The theme “Women's Health” in the Brazilian Journal of Obesity, Nutrition and Weight Loss: Analysis of a decade (2010-2020)

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i10.19097

Keywords:

Women's health; Health; Women; Nutritional aspects.

Abstract

The number of women in Brazil is higher than that of men. The Brazilian population is made up of 51.8% women and 48.2% men. In order to meet this demand, strategies were created to ensure women's health care. The aim of this study was to investigate the publications on women's health in the Brazilian Journal of Obesity, Nutrition and Weight Loss, starting from the relevance of the discussion of nutritional aspects with regard to comprehensive care for women's health. This is a retrospective, bibliographical and exploratory review study, carried out between May and June 2021, with a descriptive approach, in the database "Brazilian Journal of Obesity, Nutrition and Weight Loss" through the descriptors/key words “Women's Health”, “Health”, “Women” and “Women”. In total, nine articles were found. The highest prevalence found were descriptive studies, in several sub-areas of knowledge, such as epidemiological, sociodemographic aspects of physical activity in women, dealing with physical exercise modalities in responses and metabolic adjustments presenting preventive activities with regard to nutritional care that expand care in health in women, avoiding possible harm and delaying the development and aggravation of diseases. It is concluded that the guarantee of health care is based on the multidisciplinary principle and that food issues can interfere with health outcomes, therefore, health professionals must have knowledge about the characteristics of this population and for this to occur, it is important that there is specific knowledge based on the particularities of this population.

References

Azevedo, E. (2008). Reflexões sobre riscos e o papel da ciência na construção do conceito de alimentação saudável. Rev. Nutr.; 21(6):717-723.

Brasil (2004). Política nacional de atenção integral à saúde da mulher: princípios e diretrizes. Ministério da Saúde.

Brasil. (2006). Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. Área Técnica de Saúde da Mulher. Pré-natal e puerpério: atenção qualificada e humanizada. (3a ed.).

Carvalho, S. R. (2004). As contradições da promoção à saúde em relação à produção de sujeitos e a mudança social. Cien Saude Colet; 9(3):669-678.

Carvalho, G. A saúde pública no Brasil. (2013). Estudos Avançados, 27(78), 5-26.

Cordeiro, S. N; et al. (2017). Contribuições da Psicologia à Residência Multiprofissional em Saúde da Mulher: Relato de Experiência. Rev. Polis Psique, 7, 100-115.

Czeresnia, D. (2003). O conceito de saúde e a diferença entre promoção e prevenção. In: Czeresnia D, Freitas CN. Promoção da saúde: conceitos, reflexões, tendências. FIOCRZ. 39-53.

Figueiredo, J. A. et al. (2010). Síndrome metabólica e menopausa: estudo transversal em ambulatório de ginecologia. Arq Bras Cardiol. 95(3):339-45.

Freitas, G. L. de. (2017). Discutindo a política de atenção à saúde da mulher no contexto da promoção da saúde. Revista Eletrônica De Enfermagem, 11(2).

Ganong, L.H. (1987). Integrative reviews of nursing research. Research in Nursing & Health, 10(1), 1-11.

Gutierrez Murillo, R. S., Trujillo Rodríguez, A. D. P., Cardozo Prada, Y. L., Mosquera Conde, O. L., Pino Parra, K. Y., & Negri, E. D. (2020). Violência no namoro como questão de saúde pública: experiências de (des)construção de estigmas sociais em ambiente universitário. Research, Society and Development, 9(7), e290972879.

Goes, E. F., Nascimento, E. R. (2013). Mulheres negras e brancas e os níveis de acesso aos serviços preventivos de saúde: uma análise sobre a desigualdade. Saúde Debate. 37(99):571-9.

Maniglia, F. P., Grundmann, C. G., & da Silva, T. A. (2018). Relação entre características alimentares e composição corporal com a qualidade de vida de mulheres submetidas à cirurgia bariátrica. RBONE - Revista Brasileira De Obesidade, Nutrição E Emagrecimento, 12(69), 76-83.

Martins, A. L. (2001). Mortalidade materna: maior risco para as mulheres negras no Brasil. Jornal da Rede, Rede Saúde.

Mendes, K. D., Silveira, R. C. C. & Galvão, C. M. (2008). Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto & Contexto – Enfermagem, 17(4), 758-764.

Mori, M. E., Coelho, V. L. D., & Estrella, R. C. N. (2006). Sistema Único de Saúde e políticas públicas: atendimento psicológico à mulher na menopausa no Distrito Federal, Brasil. Cad. Saúde Pública. ;22(9):1825-33.

Rodrigues, E. M.; & Boog, M. C. F. (2006). Problematização como estratégia de educação nutricional com adolescentes obesos. Cadernos de Saúde Pública [online], 22923-931.

Souza, V. A. de, Machado, G. N., Arrué, A. M., Luzardo, A. R., Jantsch, L. B., & Danski, M. T. R. (2020). As Práticas Integrativas e Complementares na atenção à saúde da mulher. Research, Society and Development, 9(8), e81985379.

Souza, Y. P., Bezerra, A. M., Fabrício, N. P., Tavares, N. B. F., Félix, N. D. C., Viana, M. C. A., et al. (2018). A qualidade de vida de idosos com obesidade ou sobrepeso. Rev Bras Ciênc Saúde [serial on the internet] 22(2):155-64.

Rosa, Q. P. P., & Alves, M. K. (2017). Prevalência e fatores associados ao excesso de peso em mulheres adultas colaboradoras de uma unidade de alimentação e nutrição. RBONE - Revista Brasileira De Obesidade, Nutrição E Emagrecimento, 11(66), 428-436.

Rossi, S. S. (1987). A constituição do sistema de saúde no Brasil. São Paulo, 1980. Cópia mimeografada utilizada no Curso de Política de Saúde promovido pela Plenária de Entidades de Saúde, 70-77.

Veras, R. (2007). Fórum. Envelhecimento populacional e as informações de saúde do PNAD: demandas e desafios contemporâneos. Introdução. Cadernos de Saúde Pública [online]. 23, 2463-2466.

Warmling, C. M., Fajardo, A. P., Meyer, D. E. & Bedos, C. (2018). Práticas sociais de medicalização & humanização no cuidado de mulheres na gestação. Cadernos de Saúde Pública, 34(4), 1-11.

Published

19/08/2021

How to Cite

ARAUJO, G. B. .; AFONSO, T. de O. .; APOLINÁRIO , J. M. dos S. da S. .; SILVA, M. P. B. .; BARBOSA, L. de S. . The theme “Women’s Health” in the Brazilian Journal of Obesity, Nutrition and Weight Loss: Analysis of a decade (2010-2020). Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 10, p. e561101019097, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i10.19097. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/19097. Acesso em: 27 oct. 2021.

Issue

Section

Health Sciences