIMA, I. S. .; MACEDO , I. D. S. .; BARBOSA , A. K. da S. . Food and herbal medicine as a way to prevent childhood obesity. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 10, p. e356101018939, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i10.18939. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/18939. Acesso em: 25 oct. 2021.

Issue

Section

Health Sciences