Development of a self-care technology in the prevention of domestic acidentes: exploration of reality

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i12.19983

Keywords:

Domestic Accidents; Educational Technology; Child; Adolescent.

Abstract

The pandemic caused by the new coronavirus has increased the exposure of children and adolescentes to the risks of domestic accidents; however, it has also enabled a greater contact with digital technologies for educational purposes and/or entertainment. This work was intended to introduce a literature review and the exploration of reality for the preparation of a technology in self-care in the prevention of domestic accidents, with a focus on elementary school children. This is a methodological study focused on preliminary results for the definition of the theoretical framework and the educational technology to be adopted. A literature review was conducted by searching for manuals and recommendations, as well as scientific articles, which addressed the construction and validation of educational technologies on the topic. For the reality exploration stage, it was decided to carry out an educational intervention with the theme “Domestic Accidents”, applying a questionnaire with 120 students enrolled in fourth and fifth grade classes of elementary school, during the period from March to June 2019. The questionnaire featured illustrations and consisted of 9 objective questions. The literature review showed that there is a scarcity of educational technologies applied for this purpose and directed to this age group, while the exploratory reality research showed that a large portion of the participants were affected by domestic accidents, such as cuts and burns, and that a large portion used inappropriate care. Conducting a literature review and getting to know the reality associated with the experiences of the researchers are fundamental steps and contribute to the development of an educational technology that meets the real needs of the target audience.

References

Brasil. Ministério da Saúde. (2020). Protocolo de Tratamento Do Novo Coronavírus (2019-NCoV).” 32. www.saude.gov.br.

Castro, V. Q. D. (2019). Dental Adventure: Jogo Digital como Estratégia de Promoção de Saúde Bucal.

Chiarelli, A., Romão, D. M. M., Camargo Filho, F., Salles, I., Barreto, J. O. M., Boeira, L. D. S., & Ramalho, W. (2019). Prevenção de acidentes domésticos no Distrito Federal.

da Frota, K. C., de Sousa Santos, L. T., Oliveira, L. S., Marques, M. F., & de Azevedo Ponte, K. M. (2019). Tecnologias educativas: estratégias eficientes para a promoção da saúde de idosos: estrategias eficientes para la promoción de la salud de idosos. Revista Saúde. com, 15(2).

da Costa, V. C., do Amaral Silva, K. R., de Lima Felix, L. K. C., de Lima Nascimento, M. M., & Ferreira, E. B. (2021). Prototipação de game educativo para prevenção de acidentes na infância. Enfermagem em Foco, 12(1).

da Silva Pinheiro, A. L., & Lourenço, F. G. (2018). Modelo de um dispositivo de segurança para detecção de vazamento do gás de cozinha com bloqueio do circuito elétrico. Projectus, 3(1), 15-35.

dos Santos, S. B., de Araújo Machado, A. P., Sampaio, L. A., de Abreu, L. C., & Bezerra, I. M. P. (2019). Sífilis adquirida: construção e validação de tecnologia educativa para adolescentes. Journal of Human Growth and Development, 29(1), 65-74.

Echer, I. C. (2005). The development of handbooks of health care guidelines. Revista latino-americana de enfermagem, 13(5), 754-757.

Faria, C. G., Queiroz, D. B., Matias, O. M., & Melo, T. P. (2018). Principais causas de internação por acidentes domésticos na infância em um hospital Universitário do Oeste do Paraná. Brazilian Journal of Surgery and Clinical Research, 22(2), 103-109.

Gonçalves, A. C., Araújo, M. P. B. D., Paiva, K. V. D., Menezes, C. D. S. A., Silva, A. É. M. C. D., Santana, G. D. O., & Lourenção, P. L. T. D. A. (2019). Acidentes na infância: casuística de um serviço terciário em uma cidade de médio porte do Brasil. Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões, 46.

Kirsch, G. H., & Slob, E. M. G. B. (2018). Atuação do enfermeiro na educação em saúde da população. Revista Saúde e Desenvolvimento, 12(13), 218-233.

Lemos, R. A., & Veríssimo, M. D. L. Ó. R. (2020). Methodological strategies for the elaboration of educational material: focus on the promotion of preterm infants’ development. Ciencia & saude coletiva, 25, 505-518.

Lima Pestana, A., Haenscke Senna, M., Pereira do Nascimento, E. R., & Schulter Buss Heidemann, I. T. (2013). Estratégias de promoção à saúde e a prevenção de acidentes no ambiente domiciliar: uma anàlise reflexiva. Journal of Nursing UFPE/Revista de Enfermagem UFPE, 7(11).

Marcheti, M. A., Luizari, M. R. F., Marques, F. R. B., Cañedo, M. C., Menezes, L. F., & Volpe, I. G. (2020). Acidentes na infância em tempo de pandemia pela COVID-19. Rev. Soc. Bras. Enferm. Ped, 20(spe), 16-25.

Marinelli, N. P., Albuquerque, L. P. D. A., Sousa, I. D. B. D., Batista, F. M. D. A., Mascarenhas, M. D. M., & Rodrigues, M. T. P. (2020). Evolução de indicadores e capacidade de atendimento no início da epidemia de COVID-19 no Nordeste do Brasil, 2020. Epidemiologia e Serviços de Saúde, 29.

Mendes, K. D. S., Silveira, R. C. D. C. P., & Galvão, C. M. (2008). Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto & contexto-enfermagem, 17, 758-764.

Neves, M., & Leal, D. (2018). Design de interação e o desenvolvimento do jogo para crianças com perturbação de hiperatividade e défice de atenção dos 6 aos 10 anos. Convergências: Revista de Investigação e Ensino das Artes, 11, 1-10.

Paes, C. C. D. C., & Paixão, A. N. D. P. (2017). A importância da abordagem da educação em saúde: revisão de literatura. Revista de Educação do Vale do São Francisco-REVASF, 6(11).

Pinto, A. C. S., Scopacasa, L. F., Bezerra, L. L. D. A. L., Pedrosa, J. V., & Pinheiro, P. N. D. C. (2017). Uso de tecnologias da informação e comunicação na educação em saúde de adolescentes: revisão integrativa. Rev. enferm. UFPE on line, 634-644.

Polit, D. F., & Beck, C. T. (2011). Fundamentos de pesquisa em enfermagem: avaliação de evidências para a prática da enfermagem. Artmed Editora.

Silva, D. M. D. L., Carreiro, F. D. A., & Mello, R. (2017). Tecnologias educacionais na assistência de enfermagem em educação em saúde: revisão integrativa. Rev. enferm. UFPE on line, 1044-1051.

Silva, J. D. S., & Fernandes, K. D. S. (2020). Acidentes domésticos mais frequentes em crianças.

Published

17/09/2021

How to Cite

ROSA , M. de S.; SANTOS, A. T. S. dos; MADEIRA, F. N. dos S.; FERREIRA , A. G. N.; DIAS, I. C. C. M.; BEZERRA, J. M. Development of a self-care technology in the prevention of domestic acidentes: exploration of reality. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 12, p. e189101219983, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i12.19983. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/19983. Acesso em: 26 feb. 2024.

Issue

Section

Health Sciences