Relationship between water supply and epidemiological indicators in the metropolitan region of Belém

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i10.19010

Keywords:

Public water service; Diarrheal diseases and gastroenteritis; Information system.

Abstract

The lack or insufficiency of water supply services can compromise the health and well-being of society, especially in the poorest regions. Among waterborne diseases, diarrhea and gastroenteritis show great relevance in the epidemiological scenario because they involve significant rates of morbidity and mortality, especially among the most vulnerable groups of the population. Thus, the study aimed to analyze the coverage of water supply and the relation with the incidence of hospitalizations for diarrheal diseases and gastroenteritis in the Metropolitan Region of Belém. For this, it was made a bibliographic and documentary review, and the data were obtained at platforms of the National Sanitation Information System (SNIS), the Brazilian Institute of Geography and Statistics (IBGE) and the Department of Informatics of the Unified Health System (DataSUS), which were processed using GIS software to create thematic maps. The analysis of the data obtained allowed to infer the difficulty of universal access to water supply services faced by the municipalities of the MRB, which three of them (n = 42.9%) presented a poor scenario, and only one (n = 14, 3) presented a really good scenario. There was also a significant incidence of hospitalizations for diarrheal diseases and gastroenteritis, especially in Belém and Marituba, which may reflect the low levels of water supply coverage, as well as the poor management and inefficiency of the systems. Therefore, the results can serve as a subsidy for future studies and for decision-making and adoption of intervention measures by public managers.

References

Aguiar, E. S., Ribeiro, M. M., Viana, J. H., & Pontes, A. N. (2020). Doenças relacionadas ao saneamento ambiental inadequado e indicadores socioeconômicos na Amazônia brasileira. Research, Society and Development, 9(9), e771997302-e771997302.

Albuquerque, D. F., Pessoa, F. C. L., Gomes, E. P., & Santana, L. R. (2020). Relação entre o abastecimento de água e a ocorrência de doenças em indígenas no estado do Maranhão, Brasil. Research, Society and Development, 9(7), e404974028-e404974028.

JÚNIOR, A. C. R. A., de Azevedo, A. K. A., & da Silva Oliveira, I. (2014). Problemática Da Água Na Região Metropolitana De Belém (Rmb)–Pará: Aspectos Histórico-Geográficos (Water problem in the Metropolitan Region of Belém (RMB)–Pará: historical and geographical aspects). Acta Geográfica, 7(15), 117-131

Araújo, F. E., Anjos, R. S., & Rocha-Filho, G. B. (2017). Mapeamento participativo: conceitos, métodos e aplicações. Boletim de Geografia, 35(2), 128-140.

Araujo, P. D. S. C. (2019, October). O Direito À Cidade: Interface Entre Urbanização Excludente, Políticas Públicas E Lazer Em Belém Do Pará. In 30º ENAREL Encontro Nacional de Recreação e Lazer e IX Seminário de Estudos do Lazer.

Bordalo, C. A. L., da Cruz Ferreira, C. A., da SILVA, F. A. O., de MORAES, R. C., & TABOSA, R. K. M. (2012). Os desafios da gestão das águas nas metrópoles da Amazônia: uma análise do modelo de gestão pública dos sistemas de abastecimento de água na região metropolitana de Belém-PA. Geografia Na Amazônia Paraense: Análises Do Espaço Geográfico, 101

Bordalo, C. A. (2017). O paradoxo da água na região das águas: o caso da Amazônia brasileira. GEOUSP Espaço e Tempo (Online), 21(1), 120-137.

Brabo, L. D. M., Dutra, V. A. B., Gonçalves, P. V. D. S., Victor, M., & Campos, A. Abastecimento Público De Água Como Indicador De Sustentabilidade Ambiental: Um Estudo Para O Município De Santa Izabel Do Pará, 2017.

Brasil. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília: Senado Federal, 1988.

Brasil. Doença Diarreica Aguda. Ministério da Saúde, Secretaria de Vigilância em Saúde, Departamento de Vigilância das Doenças Transmissíveis e Coordenação Geral de Doenças Transmissíveis. Brasília: Ministério da Saúde, 2017b.

Brasil. Lei nº 14.026, de 15 de julho de 2020. Atualiza o marco legal do saneamento básico. Diário Oficial da União: Edição: 135, seção 1, Brasília, DF, ano 139, n. 8, p. 1-74, 2020.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Portaria de Consolidação nº 05, de 28 de setembro de 2017. Dispõe sobre os procedimentos de controle e de vigilância da qualidade da água para consumo humano e seu padrão de potabilidade. Diário Oficial da União, Poder Executivo, Brasília, DF, 28 de setembro de 2017a, Seção 2.

Brasil, I. B. G. E. (2018). Instituto Brasileiro de geografia e Estatística.

Brasil, I. B. G. E. (2020). Instituto Brasileiro de geografia e Estatística.

Brasil, T. (2018). Instituto trata brasil. Painel de Saneamento Brasil

Cardoso, P. V., da Silva Seabra, V., Bastos, I. B., & Costa, E. D. C. P. (2020). A importância da análise espacial para tomada de decisão: um olhar sobre a pandemia de COVID-19. Revista Tamoios, 16(1).

Carneiro, F., Duarte, T., Simões, M. H., & de Albuquerque Vinagre, M. V. (2018). Saneamento básico: A perspectiva socioambiental na cidade de Belém do Pará. Colóquio Organizações, Desenvolvimento e Sustentabilidade, 9, 427-440.

Carvalho, A. C. L., & de Miranda Rocha, G. (2020). Análise dos Riscos e da Vulnerabilidade Socioambiental Urbana, face ao Desenvolvimento Desordenado e a Pressão aos Recursos Hídricos em Belém–PA. Brazilian Journal of Development, 6(4), 18127-18142.

Castanhal. Plano Municipal de Saneamento Básico. Castanhal: Prefeitura Municipal de Castanhal, Comitê Executivo e de Coordenação da Elaboração do Plano de Saneamento Básico, 2019. 242 f.

Castro, D. C. C., Rodrigues, R. S. S., & Ferreira Filho, D. F. (2020). Escoamento superficial na área convergente aos lagos Bolonha e Água Preta em Belém e Ananindeua, Pará. Research, Society and Development, 9(3), e38932373-e38932373.

Catete, C. P. et al. Investigação ambiental e epidemiológica da leptospirose no distrito de Icoaraci, Belém (PA). In: Congresso ABES/Fenasan, 29, 2017, São Paulo. Anais eletrônicos... ABES, 2017.

Conde, G., Chaves, A., Silva, A., Souza, N. P., & Macedo, Y. S. (2013). Avaliação dos efeitos de projetos de saneamento na saúde da população da Vila da Barca, Belém, Pará. Enciclopédia Biosfera, 9(17).

Controladoria-Geral Da UNIÃO (CGU). Relatório de Avaliação: Exercício 2018. Belém: Ministério das Cidades, 2018. 32 f.

Dairo, M. D., Ibrahim, T. F., & Salawu, A. T. (2017). Prevalence and determinants of diarrhoea among infants in selected primary health centres in Kaduna north local government area, Nigeria. Pan African Medical Journal, 28(1), 151-151.

Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (DATASUS). Tecnologia da Informação a serviço do SUS. Internações hospitalares do SUS. 2018. <http://tabnet.datasus.gov.br/cgi/deftohtm.exe?sih/cnv/sxuf.def>.

Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (DATASUS). Tecnologia da Informação a serviço do SUS. Internações hospitalares do SUS. 2019. <http://tabnet.datasus.gov.br/cgi/deftohtm.exe?sih/cnv/sxuf.def>.

Estrela, C. (2018). Metodologia científica: ciência, ensino, pesquisa. Artes Médicas.

MendeS, R. L. R., FenzL, N., & Fernandes, L. L. (2018). A Sustentabilidade do sistema de abastecimento de água: da captação ao consumo de água em Belém.

Ferreira, J. F. H. (2019). Avaliação do consumo e da despesa de energia elétrica no estudo de concepção de sistema de abastecimento de água. (Mestrado em Engenharia Civil) - Instituto de Tecnologia, Universidade Federal do Pará, Belém, 2019.

Ferreira, P. D. S. F., Motta, P. C., de Souza, T. C., da SILVA, T. P., de Oliveira, J. F., & Santos, A. S. P. (2016). Avaliação preliminar dos efeitos da ineficiência dos serviços de saneamento na saúde pública brasileira. Revista internacional de ciências, 6(2), 214-229.

Freitas Silva, P. R. (2017). A Regionalização Como Expressão Do Livre Arbítrio Nas Institucionalizações Das Regiões Metropolitanas Do Estado De Alagoas. Revista de Geografia (Recife), 34(2).

Souza França, S. A., & Nascimento, D. M. (2020). Saneamento e Atenção Básica em Municípios do Pará de 2008 a 2017. Brazilian Journal of Development, 6(7), 43689-43405.

Gomes, F. D. (2019). Aspectos do saneamento básico: Brasil e Uruguai. Revista Ciências Jurídicas e Sociais-UNG-Ser, 9(1), 53-58.

Gomes, M. D. C. R., Mendonça, L. A. R., & Cavalcante, I. N. (2019). Mapeamento da Vulnerabilidade e Risco de Poluição das Águas Subterrâneas na Porção Leste da Bacia Sedimentar do Araripe, Ceará, Brasil. Anuário do Instituto de Geociências, 41(3), 252-259.

Sousa Holanda, C., Lopes, D. L., de Lima Neto, J. B., dos Anjos, V. N., & Costa, D. R. (2020). Saúde Pública: Relação Entre Fatores Socioeconômicos, Meio Ambiente E Qualidade Da Água. Mostra Científica em Biomedicina, 4(2).

Howard, G., Bartram, J., Williams, A., Overbo, A., Geere, J. A., & World Health Organization. (2020). Domestic water quantity, service level and health.

Landau, E. C., & Moura, L. (2016). Variação geográfica do saneamento básico no Brasil em 2010: domicílios urbanos e rurais. Embrapa Milho e Sorgo-Livro técnico (INFOTECA-E).

Leão, L. M. (2019). Metodologia do estudo e pesquisa: facilitando a vida dos estudantes, professores e pesquisadores. Editora Vozes.

Lima, J. S. dos Santos, G. C. S., Rodrigues, R. S. S., & dos Santos, F. V. (2018). Morbidade e mortalidade por doenças relacionadas ao saneamento ambiental inadequado em Belém do Pará. Ciência E Sustentabilidade, 4(2), 115-132

Lisboa, S. S., Heller, L., & Silveira, R. B. (2013). Desafios do planejamento municipal de saneamento básico em municípios de pequeno porte: a percepção dos gestores. Engenharia Sanitária e Ambiental, 18, 341-348.

Lopes, R. M., Mesquita, K. F. C., Santos, M. D. L. S., & Pereira, J. A. R. (2017). Qualidade da água consumida na Ilha do Mosqueiro, Belém-PA. Revista DAE.

Maia, I. L. B. (2017). O acesso à água potável como direito humano fundamental no direito brasileiro. Revista do CEPEJ, (20).

Marinho, A. C. D. S. M., Pontes, A. N., & Bichara, C. N. C. (2020). Saúde ambiental e doenças diarreicas: indicadores socioeconômicos, ambientais e sanitários em um município amazônico. Research, Society and Development, 9(9), e659997803-e659997803.

Marituba. Plano Municipal de Saneamento Básico de Marituba (2019): Produto 3 – Diagnóstico do Saneamento Básico. Marituba: Prefeitura Municipal de Marituba, 347 f.

Nogueira, D. H.O.P; Silva, R. A. R (2017). A. A Análise Swot Como Diagnóstico Organizacional No Serviço De Abastecimento De Água E Esgoto Do Município De Benevides-PA. In: CONTECSI - International Conference on Information Systems and Technology Management, Anais… São Paulo.

Nunes, C. R., & Borja, P. C. (2019). Estimativas De Investimentos Em Planos Municipais De Saneamento Básico: Uma Análise Crítica. Revista Eletrônica de Gestão e Tecnologias Ambientais, 7(1), 122-137.

Oliveira, F. C., Röhnelt, N. M. S., Ritzel, R. G. F., da Silva Heck, T. M., & Staggemeier, R. (2020). Viroses entéricas: principais patologias de veiculação hídrica e suas manifestações clínicas. Revista Conhecimento Online, 1, 191-217.

Organização das nações Unidas-ONU (2010). The human right to water and sanitation. Resolution Adopted by the General Assembly.

Organização das nações Unidas-ONU (2015). Transforming our world: the 2030 Agenda for Sustainable Development. Resolution Adopted by the General Assembly. Nova York.

Pará. Lei no 8.096, de 1º de janeiro de 2015. Dispõe sobre a estrutura da Administração Pública do Poder Executivo Estadual, e dá outras providências. Diário Oficial, Belém, 1º jan. 2015.

Pará. Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas (SEDOP). Estudo de delimitação da Região Metropolitana de Belém. Belém: SEDOP, 2018. 172 f.

Pauli, D. R., Simão, M. C., dos Santos, E. F., Reducino, D. T., & Gava, E.(2020) Priorização De Investimentos Em Saneamento Com A Utilização De Kpis/Outcomes De Contratos De Programa.. In: Congresso Nacional de Saneamento e Meio Ambiente, 31. Anais... Associação dos Engenheiros da Sabesp.

Silva Peixoto, F., Cavalcante, I. N., Silveira, R. N. C. M., & da Silva Beserra, F. R. (2017). O Sistema de Informação Geográfica (SIG) Aplicado ao Abastecimento Hídrico e Esgotamento Sanitário. Revista do Departamento de Geografia, 20-28.

Pereira, I. V., & Cabral, I. E. (2008). Diarreia aguda em crianças menores de um ano: subsídios para o delineamento do cuidar. Escola Anna Nery, 12, 224-229.

Pereira, J. A. R. (2006). Plano diretor do sistema de abastecimento de água da Região Metropolitana de Belém. Síntese do plano diretor, 100.

Pereira, J. A. R.(2014) Plano Municipal de Saneamento básico de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário De Belém–Pará volume I concepção técnica e proposições. Secretaria Municipal de Saneamento–SESAN-Belém. 175 f.

Pinheiro, A. D. C. L., & Ponte, J. P. X. (2021). Identificação e caracterização das relações interfederativas na região metropolitana de Belém: Interfaces com a construção da PNDU: componente A: relatório de pesquisa.

Ponte, J. P. X.(2020). A Região Metropolitana de Belém: territórios precários, condições de infraestrutura, moradia e a Covid-19. Observatório das Metrópoles. 39 f.

Rocha, A. C. T., Rossoni, H. A. V., & da Silva Faria, M. T. (2018). Determinantes envolvidos no perfil de doenças relacionadas às condições sanitárias inadequadas nos municípios brasileiros: avaliação realizada nas 10 melhores e 10 piores cidades do ranking do saneamento. ForScience, 6(2).

Rocha, Á. L. G. D. A. (2017). Qualidade das águas subterrâneas rasas do bairro Centro do município de Marituba-PA e sua relação com as principais fontes potenciais de poluição.

Souza Rodrigues, A., Sander, C., & Wankler, F. L.(2019). Vulnerabilidade natural à contaminação do Aquífero Boa Vista (ABV) na área urbana de Boa Vista, Roraima. À GEOLOGIA DA AMAZÔNIA.

Rodrigues, J. C., & Rodrigues, J. C. (2020). Condições De Desigualdades E Vulnerabilidades Socioespaciais Em Cidades Da Amazônia Paraense: Elementos Promovedores Da Expansão E Dispersão Da COVID-19? Hygeia-Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde, 132-142.

Sakamoto, C. K., & Silveira, I. O. (2019). Como fazer projetos de Iniciação Científica. Pia Sociedade de São Paulo-Editora Paulus.

Santos, D. T., Berticelli, R., & Fritsch, R. L. C. (2018). Saneamento básico no Brasil: um importante alicerce na qualidade de vida. Ciência & Tecnologia, 2(1), 23-43.

Santos, F. F. S., Daltro Filho, J., Machado, C. T., Vasconcelos, J. F., & Feitosa, F. R. S. (2018). O desenvolvimento do saneamento básico no Brasil e as consequências para a saúde pública. Revista Brasileira de Meio Ambiente, 4(1).

Santos, G. R. D., Kuwajima, J. I., & Santana, A. S. D. (2020). Regulação e investimento no setor de saneamento no Brasil: trajetórias, desafios e incertezas.

Severino, A. J. (2017). Metodologia do trabalho científico. Cortez editora

Silva, A. M., & Valentini, C. M. A. (2020). Reflexões sobre a qualidade da água de abastecimento público em Nossa Senhora do Livramento-MT. Revista Arquivos Científicos (IMMES), 3(2), 1-15.

Silva, D. F., da Costa, G. G. G., Furtado, L. G., Lopes, D. F., & Lopes, M. D. S. B. (2020). Transparência e universalização dos Índices de Água e Esgoto no Estado do Pará, Brasil. Research, Society and Development, 9(8), e898986341-e898986341.

Silva, G. D. (2018). A efetividade dos investimentos em esgotamento sanitário no sertão alagoano. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Engenharia Civil) - Unidade Delmiro Gouveia - Campus do Sertão, Curso de Engenharia Civil, Universidade Federal de Alagoas, Delmiro Gouveia.

Silva, J. R. S. D. (2019). Caracterização socioeconômica e ambiental de quintais urbanos em Marituba, Estado do Pará. Orientador: Marcos Antônio Souza dos Santos; Antônia do Socorro Aleixo Barbosa. 2019. 40 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) – Universidade Federal Rural da Amazônia, Campus Belém, PA.

Silva, V. P., da Costa Hianes, A., da Costa Hianes, A., da Costa, M. M., Moura, A. G. A. F., da Costa Duarte, L., & Catete, C. P. (2019). Mapeamento de pontos de disposição irregular de resíduos sólidos na avenida Bernardo Sayão, em Belém–Pará. Brazilian Journal of Development, 5(12), 31137-31146.

Singh, A. (2019). Remote sensing and GIS applications for municipal waste management. Journal of environmental management, 243, 22-29.

Soboksa, N. E., Gari, S. R., Hailu, A. B., & Mengistie Alemu, B. (2021). Childhood Malnutrition and the Association with Diarrhea, Water supply, Sanitation, and Hygiene Practices in Kersa and Omo Nada Districts of Jimma Zone, Ethiopia. Environmental Health Insights, 15, 1178630221999635.

Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento-SNIS. (2018). Série Histórica.

Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento-SNIS. (2019). Série Histórica.

Tabosa, R., Sombra, D., Leite, A., & Castro, C. (2016). Revisão histórico-geográfica da gestão pública sobre o sistema de abastecimento hídrico de Belém-PA. InterEspaço: Revista de Geografia e Interdisciplinaridade, 196-220.

Trindade, A. B., Guedes, M. P., Bordalo, C. A. L., & das Graças Monteiro, N. R. (2017). A gestão do serviço público e abastecimento de água potável na região metropolitana de Belém: o caso do município de Ananindeua-Pará-Brasil. Os Desafios da Geografia Física na Fronteira do Conhecimento, 1, 667-678.

Trindade, A. B., & Bordalo, C. A. L. (2015). Indicadores Dos Serviços/Rede De Abastecimento De Água Potável Nos Municípios De Belém E Ananindeua–PA: Considerações Para Elaboração Da Cartografia. Revista Nacional de Gerenciamento de Cidades, 3(18).

Vallim, C. A., dos Santos, C. C. A., & de Melo, E. D. (2018). Correlação Entre Qualidade Da Água E Casos De Diarreia Em Um Município Do Sul De Minas. Semioses, 12(4), 25-37.

Vasconcelos júnior, N. T. et al. (2018). Diagnóstico qualitativo das águas subterrâneas de poços rasos do Bairro das Flores, município de Benevides-PA, a partir da determinação de elementos traços. In: Congresso Brasileiro de Química, 58, 2018, São Luís. Anais... São Luís: Associação Brasileira de Química (ABQ),

Vieira, C. E. (2019). Análise Urbanístico-Ambiental da Ocupação das Bacias Hidrográficas de Benevides (PA). 145 f. Dissertação. (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo) – Programa de Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo, UFPA. Pará.

Vieira, J. M. P. (2020). Água e saúde pública: uma perspectiva pós-COVID-19. Revista Eletrônica de Gestão e Tecnologias Ambientais, 8(1), 1-4.

Published

12/08/2021

How to Cite

SILVA, L. P. da .; JESUS, O. S. de .; SILVA, J. P. S. da .; SOUSA, F. da S. .; ALVES, C. N. .; MOURÃO, F. V. .; BRITO, R. P. . Relationship between water supply and epidemiological indicators in the metropolitan region of Belém. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 10, p. e343101019010, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i10.19010. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/19010. Acesso em: 18 oct. 2021.

Issue

Section

Engineerings